Um fotógrafo, um casal, um contato via telefone e um grande desencontro

Quem trabalha com fotografia profissional sabe que o contato com os clientes é uma das atividades mais cruciais do negócio. Uma palavra errada e todo o entendimento do serviço a ser prestado pode ir para o buraco. Por isso que fazemos tantas reuniões e contatos com nossos clientes. Não é frescura. É apenas um modo de tudo ficar acertado e não acontecerem situações equivocadas. Porém, dentro disso tudo existe uma regra de ouro. Nunca acerte nada exclusivamente via telefone ou e-mail. Nem orçamentos devem ser enviados por e-mail ou outro meio que não seja um contato pessoal. É assim que evitamos erros e efetivamos uma venda de sucesso.

Não foi isso que fez o fotógrafo Jacob Peters (o fato de ter apenas facebook já diz muito sobre o seu trabalho profissional), que foi contratado por um sujeito de Wisconsin para fazer fotos de seu pedido surpresa de casamento para sua namorada. O local do pedido seria no Hawksbill Crag, no Ozark National Forest, ao nascer do sol. As fotos seriam de longe, pegando a vista panorâmica característica do local. O contrato foi fechado totalmente por telefone e o fotógrafo não pediu nem uma foto do rapaz para poder reconhecê-lo no dia da sessão.

Jacob acordou as 2 horas da manhã, dirigiu até  o parque, encarou 01 hora de caminhada no escuro até o local marcado e, às 6:00h da manhã (horário do nascer do sol), estava no lugar combinado. Nesse momento um casal se aproxima, sobem até a ponta do penhasco para ver o nascer do sol, o rapaz tira algo do bolso e se ajoelha. Jacob não teve dúvidas e começou a fotografar loucamente. Depois de terminar a sessão, e com o sentimento de dever cumprido, ele pegou seu carro e foi embora.

Ao chegar em casa ele mandou um SMS para o cliente parabenizando pelo noivado. A resposta foi constrangedora. O cliente disse que chegou muito atrasado e não conseguiu ligar pelo fato de não ter sinal de celular no parque. E que ele deveria ter fotografado outro casal. Isso mesmo crianças, outro casal, no mesmo local, no mesmo horário e com um pedido de casamento surpresa. Peters ficou sem o cliente e com um monte de fotos de um casal desconhecido. Através de uma postagem em sua página no Facebook ele achou o casal que fotografou e passou as fotos gratuitamente.

Porém, agora vem a melhor parte. Jacob diz que não consegue ficar bem com sua própria consciência em relação ao casal que não teve o seu momento importante registrado e decidiu fazer uma sessão fotográfica com eles. Porém, no único final de semana que ele está livre o casal vai estar em Miami. E qual a solução? Ele iniciou uma campanha de financiamento coletivo para levantar US$ 800,00 e ir até o encontro do casal para realizar o ensaio fotográfico.

Com tanta coisa errada nessa história eu nem sei por onde começar. Fechar contrato por telefone é uma delas. Não saber como é seu cliente é outro erro. Porém, o mais importante, quando você pisa na bola tem que assumir os seus erros, e não jogar para a coletividade junto com uma história triste. Se não consegue reparar seu erro por sua conta então senta e aguente as consequências. Um cliente feliz indica seu trabalho para 3 ou 4 pessoas. Um cliente insatisfeito vai queimar seu filme com 15 pessoas. Mas, são essas coisas que nos fazem aprender e crescer como profissionais. Duvido ele cometer esse conjunto de erros novamente.

Fonte: DIY Photography

Relacionados: , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar
  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Financiamento coletivo? Que porra de “profissional” é esse….não consegue nem bancar as próprias contas para ir trabalhar

    • Hozanan Sousa

      Ainda mais um valor baixo, se fosse uma quantia alta, tudo bem.

    • O cara está tentando usar o hype pra se promover a custo zero.

      • Bingo…

      • Theuer

        E conseguindo.
        Estamos falando deste desqualificado agora.

    • Tom

      Ele quer juntar dinheiro para mandar o casal pra miami, na real, queria, cancelou o crowfunding por ahte

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        O casal já vai estar lá pelo que entendi da matéria, ele quer a grana pra pagar os custos DELE, que é responsabilidade DELE pagar…

        • Tom

          Ê leitura dinâmica mal feita, é isso mesmo, BAS achei legal ele passar de grátis as fotos do casal errado, porém essa viagem realmente é custo dele

  • Pingback: Um fotógrafo, um casal, um contato via telefone e um grande desencontro | Notícias Legais()

  • idiota

  • Alvaro Carneiro

    – “Duvido ele cometer esse conjunto de erros novamente.”

    Gilson, Gilson, já te disse antes, você é muito inocente.

    Nunca duvide da estupidez humana.

    • Nunca duvidem da capacidade do “cerumano”.

    • André K

      A inteligência é limitada. A burrice, sem limites!

  • Tiago Leão

    Por outro lado, lembro-lhes da vakinha aqui divulgada para o telescópio de astronomia: www. vakinha. com. br/ vaquinha/ telescopio-para-curso-de-astronomia

    • doorspaulo

      Não entendi a relação.

      • Tiago Leão

        Um lembrete construtivo levemente esquizofrênico pra galera contribuir e materializar o telescópio.

        • doorspaulo

          Justo.

    • E. Bicalho

      Use link 😉
      www.vakinha.com.br/vaquinha/telescopio-para-curso-de-astronomia

  • *voz de narrador da Sessão da Tarde

    Esse fotógrafo inocente vai passar pelos maiores apuros nessa viagem altamente eletrizante, com sua câmera desgovernada, tirando foto de meio mundo, pois esse casal não se decide do que faz e tem intenções que até Deus duvida.

    • André K

      Perfeito!

    • Theuer

      Ué… “tag” não funciona mais por aqui?

      • links externos só usando o link pra aparecer como texto.

        imagens só as anexadas ao comentário.

        • Theuer

          Até esses dias eu usava o .
          Não quis extrapolar para o com medo de zoar o barraco por aqui.
          Bom, era só isso aqui:
          https://www.youtube.com/watch?v=xEGxWJqvG5A 🙂

  • Theuer

    “financiamento coletivo para levantar US$ 800,00…”
    Se eu tivesse 800 dólares, fugiria de casa e compraria um HTC Vive!
    Não necessariamente nesta ordem.

  • Os $800 nem é só para passagem, também inclui hospedagem, comida, alguel de carro! Ou seja, o caro quer férias pagas para consertar os erros dele. Pode isso?

    https://www.gofundme.com/fixing-a-mishap

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis