Sikorsky S-97 Raider — não é o Águia de Fogo mas dá pro gasto.

airwolf

O Águia de Fogo é o helicóptero Mach 1+ mais moderno avançado e letal, nada nos arsenais russos ou americanos chega perto dele. O Águia tinha alcance máximo sem reabastecimento de 1.450 milhas, altitude de cruzeiro de 11 mil pés, chegando a 100 mil se necessário. Sua velocidade normal era de 560 km/h mas usando o modo turbo, chegava a Mach 2.

Infelizmente o Águia se perdeu com a morte de seu criador, mas no mundo real a alternativa da Sikorsky não é tão inferior.

Helicópteros são muito úteis mas penam com alguns problemas. Os principais são baixa autonomia e baixa velocidade. O Esquilo, helicóptero de médio porte muito popular leva 6 passageiros a 240 km/h com uma autonomia de 610 km. Isso é muito pouco.

A Sikorsky vem trabalhando faz tempo para revolucionar as aeronaves de asas rotativas. Em 2008 apresentaram o X2, um modelo que quebrou vários recordes de velocidade. Com base no que se aprendeu com ele, foi criado o S-97 Raider, um helicóptero multiuso como nunca se viu antes:

raider-hero-935

Ele tem altitude de cruzeiro de 10 mil pés, leva seis passageiros, pode carregar armas e voa a 407 km/h. Sem tanques externos sua autonomia é de 570 km. Ele é duas vezes mais rápido do que qualquer helicóptero equivalente.

A Sikorsky está realizando vôos de demonstração, tentando atrair o interesse das forças armadas. Provavelmente vão conseguir, algo com baixa assinatura acústica, agilidade e velocidade assim é excelente, não só para incursões de forças especiais, mas também para evacuação de feridos, onde cada minuto conta.

Aqui a apresentação do bicho:


LockheedMartinVideos — S-97 RAIDER™: The Next Big Thing in Army Aviation

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Leooo

    Só não sei como ele sai do chão, já que não é tão feio como os outros…

    • Goodtimes

      Com as rodas “abaixadas” fica feio bagarai!

    • Theuer

      Ahahaha
      Entendedores, entenderão!

    • Leandro Medeiros

      ele não conta com o efeito da terra repelindo ele kkk

  • Gilberto Lucio

    Tomara que eles não esperem que esse vídeo atraia clientes. Demonstração tosca… Eu esperando os pilotos fazerem manobras arriscadas, passar entre duas montanhas de lado, disparar de parado a 500 km/hora na velocidade da luz e coisas do tipo. Decepcionado =(

    • B4R4O, M.

      Pensei a mesma coisa.
      Na cena da “speed light velocity” parecia o dirigivel da pirelli chegando naquela vontade… rs

  • jairo

    Belíssima aeronave , a concorrência terá que se mecher.

  • Marco Constantino

    Fantastica aeronave! Com certeza veremos alguns desse tipo voando em breve. Uma grande vantagem do Raider, assim como alguns Kamovs, e’ o rotor coaxial. Este tipo de rotor reduz o workload dos pilotos e facilita algumas manobras alem de prover um voo menos turbulento. Outra importante questao nos Raiders e’ a evolucao dos avionicos, tudo Fly-by-wire e a adocao de composite na sua construcao.

    Ficarei muito feliz em ver uma versao militar dessa aeronave despejando democracia nas missoes de suporte as tropas.

    Um abraco!

    • Cocainum

      O rotor coaxial evita a necessidade do rotor traseiro gerando força no sentido contrário ao do rotor principal. A hélice traseira do Raider serve apenas para propulsão. Poderiam colocar até turbojatos para propulsão, como alias já fizeram com alguns modelos/protótipos, fazendo a aeronave ainda mais rápida (mas consumindo mais).

      • Peteleco🀄

        Essa hélice traseira com certeza ia atrair uma certa raça de raposa.

      • Alexandre Salau

        O problema de colocar um turbojato é que eles não funcionam muito bem na traseira, especialmente nesta posição que está a hélice de propulsão, questão de aerodinâmica do ar que entra na turbina. Se for colocar os turbos na lateral vai aumentar o arrasto e fica feio.

        • Cocainum

          Quando mencionei os turbojatos, foi pensando em usá-los na lateral mesmo, como no S-69/XH-59.

    • Peteleco🀄

      Animado hein! É piloto de heli?

  • Gostei dos rotores contra rotativos.

    • Fausto Biazzi de Sousa

      eu fiquei curioso, primeira vez que vi algo assim como funciona?

      • Peteleco🀄

        Funciona fazendo barulho.

      • Cocainum

        Helicópteros comuns, com apenas um rotor principal, precisam daquele rotor traseiro, virado para o lado, gerando força contrária a da rotação do rotor principal. Sem esse rotor menor na traseira, o helicóptero inteiro iria girar, graças a terceira lei de newton. A ação do rotor girando gera uma reação no corpo do helicóptero.

        Com dois rotores principais, cada um girando em uma direção diferente, o movimento de um anula o movimento do outro. A aeronave passa a se comportar de forma muito mais parecida com um modelo de asas fixas (também conhecido como avião), precisando apenas de algum meio de propulsão para fazê-lo ir para frente (a hélice traseira do Raider, virada para trás, é que gera essa propulsão).

        • Precisa dessa helice na traseira pra ter propulsão não. Isso ai é algum lance novo desse modelo.
          https://uploads.disquscdn.com/images/221919b4e01749c02ea008329c88bdcd815d97ac445f482939da90ad01c3e938.jpg

          • Cocainum

            Eu não queria entrar em muitos detalhes, mas já que você tocou no assunto…

            Os rotores de helicópteros são peças bem complexas de engenharia. Não é apenas um eixo e uma hélice fixa como nos aviões. Nos helicópteros, as pás são móveis, ou seja, é possível mudar o ângulo das pás para obter não apenas sustentação, mas também propulsão.

            No caso do Raider, assim como nesse modelo da foto, é possível obter propulsão através dos próprios rotores, mudando o ângulo das pás. Esse é o único modo de propulsão dos helicópteros mais simples, com apenas um rotor. No Raider, a hélice traseira fornece a propulsão principal quando em velocidade de cruzeiro, mas ela não ajuda em nada quando a aeronave precisa voar para trás ou para os lados. Nesse caso, a propulsão vem totalmente dos rotores. Talvez ele até tenha um “modo econômico”, onde a hélice traseira pode ser desligada e apenas os rotores fornecem a propulsão. Obviamente, a velocidade máxima obtida nesse caso é bem menor.

          • Olha desligar talvez não desligue já que, imagino, esteja na mesma gearbox dos rotores principais.
            Mas imagino que algum sistema deixe ela em passo neutro quando não estiver voando pra frente, quiçá inverta o passo ao se voar para trás.

    • Rafael Rodrigues

      E a grande vantagem é que com dois rotores, minimiza-se o fato da pá passar metade do curso supersônica nos momentos de velocidade mais elevada.

    • Alvaro Carneiro

      rotor co-axial.

  • Águia de Fogo >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Trovão Azul

    • Cocainum

      Os limites de velocidade/altitude/autonomia do Águia de Fogo estavam só na cabeça dos redatores. Se fosse pra voar a Mach 3, 4, 5 era só acelerar mais que ele chegava.

      • Theuer

        Tipo aquelas cenas de perseguição que a cada três takes aparece um close do pé afundando o acelerador.
        Seguindo a lógica, no final da cena o cara também entraria em Mach 1!

        • Maximus_Gambiarra

          E se a velocidade máxima do carro não for suficiente, basta engatar mais uma marcha.

  • Inquisidor

    colocaram umas CGs bizarras no meio do video kkkk, que estranho.

  • Germano

    Nem Aguia de Fogo nem Trovão Azul. Super Máquina!

  • JORGE_TC

    Pelo visto não sobrou dinheiro pra fazer uma boa apresentação em vídeo.

    Na parte que deveria enaltecer a velocidade, parecia o helicóptero do Papai Noel chegando.

    • Alvaro Carneiro

      acredite, os compradores deste tipo de material não tomam decisão baseado em um video.

      • JORGE_TC

        Isso eu sei. O que não impede de criticar o vídeo.

    • Felipe Torrezini

      Sem contar as inserções marotas de CG.

  • “Esse é daquele avião que tem uma penera em cima, num sabe?” – Matuto

  • Zalla

    Não lembro desse episodio que o aguia de fogo chega a 100 mil pés de altitude

  • Felipe Torrezini

    Se custar absurdamente caro, o Pentágono muito interessado ficará.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis