Dell UltraSharp UP3218K — primeiro monitor 8K para consumidores

dell-up3218k-monitor

Quando você atinge um nível mais evoluído na fotografia, uma das preocupações que vai aparecer é quanto ao gerenciamento de cores. Infelizmente sua foto vai ser vista em diferentes monitores, com qualidades diferentes e com calibragens diferentes (a maioria apenas com o padrão de fábrica com tonalidade mais fria). Impossível garantir que uma imagem postada no Facebook ou qualquer outro site tenha suas cores bem representadas em todos os dispositivos. Por isso percebemos que a única maneira (ainda) de ter sua foto com cores próximas do real é através da impressão.

Sim, mas para isso precisamos ter boas ferramentas que nos permitam uma boa edição de cores. E uma delas é o monitor. A Dell produz alguns bons monitores que podem ser empregados tranquilamente na edição de fotos (uns mais caros e outros mais baratos), mas agora eles estão entrando em uma nova fase. O Dell UltraSharp UP3218K estará disponível para venda em abril e será o primeiro monitor com resolução 8K lançado pela empresa. A Dell garante que esse é o primeiro monitor 8K lançado para consumidores comuns.

A resolução da tela é de 7680×4320 pixels (ou 33,2 megapixels) e densidade de 279 ppi. São 31,5 polegadas com cobertura de 100% dos perfis de cor sRGB e Adobe RGB. Pensando na edição de fotos e vídeos (o público alvo do novo lançamento), temos a possibilidade de editar uma foto em 100% e ter toda a imagem na tela (com câmeras com resolução menor de 33 megapixels). Sabemos que a resolução não é um fator primordial para a qualidade de um monitor representar bem cores e contraste, mas é um atrativo interessante.

Porém, nem tudo são flores. Para brincar com esse brinquedo você vai precisar de uma placa gráfica que realmente aguente o tranco e que tenha disponível duas DisplayPort 1.3 já que a resolução 8K, atualmente, não é possível com apenas uma porta. Outro fator limitante é o preço do monitor. Segundo a Dell cada unidade vai custar a bagatela de US$ 5.000,00. Você pode ver todas as especificações técnicas na página oficial do produto. Tem muita coisa bacana.

Acho que por enquanto vou continuar com meu pequeno monitor full HD de 21 polegadas.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams “Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio”.

Compartilhar
  • Rodolfo

    “Acho que por enquanto vou continuar com meu pequeno monitor full HD de 21 polegadas.”
    https://uploads.disquscdn.com/images/53b80543f6231a7d95cd68aac54b3549c85ae28815759000f953628c1d759856.jpg

    • Monkey

      Taí algo que não barateia: monitores 4k

      • Theuer

        Já as TVs…
        Estou em um “bolo” de diretores de fotografia, editores e colorizadores que estão fazendo testes e mais testes com diferentes monitores durante os trabalhos e estamos vendo uma nova leva de TVs 4K que com a calibragem correta alcança o Gamut dos eternamente caríssimos monitores de referência.

        • Monkey

          Olha ae. Ainda dá para comprar uma TV para usar como monitor. Só as grandes é que não ficam legal. A ergonomia deve ser uma bosta

          • Andre Luiz Santos

            Questão de costume, comprei uma samsung 4k 40 ” JU6500 (Chroma 4:4:4) por modestos 1850 Temers, para trabalhar (distancia de aproximadamente 40 cm), tive um pouco de dificuldade no começo, mas hoje não vivo sem ele. Mas tem que ter o cuidado com o chroma sampling, esse modelo é um dos poucos que tem esse chroma nessa faixa de preço.

          • Cássio Amaral

            ô loco, acima de 27″ já acho inviável para usar como monitor. Tenho uma TV-monitor Full HD de 24″ da Samsung e às vezes já acho um pouco maior que o ideal, imagine uma TV de 40″ a cerca de 40-50 cm de distância. Fica até cansativo ter que virar a cabeça para os cantos afastados do centro.

        • Gilson Lorenti Fotografia

          sério?

          • Theuer

            Sério Gilson.
            Como no nosso caso(vídeo) a mídia final não é papel, estamos preferindo mandar um monitor Pró com correção de Lut/Log para campo junto com a câmera em RAW ou ProRes e na hora da colorização uma boa TV 4K.
            Falta muito pouco para as TVs 4K substituírem monitor padrão. Aliás, tem uns bem porcos no mercado.
            Logo logo me livro desses dois na minha frente e ponho uma 40″ 4K curva no lugar para trabalhar.
            Abraço.

          • Cheguei a ter uma impressão colada no monitor pra correção…. uma vez teve um maluco que me mandou a foto do histograma da câmera… não sei pra quê, pois não me serviu de nada, já que gravou em flat…

          • Theuer

            Cinegrafista precisa se acostumar a fazer um take de “color chart” durante as gravações, né.
            Como é difícil instituir isso no Brasil!
            Não deixo minha equipe gravar sem claquete e color chart nem ferrando.
            Editor abre o DaVinci e só joga a máscara de color em cima, plim… Correção primária feita.
            Abraço.

          • É, o pessoal não leva produção à sério aqui….

          • Gilson Lorenti Fotografia

            eu também acho que todo fotógrafo deveria ter um colorchecker e fazer a primeira foto para correção de cores do ensaio. Mas, é difícil colocar isso na cabeça das pessoas. Depois ficam me perguntando como consigo corrigir as cores em situações complicadas.

          • Monkey

            Para você ver, Eric. Problemas como esse a maioria (MAIORIA MESMO) nem se dá conta de que existem. Meu parâmetro de avaliação de qualidade de um monitor é puramente resolução e estética.

          • Foda é receber gravação feita com trocentas câmeras, cada uma diferente da outra e regulada de maneiras diferentes…. não dá pra fazer TV assim, deadline é apertada e sou chato quanto a isso… se fosse um mediano qualquer, foda-se….
            Mas pareço ser o único cheio de processos e artimanhas pra deixar o trabalho certo por aqui….

            Aqui em Campinas é dificílimo achar editor bom, esses não largam a osso que estão…. até pra montar (que é basicamente esqueletar um material) só tem nego ruim, tem de vir nego de fora pra isso….

        • Jamé….

  • Fazendo a conversão com impostos, esta mais barato que a certa TV LCD moderna da Sony!!

  • arakawa

    Imagino como o Windows ficaria porco numa resolução dessas. No 4K ele já insiste em usar scaling, sendo q quase nenhum programa está preparado pra isso…

    • Gilson Lorenti Fotografia

      Realmente, quando a Apple lançou os computadores com retina display a Adobe levou uns bons meses para adaptar os seus softwares.

  • Alvaro Carneiro

    Eu uso um 4K aqui de 32 polegadas, vou te dizer, já é um inferno. Tem softwares que simplesmente não conseguem ajustar a interface e as letras ficam microscópicas – exemplo o meshmixer. Quando é assim sou obrigado a trocar a resolução para full hd.

    Imagine 8K… pqp.

    • Monkey

      Tá usando qual?

      • Alvaro Carneiro

        eu tenho um BenQ BL3201PT, 4K, IPS, gosto muito do bicho.

        • Monkey

          Obrigado pela dica

    • Claudio Roberto Cussuol

      Outra pergunta:
      Se você configurar o windows para a resolução full-hd, de forma que ele faça o downscaling.
      Fica pior ou melhor que um bom monitor com resolução full hd nativa?
      Obrigado

      • Alvaro Carneiro

        cara eu acho que fica pior, tenho esta impressão – mas como não uso full HD faz tempo, não posso afirmar, acho que é o “impacto” negativo de ver full hd novamente kkk

        • Claudio Roberto Cussuol

          Eu perguntei, porque nunca vi um monitor lcd ficar bom quando é utilizado fora da sua resolução nativa.

          Só que, os pixels de um monitor 4k tendem a ser tão pequenos, que talvez eu precise rever meus conceitos.

          Eu venho usando notebook a anos. Eu trabalho metade no meu escritório e metade viajando em clientes pelo Brasil. A muito tempo eu desisti de usar um desktop fixo no escritório pela chateação de ficar sincronizando. Para notebooks as maiores telas viáveis são de 17 polegadas. Usei um Dell XPS um bom tempo e agora estou com um MSI, ambos full-hd.

          Agora que a sincronização está mais tranquila (dropbox, tfs, etc..), pensei em voltar a ter um PC parrudo na mesa do escritório e deixar o note apenas para viagens. No processo de montagem do “PC-perfeito” estou bem no ponto de escolher monitor(es). No momento, minhas alternativas são:
          1 – Um monitor 4k
          2 – Um monitor ultra wide, talvez wqhd
          3 – Dois monitores full-hd.

          Eu trabalho desenvolvendo sistemas web, visual studio, sql server, navegadores….. gosto muito de deixar várias janelas abertas lado a lado. Nada de jogo, uma boa placa Intel onboard me atende perfeitamente.

          Aceito sugestões.

          • arakawa

            Na minha TV, upscaling de 720 pra 4K parece muito melhor q na antiga, de 720 pra 1080. Usando mesmos videos e mesmo software.

            Talvez seja mais por causa do backlight mais uniforme e da eletronica de melhor qualidade do q tamanho do pixel.

          • Claudio Roberto Cussuol

            Mas aí é video, em movimento, não serve como referência.
            As TVs costumavam ter pixels enormes e a gente nem notava.
            Outra coisa bem diferente é ler textos, estáticos, a dois palmos de distância da tela.
            Desculpe, mas não serve como base de comparação. Obrigado assim mesmo.

          • Bambino VJ

            Eu acho que ficaria a mesma coisa de um full HD. Realmente na maioria das vezes fica pior, mas é por que geralmente os números de pixels não são múltiplos. Por exemplo de 1080p (full HD) para 720p a proporção é 0,666. Ou seja os pixels não se encaixam é necessário uma reamostragem. Já no caso do 4k para o full HD é de 2160p para 1080p que é exatamente a metade (tanto na horizontal quanto na vertical). Então a conversão é simples, 1 pixel de uma imagem de 1080p seria exibido em 4 pixels em um monitor 4k.

            Acho que ainda seria possível no upscale ser usado algorítimos para a qualidade aparentar melhor que em um monitor 1080p.

            Obs.: Não confie em nada do que eu digo. Cheque tudo!

          • Claudio Roberto Cussuol

            Obrigado pelas informações e pela sinceridade.

          • Felipe Queiroz Drumond

            Cláudio, eu uso um Dell P2415Q (4K, de 23″) com um Macbook Pro. Eu havia comprado o P2416D (QHD, de mesmo tamanho), mas ficou, apesar de bom, meio serrilhado e muito inferior à tela retina do mac, principalmente ao usar o Windows na VM e, usando HDMI ainda ficou com “falta de cor” devido à largura de banda do cabo; trocando pro mini display melhorou bastante. Devolvi e peguei o 4K, que tem bilhões de cores e claro, resolução. Como no Windows os textos já são menores, estou tendo que usar 200% de escala ao usar resolução máxima. O problema do 4K é que, para trabalho como o nosso, ele cansa mais a vista. Acabei optando pelo 4K pois, como essas coisas costumam durar muito, achei bom comprar um monitor mais moderno em termos de resolução. Se eu usasse apenas Windows, certamente me daria por satisfeito com um ou dois P2416D.

          • Claudio Roberto Cussuol

            Concordo com todos os seus argumentos, principalmente o de comprar um monitor que dure muitos anos, quando o 4k vai acabar virando padrão.
            Quanto a cores, sou daqueles caras tapados que só entende azul, vermelho, verde…. não mexo com nada grafico, fotos, etc… nem sei dizer se uma cor está boa ou ruim.
            O que realmente me preocupa é conseguir ler o que tá na tela (fontes) e não ter serrilhados. Se deixar na resolução nativa as coisas ficam muito pequenas, se usar uma resolução fora da nativa os LCDs nunca ficam bons.

  • “Acho que por enquanto vou continuar com meu pequeno monitor full HD de 21 polegadas.”

    Aconselho a dar uma olhada nos monitores LG Ultrawide IPS, tenho um e a diferença de qualidade pro meu antigo é enorme!

    PS: Não trabalho com fotografia, vídeo ou edição de qualquer coisa, mas só a qualidade de imagem e a área de 30% maior vale o investimento

    • Gilson Lorenti Fotografia

      tenho um desses no estúdio. Muito bom para o preço.

      • Thiago Buccos

        Sou designer formado e fotografo por hobby, tenho um LG UltraWide de 25″ e também recomendo. Realmente é uma ótima aquisição. Me arrependo de não ter pego um maior.

  • Sander Manzoli

    Poxa, os “gamers” agora descobriram que os jogos 4K são automaticamente todos umas porcarias agora… imagine, rodar a 4K, que LIXO!

    Comprando agora duas GTX1080Ti pra jogar CS:GO em 8K e com muito mais fps que o monitor suporta!

  • Vou comprar dois pra acessar o facebook.

  • Angelo Vale

    Acho que 4k já é um complicação em alguns aspectos e mudar de FHD para 8K ainda não é compensador. Eles também poderiam criar monitores com resoluções intermediarias, como 1.444 pixes.

  • Bambino VJ

    Lembrando do tempo que pra rodar CS 1.5 no meu K6-2 tinha que colocar a resolução 480×320 e jogava um mapa por dia pq ninguém aguentava esperar 2x o loading.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis