OMFG, a Blizzard anuncia o StarCraft: Remastered

Laguna_StarCraft_BR_peq

StarCraft: gostei tanto que comprei original numa época em que jogo original de PC era “coisa de otário”

Que os fãs de Diablo e Warcraft me perdoem, mas da Blizzard só gosto mesmo de Rock n’ Roll Racing. E do primeiro StarCraft. Este jogo de estratégia em tempo real (RTS) vinha com bela dublagem brasileira e a apresentação era simplesmente animal: no modo campanha, o enredo era acompanhado de cutscenes feitas em CGI no mesmo nível dos Final Fantasies da época.

Aliás, não era apenas um modo campanha: eram três, cada uma representando uma das raças do game. Terrans, que eram basicamente humanos do futuro; Protoss, seres extra-terrestres evoluídos; e os Zergs, os alienígenas bagaceiros que só querem comer o que tiver pela frente (desde que não desobedeçam a rainha). Uma bela space opera. O objetivo do jogo era basicamente construir a melhor logística para sobreviver à guerra.

Aí tinha o modo multi-player, no qual o tio Laguna sempre levou surra pois não era ágil nem multi-tarefa o suficiente. Fora que eu sempre dava o azar de cair em servidor com algum maldito coreano cheio dos macros. E é pensando nessa galera aficionada que a Blizzard resolveu remasterizar o game de 1998 e sua expansão StarCraft: Brood War.

StarCraft é a essência do DNA da Blizzard — a história dele, seu equilíbrio e todos os pequenos detalhes refletem o nosso compromisso de longa data com o entretenimento, o título tem sido um elemento básico nos eSports por quase 20 anos”. — Mike Morhaime, CEO e co-fundador da Blizzard Entertainment na conferência I Love StarCraft 2017 (!), na Coreia do Sul


SC2HL — StarCraft Remastered – FULL Announcement

O StarCraft: Remastered, como o próprio nome diz, será uma remasterização do jogo de 1998 incluindo sua expansão: ele contará com gráficos 4K e cutscenes 1080p, além de áudio revisado e interface em 13 idiomas. Certamente o português brasileiro estará incluso, embora provavelmente sofra completa redublagem se for o caso (Brood War não tinha dublagem em português, sendo vítima da cultura de pirataria).

Olha, fico a imaginar como ficaria o balanço do jogo, pois teremos 33% a mais de campo de visão com a mudança da razão de aspecto, de 4:3 para 16:9. Ao menos a remasterização não terá problemas de compatibilidade para rodar no Windows 7, 8 e 10. Como o StarCraft: Remastered não usará polígonos e sim sprites pré-renderizados em alta resolução, não vai precisar do PC da NASA para rodá-lo.

A Blizzard diz que, embora faça mudanças cosméticas inclusive no modo de contar o enredo, a jogabilidade por baixo de tudo isso seria essencialmente a mesma. Até para agradar a maior comunidade de StarCraft do planeta, a da Coreia do Sul, onde o game foi pioneiro nos eSports e considerado um “passatempo nacional”.

E não é só isso: o novo StarCraft: Remastered terá multi-player compatível com o velho jogo, agora renomeado para StarCraft Anthology. Isso mesmo: o velho StarCraft: Brood War receberá o patch 1.18, que fará a atualização do game com o sistema multi-player da remasterização. E ambos (Anthology e Remastered) não necessitarão de assinatura ou qualquer outro valor adicional para jogar online.

OUTRAS MUDANÇAS

A página oficial da franquia StarCraft detalha as pequenas mudanças do patch 1.18 de Brood War.

E é bom frisar que o StarCraft: Remastered não será de graça: o online sim, mas o jogo em si será vendido por um preço ainda não revelado pela Blizzard. Chuto em torno dos 30 dólares mas não aposto. Quem vai ficar de graça é o StarCraft Anthology. Não temos aqui um free-to-play, o antigo jogo será gratuito e quem quiser que compre a nova versão remasterizada. Está aí um negócio bem interessante. O lançamento será no final do segundo trimestre, basicamente no verão do Hemisfério Norte.

Como já tenho a versão original, inclusive registrada no aplicativo Blizzard (aka Battle.net), talvez eu só compre o game remasterizado se não vier muito caro. Só que felizmente posso esperar.

Fontes: PC Gamer e Venture Beat.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar
  • Bruno

    Eu gostaria muito de jogar esse jogo. Mas 12 unidades em 2017 não rola, não dá mesmo. Por mim eu voltaria a jogar em LAN.

    • Bruno Renostro

      você pode contornar isso através dos atalhos, não é um impeditivo ao meu ver mas apenas algo a mais a ser dominado

      • Bruno

        Burocracia desnecessária. Depois de jogar SC2 não da pra voltar pro 1 da forma que era

        • João Alves

          Concordo. Mas a Blizzard tá preocupada com a Coréia do Sul, onde HOJE StarCraft 1 é o 6º jogo mais popular do país.

          • Bruno

            Provável que seja isso mesmo, uma pena.

  • Cesar Augusto Rodrigues de Oli

    Alguém sabe SE , ele vai ter TUDO que tinha no StarCraft 1, ou vai capar a parte de internet/lan do jogo, pois eles vão lançar está nova versão para poder tirar mais dinheiro acho que na coreia mesmo, não tenho certeza, mas era mais barato manter os torneios de SC1 do que SC2, pois no dois , até onde li no site da Blizzard em 2010 ou 2012 , por aí, metade do valor do torneio , de torneios que tivesse premiação acima acho que era de 100 mil dolares, teria que ir para a blizzard.

    • Bruno Renostro

      vai ser o starcraft original apenas com graficos melhores e funcionalidades online aprimoradas, mas vai ter opção lan sim!

    • Bruno

      está no trailer que vai ter lan

  • Bruno Renostro

    Melhor jogo do universo!

  • Alvaro Carneiro

    – “Aí tinha o modo multi-player, no qual o tio Laguna sempre levou surra pois não era ágil nem multi-tarefa o suficiente. Fora que eu sempre dava o azar de cair em servidor com algum maldito coreano cheio dos macros. ”

    Isso aí era eu no SC2 – chegou o ponto que desisti. Bom jogo, mas não sou ninja.

  • Whirlpool

    Aí tinha o modo multi-player, no qual o tio Laguna sempre levou surra pois não era ágil nem multi-tarefa o suficiente.

    Ágil assim?

    https://youtu.be/zmYhX8fjmo8?t=12s

    • Mas que coreano FDP! o.O

      • Malditos orientais, mal posso ver seus moviment…

        Ahhhhh rush não filadaputaaaaa

        Rusha a mãe desgraça

      • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

        No dia que eu conseguir chegar a 200 APM mandem fazer um antidopping em mim imediatamente…

    • Lucas Timm

      Eu no fundo senti pena dele

    • Mirai Densetsu

      Lembrei de uma vez que minha esposa e eu estávamos assistindo a um programa chamado Genius Game, onde só fica quem usa o cérebro. Um dos participantes era um e-atleta de Starcraft. E mostrou o vídeo dele jogando… De Zerg. Na hora eu perdi o respeito por ele.

      • Theuer

        Malditos Zergs parasitas comedores de carniça!

  • Saudades da época em que lançava 6 a 8 misseis nucleares seguidos.

    O sujeito botava aquela defesa maravilha na entrada da base, ouvia aquele lindo e sonoro “nuclear launch detected” e começava o desespero, começava a mudar o que podia de lugar, procurar o pontinho vermelho do laser na tela… ouvia o segundo e já parava e saia procurando o sniper em tudo que é canto, quando ouvia o terceiro já dava pra imaginar a cara de desespero do sujeito, vinha o quarto e ele ainda doido por ter achado e matado um sniper, e quando começava a cair lá no centro da base do sujeito e não na entrada dava pra sentir o ódio … Saia um fabricava outro e já tinha sniper pra apontar o laser… Era uma delícia…

    E quando era rede juntando a galera em LAN house ou os pcs na casa do amigo então… Não tinha coisa melhor de ver que a cara de desgosto pela vida do sujeito enquanto as bombas nucleares iam limpando a base dele. Era impagável.

    https://uploads.disquscdn.com/images/d6837d7d81083e574b84a0790f93d7fac978112bd2b5a8a64183d8dd18cc1ca2.gif

    • Lindo também era ver o sujeito se gabando de ter achado e invadido minha base, achar que tinha acabado comigo e continuar levando ataque nuclear na cabeça e desesperar. Ficar sem acreditar na sacanagem.

      Mas não vou detalhar estratégia não… =P

    • OverlordBR

      Nuclear launch detected não é do C&C?

    • doorspaulo

      Tá confundindo com o Red Alert 2, que joguei a exaustão também.

      • Gustavo Bandoni

        Não , starcraft tinha nukes

        • doorspaulo

          Sério? Caramba, juro que não lembrava!

          A ultima vez que joguei foi no Windows XP

          Dependendo do preço, vou pegar esse remaster, saudades dos RTS de antigamente.

      • Não… StarCraft mesmo… Fazia, lançava e mandava construir outro… Eram até 6 pra desespero alheio, 8 ou mais que isso acabava com o dia do sujeito. >=D

        afinal, dava pra fazer mais bases e silos né.. ops…

        • doorspaulo

          Verdade. Eu nem lembrava que tinha isso no SC xD

    • Sim, sim, sim! 😀

      • Inclusive, uma dúvida: o que é aquele terceiro CD na sua foto, o de cor amarela? Na minha caixinha só veio os outros dois.

        • O manual em PDF. Meu manual físico é só um guia de instalação.

    • OverlordBR

      Tenho a caixinha do Starwars normal.

      Acho que foi um dos primeiros jogos que comprei em caixa (talvez o Star Wars Rebel Assault antes deste).

      • Massa! Lembrei que junto com o StarCraft eu também comprei o Age of Mythology com expansão Titans.

        Guardo comigo até hoje. =)

        • Tejobr

          Age of Mythology! Para mim foi uma revolução poder girar a tela! E os gráficos eram lindos. Acho que foi um dos últimos RTS que joguei.

  • Theuer

    Tenho um carinho especial por esse jogo.
    Lá em mil novecentos e noventa e dólar a 99 centavos de Real, montamos o primeiro Lab de computadores em rede da ETE em que eu fazia eletrônica. Tudo era complicado e para piorar tínhamos alguns PCs com placa de rede RJ45 e vários outros ainda com BNC e cabo coaxial.
    A pouca informação que tínhamos era de revistas e de um PalmTop que com duas garras jacarés, acessava BBS e IRC. Até alguém ir discar no “nosso” orelhão e derrubar a conexão, claro.
    Bom, não havia cristo que fizesse todo aquele WindowsNT rodar direito em rede ATÉ QUE foi instalado o TCP/IP do Starcraft!!! Aí meu amigo, parecíamos especialistas em rede fazendo todos Labs de informática da ETE se comunicar sem problemas.

    Como jogamos Starcraft naquele ano…

  • OverlordBR

    SPAWN MORE OVERLORDS!

    Não, eu não coloquei este nickname por causa do jogo… apesar de todo mundo sempre se lembrar da frase. 😉

  • Goodtimes

    Várias noites sem dormir jogando saporra!

  • Meninão Bobo

    Tomara que tenha um modo de fazer upgrade no SC1 eu comprei na blizzard faz menos de 1 ano..

  • Meninão Bobo

    E eu com saudade do Age of Empires 1.0 🙁 Net Discada jogo levou 4 horas para acabar, 3v3 🙁 Que infância… ( Eu tb soltava pipa com cerol ta…)

  • Helton Mariano

    Acho que é a melhor notícia que eu poderia ter um fim de março.

  • Renato Provazi

    ô maravilha!! notícia muito boa! só uma correção, desde a semana passada o aplicativo battlenet passou a se chamar Blizzard App

  • Mirai Densetsu

    Prevejo jogo com duas extensões, como aconteceu no Starcraft 2.

  • Paulo de Tarcio Santos Freiri

    Muito bom Laguna, me surpreendeu agora ter descoberto que você curte esse game. Eu comecei a jogar pelo SC1 também, mas isso em 2010 um pouco antes de lançar o 2, um vizinho me passou o game que ele baixou, era capado sem as CG’s, no começo fiquei perdido pra caramba, até ir pegando o gosto. Quando baixei a versão de avaliação do SC2 então,nem se fala, fiquei fissurado, na primeira promoção que teve comprei o jogo, que nessa época já tinha saído do sistema de assinatura mensal igual o WoW.

    • Paulo de Tarcio Santos Freiri

      Gosto muito de Halo também e acho que os dois tem tantas coisas em comum que parecem easter eggs kkkkkkkk

  • Bruno Costa

    Remaster não, Blizzard… Remake, por favor! Pega o Starcraft II e refaz o Starcraft e a expansão inteira na engine dele. Mesma coisa com Warcraft I, II e III. Dava pra refazer o Diablo I e o II usando o Diablo III. Ia vender igual água. Ainda dava pra vender como DLC dos jogos atuais.

    • Diego Marco Trindade

      Teve uma “cópia” de diablo 1 no Diablo 3, no evento “Old Tristam”. Os mesmos inimigos mas com os chars de hoje. Tinha inclusive o Butcher, terror dos novatos! E a música… Estou a ouvindo na minha mente agora….

      Mas eu estava esperando não um remake, mas quem sabe um Warcraft 4? um homem pode sonhar né?

  • Tejobr

    Não gosta do Warcraft i e II? Me diverti demais naqueles isométricos. Muito mais do que me divirto com qualquer jogo atual.

  • Que os fãs de Diablo e Warcraft me perdoem, mas da Blizzard só gosto mesmo de Rock n’ Roll Racing. E do primeiro StarCraft.

    https://uploads.disquscdn.com/images/a4c464c1c90318fe0ebe65c56af534f8a220ee1c0b00c50c790b46a6f8645f3c.jpg

  • Jean Freitas

    Cara… o jogo antigo roda em w10?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis