Versão preliminar do Android O já está disponível

E o robozinho não para de evoluir. O Google lançou na tarde de ontem a primeira prévia do Android O, que será lançada mais tarde neste ano. A equipe de desenvolvimento introduziu uma série de refinamentos no sistema móvel, em prol de uma melhor performance e uma identidade mais uniforme entre todos os dispositivos.

Vamos dar uma olha das principais novidades?

Melhor performance de processos em background

O Android sempre teve um problema sério quando o assunto é processos em segundo plano. Em alguns casos é imperativo ir nas opções administrativas e matar os processos na unha, visto que utilizar o smartphone ou tablet se torna praticamente inviável. Claro que ao fazer isso você ferrará com uma série de aplicativos que dependiam daquele processo, o que acaba por força-lo a reiniciar o Android e tudo começava novamente.

O modo Doze, introduzido no Android 6.0 Marshmallow foi criado para melhorar a performance da bateria e também influencia em como os processos no background se comportam, mas o Android O trará uma mudança específica: um limite automático vai impor restrições para os apps de modo que eles não gastem mais recursos do que deveriam. Pense assim: quando você tira uma foto, dependendo de suas configurações de dois a três apps podem ser ativados para salva-la na nuvem (Google Fotos, OneDrive, Dropbox, etc.); com o novo recurso apenas as ações indispensáveis rodarão, economizando recursos e bateria.

Assim, apps em segundo no modo multitarefa seriam colocados em “modo de hibernação” e não consumiriam nada até serem abertos novamente, o que é bem similar a como o iOS funciona. Por isso que os iPhones não carecem de tanta memória RAM como os Androids, tudo por conta dela: a otimização de sistema.

Notificações silenciáveis e um novo canal de categorias

A Central de Notificações está recebendo duas atualizações significativas. Primeiro, o usuário poderá silenciar as mesmas e permitir que elas continuem chegando, mas não emitam nenhum tipo de som ou vibração. Isso é útil para quem precisa amordaçar alguns apps de vez em quando mas não deseja apenas para o modo Não Perturbe, que silencia o Android por completo. É possível silenciar as notificações por curtos períodos de tempo, de 15 minutos até uma hora.

A outra são os chamados Canais de Notificações. Dependendo das configurações implementadas pelos desenvolvedores os apps poderão agora contar com níveis de notificações, onde você será alertado por um tipo e não por outro. O exemplo dado pelo Google é de um app de notícias que lhe avisa sobre as últimas notas de tecnologia, mas não sobre as outras. Dependendo das aplicações muitos apps poderão entregar opções muito interessantes para os usuários, como de contatos específicos em apps de mensagens mas não de grupos por exemplo.

API de auto-preenchimento (ideal para senhas)

A Autofill API é uma interessante alternativa para quem utiliza apps de gerenciamento de senhas. Você selecionará um aplicativo de autocompletar ao preencher um formulário e com isso, preencher automaticamente um login ou um endereço da mesma forma que utiliza o recurso nos teclados virtuais. Para quem depende de 1Password e companhia é uma boa alternativa.

Suporte a PiP e telas múltiplas

O Android O, assim como o iOS passará a suportar Picture-in-Picture, permitindo que o usuário assista um vídeo no YouTube ou na Netflix enquanto realiza uma chamada de vídeo no Skype ou no WhatsApp, ou realiza outras atividades. Isso é consequência da função de rodar dois apps simultaneamente introduzida no Android 7.0 Nougat, logo suportar PiP era o próximo passo.

Além disso o Android O dará suporte a múltiplas telas, um recurso muito bom para quem conecta seu smartphone ou tablet em diversos dispositivos. Você poderá escolher em qual das telas um app será aberto e não é tão estranho imaginar que o Google estuda finalmente introduzir o tal “modo desktop” cujos rumores circulam há tempos. Com o Continuum da Microsoft disponível, seria uma opção muito interessante para morder uma fatia do mercado corporativo.

Melhor som, cortesia da Sony

O Sony LDAC, tecnologia proprietária da gigante japonesa foi gentilmente cedido para o Google a fim de otimizar a experiência sonora do Android. O codec transmite som para fones Bluetooth a 900 kb/s com amostragem de 96 kHz a 24 bits, contra 328 kb/s e amostragem de 44,1 kHz, algo que não se equipara sequer a um CD. Já a nova API AAudio for Pro Audio, direcionada para apps profissionais foi desenvolvida pelo Google para extrair o máximo de qualidade sonora que os dispositivos podem entregar.

É uma boa medida principalmente num cenário onde fones com fio terão que utilizar plugs USB-C, logo uma melhoria na qualidade de som wireless é importante.

O Google também está padronizando os ícones do Android graças a um suporte adaptativo: eles passarão a ter diferentes formatos em vários dispositivos no Launcher ou em outras janelas, tudo para seguir o padrão dos aparelhos e não ficar cada um com um formato. Há melhorias de navegação via teclados físicos, suporte a novas APIs Java e ART, ajustes em apps de fotografia, sistema de conexão e descoberta de outros dispositivos próximos e etc.

A versão prévia do Android O pode ser baixada aqui, por enquanto disponível para Nexus 5X, Nexus 6P, Nexus Player, Pixel, Pixel XL, Pixel C e emuladores. Ainda não há datas para o beta público e nem para o lançamento final, visto que o sistema sequer possui nome. E desencanem, não será Oreo; o mais provável é Oatmeal Cookie mesmo.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Rodolfo Oliveira

    Eu acho que não vai se chamar Oreo, não duvido que seja algo como Orange ou Orange Juice.

    • Kagarro

      Android Orelha de gato

    • Tom

      Que delícia cara

    • Diego

      Ovomaltine?

    • Do jeito que escolhem coisas “saudáveis”, duvido muito usarem “Orange Juice”… xD

      Dependendo de $$$ podem fazer igual o kitkat e usar OREO… não definiram nome ainda não é?

    • Por via de regra é sempre nome de um doce. O Google não anda tão inclinado a pagar direitos autorais então Oreo não deve ser. Orange Juice é possível, Oatmeal Cookie (biscoito de aveia) também.

      • Daniel Peixoto

        ahhahaha “pagar direitos autorais” pra por Oreo

        Cara, o Google RECEBE pra por Oreo no nome, não o contrário.

        Google não ganha nada com um nome de doçe.
        O doçe ganha bastante com o nome deles estampados nos aparelhos Android.

        Olha o que aconteceu com o Froyo.
        Toneladas de quiosques vendendo iogurte nos shoppings.
        Não vingou, mas a propaganda fez um senhor efeito.

    • Adriano

      Oatmeal Cookie?

  • Luis

    “O novo Android tera melhor performance e maior duração de bateria”

    Onde eu li isso mesmo? Ah em toda nova versão do Android.

    • rbnamerico

      Mas tem melhorado à cada versão mesmo, claro que um “terá a performance máxima e consumo rídiculo-proximo-de-zero-carregue-duas-vezes-ao-longo-do-ano” seria melhor, mas fica por conta da interpretação!

      • Luis

        Tem mesmo? Não seria os aparelhos, com 8 cores, mais bateria, mais RAM.

    • Jorge Dondeo

      É tipo sabão em pó, que deixa o branco mais branco.

  • jairo

    Nada que várias fork do Android já tenham tenham

    • Jack Silsan

      Por exemplo o modo Stamina da Sony, em relação à bateria

  • Além disso o Android O dará suporte a múltiplas telas, um recurso muito bom para quem conecta seu smartphone ou tablet em diversos dispositivos. Você poderá escolher em qual das telas um app será aberto

    Finalmente vou poder espelhar meu smartphone na TV pra ver o Amazon Prime enquanto xingo muito no twitter.

    • Diego Berlezi Ramos

      Amazon Prime espelhado na TV, usando Chromecast? Minha resposta-padrão: kkkkkkk

      • Isso que dá comentar sem pensar antes sobre o que leu. Em qual parte do meu comentário eu falei sobre Chromecast? Eu espelho a tela do celular diretamente na TV, sem precisar do Chromecast.

        • Diego Berlezi Ramos

          E em qual parte eu disse que você, em especial, usa, seu mau-educado.

          • Vila Jr

            Ironicamente, não é mau-educado e, sim, mal-educado

  • Germano

    E enquanto isso ainda tem gente por ai esperando update oficial para o Android 7 nos seus dispositivos – é, tou nesse grupo, afinal haviam prometido, e eu caí sim fazer o que.

    • Andre

      Isso é complicado. Curto os celulares da Samsung e da LG, mas por causa dos updates (e preço), sempre fui de Nexus.

    • Android nasce cresce reproduz e morre na versão de fábrica dos espertofones com raras exceções

    • DiMais

      o 7.0 chegou bem tarde no Moto Z Play mas chegou, porém não tenho esperanças com a Lenovo que ele ganhe o 7.1 ou 8.0..

  • Thiago

    E a Oracle? Já foi oficialmente chutada? Aquela história do OpenJDK foi pra frente? Não vi mais nada a respeito…

  • Magnosama

    Gosto do Android.
    Mas bem, é difícil ter um, neh…

    • Mirai Densetsu

      Não é mais difícil do que pagar por um iTreco.

      • Magnosama

        Bem mais difícil…
        ou já estão vendendo o PIXEL por essas bandas???
        (sem gambiarras)

        • Mirai Densetsu

          Ainda tem Nexus 5 em algumas lojas, se servir.

          • Magnosama

            Foi o que eu quis dizer,
            ótimo aparelho, mas é dificil de achar…
            Quem faz questão do android de verdade não tem opções por aqui.

  • Cássio Amaral

    Como sempre, Google prometendo mundos e fundos em melhorias de performance e bateria em uma nova versão do Android. Até hoje me lembro da historinha pra boi dormir de que o Lollipop seria bem mais otimizado que o KitKat em aparelhos com 1 GB ou menos de RAM. No final das contas, não mudou poha nenhuma. Em espertofones com menos de 2 GB de RAM, a experiência continuava sofrível, e continua até hoje. À propósito, vai ser Android “O” de Ovomaltine, marquem minhas palavras.

  • “Há melhorias de navegação via teclados físicos, suporte a novas APIs Java e ART, ajustes em apps de fotografia, sistema de conexão e descoberta de outros dispositivos próximos e etc.”

    Que decepção, achei que as mudanças para algo melhor começariam desde já.
    A droga do 7 não chegou nem a 3% dos aparelhos, e já se fala em um novo, que também não vai chegar para a maioria.
    É…

    • Islan Oliveira

      Cada versão do sistema leva uns 2 anos pra ser a mais utilizada, pelo menos desde o KitKat é assim.

  • DiMais

    quando acabarem as letras do alfabeto vão voltar para a letra A ou acabam com essa sequência?
    a tempo, fico ansioso pelo Android T e uma homenagem aos brasileiros com a Teta de Nega.

  • 640k is enough

    “em prol de uma melhor performance e uma identidade mais uniforme entre todos os dispositivos…”

    Já vi essa cena antes.

  • Pioneiros são aqueles que vão morrer tomando flechadas ou de doenças. Prefiro esperar…

  • Diego Berlezi Ramos

    Um trilhão de dispositivos se tornando obsoletos da noite para o dia em 3, 2, 1,….

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis