Samsung pretende mesmo vender o Galaxy Note7 recondicionado em mercados emergentes

A Samsung tomou uma bela bordoada na reputação por causa da presepada com o Galaxy Note7. Em uma pesquisa recente a companhia sul-coreana caiu da 7ª para a 49ª posição entre as empresas mais confiáveis nos EUA. Isso sem falar no impacto na receita, onde a Apple fez a festa sozinha.

Por isso a notícia veiculada de que a empresa pretendia colocar o aparelho novamente à venda soou como uma piada de mau gosto. No entanto os coreanos parecem bem sérios quanto a isso.

Segundo informes vindos da Pior Coreia, a Samsung possui um gigantesco estoque de aparelhos recolhidos e não tem o que fazer com eles, e jogar tudo no lixo não é uma opção. Logo a alternativa encontrada foi recondicionar todos eles, substituindo as baterias problemáticas por modelos mais seguros. O único porém é que as novas teriam uma capacidade menor do que as originais, não chegando aos 3.500 mAh da versão explosiva.

Os novos modelos de baterias acondicionadas nas unidades do Galaxy Note7 teriam entre 3.000 a 3.200 mAh e o processo de recondicionamento se iniciaria em maio. A ideia é despachar os foblets já em junho, mas como a imagem do aparelho está demasiadamente queimada como um flagship ele seria “sabiamente” direcionado para mercados emergentes como Índia, Filipinas e… Brasil.

Segundo as fontes, cerca de 2,5 milhões de unidades seriam recondicionadas e postas à venda, seguramente evitando problemas com o governo sul-coreano para descartar os gadgets de modo seguro, o que seria um problemão. Assim a Samsung não vai gerar uma grande quantidade de lixo e ainda ganhar alguns trocados. Ou assim eles acreditam.

O grande problema é o estrago que o Note7 já fez na imagem da Samsung, e o recente incêndio em sua fábrica de baterias acabou por minar ainda mais a confiança do público na fabricante. Por mais que o foblet fosse um aparelho invejável, com excelentes recursos não dá para negar que muitos não se sentirão a vontade de andar com uma bomba desarmada no bolso, por mais barato que ele venha a ser (o que não acredito que irá acontecer).

No mais ficaremos atentos para o que a Samsung pretende fazer quanto ao Note7, se ele vai voltar mesmo às lojas e quantos mil reais ele custará caso desembarque por aqui.

Fonte: ZDNet Korea.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • betones

    5 reais pra fazer caridade.

  • QuitKatt ™😼🏁

    Se realmente o aparelho for completamente revisado e que tenha o principal problema sanado,porque não compra-lo?
    Se ele for vendido por um preço baixo,e acessivel, acho que fará relativo sucesso,pois o hardware dele é interessante.

    • Someuser10

      pode apostar que se vier pro brasil vai custar mais de 2000 reais

      • QuitKatt ™😼🏁

        Provavelmente aqui será caro,mesmo se tratando de um aparelho factory refurbished.

        • Marcogro®

          Falei sobre essa possibilidade, caíram de paulada…

      • Hozanan Sousa

        Acredito que custara o mesmo valor da data de lançamento. Como disse o amigo mais em cima: “brasileiro paga feliz da vida”, o que é uma lastima.

      • Mirai Densetsu

        Acho que ele chega custando 4 mil.

    • Bruno Aveiro

      Acho que o maior problema nesse caso vai ser você pegar um avião e não te deixarem entrar com esse celular.
      Lembrando que algumas companhias (acho que todas) falam que se você tiver um Note 7 não vai subir ninguém.

      • QuitKatt ™😼🏁

        Comigo não vou ter este problema,pois uso um HTC :)..

    • André G

      Eles teriam que vender por um preço baixo devido a péssima reputação que o produto sofreu e o preço não seria muito baixo devido ao hardware já não ser mais topo de linha.
      Se eles venderem por menos de 2300 deverá ter uma ótima penetração no mercado, eu mesmo compraria pois ele é razoavelmente melhor que o S7 Edge.

      • Lucas Timm

        O mundo todo considera os países de terceiro mundo como nações idiotas e sem informação.
        Não que não sejamos.
        Mas pra eles, se lançarem os produtos aqui, pode colocar o preço que for, que vamos comprar. Eles precisam maximizar o lucro nesses celulares, que já foram demasiadamente problemáticos. Então vai custar caro pra caramba aqui, sim.

        A minha esperança é que, daqui um ano, talvez, eles venham numa promoção da Vivo custando uns 1200 pilas amarrado num plano. Aí até que valeria a pena.

    • Lucas Timm

      Eu concordo, mas sou realista:
      O preço NÃO SERÁ acessível.

  • Andre Kittler

    O problema não é o fato de vender lixo com perfume… praticamente tudo que é eletrônico que eu tenho é lixo de primeiro mundo mesmo. E confio que vão mudar sim a bateria, pois é algo simples demais arrumar isso agora que entenderam a causa. E a Samsung não tem nada a perder, pois se explodir na mão de um brasileiro isso será uma não-noticia.
    O problema é que aposto em mais de 2K um aparelho desses, pois eles sabem que brasileiro paga e feliz da vida.

  • Rodrigo Primon Savazzi

    Já fizeram pior…
    Lembram da Bayer que vendeu produtos derivados de sangue humano infectados com HIV em países do terceiro mundo SABENDO DISSO?

    • Tanto sangue sobrando e nada pra fazer com ele….

    • O (ex)Datilógrafo da AEB

      Fonte? Não que eu duvide é que achei surreal.

      • Rodrigo Primon Savazzi

        Eu coloquei um link, mas parou na moderação.
        Só colocar “bayer hiv blood products” ou em português mesmo “bayer sangue contaminado” no google que vc acha com facilidade várias fontes. Foram vários casos bem documentados.

        • tag link

        • O (ex)Datilógrafo da AEB

          Vi aqui, que parada bizarra.

      • Rodrigo M

        http://www.aids.gov.br/noticia/bayer-vendeu-remedio-com-risco-de-transmitir-hiv

        Tem muitos artigos sobre isso mesmo.

        Lembrando que a Ford tem umas tretas parecidas:
        https://en.wikipedia.org/wiki/Ford_Pinto#Fuel_system_fires.2C_recalls.2C_and_litigation

    • Kirk

      Que sinistro isto.

  • Dreadful

    Eles podem vender esse aparelho até no primeiro mundo, desde que não exploda.

  • “a imagem do aparelho está demasiadamente queimada”
    hue xD

  • LV

    Sendo revisado, com garantia e tudo mais, não vejo problema.
    Obviamente con preço condizente.
    Custando 20% menos que o S7 edge seria um bom valor

    • O (ex)Datilógrafo da AEB

      20%? Para valer a pena teria que ser no mínimo 50%.

      • LV

        Pq?

      • Zalla

        sim, pq?
        Ele inclusive é melhor que o S7

        • Ivan

          pq é refugo que a empresa não quer vender nos paises de primeiro mundo?

  • Se fosse da Apple, eu compraria. ™

  • JORGE_TC

    Quero ver como as empresas aéreas vão lidar com isso. Vão passar a permitir a entrada de um celular desses? Como vão saber se é um celular antigo (armado) de um celular recondicionado (desarmado)?

    Parece até o caso de uma case pra celular no formato de revólver.

    • Deilan Nunes

      talvez eles lançem com um nome diferente

      • DiMais

        Galaxy BOMB

  • mr_rune

    …e vai vender igual água.

  • jairo

    Dependendo do preço pode ser uma aquisição interessante

    • Alexandre Salau

      Tipo R$3999 em 12x sem juros no Ponto Frio?

      • jairo

        Tipo 2.2 K

        • Monkey

          Porraí

  • Ique Iahn

    Se fizerem um milhão de testes confirmarem que não vai dar mais problema e vender a um bom preço eu pegaria

    • Monkey

      Sim! Imagina: 1300-1500.

  • Eu disse… (em algum lugar)

    Uma merda dessas que virá pra cá não deveria custar nem 500, mas virá acima dos 2000, com propaganda e tudo dizendo ser um ótimo aparelho, sem mencionar (ou até censurando) antecedentes explosivos.

    E o pior? Não serão trocados, a Samsung vai tirar é boa parte do preju vendendo essa bomba aqui.

  • major505

    rsrs, vou perguntar pra um amigo meu que trampa na Samsung se esse vai explodir. Se ele falar que é seguro, e o preço for barato, quem sabe até encaro.

  • O (ex)Datilógrafo da AEB

    Mas não tem uma lei brasileira que proíbe a importação de refurbished? Justamente pra evitar esse casos.

    • Se molharem os bolsos certos, trazem até o que limparam fuligem…

      • Monkey

        QUERO!

    • Mirai Densetsu

      Na prática, só proíbe a importação de produtos usados. Refurbished pode ser desmontado lá e remontado aqui. Aí a empresa vende como se fosse “novo”.

      • Hozanan Sousa

        Negativo, a venda jamais poderá ser feita como novo. e não será importação, os modelos brasileiros estão todos nos depósitos da samsung. já que não chegaram nem a ser vendidos aqui no Brasil.

        • Mirai Densetsu

          Na teoria… Porque na prática, o cara vende refurbished como novo na maior cara de pau do mundo e nada acontece com ele.

    • Marcogro®

      Cedo ou cedo aparece no ML…

      • Na verdade não pode, mas ser ilegal nunca foi barreira pra um monte de gente, e nem da pra falar que é culpa exclusivamente do brasileiro, por que a desonestidade começa com a empresa que envia essas coisas pra cá.

        • Marcogro®

          Eu não entendo o porque de ser proibido… Tinha defeito foi recolhido e foi consertado, ou melhor, trocaram a peça defeituosa… Entendo que daí em diante não haveria motivo para ter problemas de voltar ao mercado.
          Veja por exemplo os inúmeros Recall de montadoras de automóveis… Nem todas as unidades vendidas, e se enquadram no recall, o fazem e no entanto elas não são retiradas das ruas, assim como o modelo (em questão) que continua a ser comercializado…

          • No caso o celular tem um erro de projeto que evita que ele possa ser concertado. Você pode aproveitar as peças dele e fazer outro aparelho, com outra bateria, com mais espaço para espansão da mesma, ou seja tem que trocar no minimo bateria e carcaça, oque vai desfigurar o aparelho e vai precisar de um nome novo.

          • Glauco

            Basta trocar a bateria por uma que caiba com a folga necessária no modelo existente.

          • Se colocar uma bateria menor, provavelmente não vai durar nem um dia, mais fácil mudar a carcaça que da pra parecer que é um celular totalmente novo.

          • Alexandre Salau

            Se você leu o texto deve ter percebido que foi exatamente isto que foi feito.

          • Glauco

            A diferença de tamanho não é tão grande assim, estamos falando de milímetros, talvez menos de um milímetro.

          • Zalla

            Note sempre sobrou bateria, esses 500mAh a menos não farão tanta diferença assim

          • Ivan

            cel carregar o cel e ficar no maximo 85% eu acharia ruim.

          • Ivan

            tem que mudar o formato da bateria e não da carcaça.

          • Hozanan Sousa

            Erro de projeto no celular? Você estava sem internet esses dois últimos meses? o erro foi na bateria.
            mostre-me uma matéria apontando que o erro foi no aparelho?

    • Hozanan Sousa

      Não será uma importação,seriam os modelos brasileiros que estavam nos depósitos dos lojistas, quando no ultimo momento foram recolhidos antes de serem vendidos.

    • radiobrasil

      Não seria refurbished se forem unidades que sequer foram distribuidas…. refurbished é usado que retorna ao fabricante para recondicionar.

  • Fernando Ferreira

    Vai vir sim e vai ter brasileiro pagando caro por ele sim.

  • Bruno Ciro do Nascimento

    Se vier no máximo por 1500 reais ai pode ser

  • Vagner Da Silva

    já tô até vendo, pelo histórico da Samsung será renomeado como galaxy s7 grand ou note… do mesmo modo que fizeram com as carniças que venderam como os S mini.

  • Djalma Paiva Sampaio Neto

    Caramba, eles tratam o Brasil como lixão eletrônico e ainda esperam receber algo por isso? Vão levar é uma banana quando eu tiver que trocar de telefone.

    • Daniel

      Eu também não quero, Nem por 1k….

    • Zalla

      eu compraria fácil…celular melhor que o proprio S7

  • Felipe Cotta

    Quero vê se o problema não for somente a bateria, mas também de falha de projeto, o que deve ser provavelmente, senão as segundas baterias também não teriam explodido.
    Mas como aqui é Terceiro Mundo, o pessoal vai pagar o preço de um novo uns R$ 3000,00, e ainda tirando onda com celular recondicionado.

  • Mirai Densetsu

    Conhecendo o brasileiro, sei que esse é um lançamento que certamente vai bombar. E fará com que as vendas explodam na Samsung Brasil. Certamente o comércio vai adorar ver as vendas aquecerem tanto assim.

  • Jeu Gomes

    Bomba relógio no Brasil . Só que falta

  • jacob

    Acho engraçado ver o pessoal esnobe que quer pagar apenas 500 reais num aparelho que, explodindo ou não, é melhor que pelo menos 90% do que é vendido atualmente. Consertado esse problema, eu facilmente teria um, perder 500mAh é o menor dos problemas e não creio que o preço vá ser (muito) alto também, a Samsung já sabe a fama que tem mundo afora.

    • Hozanan Sousa

      Esse é justamente o ponto!, A Samsung sabe que o aparelho é Premium, A “queda” do aparelho não tira os seus méritos. consertado o defeito, muita gente vai ficar com um pé atras, mas é só uma questão de tempo, o povo vai ver que não explode, e ai o que vai explodir serão as vendas.

    • Ivan

      Então pq ela não volta a vender em paises de primeiro mundo? Pq não vendem na europa, eua e coreia do sul? Pq vai vender um aparelho com uma imagem ruim pros paises de terceiro mundo?

      Vender refugo com preço de premium? Explodindo ou não é um aparelho recauchutado e não deve ser vendido com preço de novo.

  • Pingback: Samsung poderá vender o Note 7 recondicionado em mercados emergentes()

  • Zalla

    Eu compraria fácil, mas por via das duvidas deixaria carregando dentro de um compartimento bemmm resistente e aprova de fogo..kk

  • Zalla

    Compraria e ainda deixaria o wi-fi sempre comparftilhado com o nome “Galaxy Note 7”

  • Lui Spin

    Muita gente vai comprar. E pagar caro por isso. Principalmente no Brasil. Isso é fácil de imaginar.

  • e o pior é que mesmo que você tenha bolas pra comprá-lo, nunca vai poder embarcar num avião com ele.

  • B.Beto

    Todo revisado, com garantia e bateria de 3200 realmente segura, dou R$2500 sem pensar duas vezes no de 128GB

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis