Batman vs Superman — os Efeitos Visuais

crr-jwbueaewcbq

Existe um discurso hipster que reclama de como a computação gráfica está estragando os filmes. É algo extremamente injusto de se dizer, efeitos visuais digitais deram aos cineastas uma liberdade que nunca tiveram. E não precisa ser Senhor dos Anéis, antigamente uma cena de inverno só podia ser gravada no inverno, se não nevasse, adeus filme. Hoje, cria-se o cenário digitalmente.

Quanto custa alugar um helicóptero? E 5, ou 10? Computador resolve. A maior prova de que efeitos digitais não estragam filmes é que você não percebe quando eles são bem usados. Mad Max foi vendido como todo feito com efeitos práticos é LOTADO de manipulação digital.

mad-max-fury-road-vfx-19

O Despertar da Força, que fez toda aquela groselha de efeitos práticos, inclusive mostrando um BB-8 ao vivo no final usou e abusou de computação gráfica. Basicamente todas as vezes que o BB-8 aparecia em movimento, era digital. Kylo Ren? Boa parte da performance do Adam Driver foi capturada e um dublê digital foi usado no lugar, mesmo em cenas de puro diálogo.

Composição digital e efeitos visuais são usados mesmo em cenas do dia-a-dia. É muito mais barato fazer uma composição do que filmar em locação, ainda mais em cidades caras como NY. Veja este vídeo da Stargate Studios, mostrando como mesmo em 2009 já usavam e abusavam do recurso, em séries completamente fora do perfil FC/Fantasia:


Stargate Studios Virtual Backlot Reel 2009

A implicância com computação gráfica é por causa da computação gráfica ruim, mas não é justo, apenas não é justo: é o mesmo que dizer que filme sonoro é ruim por causa do longa do Nickleback, que não sei se existe nem vou procurar.

Agora saiu um vídeo com demonstração de alguns efeitos visuais de Batman vs Superman, e é impressionante. Não por fazerem um homem voar, isso era impressionante em 1977, o que chama atenção é a quantidade de coisas comuns que são pura computação gráfica.


BATMAN V SUPERMAN: DAWN OF JUSTICE – Scanline VFX Shot Breakdowns Reel from ScanlineVFX

Queiram ou não a computação gráfica chegou para ficar. É mais uma ferramenta, e por mais que você jure que seu filme preferido não a usa, lamento informar mas usa sim. Até Crepúsculo, aquela abominação, usa e nem só pra fazer vampiros brilharem.

verde

Portanto, meninos e meninas, fica dica: não odeiem a tecnologia, odeiem o mau uso dela. Computação gráfica não serve só para fazer dragões, serve também pra fazer Betty a Feia.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Portanto, meninos e meninas, fica dica: não odeiem a tecnologia, odeiem o mau uso dela.

    Ou seja: não devemos odiar os episódios 1, 2 e 3 de Star Wars apenas por ser ENTULHADO de FX, mas pelos péssimos roteiros, interpretações horríveis, diálogos vergonhosos e situações completamente forçadas.

    OK, entendi.

    • Mas pense que nas cenas do Christopher Lee lutando com sabre de luz fez uma bela diferença. Deu muito mais chance dele desempenhar um excelente papel.

      Aí teve o Hayden Christensen. Deus, ó Deus

    • Bom, em nome da verdade, eu devo dizer que a trilogia original (4, 5, 6) é cheia de bisonhices de roteiro e atuações canastronas. Muito da badalação que se faz em torno dessa trilogia tem a ver com a idade em que os fãs assistiram pela primeira vez.
      É tão cult que até algumas incoerências e clichês acabaram incorporadas a mitologia da série, tipo: se o personagem for importante, os storm trompers vão errar o disparo, mesmo à queima-roupa. 🙂

      • Diego Marco Trindade

        O máximo que acontece aos personagens principais é ou ser preso, ou ser congelado, ou perder uma mão. Mas temos que admitir, Star Wars é um filme positivo, os bonzinhos sempre vão vencer o mal, mais cedo ou mais tarde.

        • Verdade seja dita, os episódios 1, 2 e 3 até tentaram questionar um pouco o maniqueísmo da trilogia original, mas não deu certo. Faz tempo que o mito em torno de Star Wars se tornou muito maior que os filmes.

          • Diego Marco Trindade

            Eu acho que o que tornou Star Wars o Star Wars foi a jornada do Heroí, que fez os filmes conquistarem todo mundo (além dos efeitos que para a época eram quase mágica). Poucas pessoas se afeiçoam a uma interpretação, e mais à história (vide universos como SdA, HarryPotter, etc, que são cultuados até hoje). Um universo que tem milhares de anos de história, dezenas de histórias, séries e jogos tem sempre muito potencial de sempre conquistar fãs.

      • É a Força… 😜

    • Cara, a interpretação do Hayden Christensen no Episódio 2 é de chorar de tão ruim. Canastrão total. No 3 melhora bastante até, mas no 2 é ruim com força.

      Tá que os diálogos também são bem fracos, mas enfim…

      • No 3 também tá uma bosta – até um penico teria mais desenvoltura que ele.

        O povo parece confundir a suposta origem do Vader com um filme menos pior enquanto, na verdade, tudo relacionado a Vingança dos Sith consegue ser pior que os dois anteriores (com exceção dos gráficos, claro).

  • Não tenho nada do que reclamar. Efeitos especiais/CGI = Vida
    Vida longa ao CGI, seja nos filmes com 99% dela, ou 100%
    Olha o que a evolução fez, quem dera se George Lucas tivesse tudo isso nos anos 70

    • mr_rune

      Se ele tivesse tudo isso a trilogia clássica ia sair uma porcaria e hoje já estariam fazendo remake rs

    • Não teriamos Star Wars como é hoje, mas um amontoado de nojeiras cheia de CGI como foi a trilogia midi-chloriana.

  • Atrollando Natuacara

    Vista verde, pois é mais fácil despir digitalmen…, digo, projetar as informações sobre onde vai ficar molhadinha…

    https://uploads.disquscdn.com/images/202f5bc3aaf8a73635c709a3ce1a3b32013d2c4823d3eb1eab129d367d7f5149.jpg

  • Alexandre Salau

    E eu achando que as cenas do Batmovel eram todas reais.

  • Douglas

    Delenda est Jar Jar Binks

  • Eric Alvaro

    Agora, o que eu realmente imagino é, não só a aplicação dessas tecnologias, mas quando elas ficarem simples e baratas o suficiente pra quaisquer jovens cineastas com um PC da positivo conseguir fazer esses efeitos realistas, com um conhecimento relativamente simples em edição de vídeo e computação gráfica. Imaginem só as aplicações!

    Digo, esses efeitos são fantásticos e incríveis, mas eles hoje em dia ainda não são fáceis de serem aplicados (não estou falando de por um Chromakey no After Effects, estou falando de você construir todo um cenário digital). Você precisa de vários artistas em CGI e muito poder de processamento.

    Então, é interessante imaginar o papel que inteligência artificial teria nisso, em simplificar o processo de edição de criação 3D e edição de vídeo.

    Eu geralmente costumo dizer que… para realmente vermos o impacto de uma tecnologia ela não pode apenas existir, ela tem que ser acessível. Digo, imaginem se smartphones existissem… mas eles custassem 15 mil dólares. Obviamente eles não teriam o impacto que tiveram.

    Enfim, não tem muito a ver com o tema, mas achei bacana ressaltar isso.

    • Se dependesse da Apple eles custariam 15 mil trumps, ha

    • De fundo de quintal o pessoal já consegue fazer coisas do nível ou até melhores do que a The Asylum geralmente costuma apresentar 😀

    • E quem disse que não é acessível? O que depende aqui é o nível de composição que se quer. o After Effects é bom para certas coisas, mas sua função majoritária atualmente é motion design. Trabalhar com composição de verdade tem de cair pra aplicações mais complexas como Nuke e Flame. Mas sim, há um mix de vários artistas para algo sair, mas da pra fazer muita coisa, muita coisa mesmo, com pouca experiência. Como eu disse num comentário lá em cima, a técnica mestra é Matte Painting, e ela é, por essência, uma gambiarra absoluta, onde os caras mixam filmagem real com CG, simulação e mesmo fotos(geralmente usadas para compor planos de fundo).
      Muito do que vemos em composição é relativamente simples de se fazer, o problema mesmo está em que, para certas coisas, há softwares muito específicos: por exemplo, se vc quer criar um tracking perfeito, com volume e tudo, precisaria usar algo como PFTracking, software caro, mas extremamente capaz de reconstruir o volume de objetos em forma de dados espaciais.

  • Aquele BB8 funcional só existiu para aquela conferência de apresentação do elenco e anúncio do filme. Nem no filme em si ele foi utilizado para nada 😀

    • Diego Marco Trindade

      Eu tinha lido que nos momentos de movimento na verdade o BB8 estava conectado a um cara que corria, para fazer o movimento, sendo ele retirado depois.

      • Tem vários: tem o CG comum, tem o drone de controle remoto (tem um carrinho acoplado à bolinha que o leva para onde se quer), tem o manual com o cara empurrando e controlando a “cabeça”, e tem um que é só um prop estático, para quando alguém precisa levantá-lo (como a parte do Finn segurando ele para se esconder no porão da Millenium Falcon). E teve também um estático com alças para ser “içado” pela X-Wing. Esses são os que eu lembro

      • Super Cage Sombrio e Realista

        Esse cara veio na CCXP, tem umas entrevistas dele

  • Is this real life?

    • Or is just fantasy?

      • Claudio Roberto Cussuol

        caught in the landslide

        • Diego Marco Trindade

          No escape from reality

  • A técnica mestra dos efeitos visuais é o Matte Painting, e é espetacular. Os caras usam de tudo – fotos, poeira filmada em fundo preto, CG pesado, tracking e etc -, pra montar uma cena. VFX é a arte da gambiarra, e apesar de parecer que criam computação pesada o tempo todo, isso não é verdade. Há takes de combate no Star Wars 7 onde o cenário é uma composição de fotos em ultra-resolução com uma câmera digital viajando dentro seguindo as naves. O segredo é a composição entre a nave e o cenário, fora técnicas aplicadas de tracking, rotoscopia e mesmo adicionar grão(ruído), na cena para que ela “pareça filmada”.

    Aos interessados, acessem meu blog sobre VFX, Motion Design e Animação, só procurar por Layer Lemonade.

    • Sim, as cachoeiras do Episódio 1 eram… Sal e até hoje explosões reais ficam melhores que CGI.

  • Super Cage Sombrio e Realista

    Aposto 2 anos no máximo pra superarmos completamente o vale da estranheza.

    E teremos atores vendendo seu rosto enquanto dublês baratos fazem toda a atuação. Até superarmos a necessidades de dublês e atores de rostos…

    • Super Cage Sombrio e Realista

      E sim, 2 anos, pois em 1 ano tivemos uma evolução absurda entre:
      Michael Douglas no Ant-Homem -> RDJ no Guerra Civil -> Tarkin e Leia no Rogue One

      • Para mim faltou muito pouco para Tarkin passar. Não sei se foi o cabelo despenteado.

        • Super Cage Sombrio e Realista

          Olha, como eu só assisti a trilogia original 1 vez, eu não lembrava do rosto dele, na verdade nem lembrava desse personagem (me julguem Brasil), meu irmão comentou na hora que era o vilão do ep. IV e achei que tinham pego outro ator pra interpretar ele, pois pra mim estava perfeito, era uma pessoa mesmo.
          Depois que fiquei sabendo que era digital e fui assistir novamente, prestando atenção, meio que procurando defeito, aí deu pra perceber mesmo, mas ainda assim está num nível assustador.

          • Sim. Pode ser que o efeito de saber que ele tinha morrido me fez prestar mais atenção.

    • Bruno do Acre – (Etevaldo)

      Cara, eu juro que estava pretendendo fazer um fake semelhante ao seu ashuashusahusahusahsuahsauhsau

    • Acho que será um pouco diferente, no futuro teremos qualquer um vendendo seus rostos para atores e dublês, e terá tipo um banco de dados de rostos e seus donos vão ganhando um dinheiro conforme sua imagem é requisitada

  • SNU-SNU

    A minha maior dúvida é, se nas próximas gerações alguém vai reconhecer nitidamente os efeitos ao verem este filme.

  • Luiz

    Agua, até a agua, não tinha percebido, que foda. Idiota que reclama de CGI é um cusão mesmo, 90% das vezes nem percebe.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis