Nintendo derruba loja pirata que permitia baixar games do 3DS sem pagar

new-nintendo-3ds-xl-eshop

A Nintendo odeia a pirataria em todas as suas formas, disso já sabemos. O que muita gente andava estranhando, no entanto era o incomum silêncio quando desenvolvedores conseguiram enfim quebrar a camada de proteção do 3DS, permitindo a instalação de homebrews que adicionam funções diversas. Um dos mais famosos obviamente é o freeShop, um aplicativo que imita o funcionamento da eShop. “Originalmente” ele foi criado para que o usuário baixe os games que já possui, mas a verdade é que a grande maioria o utiliza para burlar o sistema de segurança e acessar títulos pelos quais não pagou.

Ainda que tenha mantido o 3DS relativamente seguro por seis longos anos, a Nintendo não está nada feliz e há um motivo sólido para isso: Pokémon Sun/Moon. A dupla de games que trouxe a nova geração dos monstrinhos de bolso é sem muita surpresa um sucesso, a franquia é um dos maiores hardware sellers de portáteis da empresa desde sempre e permitir um cenário onde um software permite o download ilegal dos games não é aceitável at all.

Tão logo o game foi lançado e espertinhos utilizaram o freeShop (ou outros métodos) para acessar os games sem abrir a carteira, a casa do Mario começou a distribuir banhammers para todos os lados. Assim que o jogador se conectava na internet para apreciar os recursos online, o 3DS era banido em definitivo da Nintendo Network e com isso se tornando incapaz de acessar a loja para o que quer que fosse, mesmo baixar games comprados legalmente antes. O 3DS em questão se tornava um mero console offline.

Pouco tempo depois a Nintendo anunciou um programa de recompensas para que hackers ajudem a fechar todas as brechas do 3DS, não permitindo que o mesmo venha a ser utilizado de maneiras não previstas pela companhia japonesa. Restava dar uma dura nos distribuidores dos homebrews e agora ela está fazendo isso, indo atrás primeiro do freeShop que é o mais popular.

A Nintendo enviou uma notificação de infração de copyright de acordo com o DMCA ao GitHub, já que o repositório oficial do software estava hospedado lá e era bem detalhado. Ele já se encontra fora do ar, e o representante legal da Nintendo explicou a posição da empresa para justificar o banhammer:

O aplicativo chamado freeShop infringe os direitos autorais da Nintendo, já que o mesmo contorna as medidas de proteção da Nintendo e viola o DMCA. A Nintendo criptografa os arquivos dos jogos disponíveis nos servidores da eShop para previnir que usuários acessem os mesmos sem pagá-los. A Nintendo acredita que o aplicativo freeShop contorna suas medidas de proteção descriptografando os arquivos disponíveis nos servidores da eShop, permitindo que seus usuários acessem e joguem os jogos da Nintendo de graça.
 
O aplicativo freeShop também possui cópias não autorizadas dos arquivos dos logotipo Nintendo 3DS, protegido por leis de direitos autorais.
 
Ademais, os arquivos compartilhados violam os Termos de Serviço do GitHub ao facilitar o roubo de jogos da Nintendo dos servidores da eShop, e o uso dos mesmos com um dispositivo Nintendo 3DS viola os Termos de Uso observados nas obrigações do usuário junto à Nintendo.

TheCruel, o desenvolvedor do freeShop está fulo nas calças, alegando que seu software não infringiu nada visto que foi desenvolvido para que usuários baixem cópias de games que já possuem, e não para adquirir outros que não pagou. O que ele não entende é que independente do que o app faça, ele utiliza uma brecha protegida que é a utilização dos “tickets” armazenados nos consoles, os que validam a aquisição de um determinado game. De qualquer forma ele realiza o acesso indevido a um software protegido, que é o argumento da Nintendo e não dá para disfarçar, o próprio nome já entrega qual é sua principal função.

Embora o freeShop ainda possa ser adquirido por outros meios, é bem provável que medidas a serem tomadas no futuro acabem não só por bloquear o software como também banir na Nintendo Network todo mundo que o instalou. É compreensível, visto que a Nintendo não pretende descontinuar a linha 3DS tão cedo e manter os portáteis blindados é essencial.

Agora verdade seja dita, a Nintendo nem liga para a pirataria do Wii U; nesse caso (principalmente por causa do Switch) ela já jogou a toalha, até porque sua produção já se encerrou.

Fonte: Kotaku.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Germano

    Uma brecha vergonhosa como essa reflete o amadorismo da própria Nintendo ao lidar com o mundo online que vivemos hoje. Já foi dito aqui no blog por outrem e eu repito e endosso: tivessem criado um sistema de contas como em TODAS as outras plataformas ate onde sei, e isso ai não teria acontecido. Pirataria sim, mas não ao ponto de baixarem os jogos de graça dos próprios servidores dela, o que foi o ápice do ridículo na minha opinião.

    • Gustavo Bandoni

      Onde ja se viu isso uma empresa grande permitir algo assim

      https://psxdownloadhelper.codeplex.com/

      O pessoal do jailbreak do ps3 usava e ainda deve funcionar

      • Germano

        Por acaso isso ai permite baixar jogos da PSN sem pagar por eles? Não vamos esquecer que, ali, os jogos ficam associados a uma conta de usuário e não a um console… Mas mesmo que sim, falhas de outra empresa não servem como desculpa para as da Nintendo a meu ver.

        • Gustavo Bandoni

          Permite baixar qquer um , inclusive os que voce nao tem .Obviamente Se o console nao tem jailbreak voce precisa te-lo comprado para poder copia-lo para o console . Mas a ultima vez que eu vi alguem usar isso foi em 2013 então nao sei como funciona hoje . E quanto a ultima afirmação foi eu so destaquei isso para lembrar que ao contrario que voce pensa todas as empresas tem suas falhas. O importante é conserta-las

          • Germano

            Eu não me precipitaria assim em assumir que sabe o que eu penso… principalmente em achar que eu não sei se outras empresas tem falhas ou não. Mas ok, chegamos ao fim.

  • A nintendo esta no direito dela, mas se ela abaixasse o preço dos seus jogos antigos, fizesse melhores promoções, com certeza o numero de pessoas que recorrem a pirataria seria minimo. Fora sua ausência em mercados importantes, como o brasil por exemplo.

    • Germano

      Isso! Eu recorri a pirataria, mas principalmente porque não houve meio de conseguir legalmente um jogo do eshop que fiquei um bom tempo esperando o lançamento. E não queria mudar a região do meu 3DS para não perder o status de embaixador dele – não sei se perderia mesmo, mas nem quis arriscar e penso ser um direito meu. Eu comprei vários jogos na eshop brasil antes que a Nintendo picasse a mula e teria continuado se tivesse sido possivel.

      • bruno miranda

        Eu compro normal na eshop br…

        • Germano

          Bom para voce. Cartao Bradesco, BB ou pre pago? Porque para mim, logo que a Nintendo saiu *e* os bancos começaram com essa frescura de nao permitir transacoes em dolar nos cartoes internacionais (!), nao teve mais jeito, simplesmente não completava a transação. Talvez de la para ca mais coisa tenha mudado, mas depois disso eu fiquei caçando os jogos em versao retail mesmo ate o destrave amadurecer ao ponto de eu me sentir confiante em fazer.

      • Ivan

        Jogos vinculados ao console, não tem como colocar mais de uma conta, nintendo cagou no 3ds.

  • Othermind

    Algo me diz que esse nintendo switch aí com entrada para cartão vai ser burlado em tempo recorde…

    • Ivan

      Dai quem sabe compro.

  • Germano

    E querem saber o que torna a coisa toda ainda mais engraçada? Segundo li em um certo forum muito procurado por esse tipo de coisa, o FreeShop e meramente um frontend para um recurso que ja vinha sendo usada por uma comunidade mais por dentro dos hacks do sistema. Pelo que entendi, mesmo sem ele e possível conseguir a mesma coisa sabendo onde mexer e quais arquivos colocar. A Nintendo achar que vai conter o download ilegal dos jogos dela apenas tirando *um* dos repositórios de um aplicativo que é um mero frontend só prova o quanto ela é amadora.

    O correto seria ela mexer no sistema dela de forma a não permitir esse tipo de brecha, mas infelizmente penso que ela não pode por estar amarrada ao sistema falho que já esta no ar e que hoje conta com milhões de usuários legítimos que ela tem que pensar duas vezes antes de deixar na mão puxando a tomada. Risível, ridículo, indefensável e patético!

    • Ivan

      Provavelmente não teria como ela mudar o sistema se não os jogos antigos parariam de funcionar, foi isso que li um ve sobre desbloqueio do ps3.

    • LinkURL

      O que li é que novos desbloqueios não deixam a Nintendo interferir no console, se ele mexer e o desbloqueio for retirado ou até brickado é muito fácil voltar atrás com um Backup.

  • Pedron

    ” “Originalmente” ele foi criado para que o usuário baixe os games que já possui ”

    Como assim? Não entendo essa justificativa… Não dá pra baixar mais de uma vez um jogo comprado na loja da nintendo?

    • Gustavo Bandoni

      Sim, dá

    • Ivan

      Digamos que foi apenas uma desculpa pro programa existir.

      • Pedron

        o Ronaldo Godoni disse o seguinte:
        “A lojinha da Nintendo relaciona os games ao console e não à conta. Se você vender seu 3DS e não salva-los em outro backup, você perdeu.”

        • Ivan

          não perde, mas tem que ligar na nintendo. mandar msg sei la o que que eles transferem pra um console novo.

    • Germano

      Esta mesmo tentando entender? Ta na cara que e uma desculpa esfarrapada tal e qual os emuladores quando dizem que voce deve possuir o jogo para emular legalmente – como se isso fosse o que a maioria fizesse ao procurar tais programas.

      • Pedron

        o Godoni disse o seguinte:
        “A lojinha da Nintendo relaciona os games ao console e não à conta. Se você vender seu 3DS e não salva-los em outro backup, você perdeu.”

        • Germano

          Eu li. So que se é para baixar de novo jogos que voce ja comprou e possui, isso voce faz pelo aplicativo eshop oficial, nao precisa daquele FreeShop. Dai o FreeShop serve para…? ( a dica ja esta no nome do programa )

          • Pedron

            aí que tá bicho… segundo o que o godoni falou não dá pra baixar de novo… ele disse que se tu vender o console tu perde o jogo… não há eshop que salve…

          • Germano

            Uma vez que voce comprou legalmente, da para apagar e baixar de novo sim, quantas vezes quiser, *so* naquele console. Se voce vender esse console com os jogos, perdeu os jogos. Todavia voce pode transferi-los antes para outro console usando ferramentas que a Nintendo disponibilizou, que associam os jogos ao novo console e apagam do antigo. Dai fica tudo associado ao novo console e apenas esse, e pode baixar de novo nele se precisar.
            Por fim, se voce trocar a regiao do 3DS, o que muita gente faz para comprar mais barato em eshop de outras regioes, voce perde o conteudo que adquiriu na eshop da regiao onde estava, mas consegue acessar de novo se voltar a regiao do 3DS. Simples né! 🙂

          • Pedron

            entendi… valeu!

    • A lojinha da Nintendo relaciona os games ao console e não à conta. Se você vender seu 3DS e não salva-los em outro backup, você perdeu.

      • Pedron

        Putz, que merda, a Nintendo tem cada uma…

  • Ivan

    Tive que vender meu 3ds mas tinha desbloqueado via homebrew, instalava jogos facilmente, nessa da freeshop não tinha visto.

    • Germano

      De modo muito simples: Ela se conecta nos servidores *da Nintendo* e convence eles que seu console ja tinha comprado o jogo.

      • Ivan

        bem mais facil que baixar e instalar jogos, pra instalar o freeshop era só instalar homebrew?

        • Germano

          O Freeshop é um homebrew. Sim. No mais, acho que o blog aqui nao vai gostar se eu começar a dar muitas direções de como fazer, então vou dizer apenas o que voce já sabe, que o google é seu amigo 🙂

          • Ivan

            Já não tenho 3ds, era só curiosidade pra saber se tinha que fazer mais alguma coisa, pq desbloquear 3ds era extremamente trabalhoso.

          • Germano

            Ainda é. Mas quando instala isso você já desbloqueou ele.

          • Ivan

            instalar homebrew não é desbloquear.

          • Germano

            Da para instalar homebrew sem desbloquear?

          • Ivan

            Claro, até pq pra desbloquear vc tem que usar homebrew.

          • Germano

            Me pegou nessa, admito. 🙂 Mas voce esta certo.Em todo o caso, o que quis dizer e que primeiro precisa fazer todo o demorado processo de desbloqueio ao ponto de conseguir instalar a maioria dos outros homebrews. So dai consegue-se instalar o FreeShop.

          • Ivan

            Entendi, pensei que era apenas um homebrew que instalou e poderia baixar tranquilamente.

          • Germano

            Depois que instalou o Freeshop fica tranquilo sim. Voce abre ele, a interface ate lembra a do app eshop oficial, da para ver as imagens com previews dos jogos ou filtar por genero e plataforma (3ds, VC, etc), e vai escolhendo o que quer que com um click ele ja baixa e instala.

  • marcelosite

    Acabei de pagar R$ 180 Temers para o cara desbloquear o 3DS.
    Arm9loadhax, Luma 3DS e Fre Eshop.
    Estava tudo funcionando de boa até ontem. Hoje não testei.

    E agora ? O que faz ? Desinstala a Freeshop ? Apaga os jogos que baixou ? Não joga mais online para não ser banido ?
    Que bosta

  • ktgw

    Oi, Ronaldo, só umas correções:
    “A Nintendo enviou uma notificação de infração de copyright de acordo com o DMCA ao GutHub”. Só tem um errinho aqui que, no caso, é Github.

    “O que ele não entende é que independente do que o app faça…” O correto é independentemente.
    Abraços.

  • Germano

    Apesar de todo o ruido em torno dessa noticia, a Nintendo nao derrubou coisa alguma. O software continua disponivel em outros repositorios e funcionando, e os sistemas desbloqueados continuam contando com esse e outros meios para obter jogos sem pagar. E preciso dar um credito para ela no sentido de que a ultima versao do firmware nao pode ser desbloqueada, e ate por isso tenho visto certo interesse de compradores em mercados online por saber a versao do firmware antes de fazer a compra. Resumindo, quem conseguiu o desbloqueio continua com ele funcionando, e muitos continuam conseguindo desbloquear logo que adquirem o aparelho.

  • VaGNaroK Alkimist

    “O que ele não entende é que independente do que o app faça, ele utiliza
    uma brecha protegida que é a utilização dos “tickets” armazenados nos
    consoles, os que validam a aquisição de um determinado game”, então em vez da “niteto” corrigir a falha ela acha mais fácil remover um software que nada tem haver com downloads ilegais de jogos de terceiros.
    Claro, é mais fácil fechar um programa feito por um desenvolvedor autônomo do que contratar programadores para resolver a falha que existe no sistema. Típico da “niteto”.

  • Germano

    Off-topic: feliz 2017! =)

  • Pingback: Nintendo derruba loja pirata que permitia baixar games do 3DS sem pagar | Portal Intelectual()

  • Julio Verner

    Quando realmente a Nintendo foi feita de boba levou todo esse tempo pra “fechar” a porta? Capaz ainda de ter sido o próprio criador que “deu” o patch pra eles no programa de recompensas… Vai saber… Mas que a Nintendo não seria capaz assim tão facilmente/rapidamente ah não seria!

  • Claudio Moura

    Ahaha, já estou rodando vários jogos do 3ds, através do emulador Citra tranquilamente, baixados pelo Pirate Bay. E o que é melhor: Os jogos já rodam em HD ! Feito esse, impossível no console original.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis