Arsenal — inteligência artificial para sua DSLR

arsenal34

Antes de começar o artigo vamos desmistificar uma coisa. Muitos mimizentos do mundo da fotografia afirmam que o verdadeiro fotógrafo só utiliza o modo manual da câmera. Isso é uma grande inverdade. O verdadeiro fotógrafo tem que utilizar, obrigatoriamente, o seu cérebro. Utilizando o raciocínio e os conhecimentos técnicos da câmera (uma mera ferramenta) você deve determinar qual a melhor maneira de regular a câmera. Existem situações onde o modo P, S e A funcionam perfeitamente. Só não indico o modo verdinho, pois limita muito o controle de ponto de foco e outras coisinhas. Então, se a câmera fornece esses “confortos” qual o motivo de não utilizar? Mera idiotice.

Falando disso então agora podemos entrar no assunto deste post. Se encontra no Kickstarter (sim, eu sei) um projeto interessante chamado de Arsenal. E qual o objetivo dele? O Arsenal é uma solução de hardware que pretende fornecer uma inteligência artificial (assunto em moda) para sua câmera. O aparelho se encaixa na sapata hotshoe da câmera e utiliza uma conexão USB para conversar com a câmera. O objetivo do equipamento é definir as configurações mais indicadas para o tipo de cena que você está fotografando. Ele faz isso utilizando um banco de dados com milhares de fotografias e suas configurações. Além disso ele se conecta a um app (disponível para Android e iOS) via Wi-Fi ou Bluetooth.

Com o celular você tem uma visualização instantânea da foto capturada e pode controlar todas as regulagens. Através da função Live View você toca na tela do celular para definir o foco da foto, ou em vários pontos que você queira em foco. Além disso o Arsenal tem suporte para longa exposição, vários disparos para HDR, vários disparos para empilhamento de foco e, provavelmente, com o tempo também vai fazer um cafezinho para você. Além de utilizar um banco de dados o Arsenal vai aprendendo com as fotos realizadas. Segundo os idealizadores ele avalia vários fatores durante a foto, inclusive vibração (com um acelerômetro interno). Um aparelho que fornece sugestões e aprende com o uso.

Arsenal foi criado pelo engenheiro e fotógrafo Ryan Stout com o objetivo de libertar o fotógrafo para pensar apenas no enquadramento e composição. Vai estar disponível para DSLR e Mirrorless da Canon, Nikon, Fuji e Sony. O projeto está no Kickstarter e o objetivo do financiamento era atingir a meta de US$ 50 mil. Atualmente o projeto já arrecadou US$ 320 mil. Quem apostar na campanha vai levar um Arsenal por US$ 150,00 com entrega prevista para janeiro de 2018.

A ideia é interessante, embora já tenhamos conhecimento de todos os perigos que cercam os financiamentos coletivos (veja aqui e aqui).


Ryan Stout — Meet Arsenal, the intelligent camera assistant

Fonte: Dpreview.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar
  • Sander Manzoli

    Ou seja, migra do fotógrafo para o hw esta inteligência necessária, proporcionando ao leigo/amador tirar fotos como um profissional que tende no futuro a desaparecer, qdo todas as câmeras tiverem esse hw ainda mais evoluído já embutido na câmera.

    • César Rodrigues

      Amigo, enquadramento e composição continuarão sendo feitos pelo fotógrafo, ou seja, o mais importante.

      Quanto aos ajustes, hoje você consegue mudar até a profundidade de campo posteriormente através de softwares.

      Então não, o amador não substituirá um profissional com esse equipamento.

      • Sander Manzoli

        Concordo, mas não falei com esse… falei no futuro, com um muito melhor que esse.

        Enquadramento e Composição não são técnicas aprendidas em cursos e dominadas apenas por profissionais. São questões subjetivas, artísticas, e muito amador dá de 10 a zero em pro. A inspiração da arte está no dom de cada um, independente dele ter feito um curso ou dele trabalhar com isso pra ganhar o pão. Todo fotógrafo profissional de alguma área específica (pode escolher… natureza, mulheres, esporte, eventos festivos, etc) geralmente tiram por décadas as MESMAS fotos, e o enquadramento e composição então, nem se fala… o curso que ele fez foi olhar as fotos de outro e “se inspirar”… exatamente por serem profissionais, entregam o que o mercado pede, propositadamente replicam o trabalho igual a de outros mil. Um designer profissional fara o novo carro da marca X igual a todos os outros… enquanto um amador, que vai desenhar um por amor, fará um design inovador e espetacular, mas que o mercado (montadoras) não quer… mas o consumidor quer MUITO!

        • Gilson Lorenti Fotografia

          a maior parte das regras de composição podem ser representadas matematicamente. Algumas são quase impossíveis por serem extremamente subjetivas. As câmeras amadoras, antes de morrerem, possuíam 1 trilhão de modos pré-programados e as mais recentes possuíam o modo Smart onde a câmera escolhia automaticamente qual destes modos utilizar segundo a cena fotografada., Ou seja, pouca novidade. Estão trazendo isso para as câmeras reflex.

    • SacoCheio

      Ou seja, o amador vai tirar fotos lindas, e o profissional vai fazer fotos espetaculares.

  • leoncral

    Automático do automático hahahah

  • Lucas Ambrosio

    Será que alguém já pensou em utilizar aqueles negócios tipo o Hololens para um aplicativo de fotografia?
    Zoom, efeitos, etc etc (entendo nada de fotografia) seriam feitos com as mãos sem tocar em aparelho nenhum..
    Upgrades poderiam ser vendidos para o proprio hololens para melhorar as câmeras, acho que tem futuro hein.

  • Pingback: Arsenal – inteligência artificial para sua DSLR | Notícias Legais()

  • Vagner Da Silva

    estou imaginando aqui uma evolução desse produto com presets com estilo de fotógrafos famosos e um gimbal para imitar enquadramentos e inclinações típicos deles… indo além o sistema poderia fazer um tratamento automatizado da imagem.Imaginem um preset Sebastião Salgado que emagrece 20 kilos, envelhece 30 anos, apaga metade dos dentes e insere crianças desnutridas, vai fazer muito sucesso na fotografia de casamentos.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis