OMFG, a Blizzard anuncia o StarCraft: Remastered

Laguna_StarCraft_BR_peq

StarCraft: gostei tanto que comprei original numa época em que jogo original de PC era “coisa de otário”

Que os fãs de Diablo e Warcraft me perdoem, mas da Blizzard só gosto mesmo de Rock n’ Roll Racing. E do primeiro StarCraft. Este jogo de estratégia em tempo real (RTS) vinha com bela dublagem brasileira e a apresentação era simplesmente animal: no modo campanha, o enredo era acompanhado de cutscenes feitas em CGI no mesmo nível dos Final Fantasies da época.

Aliás, não era apenas um modo campanha: eram três, cada uma representando uma das raças do game. Terrans, que eram basicamente humanos do futuro; Protoss, seres extra-terrestres evoluídos; e os Zergs, os alienígenas bagaceiros que só querem comer o que tiver pela frente (desde que não desobedeçam a rainha). Uma bela space opera. O objetivo do jogo era basicamente construir a melhor logística para sobreviver à guerra.

Aí tinha o modo multi-player, no qual o tio Laguna sempre levou surra pois não era ágil nem multi-tarefa o suficiente. Fora que eu sempre dava o azar de cair em servidor com algum maldito coreano cheio dos macros. E é pensando nessa galera aficionada que a Blizzard resolveu remasterizar o game de 1998 e sua expansão StarCraft: Brood War.

StarCraft é a essência do DNA da Blizzard — a história dele, seu equilíbrio e todos os pequenos detalhes refletem o nosso compromisso de longa data com o entretenimento, o título tem sido um elemento básico nos eSports por quase 20 anos”. — Mike Morhaime, CEO e co-fundador da Blizzard Entertainment na conferência I Love StarCraft 2017 (!), na Coreia do Sul


SC2HL — StarCraft Remastered – FULL Announcement

O StarCraft: Remastered, como o próprio nome diz, será uma remasterização do jogo de 1998 incluindo sua expansão: ele contará com gráficos 4K e cutscenes 1080p, além de áudio revisado e interface em 13 idiomas. Certamente o português brasileiro estará incluso, embora provavelmente sofra completa redublagem se for o caso (Brood War não tinha dublagem em português, sendo vítima da cultura de pirataria).

Olha, fico a imaginar como ficaria o balanço do jogo, pois teremos 33% a mais de campo de visão com a mudança da razão de aspecto, de 4:3 para 16:9. Ao menos a remasterização não terá problemas de compatibilidade para rodar no Windows 7, 8 e 10. Como o StarCraft: Remastered não usará polígonos e sim sprites pré-renderizados em alta resolução, não vai precisar do PC da NASA para rodá-lo.

A Blizzard diz que, embora faça mudanças cosméticas inclusive no modo de contar o enredo, a jogabilidade por baixo de tudo isso seria essencialmente a mesma. Até para agradar a maior comunidade de StarCraft do planeta, a da Coreia do Sul, onde o game foi pioneiro nos eSports e considerado um “passatempo nacional”.

E não é só isso: o novo StarCraft: Remastered terá multi-player compatível com o velho jogo, agora renomeado para StarCraft Anthology. Isso mesmo: o velho StarCraft: Brood War receberá o patch 1.18, que fará a atualização do game com o sistema multi-player da remasterização. E ambos (Anthology e Remastered) não necessitarão de assinatura ou qualquer outro valor adicional para jogar online.

OUTRAS MUDANÇAS

A página oficial da franquia StarCraft detalha as pequenas mudanças do patch 1.18 de Brood War.

E é bom frisar que o StarCraft: Remastered não será de graça: o online sim, mas o jogo em si será vendido por um preço ainda não revelado pela Blizzard. Chuto em torno dos 30 dólares mas não aposto. Quem vai ficar de graça é o StarCraft Anthology. Não temos aqui um free-to-play, o antigo jogo será gratuito e quem quiser que compre a nova versão remasterizada. Está aí um negócio bem interessante. O lançamento será no final do segundo trimestre, basicamente no verão do Hemisfério Norte.

Como já tenho a versão original, inclusive registrada no aplicativo Blizzard (aka Battle.net), talvez eu só compre o game remasterizado se não vier muito caro. Só que felizmente posso esperar.

Fontes: PC Gamer e Venture Beat.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis