O sujeito que está sendo atacado por criticar o Zelda: Breath of the Wild

Nas últimas semanas você deve ter visto vários posts meus aqui no MeioBit Games falando sobre o The Legend of Zelda: Breath of the Wild e depois que coloquei as mãos no jogo, muitos desses textos tiveram diversos elogios à criação da Nintendo. Por alguns motivos eu infelizmente tive que deixá-lo um pouco de lado, mas é difícil não deixar de ficar encantado com um jogo que, entre tantas outras coisas, faz homenagem a Satoru Iwata ou que preza pela vida e por isso continuo o achando sensacional.

Porém, mesmo com tantas pessoas tendo adorado a nova aventura de Link e a colocado como um dos melhores jogos de todos os tempos, há quem tenha visto vários defeitos no jogo e um deles foi Jim Sterling. Hoje atuando de maneira independente, o jornalista já escreveu para o Destructoid e para  o The Escapist, e ao dar uma nota 7 para o Breath of the Wild, ele deu iniciou a uma verdadeira guerra.

O grande problema é que ao fazer isso, Sterling conseguiu com que a média do jogo caísse para 97 no Metacritic, fazendo com que o título deixasse de ter a quarta melhor avaliação da história para aparecer apenas na 17ª posição. Indignados com a situação e desconfiando que a queda poderia prejudicar as vendas do Switch, os fãs da Nintendo decidiram agir.

Além de tentar roubar a conta do britânico no Twitter, segundo ele algumas pessoas passaram a atacar o site em que escreve, o que tem feito com que o acesso a ele esteja bem complicado e impedindo assim de ler a análise. Nela, embora o autor se refira ao jogo como a experiência Zelda mais envolvente de todos os tempos, ele afirma que o jogo está sempre tentando nos irritar, seja com inimigos capazes de nos matar com um único golpe, seja com as armas que quebram muito rapidamente ou com uma taxa de frames inconstante.

O que torna toda a história ainda mais absurda é que alguns defendem que a nota dada por Sterling foi uma represália a maneira como a Nintendo o acusou de ter violado direitos autorais em alguns vídeos, o que fez com que ele criasse uma implicância com o Breath of the Wild que não tem sido vista na maioria dos jogadores.

Embora esse tipo de reação não seja inédita, é lamentável ver pessoas atacando outras apenas por terem opiniões diferentes, o que por sinal não é exclusividade da internet (ainda que pese o fato desse comportamento ser mais forte na grande rede). Mesmo não concordando com alguns dos pontos levantados por Jim Sterling, não consigo entender porque as pessoas se incomodam tanto com esse tipo de coisa e fico pensando em como elas arrumam tempo para fazer essas perseguições.

O outro lado desta mesma moeda é o fato de que atualmente parece ser legal discordar de tudo e de todos. Basta uma quase unanimidade chegar ao mercado para que surjam aqueles que vivem em função de ser do contra, de reclamar de qualquer coisa que agrade a maioria. Talvez essas pessoas se achem muito inteligentes por irem contra a maré e pior, sintam algum prazer ao achar que estragarão a diversão dos outros.

Enfim, enquanto isso continuarei por aqui adorando o The Legend of Zelda: Breath of the Wild e pensando que, mesmo com falhas aqui ou ali, a diversão que ele tem me proporcionado supera todos os eventuais problemas e não será este ou aquele “crítico” que conseguirá prejudicar minha experiência.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • André Lima

    Satoru Iwata dori, por favor =]

    Em tempo, acho muito bons os videos do JimQuisition (Thank god… for me), e não acho que a nota seja represália (ele até lançou um outro video falando do aspecto da “durabilidade” das armas e de como isso irrita, o que de fato é uma verdade), e ele sempre enfatiza o jogo como “a melhor experiência zelda de todos os tempos”, mas fanboy retardado é fanboy retardado em qq lugar…

  • Benício Ernesto

    Acho 7 uma boa nota, e ele fala que o jogo é bom.

    • major505

      Já passa de ano.
      PAra um jogo de lançamento tá bom demais.

      Nego surta com 13 lugar… HL2 uma das melhores jogos que nos abençoou está em 20…. Ocarina of Time em 1º e eu nem acho que é essa uva toda (link to the past manda lembranças). E no fina é tudo opião, que é quem nem * … cada um tem o seu.

    • Para esse jogo é uma nota MUITO baixa.

      • Diogo

        E esse nível de exigência para ter uma nota alta (senão perfeita), é por causa de…?

        • Não é exigência, só acho que o jogo é digno de muito mais do que sete. No entanto, o cara tem todo direito de dar a nota que quiser, só discordei do comentário de que 7 é uma boa nota (para o Breath of Wild).

          • Benício Ernesto

            Comecei a jogar, tô na area do ‘tutorial'(se puder ser chamada assim) e achando o jogo incrivel por essas três horas iniciais. Mas acho 7 uma nota boa pelo embasamento que ele colocou. Review é pessoal e mimimi, nao é a nota que daria, mas paciência.
            E no metacritic tem nota mais baixa que a dele.

          • Disse em outro comentário ali porque discordo dos pontos citados por ele, mas sim, é uma questão de opinião e isso respeito.

      • Julio da Gaita ✔

        tem que ver o critério dele, qual jogo pra ele é “10” então? Pode ser que o cara só esteja sendo o “Pedro de Lara” dos games, não achei outros reviews dele para comparar ./

        • Jorge Dondeo

          Eu tenho um jogo que considero 10/10 shadow of colossus. Se não for igual ou melhor, não merece 10. Mas para mim, só pela temática, Zelda ja não leva 10, talvez nem 7. Isso é muito pessoal, mas eu também não sou porra nenhuma, hehehe…

          • Julio da Gaita ✔

            somos dois porra nenhuma…rs, tbm achei o Shadow of Colossus jogaço, mas já tentou jogar de novo? não rola, acho q joguei muito naquela época, mas porra que jogo, esperando o Rime, que dizem ser inspirado no Shadow e ter alguma coisa de exploração em mundo aberto a la Zelda

          • Jorge Dondeo

            Não tentei, eu não sou saudosista com games. Mas pelo que me lembro da época, foi o jogo mais perfeito que joguei. Era tecnicamente impecável para mim, e entregou coisas inimagináveis em games para mim na época.

          • Sabe o que é interessante? O Shadow of the Colossus sofria com terríveis quedas de frames, o que só foi consertado no remaster para PS3. Ou seja, para o Sterling, é um jogo que não mereceria 10.

          • Jorge Dondeo

            Então, mas não sei se você lembra, os caras usaram essa falha técnica (que era do console por sinal), para criar um efeito de blur nos momentos de movimentação rápida do personagem. Os caras usaram uma deficiência do game/console a favor deles. Eu acho SOTC um trabalha impecável em todos os sentidos.

          • Mas mesmo assim as quedas de frames dele são absurdas. Aliás, foi uma das maiores críticas na época.
            PS: também está entre os meus jogos favoritos, só mencionei para dizer como acho que isso não é tão importante.

          • Jorge Dondeo

            Eu também não.

          • RôShrek

            Comparando quesitos técnicos de um PS2 com um Switch? Ok, então.

          • Nessa você forçou MUITO a barra. Caramba, de onde tirou que comparei os consoles? Disse que, assim como aconteceu com o Breath of the Wild, o SotC também sofreu com quedas de frames e mesmo assim era um jogaço.

          • RôShrek

            Desculpa, quis dizer de um jogo de PS2 com um de switch, considerando que são gerações de consoles muito distante uma da outra. E isso implica, obviamente, que comparar quesitos técnicos entre eles é meio despropositado, uma vez que até mesmo os parâmetros dos players eram outros.

    • Rodrigo Primon Savazzi

      Para um jogo de lançamento que roda praticamente igual no antecessor (Wii U, ou seja, não acrescenta muita coisa à nova plataforma), tem problemas no frame rate justamente onde deveria rodar mais liso (no dock), acho que 7 está muito bom mesmo.
      Boa parte desses problemas, no entanto, podem ser resolvidos por patches futuros, de forma que eu defenderia uma nota dinâmica, que pudesse ser alterada refletindo essas evoluções.

  • Ed. Blake

    “como elas arrumam tempo para fazer essas perseguições.” – Certamente a grande maioria são crianças em modo rage.

    Essas tem tempo livre de sobra pra xilicar e comentar “LIXO” em tudo o que discordam na internet inteira.

    • major505

      Pior que muitos devem ser nerdãos que habitam porões da casa dos pais.

      Eu não entendo essa mentalidade de levar a sério algo que basicamente deveria ser entretenimento. Nego começa a respirar e viver daquilo como se nada mais importa-se. As pessoas precisam entender: é apenas um jogo, é apenas um filme ou um livro.

      E se a nintendo tá em posição ruim, é culpa de ninguém mais além dela. NEgo quer achar justificativa para tudo, desde que santifique aquilo que eles consideram sagrado.

    • Artur

      simples, os nintenditas fanaticos ficaram com o wii u escanteado e com poucos jogos, ai sai esse zelda e eles podiam hypar com “o melhor jogo da historia” para compensar o recalque do fracasso do wii u nos “console wars” pela internet.

      ai com essa nota eles meio que perderam isso…. ai ficaram em rage.

      depois que o switch for um wii u 2.0, sem third e sem base, eles vão sumir de novo.

  • Enquanto isso, a Nintendo está ombrando e andando, só vendo o fandom se matando enquanto o dinheiro brota no caixa. É triste a que ponto chegou a sanidade humana na internet.

  • Julio da Gaita ✔

    Dori achei seu posicionamento meio “butthurt”, o cara tem argumentos válidos para não dar um 10, problemas técnicos com frame rates (as quedas de frames acontecem com o switch no dock onde devia ser justamente mais forte), e outros pontos do jogo como resistência de itens e inimigos muito difíceis. São argumentos válidos, o fator diversão compõem a nota.

    É necessário ver se ele usou o mesmo critério pra outros jogos tbm… mas enfim argumentos técnicos válidos, aspecto subjetivo observado “resistencia itens e inimigos 1 hit 1 kill”.

    Ou seja, “He’s got a point”, não sejamos butthurt pfv…

    • @Julio da Gaita:disqus concordo que problemas de frames é algo chato, mas “inimigos fortes e resistência de itens” não são argumentos válidos pra descer a nota de algum game. Ao menos sobre minha perspectiva, considero os jogos atuais muito “pega-na-minha-mão-e-vem”, e os game designers/level designers são obrigados a ensinar o jogador com inúmeros tutoriais irritantes que quebram a experiência de aprender. Cada jogo tem sua dificuldade, e alguém achar certas coisas complicadas ou difíceis não deveria ser usado como argumento “contra”.

      • É o que acho.

      • Julio da Gaita ✔

        Acompanho essa indústria essencial desde o Atari e também não me agrada o aspecto de “pega-na-minha-mão-e-vem” dos jogos atuais, bom, opiniões são pessoais , como eu disse precisa ser observado se ele usa o mesmo critério para outros jogos também.
        Mas a necessidade de impor a sua opinião sobre a opinião de outras pessoas é de uma falta de cultura/educação/inteligência gritante, o jogo não vai deixar de ser aquilo que é pra você por causa da opinião do crítico fulano.
        Atualmente as pessoas só vêem aquilo que querem ou que concorde com suas crenças, o facebook/instagram/tweeter só mostra a opinião e postagens que se enquadrem no teu perfil ou interesse, então parece que as pessoas se desacostumaram com opiniões contrárias e dão chiliques quando alguém tem um posicionamento diferente, seja de ideologia política, cor diferente e etc, sem ao menos tentar argumentar e considerar um ponto de vista diferente.

      • Thiago

        Mas se existem problemas e eles se tornam perceptíveis, é mais que justo que eles sejam apontados e o jogo não seja caracterizado como 100/100, ou seja, perfeito.

    • E discordar da opinião dos outros é butthurt? Como eu disse no texto, não concordo com “alguns” pontos citados por eles, mas mesmo assim você deduziu quais foram. Mas vamos lá:
      Sim, a questão do framerate é realmente indesculpável, nisso acho que ele tem toda a razão (mesmo não considerando algo digno de descontar muita nota).
      Quanto a inimigos que nos matam com um hit? Bom, para quem joga Dark Souls, isso nunca foi um problema e como considero esse Zelda quase um jogo de sobrevivência, adorei temer tudo e todos.
      Armas que quebram com facilidade? Para mim este é outro ponto que considero decisão de design, fazendo com que tenhamos que alterar as armas com frequência e principalmente, ter que procurar e saber gerenciar o equipamento. Novamente, um jogo survival.
      Como você deduziu que estou dodói pela crítica, tenho quase certeza que dirá que meus contra-argumentos não são válidos, mas acho que o ponto nem é este e sim a maneira como estão tratando o cara.

      • Julio da Gaita ✔

        O butthurt foi por parecer que você se sentiu ofendido com o review do crítico.

        Mas vamos lá, considerando como alguém da uma nota pra jogo/filme/qualquer coisa, é preciso avaliar os aspectos técnicos e depois os aspectos mais subjetivos como diversão, gosto pessoal level design e outros. Claro que é necessário definir o peso da nota pra cada fator e assim fazer um julgamento equilibrado evitando distorções.

        Mas vendo dessa forma concordo com você que as reclamações de resistência de ítens e 1 hit 1 kill são decisões de level design, e concordo também que se for só a queda de frames a diminuição da nota pode ser um exagero o drop da nota, mas enfim.

        Pode ser só um crítico bosta também, mas esses justiceiros digitais e fans enlouquecidos em sua maioria são jovens adultos desequilibrados mesmo.

        Tenso.

        • Provavelmente não soube me expressar direito, mas foi justamente o contrário. Pra mim pouco importa o que ele ou qualquer outra pessoa achou do jogo, vale a experiência que o título está entregando.
          E foi justamente por isso que disse não entender o porque de tantos ataques.

          • Julio da Gaita ✔

            ta vendo até aqui ja virou uma “treta” só…rs, mas concordo com você Dori que analisando o aspecto técnico e o overall do jogo, 7 é muito pouco…

        • RôShrek

          “O butthurt foi por parecer que você se sentiu ofendido com o review do crítico.” Exatamente. Pode ser que você não tenha se ofendido, mas a impressão pra quem leu foi a de que sim, você se ofendeu. Acho que no fim é exatamente o que todos estamos tentando dizer aqui.
          PAZ!

          Não tinha lido as conclusões e postei aqui, mas “Provavelmente não soube me expressar direito, mas foi justamente o contrário.” resolve todas as pendengas, rs.

          Paz!

  • 3 pontos sobre isso:

    1 – A internet deu voz aos Idiotas, e com isso seu poderio aumentou ao ponto de conseguirem declarar guerra a coisas estúpidas.
    2 – Com o consenso geral de que o novo Zelda é uma obra-prima, o sujeito pode ter usado da técnica “do contra” pra se promover; não é raro, tampouco improvável.
    3 – Isso não invalida seu review, tampouco invalida as opiniões contrárias a ele. Mas como estamos falando de internet, os contrários erguem espadas clamando por justiça.
    —-
    Se Mencken fosse vivo, diria que a Web é a pior invenção de todos os tempos.

    • Julio da Gaita ✔

      o cara pode ser o Mauro Cézar Pereira dos Games…rs

      • Magnosama

        hehehehehe…
        boa.

      • Jorge Dondeo

        Ou ele pode simplesmente não ter gostado.

        • Mas ele disse que gostou.

          • Jorge Dondeo

            Verdade.

          • Daniel Tiecher

            Eu acompanho o conteúdo do Jim Sterling há bastante tempo e ser controverso faz parte do personagem que ele criou. Conhecendo o histórico dele, não descarto a hipótese dele ter dado a nota que deu para gerar polêmica mesmo.

          • Jorge Dondeo

            Funcionou.

        • Julio da Gaita ✔

          nos comentários anteriores eu falo que é preciso rever os reviews dele pra ver se ele tá usando o mesmo critério para outros jogos ou se é um critico cuzãozinho mesmo…

          • Jorge Dondeo

            Mas crítica é opinião pessoal, as vezes esse problema ocorreu em outros jogos, mas não a ponto de incomodar ele especificamente.

          • Julio da Gaita ✔

            crítica é uma questão de critérios amigo, se você está “criticando” honestamente, claro…

          • Jorge Dondeo

            Mas mesmo sendo honesto, acho impossível não haver o fator pessoal. Uma crítica não leva em consideração somente aspectos técnicos. Diversão, história, roteiro, temática, essas características atingem cada pessoa de uma forma diferente.

            Eu nem joguei nem vou jogar, mas só por ser Zelda, com um herói como o Link, com toda essa temática “infantil”, o jogo nunca levaria um 10, nem mesmo um 8.

            Complementando: Se não houver o fator “opinião”, para que críticos? Colocar bots para analisarem os aspectos técnicos e pronto.

          • @jorgedondeo:disqus Uma crítica séria tem de levar os aspectos técnicos acima de qualquer opinião pessoal. Pois imagine um crítico que não gosta de ficção científica escrevendo um artigo sobre Interestelar; ou alguém que não gosta de futebol comentando uma final de Copa. Se ele não levar em conta o estritamente técnico, sua opinião é eclipsada por inclinações íntimas, que nada tem haver com a ideia de se comentar determinada obra.
            É importante que se diga que não concordo nem discordo com a opinião do cara em questão, pois eu mesmo não joguei ainda o novo Zelda. Mas li a crítica, e acho que ele “gostou pessoalmente” e “desgostou tecnicamente”; mesmo que, em minha opinião os aspectos técnicos que ele critica não são suficientes pra desmerecer um game, seja qual for.

          • Jorge Dondeo

            Discordo de você, e vou copiar a resposta que dei para o Júlio da Gaita:

            Mas mesmo sendo honesto, acho impossível não haver o fator pessoal. Uma crítica não leva em consideração somente aspectos técnicos. Diversão, história, roteiro, temática, essas características atingem cada pessoa de uma forma diferente.

            Eu nem joguei nem vou jogar, mas só por ser Zelda, com um herói como o Link, com toda essa temática “infantil”, o jogo nunca levaria um 10, nem mesmo um 8.

            Complementando: Se não houver o fator “opinião”, para que críticos? Colocar bots para analisarem os aspectos técnicos e pronto. Um jogo é um produto artístico, e as questões artísticas (para mim), se sobrepõem a questões técnicas. Se não, o jogo com melhor framerate e melhores gráficos sempre seria o melhor, o que não é verdade.

          • Zalla

            aí vc usou os seus critérios….eu acho que a parte técnica é importante também, o jogo pode ser o melhor do mundo, mas se ficar bugando acho horrível

          • RodyBr

            E o pior: consolidam várias criticas (pessoas e profissionais) em sites como o Metacritic para determinar qual é o melhor jogo de todos os tempos. Por isso que eu não troco por nada a experiência própria de jogar ao invés de ficar paranóico com estas avaliações para saber se o jogo é bom de fato ou não.

          • Zalla

            o próprio autor dessa matéria fala que gostou do jogo apesar dos problemas, tem gente que não tem tanta paciência assim para problemas…nem todo mundo ama as mesmas coisas

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      4 – A inclusão digital deu ainda mais voz aos idiotas

      • Petrus Augusto

        Sempre falei isso… Já me disseram que sou elitista, e não sei o que… E respondo: Foda-se!!..

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Vai ler os comentários de avaliações de apps no Android, o povo é burro, não sabe escrever, não sabe pra que o app serve, e daí pra pior… era melhor que continuassem sem acesso.

          • Julio Cesar

            não.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            pois sim….

          • Sinceridade

            avaliação de app no android e yahoo answers ta pau-a-pau ultimamente

          • Felipe Braz

            A area de reviews da play store deveria vir com um aviso NSFL

      • CtbaBr©

        Mas é importante que todos tenham voz, até mesmo os idiotas!
        Eu considero as ofensas gratuitas (mesmo as inteligentes) o pior efeito da WEB!
        Já um comentário idiota (não ofensivo) acaba só destacando os comentários mais inteligentes!

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Pra mim é mais uma poluição visual…

        • gbitte

          Eu prefiro a ofensa gratuita e inteligente.

    • Ai que está… qualquer um vira especialista e crítico pra qualquer
      coisa… e o os floquinhos e defensores do politicamente
      escrorreto fazem o resto do trabalho…

      Basta não concordar com o sujeito sobre algo e vira guerra, ataque pessoal …

      Será que já estão ameaçando a vida dele também, ou ainda não chegou a este ponto?

  • Diogo

    Já eu acho incrível como um jogo está sendo reduzido a uma nota, e uma legião de pessoas glorificando o jogo por ser o melhor jogo do mundo de todos os tempos. Não há opinião, não há argumento, o jogo é perfeito e ponto.

  • RôShrek

    O Jim Sterling é o único reviewer que eu ainda acompanho. Ele é honesto, não tem rabo preso e nem elogia só porque é da empresa X ou Y. Não joguei Zelda, não gosto nem da nintendo, nem das práticas da nintendo e nem dos jogos da nintendo, mas ele explica o que não gostou e porque, e são coisas que provavelmente me incomodariam também.
    De qualquer maneira, acho essa coisa de nota pra jogo uma coisa muito estúpida. Apesar de eu não gostar muito dos reviews da Kotaku, eles acertaram em cheio ao remover esse método e usar o método do vale a pena jogar? Sim ou não e porque, e elencar prós e contras.

    Outro adendo, eu achei esse texto meio butthurt do Prata. Eu honestamente não acho que alguém precise ser do contra pra não gostar de algo. TLoU teve notras máximas de praticamente todo site e review no planeta, mas tenho amigos que detestaram o jogo e não tinha absolutamente nada a ver com querer ser do contra. Se ele elencou os motivos para não gostar e eles fazem sentido, então deal with it.

    No mais, gamer é uma raça desgraçada mesmo. A cada dia essa é uma certeza que só se confirma.

    • major505

      Mas é assim que vc tem que fazer: ache um reviewer que meio que concorde com seus gostos e siga o cara. Se ele gostar, tem chance de vc gostar do jogo t b.

      Simples assim. E se o cara não gostar, vc ainda pode gostar…a vida é cheia de surpresas.

      Hoje acho que o reviewer que costumo concordar é o Angry Joe.
      E apesar do humor infantil eu costumo dar risada das palhaçadas.

      • RôShrek

        É, eu também gosto dos reviews do Angry Joe, costumam ser bem honestos e não são superficiais. Eu só confesso que ás vezes não tenho muita paciência para as palhaçadas dele.

        • major505

          Quando ele exagera eu só vou pulo vou pro que me interessa que é a nota rsrs.

      • Renato Targino

        O AngryJoe atualmente faz os melhores reviews da internet. Concordo sempre com o ponto de vista dele, ele sabe o que deve ser duramente criticado e o que deve ser elogiado. Sempre vejo as reviews dele.

    • Novamente alguém (que acho que não entendeu o meu ponto) me acusando de butthurt… A minha critica nem foi especificamente ao cara, sinceramente estou me lixando pra opinião dele (ou qualquer outro, nem costumo ler reviews), mas a essa onda de ser do contra que impera na internet. Repetindo, qualquer pessoa tem todo o direito de não ter gostado do jogo, mas não concordo com alguns argumentos utilizados, simples.

      Sobre querer reclamar de tudo, talvez esse texto explique melhor meu sentimento.

      http://www.vidadegamer.com.br/sobre-dexter-reclamacoes-e-a-intolerancia/

      • RôShrek

        Dori, com todo o respeito, mas só de você insinuar que o cara pode ter dado essa nota apenas para ser do contra, já é butthurt. Ou seja, você, assim como os outros, continuam achando que todo mundo pode ter opiniões diferentes MAS ele deu a nota porque “quer aparecer” ou “ser do contra” já que você acha que o jogo é o melhor jogo de todos os tempos.

        • Primeiro, eu não acho que é o melhor jogo de todos os tempos. Segundo, se você não vê essa onda de ser do contra pela internet, sinceramente te invejo.

          E só para ficar mais claro, eu realmente não fiquei nem um pouco incomodado com a nota que ele ou qualquer outra pessoa deu a esse ou a qualquer outro jogo. Jogo me baseando apenas na minha opinião, já tenho experiência o bastante para isso e só quis aproveitar a situação para comentar sobre algo que há tempos tenho visto por aí, que é a mania de ser do contra.

          Eu acredito que o cara achou que o jogo merecia tal nota, mesmo não concordando com tal argumentos, mas numa época em que ser do contra, repito, parece cool, não sei dizer que de que lado ele está e se para você isso é butthurt, só posso lamentar.

          • mr_rune

            Eu acho que discordo de você nesse ponto. “onda de ser do contra na internet” isso só está mais visível por causa da internet, são gostos diferentes, só que antigamente não dava pra saber a opinião de pessoas de longe.

          • Daniel Tiecher

            Obviamente a internet facilita a visibilidade de opiniões contrárias, porém essa onda que o Dori fala não é simplesmente ser do contra e pronto, mas sim pessoas que criam um personagem online baseando-se exatamente em refutar o que é popular e abraçar o que é edgy a fim de ganhar seguidores.

            E se você conhece o Jim Sterling há bastante tempo, sabe que ele é um desses caras. Eu acompanho ele há bastante tempo (inclusive suporto ele no Patreon), porém só não consegue ver esse lado dele quem realmente não quer. Basta só dar uma olhada nos comentários dos vídeos dele pra ver o quanto os seguidores gostam porque ele “fala como é” ou que ele não paga pau pra developer nenhum.

          • Vinícius Santos

            tá bem claro quando o Dori diz “O outro lado desta MESMA MOEDA” é o fato de que atualmente parece ser legal discordar de tudo e de todos.”, mas nem todos conseguem ter a mesma capacidade de compreensão de texto.

          • RôShrek

            E eu repito, se você levantou a hipótese no texto específico do cara, é que você dá a entender que esse pode ser o caso exatamente do Jim Sterling. Como eu disse acima, esse páragrafo inteiro me pareceu desnecessário na matéria, não que soe como uma conclusão, mas levantando uma bola que parece ser uma inferência sua. Eu não disse que não existe o fator ser do contra na internet (e fora dela também, pra ser honesto) mas o texto pareceu tão deslocado que a impressão de butthurt não foi só para mim, e como dizem os sábios, se três pessoas te dizem uma coisa é bom você investigar.
            Sobre o jogo, desculpe se pareceu rude, mas a enxurrada de textos sobre o zelda, e até o tom que esta impresso neles, deixa essa impressão. Não que seja errado, pra mim o Bloodborne é o melhor jogo dessa geração e nada tira isso de mim. A diferença é só que não deixei implícito que quem pensa diferente de mim quer parecer do contra.
            PAZ!

            EDIT: vi essa sua resposta lá embaixo: “Provavelmente não soube me expressar direito, mas foi justamente o contrário.” e isso esclarece tudo. Tudo resolvido, rs.

            Paz!

        • Ivanney Pessôa Moreira Martins

          RoSherk, uma pergunta a vc, se o Dori tem esta suspeita (nem sei se tem pelo texto em geral nem parece tanto qto vc fala) ele deve se calar? nao emitir a suspeita? eh uma duvida, se fala eh “butthurt”, se nao fala eh omisso, oque no fundo eh uma falsidade. Se fosse VC, vc tem a duvida/suspeita, comenta ou nao? nem quero polemizar, nem defender ninguem, so entender como vc pensa. Abs

          • RôShrek

            Claro que ele não deve se calar, nunca nem insinuei isso. Mas é uma via de mão dupla. A forma como ele se expressou pareceu sim butthurt, e vale notar que mais de uma pessoa teve a mesma impressão, e não nos furtamos a dizer isso. Eu na verdade nem quis defender o Jim, todo humano é passível de errar ou de agir de maneira parcial de acordo com sentimentos e frustrações, mas achei um pouco fora de tom fazer uma reportagem sobre o cara é no final filosofar, já que em teoria essa parte não se referia ao Jim de acordo com o autor, que pessoas divergem da unanimidade só pra ser do contra e ganhar clique. Soa como uma conclusão que pode levar o leitor mais desavisado ao engano. Acho que esse tipo de inferência é válida num texto próprio, com exemplos mais contundentes e não com achismos de visão dúbia. Entende meu ponto?

          • Heisenbeck

            O ponto, para mim, é que este texto visa colocar para discussão um viés comportamental que o próprio texto deixa implícito. Me parece uma crítica sobre determinado comportamento utilizando-se das mesmas armas. Não fez muito sentido.

          • RôShrek

            Perfeito.

    • Magnosama

      “mas ele explica o que não gostou e porque, e são coisas que provavelmente me incomodariam também.”

      Penso que é exatamente assim que todas as criticas deveriam ser analisadas,
      vc disse muito bem,
      se o cara elenca coisas que no seu entender tbm te incomodariam, é um bom ponto de partida pra VC saber se vai ou não investir seu tempo e dinheiro naquilo…

      Agora, ficar reclamando do gosto do sujeito é ridículo.

      • RodyBr

        É que não se trata somente do gosto. Esta história até parece a apuração das escolas de sambas: varios jurados dão nota dez, dez, dez, vem um que avaliou e não gostou, dá uma nota 7,5, faz a nota geral cair e prejudica o jogo que não seja o melhor de todos os tempos e daí a Unidos da Nintendo começa a reclamar, bate boca e etc.

        • Magnosama

          Os motivos que ele lista são objetivos,
          agora, a valoração que ele dá pra cada um deles, são sim questão de gosto,
          afinal coisas que desagradam a um, algumas vezes não desagradam outros, ou menos…
          A nota creio que seja pessoal sim. Não vejo problema em ele dar uma nota baixa.
          Frame rate capenga pra mim, também baixaria bem a nota.

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      Seres humanos são uma raça desgraçada…

      • Julio da Gaita ✔

        mas essa “nossa” geração tá foda…

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Acho que sempre foi assim, é que agora temos a internet pra conhecer a verdadeira face de todos, e te digo que não é bonito

          • Maom

            Pois é… Uns falavam que o Jesus era filho de Deus e transformava água em vinho… Outros tinham tanta raiva ou inveja da popularidade dele que só sossegaram quando ele foi crucificado. Jesus era tipo o Bolsonaro ou Lula da época… Não tinha um cara que falava “ah é só um maluco, deixa ele e vamos jogar bola.”
            É isso que eu aprendi com a bíblia, que o homem sempre, sempre, sempre vai ser maniqueísta em tudo pq é muito inseguro.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Heheheheh
            Eu transformo água em cerveja, é bem melhor

          • mr_rune

            >Jesus era tipo o Bolsonaro ou Lula da época

            Se jesus falasse a quantidade de merda que bolsonaro fala ou roubasse e mentisse igual lula faz ainda ia, mas parece que não foi o caso, se você acredita nisso…

          • Maom

            Do mesmo jeito que vc acha que o Lula mente e rouba tem lunáticos que ainda acreditam nele como o salvador dos pobres. E Jesus não foi crucificado por acaso. Tinha muito mais gente que queria a cabeça do cara assim como tem gente que endeusa ele até hj. Não vejo diferença nenhuma, a não ser o cenário, mas os personagens e a trama são as mesmas.

          • Rodrigo

            Figura de linguagem, amigo!

        • tuneman

          a geração mais velha sempre vai criticar a mais nova.

          • Julio da Gaita ✔

            to reclamando da minha propria, os millenials…

          • Tom

            Malditos millenials

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            E muitas vezes com razão…

          • tuneman

            E outras tantas sem razão.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            E na média tá todo mundo certo

          • Leonardo

            menos quando se trata dos millenials… ai qualquer um sabe que nao presta

    • Jorge Dondeo

      Perfeito. Nem preciso fazer meu comentário! Parabéns!

    • Dio

      Defeito todo jogo tem. Um glitch aqui um bug ali.
      Jogabilidade é diferente: o inimigo me matou com um golpe… mas a intenção é essa, drible o inimigo.
      FÃ BOY, o jogo não é perfeito, alguém não vai gostar de algo.
      “MAS O CARA DEU UMA NOTA BAIXA MIMIMI”. Vai estragar meu divertimento? Não…
      Let the butthurt flow!

    • Murilo Teixeira (OK)

      A comunidade gamer em geral ainda é bem imatura…

    • ⚔️ 🇳 🇮 🇳 🇯 🇦 ⚔️

      Gamers em geral não , e sim fanboys são uma raça desgraçada​.

  • doorspaulo

    Um jogo não precisa ser foto realista para ser belo, isso vai da arte do game, e isso o Zelda mandou muito bem.
    Nunca vi ninguém criticando os gráficos de Journey ou Abzu, que possuem uma arte parecida.

    Mas as críticas sobre os inimigos no game, isso ocorre em qualquer jogo de
    mundo aberto em que você vai se meter em áreas com monstros mais fortes
    que você isso ocorre.
    Se estiver muito difícil, era só escolher jogar no easy.

    Nunca vi ninguém criticando Skyrim por levar uma porrada de gigante no começo
    do jogo e ser lançado igual um foguete, ou ser currado por um death
    claw no Fallout.

    Essa é uma característica de games de mundo aberto, se o autor da análise não entende isso, não deveria estar avaliando games.

    Agora, as críticas quanto ao desempenho do jogo, essas sim são válidas. Faltou
    polimento nessa parte, principalmente pelo jogo ser um port do Wii U
    para o Switch. Da para ver isso pois, os slowdowns não ocorrem em
    momentos de ação desenfreada, e sim em momentos aleatórios ou em cidades
    com muitos elementos.

    Ele pode não ser fã da franquia, mas o mínimo que deve fazer é analisar com neutralidade.
    Já vi ele dar notas melhores para games inferiores.

    Então, volto a dizer, analisou com a maior má vontade do mundo sim.

    • Renato Targino

      Não estou defendendo o Jim, mas até concordo um pouco com ele. E esse lance dos inimigos mais fortes, logo de cara assim que se começa o jogo você já dá de cara com um inimigo que é mais forte que os demais, eu mesmo morri algumas vezes até conseguir matar ele. Eu poderia ter ignorado, mas optei por ficar tentando acabar com ele para pegar o baú da área dele.
      As armas quebrarem fácil tem seus pontos bons e ruins. O bom é que te obriga a mudar de armas e de estilo de combate o tempo todo, mas é um saco elas quebrarem tão rápido e você não ter uma arma em que pode ‘confiar’.

      • Felipe Braz

        Concordo em relação aos pros e contras, mas as vezes da raiva a arma quebrar no meio do combate. Acho que vou ter que mesmo correr atras dos 13 corações pra pegar a master sword, essa acredito que não quebra.

        • Renato Targino

          Interessante, não sabia que tinha esse esquema! Vou juntar 13 corações também, com certeza ela não deve quebrar.

          • Felipe Braz

            Pelo que li tem que puxar a espada que está encravado na pedra, e o link vai perdendo corações a medida que vai puxando. Se tem menos de 13, os corações acabam antes de ele conseguir retirar e game over.

          • doorspaulo

            Eu achei a Master Sword, mas como tenho apenas 11 corações, não consegui pegar. Não chega a dar game over, pois ele para quando falta 1/4 de coração para morrer.

          • Felipe Braz

            “mas como tenho apenas 11 corações”
            O que deixa pra mim que tenho 5 UAhuHAuAHAU

        • Maom

          Não joguei ainda mas vi que ela quebra tb numa materia que ensinava como obter ela.

          • Felipe Braz

            Putz, pior que quebra mesmo!
            http://twinfinite.net/2017/03/zelda-breath-of-the-wild-can-the-master-sword-break/

          • doorspaulo

            Ela quebra, mas “conserta” depois de um tempo.

          • Felipe Braz

            Interessante, deixa a coisa mais estratégica =)

        • raphs

          Galera, uma duvida, quando for trocar as almas o que é melhor escolher, coração ou estamina?Eu estou só escolhendo coração, a estamina ajuda no que?Percebi que para domar os cavalos, dependendo do tipo do cavalo você precisa ter uma estamina melhor, porem tem algo alem disso que serve a estamina ou posso ignorar e só escolher coração?

          • Felipe Braz

            Stamina maior vai poder correr por mais tempo, escalar lugares mais altos, nadar mais longe e ficar mais tempo no para quedas.

      • doorspaulo

        Mas aí é que está, o jogo te da essa opção. Eu mesmo, saí passando o cerol.

        Fui parar em um Shrine com um miniguardião com três armas, isso com apenas 4 corações.

        Fiz umas comidas que davam corações extras e gastei uma fada, mas matei aquele demonho xD

    • Jorge Dondeo

      “Já vi ele dar notas melhores para games inferiores.” para você.

      • doorspaulo

        Cof, cof, 9.0 No Man’s Sky, cof cof..

        • Leonan

          Ele deu 5/10 pro NMS considerando ele medíocre.

          • doorspaulo

            Acho que troquei as pessoas, jurava que ele tinha dado 8 ou 9.
            Mea culpa.

    • Paulo Ricardo Schwind

      “ser currado por um death claw no Fallout.” Jovem, desinstala esse mod que você está usando…

      • doorspaulo

        O loco, logo no início do jogo, sai do vault, vai explorar sem rumo, da de cara com um death claw, é morte certa.

        Não precisa de armadura para abater um, mas você precisa de um mínimo para poder enfrentar um.

        • Paulo Ricardo Schwind

          É chato explicar a piada

          “ser CURRADO por um death claw”…death claws arrancam suas tripas, não suas pregas, a não ser que tenha instalaod umd aqueles dlcs educativos.

          • doorspaulo

            O ruim da internet é isso, não da pra saber o que a pessoa do outro lado está querendo realmente dizer.

            Mas, me veio a imagem mental agora e não foi das melhores
            huahuahuhuahua

    • Paulo, à respeito da quedas de frame-rate, li que alguns sites estavam investigando uma possivel culpa da WI-Fi do Switch, aparentemente por falta de otimização (há relatos de má conexão em diversos sites) o processador estava sendo sobrecarregado em diversos momentos onde o sistema tentava estabelecer uma conexão ou restabelecer-la. Isso seria um dos principais motivos dessas quedas em momentos aleatórios e não necessariamente apenas onde há vários objetos em cena/batalhas intensas. Supostamente a Nintendo está ciente e vai liberar uma correção na próxima atualização de firmware.

  • Essas coisas são complicadas, as pessoas não sabem lidar de forma educada quando são contrariadas. Se alguém diz algo que eu não concordo eu tento conversar levantado argumentos, mas nunca menosprezando os argumentos do outro. E por final se a pessoa não quer escutar meus argumentos é muito mais fácil ignorar, que ficar brigando com todo mundo na internet, ainda mais gente que quer ter pageview, as vezes o cara fala merda justamente pra ter acesso no site dele.

  • abraaocaldas

    Pronto, agora as pessoas tem que concordar com a “unanimidade” em reviews….

    • Foi o que você entendeu do que eu disse?

      • abraaocaldas

        “Basta uma quase unanimidade chegar ao mercado para que surjam aqueles
        que vivem em função de ser do contra, de reclamar de qualquer coisa que
        agrade a maioria. ”
        O cara reclamou da unanimidade do mercado que é zelda e pronto ele é um hater.

        • RôShrek

          Esse parágrafo inteiro é totalmente dispensável e desnecessário na minha humilde opinião. Não tem como não soar como “ele falou mal de algo que todo mundo fala bem e eu amo” o que coloca um tom pessoal demais numa inferência que não tem como ser confirmada, além de menosprezar o fato de que ele realmente tenha levantado pontos que realmente afetaram a percepção do jogo dele de maneira clara e honesta.

          • A única coisa que acho estranha é que você quer que aceite incondicionalmente os pontos criticados por ele, sendo que não concordo e expliquei o porque.
            Sim, a série The Legend of Zelda está entre as minhas favoritas, mas isso nunca me impediu de críticá-la quando achei que tinha que criticar.

            Não, eu não acho o Breath of the Wild perfeito e sim, acho que qualquer pessoa pode reclamar o quanto quiser do jogo e se achar os argumentos válidos, certamente concordarei.
            O que talvez você não tenha entendido é que mesmo não tendo certeza das intenções do Sterling, que pelo jeito você tem, eu o defendi, disse que considero absurda essa perseguição e repito, digo isso mesmo não concordo com os pontos levantados por ele,.

          • RôShrek

            Não, só não concordei com o viés implícito de que a nota foi fruto, ou pravavelmente fruto, de uma atitude de ser do contra. De que adianta você defender o direito de expressão de opinião e jogar no ar que pode ter sido esse o motivador do problema? Daí aonde algumas pessoas deduziram, ainda que erroneamente de acordo com suas respostas, o teor de butthurt.

        • Colando aqui a resposta que dei para o RôShrek

          E só para ficar mais claro, eu realmente não fiquei nem um pouco incomodado com a nota que ele ou qualquer outra pessoa deu a esse ou a qualquer outro jogo. Jogo me baseando apenas na minha opinião, já tenho experiência o bastante para isso e só quis aproveitar a situação para comentar sobre algo que há tempos tenho visto por aí, que é a mania de ser do contra.

          Eu acredito que o cara achou que o jogo merecia tal nota, mesmo não concordando com tal
          argumentos, mas numa época em que ser do contra, repito, parece cool, não sei dizer que de que lado ele está.
          ———————————-
          O que quis dizer é que sempre surgirão aqueles que querem reclamar de tudo, que ficam procurando pelo em ovo apenas para ser do contra e sempre que vejo alguém destoando muito da maioria, fico pensando se a opinião é sincero ou se está apenas procurando chamar a atenção.

          Se o Jim Sterling tinha esse intuito, nunca vou saber, mas que pessoas assim existem aos montes na internet, é um fato. Basta frequentar qualquer rede social e elogiar alguma coisa. Logo choverão críticos.

          Isso evidentemente não quer dizer que as pessoas não podem discordar das unanimidades, mas acho saudável desconfiarmos dos que fazem (e no caso, não tem nada a ver com eu ter gostado do Zelda, foi uma crítica no geral).

          • abraaocaldas

            Eu acho que o pessoal ficou irritado que ele não usou o sistema de nota de escola de samba. Ele aplicou o critério dele e seja qual ele for as pessoas não podem forçar ele a mudar.

        • Ivan

          também entendi isso.

  • Djalma Vale

    Boa Dori, e mais, a maioria dos que são do contra querem ganhar discussão na internet mesmo com argumento falho, só pelo prazer de discutir e ganhar na insistência. A internet criou uma geração de pessoas chatas.
    Era tão bom quando a gente descobria o jogo somente pela capa da embalagem e jogando de verdade no lugar de ir pela opinião alheia.

  • Djalma Vale

    Uma coisa que esse cara conseguiu foi a atenção da mídia. Até procurando o nome dele no Google já aparece “Zelda” em seguida. Criticar negativamente consegue atenção e cliques mais fácil.
    Isso acontece até com alguns sites principalmente brasileiros sobre o Switch.

    • RôShrek

      Eu sei que não vale a pena, mas vou tentar ser breve. O Jim Sterling não precisa disso pra chamar atenção da mídia. Não sei se você entende inglês e acompanha os sites gringos, mas ele é um dos reviewers de jogos mais famosos e respeitados, tendo inclusive sido processado por algumas empresas de games e ganhou todos os processos. Atualmente ele encabeça uma briga com a questão de trademark no youtube. Quando alguém fala mal por falar, fica tão evidente quanto quem fala bem por paixão cega. Dá pra separar o joio do trigo.

      • Djalma Vale

        Cara, pra alguém que tem um programa chamado “Jimquisition” já da pra supor o teor do conteúdo. Sim eu entendo inglês e já vi alguns vídeos dele. Sei que vc deve acompanhar, mas eu não curti a pegada dos vídeos dele. Se ele não fosse uma “pessoa do contra” não teria tantos processos ou briga com ninguém.
        Pra mim ele é só mais um querendo cliques. Vc pode achar que ele não precisa disso, mas na verdade todos que estão na internet precisam. Respeito hoje em dia é o número de assinantes do canal do youtube ou seguidores do face/twitter. Não bote a mão no fogo por ninguém.

        • Artur

          todo mundo é “do contra” se fizer analise de jogo como um verdadeiro jogador.

          angry joe já tretou com cara da IGN por causa da nota do titanfall 1, que foi comprada por “verba” de marketing.

          o zangado arranjou treta com os fanboys do xbox por causa da analise do Halo 5.

          analise de jogos hoje é um mar de velhos que nunca jogaram video game, pagando de “jornalistas” escrevendo merdas sobre jogos.

        • RôShrek

          Pelo jeito você nem sabe a razão dos processos, mas ok, afinal, internet.

          • Djalma Vale

            Bom, como vc falou em outro comentário aqui, o mais curtido aliás, afinal, internet, de que não gosta da Nintendo e das práticas dela, nem dos jogos dela e nem jogou Zelda. Afinal pra que jogar antes de opinar né, afinal, internet. E falou ainda que acompanha o crítico, o único que acompanha aliás.
            Acho que a discussão acabou aqui mesmo. Até porque eu curto a Nintendo, jogo os jogos dela, entendo as práticas e não concordo com todas elas e joguei quase todos os Zeldas pra console de mesa. Estou com mais de 10h no BotW.

          • RôShrek

            Me aponte aonde eu critico o jogo? A diferença é que para os fãs da nintendo uma nota menor que 10 gerou uma reação absurda. Eu gosto dos jogos que eu gosto e nunca me importei com nota de review (eu sou fã e jogo diariamente o Battleborn, veja você) e sigo adiante. Não fico ofendido com nota de jogo que eu gosto porque não tenho mais 12 anos de idade. Não tenho a menor dúvida que zelda seja um bom jogo, mas entendo perfeitamente que sempre vai haver alguém que vai achar algo que não gosta nos games. Nenhum game até hoje é unanimidade, e que bom que seja assim.

  • César Rodrigues

    Tenho certeza que não existe um jogo que tenha agradado a 100% das pessoas.

    Agora, fazer esse alvoroço todo por causa de nota no Metacritic???

    Ajuda ai né galera??

    • Vinícius Santos

      exato, impossível agradar a todos.

  • Rodrigo Perez

    Isso me lembrou o Skyrim… Todo mundo “ó que jogo fodástico”, “melhor jogo do mundo” e outros elogios infinitos… Aí finalmente fui jogar e achei nada de mais sendo que já joguei Fallout 3 e extremamente chato nas batalhas comparado a um Dark Souls…

    • Goemon

      fui nessa onda de Skyrim tb, joguei 1h e nunca mais.

    • Ivanney Pessôa Moreira Martins

      Me desculpa Rodrigo, mas o problema eh exatamente este, comparar jogos de nicho diferentes, tenho mais de 800 horas jogadas no Skyrim, e nem duas de Dark Souls, mas reconheco os pontos positivos deste, simplesmente o combate nem eh uma das coisas que mais me atrai num jogo.
      As missoes, as possibilidades de construcao, pesquisa, conversas com os NPC para abrir novos caminhos me atraem muito mais, ok, ok pode fazer a piada das horas brincando de “boneca trocando o modelito” (as multiplas possibilidades de armaduras e suas confeccoes).
      Como disse, cada nicho tem seus seguidores, o duro eh ouvir q o jg q vc gosta eh uma “m..” qdo a pessoa apenas nao gosta daquele estilo (nao foi seu caso),

  • Ariel

    Armas que quebram a toa, também me incomodariam, mas vai depender de como é implementado no jogo. Como gosto de desafios, inimigos que matam em um só golpe pra min não seriam o problema. Mas o que mais me incomoda no momento é a pequena fortuna que eu, que não possuo nem wii U nem nintendo switch, teria que gastar para jogar essa obra prima da nintendo :P, culpa não só da exclusividade mas também dos impostos, preço do dolar e o preço do jogo em si. Com tantos reviews positivos dá mesmo vontade a transgredir as regras e me render a emulação (estão bem próximo de algo perfeitamente jogável no PC).

  • Germano

    Lembro de uma vez ter feito criticas “suaves” (mesmo!) a um jogo do Zelda em um fórum que participava, era o Twilight Princess que havia acabado de sair. A chuva de pedras foi memorável.
    Opinião, cada um pode ter a sua. E se o jogo recebeu (mesmo?) 99,99999% de notas máximas em outros sites, e uma não tão boa desse cara, não estou a entender a matemática que fez ele cair tanto de posição no Metacritic. E se querem saber, nem me importo, quando e se tiver a chance jogarei esse Zelda; mas ate lá certamente minha vida não depende disso não!

  • Cocainum

    Regozijem-se, fanboys de Xbox e PlayStation. Tem gente pior que vocês.

  • Ivan

    Atrapalhar as vendas? O cara elogiou só pq não deu 100 ficam de frescura.

  • Murilo Teixeira (OK)

    Uma review é uma mistura de objetividade e subjetividade.

    A objetividade é a descrição de como o produto é. Suas características e os prós e contras mais evidentes.

    A subjetividade vem do quanto essas características agradam ou não quem está fazendo a review.

    Acredito que uma nota é justa quando leva a média entre esses dois fatores.

    Na parte objetiva há condições de haver discordância. Já na parte subjetiva, não.

    Não dá pra querer que o cara ache feijoada a melhor coisa do mundo, se ele não gosta de orelha de porco…

  • Vinícius Santos

    polêmica, polêmica, eu acho é que o povo gosta é de polêmica rsrssss….

  • ⚔️ 🇳 🇮 🇳 🇯 🇦 ⚔️

    O cara só disse a opinião dele baseada na experiência dele com o jogo e é crusificado por fanboys ?! Qual mentira ele disse que o jogo tem quedas de frame em hardware tosco da Nintendo ? Não pode mais nem dizer a verdade ?! WTF .

  • Terra Nova

    O mesmo cara que deu 9.0 para No man’s Sky?
    OK é a opinião dele mas…. que ele tem um péssimo gosto.

    • Na verdade o Jim deu 50 pro NMS.

      • Leonan

        Exatamente, ele deu medíocre pro NMS.

  • Esse novo Zelda é bem ruinzinho!
    Eu mesmo nunca joguei e estou escrevendo aqui só para vocês idotas ficarem com cara de bunda por ter perdido tempo lendo o meu gerador de lero lero.

  • Wallacy

    O sujeito que está sendo atacado por criticar O sujeito que está sendo atacado por criticar o Zelda: Breath of the Wild.

    Só digo os que estão condenando o Dori: Vocês estão fazendo o mesmo que acusam o Dori de fazer. Isso torna mais valido a ideia de que algumas pessoas adora criticar para fingir ter opinião. Afinal, concordar com a maioria é sinomimo de mediocridade.

    Bem, ainda não joguei o novo Zelda, e como retrospecto, eu tinha inclusive preconceito com o game antigamente. Um belo dia meu colega me chamou para jogar OoT e me apaixonei, nunca tinha entendido essa febre, mas fez bastante sentido depois, depois joguei Twilight Princess e percebi o quanto realmente o mundo que eles criaram é interessante. Vale a pena conferir mesmo que você seja o cara que “odeia tudo na Nintendo”.

    Então, apesar de não ter jogado, lendo o review dele, e o review de outros jogos, ele parece sim ir contra a maré, de proposito ou não é outra historia, mas que de modo geral ele parece ter esse perfil parece.

  • Glauber Silva

    O melhor jogo de todos os tempos é Putt & Putter, do Game Gear. Sério.

  • Thiago

    “…a diversão que ele tem me proporcionado supera todos os eventuais problemas”

    Logo, não é 100/100.

    • Pensando assim, nenhum jogo/filme/livro/música ou o que quer que seja é digno de 100/100. O meu ponto é que, mesmo não sendo perfeito, o jogo tem me divertido muito.

      • Thiago

        Dori, mas nenhum jogo é, mas essa é sempre a intenção do desenvolvedor. Se o Zelda for, com esses problemas, considerado 100/100, vira referência do que é aceitável. E quando aparecer um jogo melhor, como vamos poder diferenciar um do outro no quesito qualidade? Dar nota 101?

        • Não é assim que se avalia algo. Vários jogos/filme, etc foram considerando fantásticos quando lançados e depois superados. Isso é tipo o cara que não compra um celular/carro/TV pq está esperando uma versão melhor. Isso não existe.

  • Kheiron

    Sempre vai ter o do contra e sempre vai ter o super a favor é por isso que em muitos concursos ou campeonatos adotam-se critérios para se eliminar a maior e a menor nota antes de tirar a média, exatamente por causa de coisas assim.

  • Luciano Rocha

    FucKonami.

  • Marcelo Eiras

    Aparentemente o pessoal mais fanático da Nintendo deve estar meio aborrecido com o Horizon: Zero Dawn estar ofuscando o grande lançamento da Nintendo.

    • bruno miranda

      Eu acho que o que acontece é o contrário. Dos sites que acompanho, como o Meiobit, Zelda está tendo bem mais destaques.

      • Marcelo Eiras

        Sim, mas isso é devido a ser é o único jogo “must have” do recém lançado switch. A Nintendo inclusive teve que atrasar e piorar a versão do Wii-U para dar mais destaque.

        • bruno miranda

          E qual é a relação disso com meu comentário?

          • Marcelo Eiras

            Porque o destaque é devido aos sites terem algo para falar do recém lançado switch e não necessariamente pelo jogo em si. Se ele tivesse sido lançado no wii-u quando ficou pronto (a nintendo adiou para ter algo que justificasse a compra do switch) não teria 1/3 dos destaques na mídia especializada.

          • bruno miranda

            Mas independente de qual for a desculpa você invalida seu comentário que Horizon ofuscou Breath of the Wild.

  • DanielBastos

    “fico pensando em como elas arrumam tempo para fazer essas perseguições”

    Tá aí uma coisa que gostaria de saber.

  • Nunca vou entender por que a galera se importa tanto com nota de review ainda mais do Metacritic. A nota interfere em nada a experiencia que se tem ao jogar o jogo.
    E no geral eu discordo bastante da crítica especializada, como por exemplo Skyrim mesmo bugado pra cacete levando notas maiores que 6, Uncharted levando 10(absurdo total), Pokemon Sun/Moon levando qualquer coisa maior que 6.

  • Narciso

    A Nintendo vai agradecer a cada um da rage mandando um processinho por qualquer citação que façam a uma de suas propriedades passadas presentes ou futuras.

  • Lucas

    Shadow of Colossus melhor jogo hahahaha (sério!)

    Falando agora sobre a matéria, ao invés das pessoas se preocuparem em se divertir com o jogo, ficam policiando o pensamento alheio. Parece um viés de confirmação do tipo: gostei do jogo, logo, se alguém não gostou, ele está querendo aparecer, se vingar, etc.

    Esse pensamento moderno é um saco, aproveitem mais as obras e deixe cada um ter sua opinião. Até porque, uma opinião é pessoal.

  • Adriano Garcez

    2017 e tem gente que ainda se importa com sites de média de notas. E a nota nem caiu tanto. Besteira.
    Pior é o Rotten Tomatoes, em que a porcentagem é dos filmes com nota maior que 7; não faz sentido. Por isso só uso o IMDb.

  • Jefferson Viana

    Quando terminei uncharted 4 achei um jogo bem mediano, a unica coisa “nova” dentro do jogo mesmo é que agora é possível passar ele quase todo na surdina, derrubando todo mundo sem ninguém te ver, de resto a exploração é vazia, excesso de piadas, etc…, mas a galera na net parece que não sabe aceitar que outro não goste daquilo que eles gostam.

  • Fernando Silva

    Continuo achando o melhor jogo que já joguei, mesmo com falhas, mas respeito a opinião de quem não gostou. Eu me divirto, algumas pessoas não e assim vamos vivendo nossas vidas…

  • Metalmacumba

    BoTW é quase perfeito, o que mata:
    armas boas é quase uma miséria no jogo;
    O frame rate tem umas quedas absurdas que chegam a travar o jogo por milésimos de segundo no momento do combate, tanto na dock quanto no modo portátil.

  • enver jose

    Acho que o cara não gosta do estilo de jogo. Se eu fosse analisar um jogo de corrida realista, dificilmente daria acima de 8…Eu não sou o tipo de pessoa ideal pra esse estilo de jogo. Acredito que ocorreu algo parecido com esse cara…
    Difícil isso, se eu não gosto de comédia (hipoteticamente) serei eu a melhor pessoa pra julgar um filme de comédia?

  • Hugo Marinho
  • Thiago M. de França

    Não sei pq as pessoas ligam tanto pra criticas alheias… se quero jogar um jogo, vou e jogo, se achei uma merda, ok. E o que acho. Se achei maravilhoso, ok. Ainda não consigo processar o motivo da revolta dos xaatos… To jogando horizon e to achando o jogo mais foda que já joguei… não importa o q digam, pq eu iria mudar minha percepção de um jogo por causa de uma opinião alheia?

  • … atualmente parece ser legal discordar de tudo e de todos.

    Claro, afinal tem que respeitar o comportamento de boiada, né? Pensamentos contrários devem ser reprimidos e tals…

  • Fluffy

    Quero joga-lo no futuro.
    Mas acho engraçado que gráfico e problemas com framerate tiram vários pontos em vários reviews de outros jogos, mas não tiraram de zelda. Por que? Coitada da ubisoft…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis