O dia em que os EUA lançaram um míssil nuclear no Brasil

byebyebrasilia

Acidentes  acontecem, e esse envolveu um míssil muito velho, o SM-62 Snark, um meio-termo pensado no final da Segunda Guerra Mundial: em vez de bombardeiros, um míssil de cruzeiro automatizado que voaria 10 mil km e soltaria uma bomba nuclear no alvo.

Problema que o projeto começou em 1946, o transístor seria inventado em 1947. O Snark teria que ser controlado por um sistema de navegação usando barro fofo e pedra lascada. Bem, eles conseguiram.

snark_sm-62_1

Durante os testes o Snark era lançado da Flórida em direção à ilha de Ascensão, no Atlântico. Inicialmente os técnicos não conseguiam entender o erro médio de 31,5 km em relação ao ao, mas depois descobriram que as cartas náuticas fornecidas pelos ingleses estavam erradas. O Snark se dirigia ao ponto indicado nos mapas mas não era lá que a ilha estava. Corrigido isso a margem de erro caiu pra 7 km.

Infelizmente o Snark demorou muito a ser refinado e nesse meio-tempo os mísseis balísticos foram aperfeiçoados. O Snark só se tornou operacional em fevereiro de 1961 e foi declarado obsoleto em março do mesmo ano. Ele era tão pouco confiável que a piada era que as águas do Caribe estavam infestadas de Snarks.

Até que em 1956 aconteceu isto:

snark-1

Um Snark foi lançado em direção ao Atlântico, deveria seguir por um tempo e depois começar uma rota retangular, quando seria avaliado e examinado por vários navios na área. Só que o cérebro eletrônico (para usar termos da época) decidiu se rebelar e seguiu em linha reta, em direção ao Brasil. Em algum lugar do Nordeste, ou para os gringos, “Amazônia”.

Estranhamente o acidente não foi classificado como secreto, foi divulgado e o governo brasileiro devidamente informado. Até prometemos mandar um grupo de buscas atrás do míssil.

Isso claro não aconteceu, afinal aqui é Brasil. O Snark só foi encontrado, por acaso em 1983 na Serra do Mutum, Maranhão.

91c4d166f10c6d4506cb6616bbb861871a88e54124f171ecf456ee5ea24c53d2

O Snark foi um fiasco tão grande que os russos nem mandaram uma expedição pra procurar o bicho, que ficou 26 anos abandonado no meio do mato, um lugar tão remoto que não acho nem no Google Earth. Sério, eu sei que #VEJA_MENTE mas a única Serra do Mutum que achei fica na Bahia, a 100 km de Salvador. Acho que a Veja usou o sistema de navegação do Snark pra se localizar.

O míssil claro não carregava nenhuma ogiva, mas trazia algo muito mais importante, algo que ignoramos e desprezamos. Se o Brasil tivesse realmente iniciativa teria caçado o Snark, examinado estudado e ele seria a base de nossa indústria aeroespacial.

Nossa história poderia ser completamente diferente, seria o equivalente a fazer engenharia reversa em tecnologia alienígena da Área 51. Somente agora estamos lançando nosso primeiro míssil de cruzeiro, isso poderia ter acontecido quando o Cruzeiro ainda valia alguma coisa. Infelizmente para isso é preciso ter visão.

Fonte: comentário do Carlos Quaglio neste post.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • O dia em que os EUA lançaram um míssil nuclear no Brasil. Míssel esse que não era nuclear já que não tinha ogiva.

    • ThiagoCasao

      Click bait

      • Acredito que seja em resposta ao pessoal fazendo histeria no Facebook, dizendo que os EUA estavam fazendo testes nucleares no Brasil.

      • José Carvalho

        Nuclear o míssil era, foi projetado para ser. Não havia ogiva pois era uma versão de test… pq eu to explicando isso?

    • José Carvalho

      Sim, o missil era nuclear, foi projetado para transportar artefato nuclear, o fato se ser um dummie não quer dizer que ele deixa de ser aquilo que é projetado para ser.

      • José Marcelo

        Se um míssil nuclear não tem um artefato nuclear, pra mim não é nuclear.

        • José Carvalho

          Sim, Marcelo, grande conclusão. Congratulo-te pelo pensamento.

        • Thiago Lopes

          Que rapaz perspicaz :v

        • Paulo Bernardi

          Um carrinho de bebê, sem um bebê dentro, deixa de ser um carrinho de bebê?

          Uma caminhão de lixo, sem lixo dentro, não é mais um caminhão de lixo?

          Um galão de água vazio deixa de ser um galão de água?

          Um carrinho de sorvete sem sorvete dentro, não é mais um carrinho de sorvete?

          Um avião de carga, sem carga dentro, não é mais visto como um avião de carga?

          O porta-malas sem mala dentro, vira uma porta?

          Se ainda não ficar claro, posso buscar mais uns exemplos.

          • José Marcelo

            Para todas essas perguntas a resposta é: sim.

          • Fabio_Galdino

            kkkkk… boa.

          • Maximus_Gambiarra

            Só porque a gente achou divertido de ler, você poderia acrescentar mais uns 10 itens à lista.

        • Higor Queiroz

          um cara que comenta nada com coisa nenhuma vai deixar de hagar nos posts do meio bit?

  • Andre Nunes

    Com engenharia reversa poderíamos ter anunciado o lançamento de nosso primeiro míssil de cruzeiro na revista O Cruzeiro.

    • Lucas Timm

      Custando uns 300 milhões de cruzeiros.

    • Estaríamos fazendo a engenharia reversa até hoje com um custo acumulado de 5 bi.

      • Rodrigo Cavalcante da Silva

        De lá pra cá já estaríamos em dois Petrolões de custo…

        • Maom

          Enquanto isso a torcida brasileira leva um míssil de cruzeiro pra um estádio boliviano e mata um rival. Esse é o Brasil que dá certo. Não pera…

    • Não copiamos nem o polystation, vamos copiar um missil ?
      fala sério.

      Até os chineses fazem carros melhores que os nosso “gurgel”

      Miuras a parte.

      • kenji

        Mas copiamos o original nes, há muito tempo. Hi-top game? Phantom System?

      • Lucas Timm

        Nenhum fora de série prestava, incluindo o Miura.

        • Blasfêmia!

          • Eu mataria por um puma GTB!
            E eu tenho um Gurgel x12tr, tudo que não é de Fusca é uma bosta, ontem me fodi pq descobri que a fechadura dá porta é do Mercedes 608, ou seja, não vou achar peças aqui no mato!

  • Daniel Filho

    Postei dois links de noticias de uma explosao nuclear no interior do CE, no municipio de madalena.. leiam ai..

    • Minion

      Cadê os links?

      • Leonardo

        é que nao teve explosão por isso nao tem links… ehauehuaheua

        • Minion

          Kkkkkk..

        • bruno torrente

          Os hoax ja bem antigo, a tal operação “ARGUS”, coincidentemente poucos anos apos o incidente citado no texto do cardoso.

          http://www.historia.uff.br/tempo/artigos_dossie/v14n28a04.pdf

        • Daniel

          postei duas vezes os links e não foram aprovados….

      • bruno torrente

        Que eu saiba um hoax ja bem antigo, a tal operação “ARGUS”, coincidentemente executada poucos anos apos o incidente citado no texto do Cardoso.

        http://www.historia.uff.br/tempo/artigos_dossie/v14n28a04.pdf

      • Daniel

        postei duas vezes os links e não foram aprovados…. ate agora nao sei pq…

    • Daniel

      postei ja duas vezes os links.. e são moderados.. e não aparecem… aliás.. postei 4 vezes 😀

    • Coronel Campbell

      Assim que li o texto lembrei disso, tenho um estudo de um pesquisador do RJ sobre isso, no final do artigo a dúvida continua no ar, mas agora pra mim ambos os casos tem relação.

  • JuNioR

    Cardoso “o erro médio de 31,5 km em relação ao ao”, não seria “ao alvo”?

    • Cardoso é um cachorro kkkk

      • Lucas Ambrosio

        Carlos Carchorro

      • Higor Queiroz

        ele é um colosso

  • Christian Oliveira

    Cruzeiro, aquela revista? Kkk

  • Já não vi esse míssil em algum episódio de Ultraman Go?

  • Mario Neis

    Será que não rolou um “cala boca” dos militares de lá para os daqui para que não pegassem o míssil e fazer a eng reversa?
    Deixar propositadamente pedaço de metal enferrujar e se tornar inútil?

    É conspiracionista eu sei… Mas dado o histórico de leniencia e permissividade das botinas daqui com as de lá, não chegaria a me espantar…

    • Andre

      Mas se fosse isso os militares americanos teriam que ir lá resgatar o missil. Não iriam acreditar que nós íamos deixar o bicho quietinho lá…

      • Mario Neis

        é uma possibilidade, mas cogito também a hipótese de ser um “aquela tranqueira já tá desatualizada, nem vale o custo de ir até o hueBR só pra catar aquela josta lá… melhor só dar o cala boca nos pé chato de lá que eles são bem azeitados” rsrs

  • Andre Andrade

    Que história eh essa q o cruzeiro não vale nada? Não estamos na melhor fazer, mas estávamos invictos esse ano até semana passada… Calma lá Cardoso xD

  • Na época do cruzeiro, o Brasil não tomava de 7 a 1 da Alemanha. Só digo isso.

    • Rafael Rodrigues

      Tampouco eram coloridas as chuteiras.

      Porém, peitos e bundas eram menores também. Os tempos modernos têm seu lado bom…

  • Urso Azul

    Nós poderíamos ter explodido nosso primeiro projeto bem antes, perdemos a oportunidade!

  • Leonir

    ” O Snark só se tornou operacional em fevereiro de 1961 e foi declarado obsoleto em março do mesmo ano….
    Até que em 1956 aconteceu isto:” O primeiro ano das frases acima, não seria 1951 ? (dúvida que ficou se os fatos forem sequenciais).

    • Manoel Jorge Ribeiro Neto

      Em 1956 ele ainda estava na fase Beta 😉 .

  • Zalla

    Barro fofo, eu peguei a referência

    • Rafael Rodrigues

      Essa me escapou. Qual é?

  • Inditrutibily

    Teria ficado lá até virar poeira!

  • Thiago Lopes

    “Isso claro não aconteceu, afinal aqui é Brasil.” ashuashuahsua melhor frase

  • Raposão do Ártico 🦊

    – E aí gente, será que essa bomba consegue chegar até a américa latina???
    – Eu aposto!

    semanas depois

    – Brasil, parece que houve aqui um erro de navegação no míssil de testes aí, foi sem querer msm

  • Bobagem! Todo mundo sabe que se os americanos lançarem um míssil nuclear a sério para destruir nossa capital vão acertar em cheio Buenos Aires e, depois, vão pedir desculpas para a Bolívia.

  • Leon Rocha

    Se fizéssemos a engenharia reversa todos eles iriam navegar sempre em linha reta! Por isso nem fizemos!

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis