ad

Parlamento Europeu quer evitar apocalipse robótico na base da canetada

landscape-1431110160-terminator

Políticos são tudo aquilo que a gente acha deles, mas eles também são fofinhos: costumam achar que resolvem os problemas do mundo na base da caneta, aí criam coisas como “direito à felicidade”. Um desses políticos é a deputada socialista Mady Delvaux, que representa Luxemburgo no Parlamento Europeu.

Ela provavelmente assistiu filmes demais nos anos 80, então tem um profundo medo e desconfiança de robôs, andróides e inteligências artificiais em geral. Ela quer regular tudo que envolve esses seres artificiais, incluindo criar uma agência reguladora. Mady dá seus motivos:

Para garantir que robôs são e permanecerão a serviço dos humanos, precisamos urgentemente criar um robusto conjunto de Leis européias”.

E ela não pára aí. O título desta vez pra variar nem foi chamativo, Mady usa todas as letras:

Sem essas regras, a humanidade pode encarar um cenário apocalíptico onde robôs se voltarão contra seus mestres”.

Isso mesmo, ela usou a expressão cenário apocalíptico. Matrix perde.

Entre as propostas urgentes a deputada quer que todos os robôs tenham um botão de desligamento de emergência, que no caso das IAs provavelmente sera via software, mais ou menos como o cessar todas as funções motoras do Westworld, e quem viu a série sabe o quão bem isso funcionou.

vlcsnap-00006

Sério, você é uma Inteligência Artificial maligna super-poderosa, será mesmo que a primeira coisa que fará não será desabilitar suas rotinas de autodestruição? A maior, talvez a única forma de garantir que vamos virar escravos das máquinas em suas minas de silício é subestimando elas. Achando que são tão burras quanto a gente.

Da mesma forma é possível fazer com que as IAs não nos dominem, e é uma pegada tão ficção científica quanto a proposta da deputada: é perceber quando elas se tornarem realmente inteligentes, e estarmos preparados para isso. Não para combatê-las, mas para recebê-las como novos moradores de nosso mundo.

bgpoqmx0035

Claro, isso não vai acontecer, ao menos no que depende da deputada Mady Delvaux. Ela não acredita em IA legal, não acredita em robôs amigos.

Temos sempre que lembrar às pessoas que robôs não são humanos nem nunca serão. Embora eles possam aparentar empatia, eles não conseguem realmente senti-la”.

Fonte: RobotDaily.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis