Amazon quer influenciadores digitais como seus garotos-propaganda

A Amazon lançou um novo programa para dar uma incrementada nas suas vendas. Ele já oferece o Programa de Afiliados para sites e blogs que desejam fazer uma graninha com links patrocinados, embora a taxa de comissão varie bastante dependendo do produto e no geral não é lá muito alta. Porém, de olho em um maior volume de vendas a companhia vai oferecer um acordo exclusivo para influenciadores digitais, em especial os que podem dar maior retorno.

A gente sabe que personalidades digitais são excelentes vendedores, os mais relevantes e famosos (desde que sejam de qualidade) são procurados por redes e anunciantes de peso para endossarem seus produtos e soluções, algo que entrou na mira da FTC recentemente (mais no próximo texto). Uma postagem no Twitter, oua Storie no Facebook, Instagram ou Snapchat ou um vídeo no YouTube podem ser revertidos em vendas de uma forma mais eficiente e barata do que anunciar na TV, rádio ou mídia impressa. E a Amazon, sendo uma das maiores companhias especializadas em e-commerce do planeta não ignoraria tal fato por muito tempo.

As condições são exclusivas para influenciadores e não se aplicam a sites e blogs menores, que utilizam o programa padrão de afiliados. Para participar o interessado deve submeter seus dados à Amazon e esta fará uma avaliação, considerando desde a quantidade de seguidores/assinantes em seus canais e redes sociais como o engajamento de seus fãs em suas campanhas e postagens anteriores. A qualidade do seu conteúdo e o nível de relevância para a Amazon também serão avaliada, logo os nuteleiros de plantão ou indivíduos que não tenham muito a agregar para a empresa não terão chance. Tudo é bem detalhado aqui.

Uma vez aprovados, os influenciadores poderão utilizar links dedicados para vender uma seleção de produtos curados pelos mesmos no site da Amazon em suas postagens (como se fosse sua lojinha particular) e uma comissão será revertida com base em quanto retorno eles gerarem. A empresa no entanto não especificou se reverterá uma porcentagem maior do que a reservada aos membros do Programa de Afiliados, embora seja o mais provável.

Diferente dos que já mantém acordos, em sua maioria influenciadores digitais não possuem domínios fixos e o formato de links para lojas dedicadas contempla um outro formato de anúncio. Portanto, não seria surpreendente se eles ficarem com entre 1% e 9% das vendas dependendo da categoria dos produtos, as mesmas condições oferecidas aos atuais parceiros.

Fonte: TechCrunch.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis