Adobe: amalgama de imagens e recorte de fundo

Mês passado duas notícias muito interessantes (para quem trabalha com fotografia e edição de imagens) vieram dos laboratórios da Adobe. São tecnologias que ainda estão em fase de desenvolvimento, mas que já mostram resultados muito promissores. Coisas do nível do Content Aware quando foi mostrado pela primeira vez.

A primeira delas, e mais bacana, é a tecnologia de mesclagem de estilo de fotos. Pesquisadores da Universidade de Cornell e da Adobe se juntaram para criar o projeto Deep Photo Style Transfer que, resumidamente, pode aplicar o estilo de uma foto (cor e iluminação) a outra. Basicamente o programa analisa uma das fotos (iluminação, estilo, cor, hora do dia, e qualquer outra característica) e mescla com outra foto, criando uma estética totalmente diferente. Praticamente um amalgama das duas imagens. Um dia de inverno pode se transformar em um dia de verão, assim como um dia nublado pode ganhar um belo pôr-do-sol. Bruxaria? Não, é tecnologia (desculpem, não resisti). Vejam abaixo sobre o que eu estou falando.

O programa precisa de uma foto original, ou seja, a imagem que vai sofrer as alterações, como essa abaixo.

Depois ele precisa de uma foto de referência. É a imagem que será analisada e terá suas características retiradas. Lembrando que não é uma fusão entre imagens, apenas as características de cor, iluminação e estilo serão retiradas.

E por fim temos o resultado final. A primeira foto com as características da segunda foto.

Segundo os pesquisadores, o programa consegue produzir uma imagem aceitável em 80% das tentativas. No futuro essa nova ferramenta pode estar disponível como um comando do Phtotoshop ou um plugin-in para todos os programas Adobe que trabalham com fotos.

A segunda tecnologia que foi demonstrada é voltada para os profissionais do design que precisam fazer recortes em imagens. Quem já precisou recortar uma imagem para fazer uma fusão sabe como isso pode ser desgastante. Recortar uma pessoa  com um fundo carregado chega a ser uma tarefa ingrata. Mas, agora parece que tudo está mudando. A nova ferramenta (ainda em fase de testes) mostrada pela Adobe, garante que o Photoshop vai ser capaz de recortar qualquer imagem de maneira perfeita, independente do segundo plano e de maneira automática. Isso mesmo, sem intervenção do usuário e sem a necessidade de trabalho manual.

O novo algoritmo trabalha com em dois processos simultâneos de identificação e recorte da imagem. Segundo os pesquisadores o algoritmo foi abastecido com milhares de imagens como referências e nos testes preliminares ele tem se saído muito bem durante o processo. Mais uma boa notícia para quem não quer perder horas em um processo de edição.

Muito bacana? Claro, porém tudo tem um custo. Quanto mais os softwares da Adobe se tornam inteligentes e poderosos, mais lentos eles se apresentam. O Lightroom 6, por exemplo, trouxe evoluções espantosas mas, mesmo utilizando o poder de processamento da placa de vídeo, ele é muito mais lento do que seu antecessor. A tecnologia de edição evolui, mas consome cada vez mais processamento das máquinas. Não existe almoço grátis.

Relacionados: , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis