A Vida Como Ela É: homem processa Uber por acabar com seu casamento

nelsonrodrigues-7166962

AVISO: nomes e lugares foram mudados para proteger os inocentes.

Heterovaldo era um bom sujeito. Tinha peito de remador, um crédito de rosas no florista, sabia fazer coisinhas, ovos mexidos, camarões, sopinhas, e isso contava pontos. Sua galinha com uma rica e gostosa farofinha era lendária entre as mulheres.

As mulheres, pois Heterovaldo era de muitas. Sim, isso é para quem quer, não tem nenhum valor, mas ele nunca conseguiu decifrar o mistério que o faria se dedicar somente a Chifronésia, sua esposa.

Entre as idas e vindas Heterovaldo saía para trabalhar no cartório, deixando Chifronésia cuidando de sua casa, uma humilde porém limpinha meia água em Benfica. Voltava todo dia tarde, a culpa que porventura carregasse era apagada pelos mimos que trazia para a esposa e seus filhos, Cléverson Carlos e os gêmeos, Charles e Daiana.

Ele usava o Uber para se locomover entre seus ninhos de pecado, que variavam entre Amélia, a viúva carente de Campinho, Elofaina, a insaciável Gerente da Dimpus do Shopping Madureira, e Analícia, a filha normalista do chefe, a quem Heterovaldo prometeu preservar a virtude, mas não a inocência.

20160306124239430244a

Um dia, quando estavam fazendo compras no Mundial do Largo da Batalha, depois de visitarem os pais de Chifronésia, decidiram pegar um Uber, mas o celular de Heterovaldo estava em casa, carregando após uma noite de conversas impublicáveis com seu plantel de amantes.

Ele pegou o humilde aparelho de Chifronésia, decorado com uma foto do casal em sua lua de mel em Paquetá. Baixou o app do Uber, já que quando raramente saía de casa a esposa só andava de lotação, fez login com seus dados e solicitou o carro.

Em casa ele apagou o app, garantindo que sua vida secreta não deixaria rastros além das vizinhas fofoqueiras mal-amadas que o vigiavam todas as horas.

20160306124254643423i

Depois de voltar de um tórrido encontro com Frangineide, uma diarista em Ipanema da cor do pecado com mais curvas que a estrada de Santos e passista da Viradouro, Heterovaldo encontrou Chifronésia na porta de casa. Na mão, seu celular. Ao lado, a mala de viagens que ele sempre usava quando ia encontrar Gislêndia, sua cabrocha paulista, com a desculpa de retiro da repartição em Porto das Caixas.

Chifronésia mostrou as mensagens e notificações: ele inventou algumas desculpas, mas como poderia estar dando serão no cartório e pegando Uber para Nilópolis, estar preso no trânsito na Senador Vergueiro e, ao mesmo tempo, estar em um Uber indo para Caixas, como poderia ter perdido a Crisma da Daiana por causa de uma emergência co o Dr Palhares, o Tabelião, e ao mesmo tempo ter solicitado um Uber para Cordovil?

Sentindo de longe o cheiro da traição, Chifronésia exigiu uma resposta. Heterovaldo caiu de joelhos e aos prantos implorou perdão, mas falou para o céu vazio. A última vez que viu sua esposa, que só agora percebia amar de verdade, foi pelas costas.

Inconformado com o divórcio, Heterovaldo está processando o Uber em € 45 milhões (US$ 48 milhões), alegando que um bug faz com que mesmo que você apague o app, o aparelho continue recebendo notificações push enviadas para a conta, não importa que você tenha feito login em outro telefone.

É um bug conhecido e não é restrito ao Uber, mas Heterovaldo não quer saber. Ele perdeu a esposa, a casa, o Chevette Jeans que estava restaurando, e agora quer Justiça.

Chifronésia agora tem sua formosura cuidada pelo Seu Firmino, o distinto dono da Farmácia, que a trata como a princesa que ela é e para não correr riscos, só usa Lyft. Heterovaldo se endividou no jogo tentando conseguir o dinheiro pro táxi, pois com o processo seu perfil no Uber foi cancelado. Ele perdeu a esposa e, com a regra de quem não dá atenção gera condição, perdeu também todas as namoradas. Assim é a vida. A vida como ela é.

Fonte: CNet.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples