Diretor não descarta (totalmente) o Overwatch para o Switch

Nós ainda não sabemos se o Switch sofrerá do mesmo mal que o Wii U, que foi a falta de jogos de grande porte criados por empresas externas, mas se tem um título que poderia ajudar a mudar essa imagem e conquistar tanto os jogadores quanto outros estúdios, é o Overwatch.

Um os maiores sucessos do ano passado e ainda por cima sendo tão leve a ponto de rodar mesmo em computadores mais fracos, não tenho a menor dúvida de que ele venderia muito também no console da Nintendo. Porém, ao ser questionado se existe a possibilidade de uma versão aparecer no Switch, o diretor Jeff Kaplan disse que isso não seria tão simples quanto pode parecer.

Estou adorando o Switch! Minha segunda plataforma favorita de todos os tempos é o 3DS. Ter o Overwatch no Switch é muito desafiador para nós, mas sempre estamos com a mente aberta sobre explorar possíveis plataformas.”

Infelizmente Kaplan não revelou quais seriam essas dificuldades e fico me perguntando se eles não conseguiriam fazer com que o jogo rodasse mesmo com uma configuração bem mais baixa do que temos nos PlayStation 4 ou Xbox One. Na minha opinião, acredito que o fato das pessoas poderem jogar o Overwatch em qualquer lugar seria um diferencial que compensaria e muito essa inferioridade visual.

Outro problema que a Blizzard deve estar levando em consideração é a incerteza sobre como funcionará a rede online do console/portátil, já que ela só deverá ser disponibilizada durante a nossa primavera. Por se tratar de um jogo que depende de uma boa conexão, talvez a desenvolvedora esteja esperando para saber se o Switch contará entregará algo no nível do que eles precisam.

Mas no fim das contas, pode ser também que a a empresa esteja apenas esperando para ver se o aparelho venderá tanto que justifique o investimento em uma conversão e por se tratar de um estúdio que durante bastante tempo relutou em levar o Diablo III para os consoles e depois acabou cedendo, acho que os donos de um Switch que gostariam de jogar o Overwatch deveriam ter um pouco de esperança.

Fonte: NintendoLife.

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Wallacy

    Uma das coisas que mais atrapalha port são as dependências das ferramentas. As vezes pode dar quase tanto trabalho quanto fazer de novo.
    Mas isso só o tempo vai dizer. Ainda tem todas as vendas de final de ano pra julgar o console e saber se vale a pena o investimento. Ainda tem os lançamentos de Abril….

    Tem 12 dias que saiu só. O prospecto é bom, mas cedo pra apostas altas.

  • Terra Nova

    Pelo volume de vendas e o suporte nativo da UNREAL 4…. tudo é possível.

  • Com essas configurações mínimas o jogo deve ficar ó! … uma bosta

      • Wallacy

        Muito melhor que eu imaginava.

    • Kheiron

      Cara, rodei Overwatch em um Core 2 Quad, 4 gb de ram e uma Geforce 210 por meses. Rodava com umas coisas no médio até, com 40 fps. O Switch com um bom porte, rodará liso OW.

      • então é o processador, porque o meu é um dual core a4-7300, 8 gigas de ram e R7 360 de 2 gigas e roda no médio com tudo desativado

        • Kheiron

          Sim, o processador ajudava bastante, antes ainda eu tinha esse mesmo dual core e era tudo no mínimo e fps a 30, com sorte.

  • Cocainum

    A dificuldade para adaptar multiplayers não se resume ao visual. O multiplayer exige mais da CPU e não adianta baixar resolução ou qualidade. Se a CPU é fraca, não rola.

    • Wallacy

      Nesse ponto o Switch se da bem pois a CPU é mais potente que do One e o PS4… Já a GPU…..

      • Murilo Teixeira (OK)

        Overwatch roda bem em 1080p no médio em uma GTX 650. Como a resolução do Switch é menor, capaz de segurar bem um port.

        • Wallacy

          Bem, o Switch em Dock também usa 1080p, não tem problema. A questão é que em 720p (handheld) também temos metade da velocidade da GPU.

          Acho que teria que ser em Low de qualquer forma. Mas muito difícil de saber, até onde se sabe o preset padrão para Unreal 4 no Switch é o High (bom né?). Porém não tenho condições de dizer quais assets são suportados. No final teríamos um visual parecido com Médio/Alto do PC, porém com vários artefatos gráficos desabilitados (sombras mais precisas, AA+, etc), e é aí que mora o problema na hora de fazer o port.

      • Artur

        a CPU do switch ganha nucleo x nucleo.

        mas no PS4 são 8 nucleos enquanto o switch são 4 nucleos.

        e para completar, no PS4 1 core é para o sistema operacional do console e 7 são para jogos.

        no switch são 1 core para SO e 3 para jogos.

        PS4: 7 cores para jogos, switch 3 cores para jogos

        e não é so na GPU, na memoria também… 8GB x 4GB e 170GB/s de banda contra 24GB/s

        • Wallacy

          Curioso, pra quem começou o comentário em “uhauha em que mundo isso é verdade?” Teve que editar depois pra evitar a gafe, mas ainda tem que fazer malabarismo pra justificar.

          Relaxa colega, consoles tradicionalmente possuem CPUs fracas, ninguém tá dizendo que seu precioso PS4 é fraco.

          Porém….
          Você fala como se CPU interconnect (para os dois núcleos de 4) não tivesse perda.
          Você ignora a Amdahl’s law, sair de 4 cores pra 8 computacionalmente falando é apenas 50% melhoria em tarefas paralelas. Caso você esteja considerando que isso ajuda mais no contexto que estamos discutindo.

          Por fim, 8 cores é quase o suficiente para o A6-5200 empatar com o 4 A57 em parallel workload. Em termos práticos como desenvolvedor eu ainda afirmo que o A57 é mais potente para calcularmos as coordenadas em multiplayer.

          Isso não remove o mérito do PS4 em games no geral.

  • arakawa

    Outro problema de jogo multiplayer é a comunidade. Se não tiver gente suficiente online o tempo todo, simplesmente não tem jogo…

  • Reinaldo Matos

    Deixando de lado um pouco o Switch, caí na hype do overwatch e acabei comprando o jogo, mas sinceramente achei dinheiro jogado fora.

    Acho que joguei no máximo umas 10 partidas e não consegui gostar. Acredito que o sucesso se deu pelo fato da jogabilidade ser extremamente simples para um jogo FPS, mas achei extremamente chato.

    • Julio da Gaita ✔

      extremamente simples e chato, perfeita análise…rs, fora que as paradas coloridas pulando na tela, parece que você tá em um anime bem maluco… mas to velho pra essas coisas, e mesmo o BF1 tá enjoativo, bate uma saudade de uma guerra moderna… BF4 já não consigo jogar mais… lvl 160

      • Reinaldo Matos

        O fato de ser “colorido”, é o que menos incomoda… O ele ser ridiculamente simples, isso sim é um saco… BF1, me cocei demais para comprar, mas o preço não ajuda…
        Assinei semana passada o EA Access no XBox One, e agora que estou começando a jogar o BF4. Até o momento, está muito legal, mas como ainda estou começando, não posso dar uma opinião mais forte.

        Sei que vão me crucificar, mas de XBox One, o jogo que eu mais joguei, e ainda jogo de vez em quando é o Destiny. Acho ele uma mistura interessante de FPS e RPG, coletar itens, as quests, upar o personagem, etc etc etc.

        Jornadas que são possíveis somente no multiplayer, me forçou a acabar fazendo algumas amizades nas comunidade, o que me fez realmente jogar por muito tempo.

        • Julio da Gaita ✔

          a qualidade na produção do destiny é sensacional, ainda não saiu algo tão bem feito quanto. Comprei quando saiu e percebi q era um jogo capado, e quando vi q a maioria do jogo era via DLC deixei de lado, mas é um jogão.
          Como jogo BF desde o BF2 sou suspeito pra dizer, mas o cod parei no u BO3 sei lá, cod é tudo tão igual q confunde…

    • Wallacy

      Legal, você acaba de descrever o que acho de quase todos os jogos que saíram nos últimos 10 anos. (Claro que teve jogos bons, mas a maioria me decepcionou). Quase todos esses AAAAAAAAAAA (sei lá quantos é necessário) faltam o principal: Diversão. Tem jogo de smartphone que gosto mais 😉

      Se não fosse o 3DS e seus jogos FF (fucking fun) eu já tinha pirado. Vou jogar Horizon Zero Dawn em breve, espero não me decepcionar também. No momento, empolgado mesmo estou para o Mario Kart 8 Deluxe!

      Pois é, to ficando velho 😉

      • Fernando Silva

        Estamos todos…

      • Felipe Braz

        Como disse um kra esses tempo por aqui “triple AAA”.

        Mario kart 8 tenho no wiiu (original por sinal) e tem um alto fator de replay, sempre que vem amigos aqui em casa acabamos com a combinação mario kart + cerveja.

      • bruno miranda

        Ei quase comprei o Horizon para “presentear” um amigo dono de PS4 mas quando vi uns gameplays achei só mais um AAA.

    • Danilo

      Eu achei overwatch muito divertido pra jogar com os amigos.

      Sozinho nao eh mto msm. Pq depende mto de time e estratégias, mas.. gosto eh gosto!

      Sobre jogos divertidos,eh ai que a nintendo manda bem!

    • Rodrigo de Melo

      A simplicidade e a variedade de estilos de gameplay também.

      Eu acho muito interessante ter personagens como o Mcree, em que a mira é super importante, e ao mesmo tempo haver personagens como a Symmetra e o Winston, que você não precisa mirar mas precisa ter boas noções de posicionamento, saber quando engajar e quando correr; ou o Torbjorn e o Bastion, que são mais estacionários.

      Eu adoro essa variedade, tento sempre jogar com personagens diferentes pra não ficar enviesado num papel só. Exceto os snipers, ou o meu time joga 5 vs 6 praticamente hehe.

      • Manoel Jorge Ribeiro Neto

        Eu também sou péssimo com snipers. Ainda tentei jogar como Hanzo e Widowmaker, mas sou uma negação com eles. Somente com a Ana ainda me viro.

        • Rodrigo de Melo

          É verdade, tem a Ana também. Eu também me arrisco de Ana, até curto o gameplay dela porque não é tão focado na parte sniper. Jogo com ela até com certa frequência mas sempre sinto que teria curado mais de Mercy ou até de Lucio as vezes. Apesar de que ela traz muita utilidade ao time, com o Nanoboost e a possibilidade de neutralizar um inimigo “nanoboostado” colocando-o pra dormir.

    • Manoel Jorge Ribeiro Neto

      Eu também caí no hype do Overwatch e gostei do jogo 😀 ! Para mim, ele é como um Street Fighter dos FPS. Tem jeito de anime, parece fácil (até o mais noob dos noobs sabe soltar um Hadouken 😛 ) e é super divertido (ok, tem momentos de raiva quando a pessoa entra em um time de retardados, mas no geral é divertido).

      Com relação a ele ser “fácil”, não é bem assim (fácil é CoD). Para aprender o básico de cada personagem é fácil mesmo, mas “dominar” o personagem leva muito tempo (coisa de 20 horas por personagem, no mínimo). Além disso, para ganhar no jogo exige estratégia, pois se o sujeito somente sair atirando em todo mundo ou ficar camperando como no CoD vai levar um fumo dos grandes! No modo competitivo então, os noobs não duram nem um minuto, pois não aguentam a pressão e se desesperam logo.

      • Kheiron

        Sem mencionar que jogar com um único personagem não rola. Você precisa ter essas 20 horas com pelo menos 1 de cada estilo (defensivo, suporte … )
        Eu curti o jogo, o que fode é os players tóxico. Fora que sou bem casual e ser casual nesse game é fcar pra sempre em ouro pra baixo no ranking.

        • Manoel Jorge Ribeiro Neto

          Parece que a Blizzard mudou o algoritmo para formação de equipes, colocando noobs ao lado de pessoas mais experientes. O ruim é que os noobs ferram a vida legal de quem joga a sério. Na temporada passada eu consegui ficar como platina, mas nesta está muito difícil, pois estou tendo o azar de só entrar em times de retardados :/ . Quando dou a sorte de entrar em um time bom, quase sempre ganhamos e quase sempre também fico entre os destaques.

          Pena que a pontuação no competitivo considera muito o time, em detrimento do esforço individual. Pelo que eu jogo, eu seria diamante tranquilamente, mas fico no limbo do ouro por causa dos noobs que tenho o azar de jogar :/ . Como não tenho conhecidos que jogam Overwatch para formar grupos fechados, fico jogando sozinho, dependendo da sorte para jogar com pessoas inteligentes ou com retardados.

          • Kheiron

            Isso que me frusta muito também. Tenho os mesmo problemas. Até tenho alguns amigos que tem o game e jogam as vezes, mas horários não batem. Overwatch é um game que não favorece de maneira alguma casuais, te força a criar um time, mas não leva em conta essas questões. Outra coisa que não concordo é você perder mais pontos do que ganha, isso não faz o menor sentido, você ter 4 vitórias seguidas, ganhar em média 30 pts por cada e perder entre 30 e 40 pontos por uma derrota. Noite passada aconteceu de perder 45 pontos em uma derrota depois de ter ganho 4 partidas consecutivas, na partida anterior tinha ganho apenas 25, ou seja, o jogo me puniu por uma derrota que não reflete meu desempenho, mesmo se pegar o desempenho em equipe. To jogando cada vez menos e o foda é que se houvesse como vender eu já teria vendido, porque no ponto que estou hoje, reconheço que foi uma compra ruim.

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Concordo, em tudo, deveria ter um sistema que o jogador que fez o seu papel, seja tank, suporte, dp, perderia perderia menos pontos de ranking, assim ele subiria e passaria a jogar com jogadores do mesmo nível.
            Eu por exemplo em 80% das partidas que jogo sou um dos melhores, com as vezes até 4 gold, mas um jogando bem não ganha jogo e perde ranking igual todo mundo que as vezes chegam no absurdo de pegar um Rein e usar como Drop ou pessoas que pegam a Mercy e não curam.

  • Fernando Silva

    Acho que não tem muita discussão: se o console vender que nem garrafinha d’água em show no Maracana~, vai sair até Uncharted Switch XD

    • Artur

      vender igual o wii?

      • Fernando Silva

        Exatamente!

        • Artur

          ah sim, teve bastante third no wii por causa da base grande que comprava jogos third.

  • Artur

    Já chegou os nintendistas para dizer que não gostaram e não vão comprar.

    culpa da nintendo de ter somente fanboy comprando o console dela… vai sair Fifa, vai vender 10000 unidades e acabou, a EA vai pular do barco e os nintendistas que não compra nada alem de mario e zelda; vão dizer que a culpa é da EA.

  • Jaffy

    Bem… um Hearthstone não tem porque não né? xD

    • Murilo Teixeira (OK)

      Pois é… Cairia como uma luva numa plataforma híbrida como o Switch.

  • Murilo Teixeira (OK)

    Overwatch é um excelente jogo e despertou em mim a vontade de experimentar mais games de multiplayer online (hoje em dia, além dele, jogo BF1 e HotS). Seria uma adição interessante ao console, se for portado de forma decente.

  • Manoel Jorge Ribeiro Neto

    Se eles conseguirem portar Overwatch para o Switch, vai ser um trabalho e tanto, pois o jogo já roda meio pesado no PS4 (de vez em quando dá uma leve baixada na taxa de quadros quando tem mais coisas para renderizar na tela ao mesmo tempo) e exige um PC meio parrudo para rodar com tudo liso no máximo.

    Além disso, como é um jogo totalmente online, vai depender de uma base grande de pessoas para o jogo ficar divertido, e a base de usuários do Switch é pequena ainda. Mas, se eles adicionarem a possibilidade de jogar entre plataformas diferentes, aí sim a coisa fica interessante.

  • A dificuldade é uma só: dinheiro $$$. Se der dinheiro, não tem dificuldade.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis