ad

O sujeito que está sendo atacado por criticar o Zelda: Breath of the Wild

Nas últimas semanas você deve ter visto vários posts meus aqui no MeioBit Games falando sobre o The Legend of Zelda: Breath of the Wild e depois que coloquei as mãos no jogo, muitos desses textos tiveram diversos elogios à criação da Nintendo. Por alguns motivos eu infelizmente tive que deixá-lo um pouco de lado, mas é difícil não deixar de ficar encantado com um jogo que, entre tantas outras coisas, faz homenagem a Satoru Iwata ou que preza pela vida e por isso continuo o achando sensacional.

Porém, mesmo com tantas pessoas tendo adorado a nova aventura de Link e a colocado como um dos melhores jogos de todos os tempos, há quem tenha visto vários defeitos no jogo e um deles foi Jim Sterling. Hoje atuando de maneira independente, o jornalista já escreveu para o Destructoid e para  o The Escapist, e ao dar uma nota 7 para o Breath of the Wild, ele deu iniciou a uma verdadeira guerra.

O grande problema é que ao fazer isso, Sterling conseguiu com que a média do jogo caísse para 97 no Metacritic, fazendo com que o título deixasse de ter a quarta melhor avaliação da história para aparecer apenas na 17ª posição. Indignados com a situação e desconfiando que a queda poderia prejudicar as vendas do Switch, os fãs da Nintendo decidiram agir.

Além de tentar roubar a conta do britânico no Twitter, segundo ele algumas pessoas passaram a atacar o site em que escreve, o que tem feito com que o acesso a ele esteja bem complicado e impedindo assim de ler a análise. Nela, embora o autor se refira ao jogo como a experiência Zelda mais envolvente de todos os tempos, ele afirma que o jogo está sempre tentando nos irritar, seja com inimigos capazes de nos matar com um único golpe, seja com as armas que quebram muito rapidamente ou com uma taxa de frames inconstante.

O que torna toda a história ainda mais absurda é que alguns defendem que a nota dada por Sterling foi uma represália a maneira como a Nintendo o acusou de ter violado direitos autorais em alguns vídeos, o que fez com que ele criasse uma implicância com o Breath of the Wild que não tem sido vista na maioria dos jogadores.

Embora esse tipo de reação não seja inédita, é lamentável ver pessoas atacando outras apenas por terem opiniões diferentes, o que por sinal não é exclusividade da internet (ainda que pese o fato desse comportamento ser mais forte na grande rede). Mesmo não concordando com alguns dos pontos levantados por Jim Sterling, não consigo entender porque as pessoas se incomodam tanto com esse tipo de coisa e fico pensando em como elas arrumam tempo para fazer essas perseguições.

O outro lado desta mesma moeda é o fato de que atualmente parece ser legal discordar de tudo e de todos. Basta uma quase unanimidade chegar ao mercado para que surjam aqueles que vivem em função de ser do contra, de reclamar de qualquer coisa que agrade a maioria. Talvez essas pessoas se achem muito inteligentes por irem contra a maré e pior, sintam algum prazer ao achar que estragarão a diversão dos outros.

Enfim, enquanto isso continuarei por aqui adorando o The Legend of Zelda: Breath of the Wild e pensando que, mesmo com falhas aqui ou ali, a diversão que ele tem me proporcionado supera todos os eventuais problemas e não será este ou aquele “crítico” que conseguirá prejudicar minha experiência.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis