CES 2017 — Samsung entra na era das TVs QLED

samsung-qled-tv-001

A Samsung anunciou sua nova linha de televisores premium: a família QLED (onde “Q” significa Quantum Dot) chega para substituir a marca SUHD como os modelos mais modernos e avançados. E obviamente, mais caros.

A tecnologia Quantum Dot não é necessariamente nova: a Sony lançou os primeiros modelos de TVs em 2014 e na mesma época a Samsung já estudava abandonar o OLED em prol de economizar na produção; embora o LCD seja mais barato as telas OLED possuem melhor performance, logo os fabricantes estavam numa sinuca de bico. A Samsung diz que o Quantum Dot reúne o melhor dos dois mundos: entrega cores mais próximas possíveis do real e o custo de produção é baixo, semelhante à de uma tela LCD.

No entanto a linha SUHD permaneceu até a Samsung aperfeiçoar o Quantum Dot, lançando agora em 2017 um portfólio completo de novos televisores voltados para consumidores premium. Batizada de QLED, a linha consiste das séries Q7 (55 e 65 polegadas), Q8 (65″ e 78″) e Q9 (88″) e possuem modelos retos e curvos, como é norma da Samsung com sua linha mais top. Segundo a fabricante e a Nanosys, empresa responsável pela produção do filme de cristais inorgânicos que produzem a imagem, a tecnologia Quantum Dot é capaz de entregar 100% de fidelidade de cores contra 75% do OLED, que já é muita coisa. Isso significa que você pode colocar o brilho da TV no máximo, a qualidade da imagem não irá se deteriorar como acontece em modelos OLED.

O HDR foi aprimorado, suportando entre 1.500 e 2.000 nits de brilho, o reflexo nas telas diminuiu consideravelmente e por conta disso o ângulo de visão aumentou, impedindo a perda de qualidade dependendo da posição em que você estiver em relação à tela. No entanto há outros gimmicks: confirmando vazamentos a Samsung tornou suas TVs capazes de realizar streaming de diversos aplicativos através do app Smart View em seu smartphone; ou trocando em miúdos, embutiu seu próprio Chromecast nos aparelhos.

Ao utilizar aplicativos como YouTube, Hulu e Amazon Prime (lembra quando eu disse que o serviço do Bezos nunca será compatível com o dongle do Google? A diferença é que a Amazon vende TVs, mas não Chromecasts) o usuário poderá jogar o conteúdo diretamente no Smart Hub das TVs QLED da Samsung e assistir confortavelmente, sem a menor necessidade de adquirir outro acessório.

Claro, o único porém é que tal tecnologia só estará disponível a princípio para poucos abastados. A Samsung não mencionará preços ao menos por enquanto (até para não assustar), portanto só teremos mais informações quando a pré-venda prevista para março começar.

Fonte: Samsung.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Othermind

    “consumidores premium”… Também conhecidos como ” Consumidores gourmet “

  • Yago Oliveira

    Se a produção é mais barata, porque os televisores são tão caros? Será pela baixa produção que, querendo ou não, encarece o produto final ou será simplesmente porque é um produto “premium”?

    • Ivan

      cada tecnologia que passa fica mais barato produzir e mais caro pra comprar….

    • São mais caros por que os consumidores podem pagar e irão pagar…

      Lembre-se, tem quem compre iPhone, enfrenta fila, pra depois comprar AirPodres fáceis de perder mas com sobressalentes a venda… então tem quem compre essa bosta com QLed custando algo mais além do olho da cara.

      • Ue, mas não dizem que esse é o preço da tecnologia nova? Além de pagar mais caro no lançamento, ainda trabalha como beta tester de graça, já que moda é vender tudo inacabado e se desculpar depois.

        • Yago Oliveira

          Isso é bem verdade, o que tem de produto inacabado e que depois um “desculpa aí” vem para “resolver” a questão não é brincadeira.

        • Adriano Martins

          São coisas diferentes, amigo. Você está confundindo ser early adopter com ter o produto do momento. Produtos de early adopters são bem mais caros, quase não possuem mídia que os suportem, e a sua publicidade é focada na tecnologia oferecida, na vanguarda da sua área.

          O Mario está se referindo a produtos premium em alta no mercado. É aquele item ‘do momento’, e que todos os seus amiguinhos ricos da escola possuem. Costumam ser caros, mas não são inacessíveis à classe C, que pode comprar um se parcelar de 12 vezes. E a publicidade dele geralmente se baseia em “compre um para você ser um cara legal”.

          • Talvez eu tenha me confundido mas, apesar de tudo, nada garante que você está levando algo próximo do acabado. Eletrônica em geral é uma caixinha de surpresas.
            O último paragrafo me lembrou na época do cursinho o pessoal que comprava iPhone só para se socializar e zoar o coleguinha que tem Android.

          • Só lembrar da grande novidade que foi a tecnologia de telas “Plasma”, que descobriu-se sofrer com Burn-in (até emissoras e programas com “marca d’agua” na tela levaram processinhos), e mesmo avançando e insistindo no mercado dessas telas só amenizaram o problema da tecnologia, alardeando terem resolvido.

          • Exato, já foi exposto que a tecnologia é mais barata de fabricar, então em vez de reverter em um produto competitivo, se voltaram pra um nicho mais gourmet, aquele que compraria as OLEDs.

            Se conseguiram uma tecnologia superior ao OLED, com custo de fabricação próximo ao LCD e até inferior, havendo tecnologia anterior em uso ainda por cima, não há sentido em transformar em algo premium no preço. É pura ganância.

            Foi-se a época de competir por um melhor produto ou game, as empresas estão fazendo mais-do-mesmo-gourmet-premium e competindo por patentes como nunca.

  • Magnosama

    Melhor comprar uma TV da Sony então,

    que já desenvolve a tecnologia desde 2014.

  • Desculpa Samsung, mas fico com minha LCD mesmo haha, por pior que seja, já tá paga e nem precisei penhorar meu fígado para comprar.

    • SLCopetti

      “já tá paga” e a emoção de pagar a última prestação!!!!!!! Finalmente é MEU!!!!

  • André Rocha

    To puto com o prime video. Apesar de minha TV Samsung linha 2013 estar listada como compatível, só agora só modelos 2015 em diante. Virou celular sabosta

    • David

      Perdeu pouca coisa,o aplicativo do prime esta horrível, desde design até funcionalidade.

      • Gustavo B.

        Sem contar o acervo, que não vale o preço promocional.

  • brunodmjr

    E o contraste pra bater o contraste infinito da OLED ninguém fala né? Ai fica com cores fidedignas, menos o preto, que é lavado.

  • SLCopetti

    Eu só quero uma TV decente para jogar. Chega de frescura e de não conseguir entregar uma fluidez sem imputlag como as crt ou plasma.

    • Adriano Martins

      Bom, pelo o que eu saiba, TVs de CRT possuem ótimo tempo de resposta, as lerdas são as TVs de plasma e LCD, salvo engano.

      • Rodolfo Oliveira

        As de plasma eram ótimas pra jogar, as LCD deram uma melhorada mas nas atuais 4k piorou de novo.

  • Thiago Cururu

    Galera do marketing deve estar vibrando com o Pixel Quântico

  • Victor

    Esperando lançar aqui no brasil pro preço da série KS cair.

  • Samsung entra na era das TVs QLED, mas nao sai da era das TVs QCARO, pqp… =(

  • Luiz

    Não entendi droga nenhuma, maldito marketing, mal posso ver seus movimentos.
    Vou esperar os outros fabricantes menos bosta vender mais barato e de uma forma menos enganadora. Quantum bullshit é muita bullshit.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis