PIB 2009 – Yashica – Renascida das Cinzas

Fiquei muito feliz em encontrar uma empresa que remete ao meu passado fotográfico na Photo Image Brasil. Estou falando da Yashica, que voltou a investir no Brasil com uma linha digital renovada. A minha primeira câmera foi uma compacta da Yashica. Toda manual e com o avanço do filme através de uma alavanca. Uma câmera com uma qualidade de imagem soberba que nunca encontrei em outra compacta. Agora, a empresa retorna ao Brasil com uma nova linha de câmeras digitais compactas, filmadoras digitais e dois escâneres de negativo. Os modelos em evidência entre as câmeras são a EZ-F527L, compacta básica de 5 megapixels que deve chegar ao mercado por R$ 230,00, e a TP-10, câmera mais avançada de 10 megapixels que deve chegar ao mercado custando R$ 899,00.

Porém, o carro chefe da empresa para demonstrar tecnologia parece ser a EZ UW- 5, câmera a prova de água que resiste a mergulhos de 3 metros e possuí o corpo todo emborrachado, facilitando o manuseio dentro da água. O filão de câmeras vedadas contra água está crescendo. Como a qualidade entre a imagem dos equipamentos está muito parecida, os diferenciais é que vão fazer os consumidores se decidirem. Fora as câmeras digitais, a Yashica está trazendo para território nacional porta retratos digitais e filmadoras que produzem vídeos em alta definição, como a ADV598HD que trabalha com cartões SD e se mostra compacta e leve. O preço final ao consumidor deve ficar em torno de R$ 1.299,00.

Agora, se me permitem um momento de saudosismo, o que me deixou mais feliz foi a linha de escâneres para negativo da empresa. Com a quantidade absurda de negativos que tenho, escanear todos eles seria uma fortuna. Mas, o principal problema é que o serviço tem que ficar do jeito que a gente gosta. Então o melhor é fazer em casa de maneira manual. Para esse fim, a Yashica esta colocando no mercado dois modelos de escâneres de negativo, o FS 500 e FS 501. Eles se utilizam como forma de armazenamento um cartão SD ou podem trabalhar conectados diretamente ao computador através de uma entrada USB. O FS 501 é um pouco mais avançado e oferece como principal diferencial um monitor LCD de 2,7 polegadas. Os modelos serão comercializados por R$ 400,00 e R$ 500,00 respectivamente.

Agora é esperar a reação do mercado a esses novos equipamentos. Mas, tenho que destacar que acho muito produtivo a empresa investir tanto em equipamentos mais avançados quando em câmeras acessíveis para o consumidor de baixa renda. Esse é um filão explorado apenas por equipamentos picaretas e de baixa qualidade. Talvez seja uma forma do público mais jovem voltar a conhecer a marca Yashica.

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar
  • Danskk

    Agora bateu saudade, minha primeira câmera foi esta Yashica MF-3 Super. Sou vidrado em paisagens e apesar de não ter muita experência na área fotográfica, tenho boas recordações obtidas com a minha velha câmera.

  • tonywalker

    A primeira máquina fotográfica da minha família também foi uma Yashica que meu pai deu a minha mãe quando eram recém casados.
    A máquina durou muitos e muitos anos e acho que só a uns 5 anos atrás mais ou menos ela deu problema parando de funcionar.
    Praticamente todas as nossas fotos de família foram tiradas com ela, e era muito engraçado ver os vizinhos e amigos tentando pronunciar o nome da marca, era de nha’xica pra cima 😀
    Que bom ver a marca de volta ao Brasil.
    —————

    Bem-que-vi

  • http://prasetorar.spaces.live.com jose alves de oliveira neto

    eu nem lembrava mais dessa marca..

  • http://oonisciencia.blogspot.com O.Onisciente

    Pô, os preços de camêras com maior qualidade ainda me assustam… :jawdrop:

    http://principal.oonisciente.operaunite.com

  • Pingback: Kodak [ainda não] morreu, mas Apple e Google já pediram juntas o cadáver no cardápio « Meio Bit()

  • Pingback: Kodak [ainda não] morreu, mas Apple e Google já pediram juntas o …()