Manual do The Binding of Isaac faz bela homenagem ao The Legend of Zelda

Quem não chegou ao mundo dos games ontem provavelmente lembrará da época em que as cópias físicas dos jogos vinham com belos manuais impressos. Mesmo na geração passada era possível encontrar muitos títulos que traziam consigo verdadeiros livros ilustrados, mas isso perdeu força e hoje em dia, nem mesmo as edições de colecionador costumam “dar esse presente” aos consumidores.

Porém, existem algumas pessoas que ainda se esforçam para agradar seu público e uma que tem dado um belo exemplo neste sentido é Edmund McMillen, criador do The Binding of Isaac. Embora o original tenha sido lançado em 2011, o jogo continua recebendo atualizações e para a versão Afterbirth+ que chegou ao Nintendo Switch, o game designer e sua equipe prepararam uma surpresinha muito legal.

Ao adquirir a versão física do jogo, todos receberão um manual que, além de obviamente dar algumas dicas e explicar detalhes do jogo, também presta homenagem ao primeiro The Legend of Zelda. Desde a capa dourada até o estilo dos desenhos que ilustram as 18 páginas e passando por algo parecido com o selo de qualidade que a Nintendo usava, tudo remete ao clássico do Nintendinho.

O curioso neste caso é que nem mesmo o The Legend of Zelda: Breath of the Wild foi capaz de trazer um manual, por mais simples que ele fosse, o que faz com que este seja o primeiro capítulo da franquia a não contar com tal material e embora a Nintendo não tenha admitido que desistiu dos manuais impressos, tudo leva a crer que isso aconteceu.

Quanto ao  The Binding of Isaac: Afterbirth+, nunca tive a oportunidade de jogá-lo, mas por ter ouvido tantos elogios a ele e depois dessa bela iniciativa dos seus criadores, confesso ter ficado muito tentado a investir na sua aquisição, mesmo sabendo que não receberei uma agrado tão legal ao pegar a versão para PC.

Mas o que lamento mesmo é saber que o exemplo dado pela Nicalis não será suficiente para fazer com que outras empresas se empolguem e por isso farei o possível para manter guardados os jogos mais antigos que possuo e que possuem manuais igualmente bacanas.

 Fonte: Bleeding Cool e IGN.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Carlos Taylor

    Isso acontece quando o jogo é realmente pensado, criado e tratado como um jogo, algo divertido, de se apreciar, e não como apenas um trabalho bem feito. Tem que fazer, “melosamente” falando, com amor..

  • Esses dias achei o manual do meu Street Fighter japa…… lembro também dos do Mega e Sega CD….

  • Maom

    Tá aí um jogo que não entendo o sucesso underground que ele fez… Vejo o video do gameplay dele no youtube e fico tentando entender qual a graça.

    • Jaffy

      É tipo Tetris… ou Pac-Man… ou..sei lá… só sente (ui) quem joga…

      • Maom

        Não estou criticando o jogo em si, e sim o sucesso dele. Afinal é um jogo muito simples que existem aos montes por aí. Não entendo o segredo do sucesso deste.

        • PugOfWar

          O segredo é exatamente o fator simplicidade e pelo menos pra mim o nível de dificuldade elevado que faz lembrar os jogos antigos

        • Wallacy

          É um jogo bem complexo com um visual simples.

          • E perturbado, porque o McMillen é tudo menos uma pessoa sã.

            Se você curte uma heresia vai gostar do game, mesmo ele tendo um visual tão simples.

    • Bruno L.

      É a mesma coisa que perguntar por que muitos ainda jogam Tibia. Isso já perguntavam quando ele estava na versão 7.2.

      • Maom

        Jogam pq nunca conheceram UO.

        • Bruno L.

          Não fale mal do UO.

          • Maom

            ????

  • Felipe Braz

    Me lembro quando botei as mãos no collector’s edition de perfect dark zero, aquilo sim foi bacana, até uma historia em quadrinhos com o briefing do jogo veio junto.

    O último que comprei que tinha um manual bacana foi mario kart 8.

  • Bruno L.

    Ainda tenho o emanuel do the legend of zelda a link to the past do meu nintendo. A fita se foi a muito tempo, mas o emanuel se mantem guardado na gaveta para mostrar para meus futuros distantes filhos.

  • Julio Verner

    Jogo difícil pra porra! hauhaua Mas manuais, nunca mais. Metroid tinha lindos manuais… Aquele do Flashback by Marvel então… Hoje em dia é um selo de que caiu no caça-níquel.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis