Projeto de Lei quer forçar trabalhadores dos EUA a fazer testes de DNA

De todas as informações privadas que cada um de nós possui, talvez a mais restrita e pessoal é nosso código genético. Um especialista pode através dele identificar nossa ancestralidade, nosso comportamento e até mesmo “prever” nosso futuro, mais precisamente verificar quais tipos de problemas de saúde iremos desenvolver numa idade avançada.

Não é surpresa portanto que muitas empresas e instituições desejam por as mãos nesses dados, pelos mais diversos motivos. Em 2007 o dr. Craig Venter, um dos pioneiros do sequenciamento do genoma humano afirmou que no futuro, nosso código será facilmente consultado por qualquer um. Em 2014, uma empresa chinesa afirmou ter criado uma tecnologia que promete identificar embriões com potencial de serem futuros gênios, projeto esse financiado pelo governo local.

O governo dos Estados Unidos andava bem quieto quanto a essa questão mas a verdade é que muitas companhias desejam saber tudo sobre seus funcionários, principalmente se estão empregando gente que pode vir a ser um problema no futuro (no ponto de vista de custos com despesas médicas). Por isso não surpreende a existência de um novo Projeto de Lei, que anda tramitando meio que na surdina aborde justamente essas questões delicadas.

A proposta apresentada pela representante do Congresso Virginia Foxx (GOP, Carolina do Norte) visa permitir que empresas e companhias incluam em seus planos de saúde e bem-estar social testes genéticos compulsórios, que em tese não seriam passíveis de identificação por parte dos empregadores. No entanto, laboratórios terceirizados que seriam os responsáveis pelos em teoria não seriam diretamente regulados, e portanto poderiam compartilhar (vender é o termo mais correto) tais dados aos empregadores e outros.

Numa análise mais pessimista, tal lei seria extremamente prejudicial para pessoas com histórico de doenças genéticas na família e que possuem predisposição a outros problemas, ou que possuam características incompatíveis com os desejos dos empregadores. O que anda preocupando entidades que lutam pela privacidade genética é que a nova proposta, se aprovada não estaria sujeita à GINA (Genetic Information Nondiscrimination Act), uma lei aprovada em 2008 que proíbe discriminação genética em casos de contratação de funcionários e elaboração de planos de saúde.

Entidades como a Sociedade Norte-Americana de Genética Humana estão caindo de pau em cima da proposta, que a médio prazo pode ser prejudicial a qualquer um com um mínimo traço genético indesejado pelas empresas. Há a preocupação real acerca da criação de um banco de dados corporativo informal, de modo a rejeitar candidatos com chances de desenvolverem problemas de saúde que venham a se tornar um fardo para os empregadores, sem falar em outras possíveis formas de segregação por conta simplesmente do DNA.

O projeto passou pela Comissão de Trabalho e Educação do Congresso na última quarta-feira, com todos os 22 republicanos votando a favor e todos os 17 democratas contra. Agora ele segue em frente e possui chances reais de ser aprovado junto com o pacote anti-Obamacare do Partido Republicano. Estamos de olho.

Fonte: Ars Technica.

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • GATACA não era um manual de instruções ein?

    • Henrik Chaves

      Vim ler os comentários ANTES de ler o post só para ver se alguém já tinha citado o filme.

  • Cristiano.ferr

    Trump curtiu

    • Giovane

      Até fazer um dna dele e descobrir que ele tem 50% de origem de algum país “muçulmano”. 🙂

  • Novas formas de discriminação nos aguarda no futuro.

    • Eu tenho Peyronie
      Sua Mãe sempre reclama.

      • Marcio Ferreira

        …e ela não te discrimina

  • Lucas Martins Silva

    Então façam com que funcionários com doenças não se tornem um fardo para seus empregadores. Simples

    • Zalla

      isso sempre serão, mas faz parte do jogo

    • Diego Marco Trindade

      Vamos analisar as deformidades e doenças das pessoas e jogar num campo de concentração de uma vez. Menos custo para estado e empresas. Simples.

    • Metalmacumba

      a longo termo todos tendemos a ter doenças genéticas. é melhor ninguém trabalhar então. Afinal, aqueles que não morrem devido acidentes de qualquer gênero geralmente morre por uma predisposição genética de ter um tipo específico de doença. Ou você acha que todos que morrem de velhice morrem de uma hora pra outra?

  • Gabriel Thiago de Carvalho

    Black Mirror S03E05

  • Zalla

    Sempre chamei GATACA de “previsão” científica, ao invés de ficção

    • Confundiu com Idiocracy

      • PugOfWar

        são futuros paralelos

      • Zalla

        olha…sugiro que reveja o filme, pois tudo relacionado com DNA aos poucos está se concretizando, já já, sites de namoro vão pedir exames de DNA para que os “matches” sejam mais perfeitos….e não duvido que já tenha gente querendo procriar “humanos mais perfeitos”…procurando o parceiro ideal, que não tenha propensões a doenças….é a velha eugenia sendo praticada com ajuda da ciência

        • Diego Marco Trindade

          Nunca duvide do que a China é capaz de fazer. E a Europa. E os EUA. Mas principalmente a China.

  • Oli

    Isso é o que ocorre quando se tenta resolver as coisas da maneira errada. Empresas não tem que ser OBRIGADAS a pagar o plano de saúde do empregado. Alem de isso gerar esse tipo de m* de ser praticamente impossível conseguir um plano pessoa física. Saúde é algo que deve ser tratada pelo indivíduo.

    • Não havia pensando por este lado. Concordarei.
      “MAS” seria ruim o cara ser descartado no inicio por todo mundo saber que tenho QI 52.
      A humanidade perderia chefes clássicos.

      • Diego Marco Trindade

        Nunca pensei que o Sr Supremo Líder da Melhor Coréia pagava plano de saúde. Pensei que qualquer problema de saúde de seus amorosos seguidores era resolvido enviando-os aos campos de cultivo. Como adubo.

    • Kirk

      No mundo “ideal” penso que tratamento de saúde deve ser proporcionado pelo estado em contrapartida dos impostos. Quem precisou sabe o quanto é tenso. O problema vai alem de quem paga a conta. Se a cultura da alimentação fosse diferente, talvez as pessoas adoecessem menos.

      • Lucas Ambrosio

        Você quis dizer SUS?

        • Herbert Rodrigo Colares Benign

          Acho que ele quis dizer Canadá. Rsrsrs

    • Christian Oliveira

      Não são obrigadas, geralmente os funcionários podem optar em não ter, e acrescentar cerca de 35k ano, dependendo da função.
      Outro ponto é que se considerarmos o total liberalismo os que possuem carga genética “boa”, são os que serão futuramente “pessoas de sucesso”. Bom tá lá no GATACA (foto), que não é bem assim, existe uma série de outros fatores foi por exemplo a imprevisibilidade humana de se “adaptar” contra regras que não o beneficiem.

      • Lucas Ambrosio

        Nos estados unidos elas são obrigadas.

        • Christian Oliveira

          Você deve estar confundindo Seguro Saúde obrigatório para/pelo cidadão, e, quais empresas são obrigadas a ter um plano de Seguro saúde.

          Outro ponto contratação direta já não é tão comum, é muito comum negociar homeoffice/part time, etc, exatamente para não cair na obrigatoriedade do seguro saúde e um outro ponto os empregrados mais jovens preferem receber em dinheiro que possuir um plano de saúde.

          Enfim existe n formas das empresas e funcionários não seguirem por esse caminho da obrigatoriedade, igual aqui onde a grande maioria das contratações em TI é feito como PJ.

          Seguro saúde oferecido pelas empresas

          Pequenos empresas não são obrigadas a oferecer o seguro saúde para funcionários, já aquelas que possuem mais de 50 empregados que que trabalham mais de 20 horas semanais tem a obrigação de oferecer tais benefícios . No entanto, empresas com 10 colaboradores tem responsabilidades distintas das que possuem 1000 empregados, por exemplo.

          Seguro de saúde é obrigatório nos Estados Unidos?

          De acordo com o programa do ObamaCare, absolutamente todos os cidadãos dos EUA são obrigados a comprar um plano de saúde privado. Somente os mais pobres que se declararem incapazes de arcar com os custos dos prêmios receberão subsídios do governo federal.

    • Flávio Pedroza

      Muitas doenças estão diretamente relacionadas ao ambiente de trabalho. Penso que as empresas devem sim ser responsáveis, ao menos em parte.

      • Lucas Ambrosio

        Beleza, então empresas que QUISEREM pagar plano para seus funcionários que paguem 🙂 As que não quiserem não pagam, e os funcionários tem a liberdade de escolher em qual querem trabalhar.

        • Diego Marco Trindade

          Gostaria de saber em qual mundo ideal TODAS as pessoas tem a liberdade de escolher onde trabalhar. Claro, algumas têm condição de escolher, mas de quantos porcento estamos falando? 5-10%? E o resto?

          • Oli

            As pessoas que “não tem” liberdade de escolher são as primeiras a ir pra rua quando começam a aumentar os beneficios trabalhistas…

          • Diego Marco Trindade

            Então por essa lógica, as pessoas deveriam ter planos de saúde individuais ou SUS. No entanto, os planos de saúde também não são bonzinhos. Iriam avaliar cada estatística sua para definir seu preço, incluindo este teste de DNA ai. E poderiam recusar ou colocar preços absurdos, como fazem com idosos. Planos empresariais são compostos por uma gama maior de pacientes e perfis, e mais fáceis e baratos de negociar. Benefícios trabalhistas são discutiveis, como FGTS e 13º que seriam melhores se fossem diretamente para o bolso do funcionário todo o mês, mas não planos de saúde, que são melhores por rateio entre todos os participantes.

          • Rafael Rodrigues

            “… são as primeiras a ir pra rua quando começam a aumentar os beneficios trabalhistas”

            É impressionante o poder de convencimento dos “formadores de opinião” hoje em dia…

          • Mirai Densetsu

            Pois é. Enquanto existir uma coisa chamada “desemprego estrutural”, essa escolha por parte do trabalhador vai ser privilégio de uma minoria bem pequena.

    • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

      Cito nosso exemplo brasileiro: Plano de saúde pra mim como pessoa física: 430 reais e um ano de carência. Plano de saúde pra mim contratado via Pessoa Jurídica: 220 reais sem carência.

      • abraaocaldas

        Se os funcionários usarem muito no ano seguinte pode ter aumento de quantos % o plano de saúde achar necessário porque não são regulamentados pela ANS.

      • Claudio Roberto Cussuol

        Eu tinha plano de saúde empresarial.
        Um belo dia recebi um boleto com aumento de mais de 40%.
        Liguei pra ANS, eles me disseram que só regulamentam aumentos de planos pessoa física, porque teoricamente as empresas tem poder de negociação com os planos.
        Minha empresa tinha 4 caras. Grande poder……. o poder de ouvir um “foda-se” da Unimed.
        Fui pesquisar, os planos pessoa jurídica representavam 75% do mercado naquele ano, daí eu pensei: Que agência reguladora DE MERDA só regula 25% do mercado?
        Imediatamente eu migrei meu plano para pessoa física e de lá pra cá, os planos passaram a fazer de tudo para você não contratar mais esse plano, isso não me surpreende, parece uma tendência bem óbvia.
        Aquele percentual de 25% hoje deve ser muito MENOR (tô com preguiça de pesquisar).
        Vi inclusive alguns planos que criam uma empresa fictícia para intermediar a contratação entre a operadora e os clientes que não tem plano empresarial, só para caracterizar como plano PJ.

        • Mirai Densetsu

          Isso porque a Unimed tem uma qualidade tão icônica que ganhou o apelido de “SUS verde”.

    • Mirai Densetsu

      Mas o medo não é de pagar o plano de saúde, mas sim de o cara tirar atestado.

  • Kirk

    Parece o tipo de coisa que a princípio é bizzaro, mas será comum em alguns anos ou décadas.

    • CtbaBr©

      É bizarro sim!
      Mas alem disso eu li que a Inteligencia Artificial que a Microsoft e a Universidade de Cambridge estão desenvolvendo, já é capaz de se programar sozinha, ou seja, o futuro da humanidade sera muito bizarro!

      • Diego Marco Trindade

        Se tivermos futuro.

  • Convidado

    Simposons previu o futuro
    Gattaca é um documentário
    Que temporada da vida real estamos vivendo

    • Monkey

      Pré-estréia.

    • Diego Marco Trindade

      Season Finale. Sem climax, só fim mesmo.

  • Marcio Ferreira

    Isso tem um lado bom: os funcionários vão ter a pesquisa genoma pago pela empresa e poderão se precaver de alguma doença mais grave. A pesquisa de genoma, pelo menos hj, é cara.

    • Diego Marco Trindade

      Sim, tipo de precaver de ELA. E quem vai pagar o tratamento caríssimo, se ninguém a contratar devido a essa “possibilidade” de ter essa doença?

      • Maximus_Gambiarra

        E tem como se precaver contra ELA?

        • Zalla

          vc pode ser mapeado genetidcamente como tendo uma possibilidade mas nunca desenvolver a doença, mas não terá mais futuro pq ninguém te contratará…

        • Diego Marco Trindade

          Exatamente por não ter prevenção, por ser uma doença genética, os empregadores poderiam deixar de contratar a pessoa devido ao alto risco de desenvolver Esclerose Lateral Amiotrófica. Fora outras sindromes ou problemas genéticos.

    • Adriano

      Sim, e essa tecnologia de mapeamento avançando, poderá trazer a tecnologia de manipulação de DNA à tona da discussão e os futuros cidadãos poderão escolher as características de seus descendentes, eliminando à propensão às doenças genéticas…
      Pode ser uma boa porém, vai favorecer somente uma parcela da sociedade na realidade….

    • Mirai Densetsu

      Até parece que a empresa dirá algo pro funcionário.

  • Rogério Muniz de Castro

    Vai parecer Clichê meu comentário….
    mas não posso me conter…
    Isso é muito Black Mirror

  • Michael Loeps™

    Parabéns meus caros amigos, vivemos o suficiente para observar na vida real o prólogo de Admirável Mundo Novo.

  • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

    E as empresas de plano de saúde vão a loucura!

    • Michael Loeps™

      Se com doença pré existentes eles já fazem a festa, a imagina com isso.

  • CtbaBr©

    Todo avanço cientifico tem um lado positivo e um negativo, a maior prova disso é a fusão nuclear!
    Quando o mapeamento do genoma humano se iniciou, os mais otimistas previam a cura de muitas doenças!
    No entanto essa “classificação” baseada na analise genética é desumana!

  • Diego Marco Trindade

    Eugenia na veia. Vão discriminar também por ter 13% do genoma originário da Asia Central, 8% da África e 19% da américa do Sul e “apenas” 60% Europeu? Não é ariano o suficiente.

  • Marombert Einstein

    E afinal os Republicanos não são tão diferentes assim do NSDAP:
    Heil Trump

    • Diego Marco Trindade

      Qual seria o americanismo de Reich? Império Americano?

      • Marombert Einstein

        American Way of Life ou American Wet Dream

  • Narciso

    Hora de comprar uma cabana nas montanhas e começar a produzir a própria comida.

  • SacoCheio

    Aqui em banânia existe:
    sigilo bancário
    sigilo fiscal
    até sigilo previdenciário!

    Mas o sigilo genético do cidadão, que pode ser alvo de preconceito genético, fica proibido. Tristes tempos virão.

    • Mirai Densetsu

      X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

      Isso está escrito no artigo 5º da constituição. E o seu código genético é parte de sua intimidade. Nenhuma lei pode violar o sigilo genético.

  • PugOfWar

    eu sou cheio de doenças, estou ferrado

  • Pra que se preocupar com o problema dos americanos? Aqui na banania temos o SUS. 😉
    Morreremos todos de febre amarela muito antes de qualquer regulamentação do exame de DNA por aqui.

  • Meganegão

    Putz. Vão descobrir que tenho gigantismo.

  • Samuel

    Hitler até esboçou um sorriso, seja lá onde quer q esteja

  • Metalmacumba

    isso até quererem dar funções baseado na carga genética do indivíduo. Admirável mundo novo manda lembranças ne?

  • Pingback: PROJETO DE LEI QUER FORÇAR TRABALHADORES NOS EUA A REALIZAR TESTES DE ADN | Noticias Biologia()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis