O pré-histórico estado dos Telefones

Nos primórdios da computação, nos tempos dos BBS havia algo chamado FidoNet, uma rede de troca de pacotes entre BBSs, onde em teoria você poderia trocar mensagens pessoais e de fóruns com usuários de outros provedores. Era complicado, quase manual e custava dinheiro, mas quase funcionava.

Nos primeiros dias da internet e suas antecessoras os endereços IP não eram associados a nomes. Logo isso começou a ser feito de forma manual, só foi automatizado em 1984 com a criação do BIND: desde então a gente digita www.google.com e o computador se vira, não precisamos anotar muito menos decorar que na verdade estamos passando para ele o endereço 216.58.202.132.

Os navegadores costumam facilitar mais ainda: se você digita um nome isolado eles tentam as combinações básicas, adicionando .com e similares e testando a existência do domínio. Isso é para suprir a necessidade de retardados como um sujeito que me disse certa vez que não tinha conseguido achar o site da HP. Perguntei se ele havia tentado hp.com. Claro que não.

Achar uma pessoa em uma rede social hoje em dia é facílimo: é possível achar e se comunicar com qualquer pessoa do mundo civilizado, em questão de minutos. Menos por telefone.

Nossos smartphones são máquinas incríveis maravilhosas e complexas mas dentro deles há o lado telefone, com tecnologia e usabilidade da Idade da Pedra. Quem te ligou? De quem é o número? Se não estiver na sua agenda, na formatação exata, ele não sabe. Não existe um catálogo centralizado atualizado, o número piscando em seu aparelho não é acompanhado de informações de quem, de onde, de porquê.

Com toda a tecnologia disponível se uma pessoa que te conhece ligar de um telefone diferente, a ligação se torna anônima. Não há autenticação ou identificação do emissor.

“Não sou um número, sou um homem livre” — dizia o Número 6, protagonista da série O Prisioneiro

Na internet somos nossos rostos nossos avatares nossos nicknames. No telefone somos um número.

A geração atual trata seus números como descartáveis, são apenas algo que acompanha o chip do celular, que se for o caso é só ir no jornaleiro e comprar outro. O pessoal mais velho ainda lembra da dificuldade em conseguir um número telefônico, como aprendíamos a decorar o número de casa para qualquer emergência, como disputávamos quem tinha a agendinha mais maneira.

Saudosismo é ótimo mas o passado deveria viver no passado. É no mínimo anacrônico e vergonhoso que em pleno 2017 nossos telefones ainda se comportem como em 1936, quando foi feita a transição da ligação via telefonista para a discagem automática, como mostrada neste pitoresco filme de época:


AT&T Archives: Introduction to the Dial Telephone

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Raposão do Ártico 🦊

    o resto da matéria é um DLC?

    • Theuer

      Ahahahaha
      Ahahaha
      Ahahahaha!
      Essas matérias “desabafo” do Cardoso são foda, da vontade de ligar para ele para ouvir o resto.

      ps: o problema é saber de cór o número do telefone. 😉

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      Pois é, fiquei rolando a tela pra cima e pra baixo procurando o resto…

    • Luiz Claudio Eudes Corrêa

      Achei que no final iria falar da AT&T desligando o GSM 2G pra liberar espaço no espectro pra melhorar o 4G

      • PENSEI A MESMA COISA haushausahsuahs

      • Não adianta nada melhorar o espectro se as franquias de dados não ajudam, meu 4G na claro é maravilhoso, nos primeiros 3 dias do mês, depois acaba e tenho que me virar com a velocidade limitada o resto do mês, e olha que eu nem sonho e ver vídeo pelo 4G. Claro que na civilização as franquias são melhores que aqui, mas mesmo assim pra mim era melhor ter 2MB constantes que 20MB de velocidade por 3 dias.

        • mr_rune

          Rapaz você só pode ser um devorador. Eu uso streaming 2h por dia direto e mesmo se eu aumentar meu uso ainda fico por volta de 1 semana pra terminar minha franquia (4gb). como que você faz pra gastar isso tudo ?

          • Felipe Braz

            O problema é que as franquias da claro são ridiculas, coisas do tipo 300MB, 500MB… troquei de operadora justamente por isso, pelo mesmo preço (uso plano controle) tenho 1,5GB na tim.

          • Whirlpool

            A Claro está com franquia de 800MB por semana (mais de 3GB por mês) em plano pré-pago. Eu nunca cheguei perto de usar isso…

          • Felipe Braz

            A claro é meia estranha, tem mais vantagem ser pre pago do que controle O.o

          • Mirai Densetsu

            Pior que é bem por isso que estou fortemente tentado a trocar a Claro pela Tim. O sinal é tão ruim quanto, mas como tenho um beta que está em um aparelho de testes, dá vontade de descartar o número que me acompanha por mais de 10 anos.

            Sabe como é, 10 GB por 50 mangos é realmente tentador. Ainda mais se comparado com o que posso comprar na Claro com o mesmo $$$ (menos de 4GB/mês nos planos semanais ou ainda menos nos mensais). E sim, eu estouro isso.

          • mr_rune

            Eu pago 65 pra 4gb de franquia, dá e sobra

          • Nada e que eu só consigo pagar uma franquia de 300MB/ Mês e gasta tudo com as fotos do facebook e sites de noticias que eu acesso.

        • Leonam Ramos Folí

          dica: http injector #pergunte-me,como

    • gbitte

      Do jeito que as coisas estão para o jornalismo é melhor não dar ideia.

    • Julio da Gaita ✔

      procurei o link de “leia mais” ou “leia a matéria completa”…rs

    • Julio da Gaita ✔

      matérias a la Destiny?! rs

    • Julio da Gaita ✔

      pra quem comprou o Season Pass pega a DLC antes?! rs

    • Reinaldo Matos

      Acabou os minutos… Ele foi até a banca comprar mais fichas e já volta…

    • Claudio Torres

      Fiquei com a sensação que faltou alguma coisa também. hahahaha

    • Artur Ferreira

      eu apertei f5 achando que a página não tinha carregado completamente kkkkkkkkkkkkkk

    • Só efetuar a compra por depósito no Buraco da Beatriz. xD

      AUHUAHUHUAUAHUHAUHAUHUAHUAHUHAUHHUAHAUHAUHAUHA

  • Alvaro Carneiro

    – “Achar uma pessoa em uma rede social hoje em dia é facílimo: é possível achar e se comunicar com qualquer pessoa do mundo civilizado, em questão de minutos. ”

    Me inclua fora disso. Eu não existo em nenhuma rede social. E eu moro na civilização, fora de Banânia.

    • rjesus993

      disqus 😉

    • Manoel Jorge Ribeiro Neto

      Disqus é uma rede social 😉 .

    • Julio da Gaita ✔

      sem ibagens num ponto turístico local com um jornal de hoje, não levo fé amigo… pode ser só um coleguinha engraçadinho aqui da banânia mesmo…

    • Até sua agenda telefônica é! Whatsapp e afins….. Snapchat, Instagram….. se tiver Gmail, é G+ involuntário….

    • Jack Silsan

      Disqus é uma rede social 👀

  • Marcelo Eiras

    Para suprir esses problemas tem o app true caller.

    • Luciano Nunes

      Em partes. Se eu ligar para alguém de uma empresa ou de um orelhão, já era, o true caller vai dar a referência do dono da linha, e não a minha referência, que é o contexto dessa matéria.

    • Luiz Claudio Eudes Corrêa

      Também uso o Whoscall, tenho ambos pra reduzir as changes do spam me ligar pedindo dinheiro ou oferecendo algo que não quero.

      • Julio da Gaita ✔

        e eu me achava paranóico, mas você tá em outro lvl cara…rs

  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Eu não troco o número de telefone facil assim não, tenho o mesmo número de celular há pelo menos dez anos, e pretendo manter assim, pois tem um monte de gente que não usa redes sociais, principalmente os mais velhos, e se um dia eu quiser largar todas, não vou ter que passar meu número pra todo mundo (ou pelo menos para os mais importantes) e garantir que todos anotaram.
    É igual à abandonar e-mail de provedor antigo tipo Terra, Uol por um GMail, vc avisa a todos por meses, e os e-mails continuam chegando, aí tem que lembrar de mudar seu cadastro em todas as lojas virtuais, sites, etc etc…

    • Raposão do Ártico 🦊

      Problema é se você mudar de DDD, não vai ter jeito.

    • Diego Diego

      Opa, somos dois então.
      Normalmente é isso que ocorre quando temos vida de adulto. Mais é a molecada, estudante e/ou vagabundo que vivem trocando de email e número de telefone.

      • Rafael Rodrigues

        Somos 3. Meu número de telefone tem seguramente mais de 15 anos, já foi TIM, Claro, e agora é Vivo.

        • Meu celular já deve ter seguramente uns 17 anos. O fixo tá quase por ai também.. mesmo numero. Não consigo lidar com a idéia de trocar de numero a cada 6 meses como fazem a molecada.

      • Mirai Densetsu

        Somos 4. O meu seguramente tem mais de 10 anos e só não foi Oi (porque eu não sou tão masoquista) ou Nextel (porque não sou rico o bastante).

        • Diego Diego

          Putz! Minha experiência com a Oi foi traumática…. Tive um numero deles por uns 15 minutos, mais ou menos…rsrsrsrs.
          Continuo com meu mesmo numero de quase 15 anos…Por enquanto da Tim.

    • Claudio Torres

      Provavelmente, você é velho.

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Provavelmente tenho mais contatos importantes que você…

        • Julio da Gaita ✔

          PPK velha é foda…rs

        • Claudio Torres

          Um velho com contatos, mas continua velho. =D

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            devo ser mais novo que você, mas enfim…

          • Claudio Torres

            Foi só uma piada.

      • Vai dizer que todos os seus tios, avós, pais se comunicam apenas pelo facebook? Nào tem ninguém importante na sua vida que não sabe lidar com tecnologia?

        • Claudio Torres

          Foi uma piada. Entendo a visão do pikachu. Eu mesmo prefiro não trocar de número.
          Abs,

        • Mirai Densetsu

          Não queira se comunicar com os tios via facebook. Sério.

    • Manoel Jorge Ribeiro Neto

      Mesma coisa comigo. Meu número de celular tem 11 anos já, e ainda uso o fixo — cujo número é o mesmo há 19 anos — para comprar pizza, ligar para empresas etc. Além disso, meu e-mail principal tem 12 anos. Antes do Gmail, no entanto, eu usava aqueles e-mails do Bol, Terra etc, mas mesmo assim eu evitava trocar de e-mail.

  • rodmalkav

    Esse desabafo é por causa daqueles números de telemarketing que insistem em te ligar todo dia neh? Vai Cardoso, nós te entendemos! Solta tudo, você está entre amigos 😉

  • Atrollando Natuacara

    Na virada do ano, troquei de operadora com portabilidade do número. Mesmo antes de sair da loja da outra operadora, a operadora anterior já começou a ligar, mas como é identificado, só coloquei na lista de bloqueio e vi umas 7 ligações por hora bloqueada até o número ser portado.. (uns três dias de ligação insistente bloqueado, mua ha ha!)

    • Eu queria muito que ao invés de apenas bloquear, conseguisse redirecionar para um outro número, tipo, para a o setor de cancelamentos da Claro ou para uma pré gravação de:

      https://www.youtube.com/watch?v=dQw4w9WgXcQ

      • Eu redirecionaria pra essa https://www.youtube.com/watch?v=yg-TqEFYcfM

    • Leonardo

      uma vez começaram a ligar no meu numero, mesmo eu dizendo que era engano a pessoa insistia que eu tava errado (ela ligava de uns 3 números diferentes), depois de 2 ligações de cada numero eu só atendia o celular e colocava de volta no bolso… época de créditos caros, nunca mais me ligou muahaha

  • Hemeterio

    Quando telefone era novidade, e mais novidade ainda no Ceará dos anos 70, muitos vizinhos iam telefonar lá de casa. Aí meus pais colocaram um cartazinho ao sopé do aparelho: ñ confunda a amizade, tantos cruzeiros por minuto.

    • O (ex)Datilógrafo da AEB

      Mas isso era bem comum, naquela época sempre tinha o vizinho que oferecia esse serviço.
      Lembro que depois a coisa se especializou e tinha até “LAN houses” de telefones.

  • Oli

    Bem, o whatsapp só cresceu como cresceu porque abandonou nomes e contas pra usar o número do telefone.

  • Cocainum

    Na internet somos nossos rostos nossos avatares nossos nicknames. No telefone somos um número.

    Então Bruna_Marquezini123 é a verdadeira?

  • Renan Carvalho

    Uso o truecaller no Android, identifica boa parte dos números desconhecidos que me ligam.

  • Homero

    > Não existe um catálogo centralizado atualizado

    Sdds lista telefônica… https://uploads.disquscdn.com/images/e79b2d071f13de5b1e55bb9f974f190eb7e5a130f519f415193991e5523259ac.jpg

    • ²He

      É que nesse caso a busca só funciona em um sentido.
      Mas é, se ela fosse digital, seria possivel a busca “inversa”.

  • Cardoso, se tiver um DLC da matéria, fale como era conseguir uma linha na era Telesp, coisa para poucos. E se quisesse um celular, teria que ralar muito.

    • Julio da Gaita ✔

      tem que esperar sair o Pacote de Expansão, ou comprar o Season Pass na promoção…rs

  • Existe um motivo maravilhoso para eu gostar de meu telefone não trazer meu perfil, não estar disponivel em qualquer lugar para alguém achar, se chama privacidade. Com meu numero telefônico posso ser encontrado as 3 horas da manhã, por um telemarketing inconveniente, por alguém que gosta de fazer trotes, até mesmo por um falso sequestrador que verificou que o celular da minha mãe não atende, provavelmente por que ela esqueceu de carregar a bateria. Números de telefone devem ser apenas para as pessoas que eu escolho, não quero uma forma fácil de me encontrarem, quero privacidade. Se alguém quiser me encontrar vai no facebook, me encontra e na hora que eu quiser vou entrar no facebook e decido se a pessoa vai poder se comunicar comigo.

  • Juaum

    Querem privacidade nas intenetê, mas não querem no telefone.
    Que coisa hein?

  • Germano

    Não esqueçam que ha muitos lugares onde celulares pe de boi ainda dominam, e outros que talvez nem rede de celular tenham. Mesmo aqui onde vivo, que suponho poder chamar de area desenvolvida, vira e mexe vejo pessoas ainda usando os “orelhões” na rua. O telefone pode ser jurassico, mas ainda e a tecnologia de comunicação de alcance mais universal existente, ou ao menos uma das mais.

    • Mirai Densetsu

      Os orelhões só serão completamente inúteis quando inventarem um smartphone com bateria que dure uma semana jogando Pokémon GO.

    • O (ex)Datilógrafo da AEB

      Meu pai é chileno, tento ajudar ele a se comunicar com a familia no Chile. Já tentei de tudo, skype, messenger do Facebook, whatsapp e etc..
      Nada funciona 100%, ou picota, ou tem atraso e etc..
      Um belo dia meu pai chega todo feliz, com um tal de cartão telefônico DDI, um tal de La Peruanita. Basta ligar de um orelhão pro numero que está no cartão, e assim que completa a ligação, ele digita o telefone do chile e voilà, ligação feita.
      Qualidade e usabilidade nota 10. Principalmente para idosos.
      Curioso procurei saber a respeito, e descobri que basicamente é uma operadora VOIP que simplificou todo o processo pra fazer uma ligação através de um orelhão.

  • Luís Eduardo

    Esperando ansiosamente pela 2.’ parte do texto!!!

  • Billy Jhonnie

    Pois é, tudo isso é verdade. Mas, o engraçado é que ainda funciona. E isso, para muita gente, basta.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis