Russos querem mandar turistas para a Lua em 2022

luna_park

A Rússia tem um problema sério. Com um PIB menor que o do Brasil precisam manter um papel global do tempo da Gloriosa URSS, inclusive na área espacial. Quando o bolso apertou eles chegaram a alugar espaço de publicidade para a HP e outras empresas no controle de lançamento, e vendiam passeios para a Estação Espacial Internacional.

Astronautas americanos de vez em quando pegavam carona, o custo era atraente. US$ 25 milhões por passageiro, em 2006. Só que a falta de visão de Washington acabou com o programa dos Shuttles sem ter um substituto em vista. A única forma de colocar americanos em órbita era voar nas Soyuz, ao que nossos amigos comunistas responderam fuck you tovarisch, agora é mais caro. Hoje sai pelo menos US$ 70 milhões cada viagem (ida e volta, ao menos isso) em ano que vem Moscou avisou: US$ 81 milhões e se não gostar, vai de Uber.

Essa folga vai acabar, claro, e esse é o problema de Putin ou seja lá qual o líder russo das próximas décadas (spoiler alert: será Putin). A SpaceX está preparando sua nave, a Boeing está preparando sua nave, a Armadillo está preparando sua nave e a Orion, a nave que a NASA está preparando é para espaço profundo mas em caso de necessidade pode dar um pulo na ISS.

14476550730_75b9bc77f6_b

Como não querem perder essa renda, os russos estão preparando a volta do programa de turistas à ISS, já há nove lugares reservados. Agora estão considerando seriamente esse projeto.

A rigor a nave já existe, a Soyuz 7K-L1 foi usada em 14 lançamentos entre 1967 e 1970 e algumas até conseguiram ir e voltar pra Lua, mas nunca levaram cosmonautas. A versão atual seria modernizada, claro, e teriam algum módulo habitável para a viagem, já que pagar US$ 150 milhões para voar assim por uma semana não faz muito sentido:

37s_photo_10-28-20

Se seguirem os parâmetros da 7K-L1 o vôo será uma trajetória de livre retorno, como a Apollo 8. Calcula-se (thanks Katherine) um momento e parâmetros de lançamento para a nave encontrar a Lua, ser atraída por sua gravidade, sofrer um efeito estilingue e ser lançada de volta para a Terra.

A reentrada, claro, é a parte divertida. Se vierem direto, são uns 20 G, o que não é bom para a coluna. O truque é raspar nas partes altas da atmosfera, perder velocidade, subir pra nave esfriar um pouco, descer pra perder mais velocidade, até estar lento o bastante para uma reentrada definitiva. Deve ser bem divertido.

fig11

Fonte: Science Daily.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples