ad

Senadores republicanos querem explicações de Marissa Mayer sobre os vazamentos do Yahoo!

As coisas ainda estão longe de ficarem tranquilas para Marissa Mayer, a CEO do Yahoo! prestes a deixar o emprego. Dois senadores do Partido Republicano “convidaram” a executiva a prestar esclarecimentos a respeito dos dois vazamentos massivos de dados que a companhia sofreu em 2013 e 2014, totalizando o comprometimento de mais de 1,5 bilhão de contas de usuários.

O pedido foi protocolado pelo senador pelo estado de Dakota do Sul diretor do Comitê de Comércio, Ciência e Transportes dos Estados Unidos John Thune e pelo senador do Texas e diretor do Subcomitê de Proteção ao Consumidor e Segurança de Dados Jerry Moran. A carta diz que o Yahoo! foi “incapaz de dar respostas às questões mais básicas sobre as referidas brechas de segurança”, o que não deixa de ser verdade: em setembro o anúncio do vazamento ocorrido em 2014 não foi bem explicado por ninguém da empresa e Mayer se recusou a dar maiores detalhes; no entanto ela e outros sabiam do ocorrido desde então, e permaneceram em silêncio por dois anos enquanto os usuários permaneciam na completa bênção da ignorância.

Só que a revelação de um novo vazamento em dezembro deixou todos os profissionais de segurança e autoridades ainda mais fulos com a Loura Má™: ocorrido em 2013 e de acordo com as fontes perpetrado por um invasor completamente diferente (também não se trataria do hacker conhecido como Peace, que afirmava ter colocado as mãos nos dados de 200 milhões de contas do Yahoo! Mail em 2012), mais de um bilhão de contas tiveram seus dados pessoais comprometidos. Ainda mais sério, segundo a empresa informações como nomes, endereços de e-mail, telefones, datas de nascimento, hashs de senhas (com MD5) e até mesmo questões e respostas de seguranças com ou sem criptografia teriam sido roubados. Ou seja, caos completo.

O curioso nessa história é que o Yahoo! já havia sido convidado a dar explicações sobre os vazamentos em janeiro segundo o documento, mas o encontro foi “abruptamente” cancelado de última hora.

Desta vez Mayer tem até o dia 23 de fevereiro para comparecer ao Senado e dar sua versão dos fatos, como esclarecer até onde o Yahoo! sabia dos vazamentos e caso tivesse pleno conhecimento desde o início, por que diabos permaneceram em silêncio por tanto tempo e não alertaram seus clientes. No entanto, como a executiva já colaborou diretamente com o FBI e a NSA pode ser que aliviem para o seu lado.

Um porta-voz do Yahoo! se limitou a dizer que a empresa está ciente da carta enviada pelos senadores e que responderão ao convite no tempo oportuno. Já separei a pipoca.

Fonte: Ars Technica.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis