Wild West Online não precisará passar por um crowdfunding

wild-west-online

Está vendo esta imagem que abre o post? Recentemente ela começou a circular pela internet e o motivo para isso seria que ela pertencia ao Red Dead Redemption 2. Os fãs da franquia da Rockstar ficaram empolgados, mas não demorou para que a 612 Games explicasse a situação. Na verdade, trata-se de um MMO que eles estão desenvolvendo, o Wild West Online.

De acordo com o vice-presidente criativo da editora DJ2, Stephan Bugaj, a ideia deles é atingir o público do PC que anda carente de jogos ambientados no Velho Oeste e assim como como vimos na série Westworld, a intenção é entregar um jogo onde as pessoas poderão sentir como se estivessem vivendo naquele lugar.

Com a equipe que criará o título contando com profissionais que trabalharam em games como League of legends e Crysis, o WWO permitirá que os jogadores se especializem em certas tarefas, catuando por exemplo como garimpeiros ou fazendeiros e os recursos que coletarem fazendo parte de um elaborado sistema de economia. Também haverá um sistema de leis no MMO, sendo que aqueles que cometerem muitos crimes poderão ter recompensas definidas por suas cabeças e o interessante é que não haverá NPCs caçando essas pessoas, apenas outros jogadores.

wild-west-online2

Mas sabe como é, algo dessa magnitude exigiria uma boa quantidade de dinheiro para ser produzido e é por isso que inicialmente os envolvidos disseram que precisariam recorrer ao financiamento coletivo para criar o Wild West Online. Eles pretendiam pedir pelo menos US$ 250 mil, com metas posteriores citando até mesmo assaltos a trens, que funcionaria como um evento semanal.

No entanto, diante de toda a repercussão que o jogo alcançou, alguns investidores se aproximaram da DJ2 e com o aumento no investimento que eles conseguiram, foi revelado que não precisarão mais recorrer ao crowdfunding para tocar o projeto.

A resposta da comunidade ao Wild West Online é algo que nunca imaginamos e graças a isso, seremos capazes de desenvolver uma experiência de Velho Oeste no PC,” afirmou Bugaj. “Tivemos a sorte de os nossos investidores iniciais se adiantarem e oferecerem financiamento adicional para fazermos o jogo que queríamos, sem termos que levantar dinheiro pelo financiamento coletivo. Estão faltando faroestes no PC, então não podemos esperar para lançar o jogo ao público.

A previsão por enquanto é para que um beta tenha início durante o nosso inverno, com a versão final chegando ainda este ano e mesmo não sendo um grande admirador de MMOs, confesso que a ambientação foi suficiente para me deixar bastante interessado pelo Wild West Online. Por isso torço bastante para que o pessoal da 612 Games consiga entregar um bom jogo e de preferência sem cobrança de mensalidades.

Fonte: USGamer.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Fernando Silva

    hehe, foi boa a pegadinha.

  • Gustavo Luizon

    E eu procurando há meses alguém para financiar meu projeto, coloquei no ar com muito sofrimento

  • Erivelton Muniz

    @Dori Prata, eu cheguei a comentar no perfil do FB de vocês sobre um outro financiamento coletivo que está ganhando bastante corpo e que tem 3 brasileiros entre as cabeças do projeto e que praticamente não ganhou destaque na imprensa nacional, o do ZX Spectrum Next (tirei o link pois sempre acaba caindo na caixa para aprovação). Será que não vale uma pauta não? Já conseguiram arrecadar mais de meio milhão de libras, valor considerável.

    • Sidnei Iscarice

      Infelizmente,os próprios brasileiros,incluindo a mídia,não valorizam o trabalho dos profissionais brasileiros dessa área. Foi igual o caso do Brutal Doom,que mal divulgaram que foi um brasileiro que criou o excelente Mod do Doom,e que ficou ótimo. O complexo de vira-lata e idolatração pelos estrangeiros,continua grande.
      Triste isso…

      • Thiago Cururu

        Me parece que a maior parcela desse problema não seja o “complexo de vira-lata”, e sim que a mídia geral está muito acomodada em retirar matérias de fontes estrangeiras, apenas se dando ao trabalho de traduzir. Quem sabe a investigação e garimpo de notícias nacionais acabe ficando para os tempos de calmaria internacional.

    • Eu realmente não conhecia o projeto e tais mensagens não chegaram a mim. A única coisa que acho complicado e talvez explique um pouco de porque muitos brasileiros não estarem dando bola, é que além de o método de pagamento não ser dos mais acessíveis, desanima saber que quando o aparelho chegar aqui receberá uma taxa de importação absurda.

      • Erivelton Muniz

        @doriprata:disqus , eu sei, era um que doaria feliz para receber uma maquina se os custos finais não fossem tão altos, mas ainda assim vou deixar 1 libra lá como uma forma de apoio. E doutor, são 3 brasileiros em uma equipe formada por 5 pessoas, de um projeto que nasceu aqui no Brasil, e só foi lá para fora pois é onde está seu principal público alvo. Cara, isso merece um artigo, definitivamente.

  • … a intenção é entregar um jogo onde as pessoas poderão sentir como se estivessem vivendo naquele lugar.

    No fim, você vai acabar coletando plantinha pros NPCs e matando monstrinho (ou equivalente) pra ficar mais forte pra matar monstrinho pra ficar mais forte pra matar monstrinho pra ficar mais forte pra matar monstrinho pra ficar mais forte pra matar monstrinho…

    • Marcos Arbugeri

      Nesse caso seriam lobos, raposas e texugos. Acho que esse sistema não caberia muito bem nesse estilo de jogo. Teria de ser algo como capturar bandidos, assaltar lugares, caçador de recompensas ou matador de aluguel. Ficar minerando e cuidando de cabras não será o suficiente.

      • Mas essa parece ser a “fórmula mágica” de todo MMO: fazer você perder tempo com grind e outras besteiras só para não perceber que está, apenas, desperdiçando seu tempo.

        • Marcos Arbugeri

          Mas faz parte da “mágica” você comprar logo aquele equipamento usando das moedas especiais que são vendidas no site do jogo.

    • Meninão Bobo

      WestWorld querem fazer isso certeza… Melhor série ever depois de GoT
      HBO> universo todo

  • Guilherme

    Sem PVE? Sem interesse…

    • Marcos Arbugeri

      Isso não foi dito. Só foi dito que os NPC’s não irão atrás dos procurados.

    • Marcos Arbugeri

      Do site:
      Ao jogar sozinho ou com seus amigos, você pode acoplar em várias atividades de PvE. Estas são missões recebidas de NPCs que o enviam em uma missão para caçar tesouro ou explorar uma área e relatar suas descobertas.

      • Guilherme

        Bom saber, vlw.

  • Lucas Ambrosio

    ARMA III?

  • Alvaro Carneiro

    opa… (voz do McCree em pt-br)…

    mais um que vai ficar em beta eterno no steam.

    • Eles disseram que não lançarão como early access no Steam.

  • gfg

    Que venha logo, adoro western, meus primeiros gibis foram do Tex.
    Porém, eles pretendem entregar um MMO inteiro esse ano ainda? Com gráficos parecidos com a imagem de divulgação?
    É de ficar com 5 pés atras.

  • Yan Romano Monteiro Lourenço

    “a intenção é entregar um jogo onde as pessoas poderão sentir como se estivessem vivendo naquele lugar. (Westwolrd)”
    Todo mundo querendo ser guest pra ficar atirando nos hosts.. q bonito

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis