ad

Basicamente uma startup quer criar o vampirismo

irmaosangue

Eu sei que tecnicamente o Irmão Sangue não é um vampiro, me deixem em paz!

O nome do processo é parabiose, é uma daquelas experiências comuns no passado, na verdade tem 150 anos. Consiste em unificar a circulação sanguínea de dois espécimes. Você pica os dois membros, puxa um desvio entre duas veias e o sangue passa pelos dois corpos.

Uns anos atrás essa experiência foi feita com ratos com grande diferença de idade entre si, para ver se havia algum efeito. Houve. Os órgãos do rato velho se regeneraram, eles ficaram mais fortes mais espertos e mais saudáveis, até a pelagem ficou mais brilhante.

Aparentemente elementos no sangue jovem promoveram a restauração do tecido danificado dos ratos velhos, uma espécie de fator de cura. Não é o Poço de Lázaro, é como o banho de sangue do Irmão Sangue, é algo que repara os danos da idade e prolonga a vida.

Óbvio que são estudos preliminares, há toneladas de perguntas sem resposta e receber uma transfusão completa assim tem efeitos colaterais, mas isso não impede gente de tentar ganhar dinheiro com isso. É o caso da Ambrosia, uma startup que está procurando 600 “voluntários” dispostos a pagar US$ 8 mil cada para participar de um “estudo”.

dracula-dead-and-loving-it-1995-still

Esses “voluntários” receberão em dois dias 1,5 L de sangue de jovens saudáveis entre 16 e 25 anos, e os efeitos serão devidamente estudados.

O fundador da startup é um tal de Jesse Karmazin, que é formado em Medicina mas não tem licença para praticar, o que não é um sinal de alerta, não senhor… Ele diz ter feito um estudo com 30 pacientes e conseguido resultados positivos, o problema é que um conjunto de 30 é número de estudo picareta de Humanas, tipo aqueles que “provam” que vacinas causam autismo ou aranha sem perna fica surda.

Leitores do MeioBit sabem que estou longe de propagar teorias conspiratórias de esquerda maniqueísta, mas a idéia de ricos usando sangue de jovens em quantidades industriais é assustadora: é a base de um monte de distopias que considerávamos exageradas demais na ficção.

A esperança é que as pesquisas descubram logo os fatores ativos, eles sejam sintetizados em laboratório e no máximo cheguemos a isto:

tru-blood-drink1

Fonte: The Next Web.

Relacionados: , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis