O espertão que gastou US$ 1 milhão (roubados) com a Kate Upton

kate-upton-game-of-war-fire-age

Gosto de pensar que há um cantinho no inferno especial reservado a todos os estúdios e desenvolvedores responsáveis por jogos freemium, especificamente os que utilizam o famigerado método pay-to-win/pay-to-play. Os títulos não são mais do que uma caixa registradora, não passam de recompensas ilusórias e conquistas efêmeras atreladas a um perverso esquema (jogabilidade é forçar a barra) em que o jogador só consegue progredir se abrir a carteira. Constantemente.

Há uma série de games assim (sugiro que assistam o episódio de South Park Freemium Isn’t Free, que explicou o esquemão perfeitamente), o caso mais descarado foi o que a EA fez com o remake do clássico Dungeon Keeper, onde era impossível jogar sem gastar. FarmVille, da Zynga é o mais famoso desses títulos.

Os devs estão pouco se lixando para coisas minimamente necessárias num game como jogabilidade ou mesmo uma apresentação decente, e o maior exemplo é a febre chamada Game of War: Fire Age. O título da Machine Zone é uma verdadeira máquina (sorry) de fazer dinheiro, chegando a lucrar US$ 1 milhão por dia. Ele não é nada mais do que um Age of Empires mais feio, com uma série de barreiras impostas para estimular as microtransações.

game-of-war-fire-age

A princípio é inexplicável como um game tão feio faz tanto dinheiro, mas tudo é construído de forma a gerar um comportamento de condicionamento clássico: os games freemium não são nada além de uma Caixa de Skinner digital, que oferecem recompensas mínimas a cada passo dado, dando ao jogador a sensação de que vale a pena investir sua grana. E muita grana.

Claro, o marketing é importante para atrair os incautos. Em 2014 a Machine Zone gastou US$ 40 milhões em publicidade agressiva, incluindo três comerciais com a modelo Kate Upton, porque tudo fica melhor com ela. Até um game com visual dos anos 1990.

Game of War: Fire Age – 2015 Super Bowl Commercial “Who I Am” ft. Kate Upton

Aqui estão os outros três, for science. Pouco tempo depois trocaram a modelo pela cantora Mariah Carey (que possui forte apelo com o público feminino), que recebeu US$ 1 milhão por um spot onde ela aparece por TRÊS segundos. Não admira que hajam tantos jogadores viciados por aí.

É o caso do californiano Kevin Lee Co, de 45 anos. Ele admitiu à corte ter desviado da antiga empresa em que trabalhava a suntuosa quantia de US$ 4,8 milhões de dólares, tendo gastado tudo com coisas supérfluas: ingressos para jogos da NFC e NBA, carros de luxo, cirurgias plásticas e um título num clube de golf.

Porém o gasto mais esdrúxulo foi justamente com o game da Machine Zone: Co admitiu ter injetado nada menos que um milhão de dólares em Game of War. O processo (cuidado, PDF) ainda descreve os métodos maquiavélicos do estúdio para manter os jogadores gastando uma média de US$ 550 por ano, definindo-o como “algo similar a apostas, mas sem nenhuma possibilidade de vencer”.

Quanto a Co, o espertão que gastou uma fortuna com o game poderá pegar 20 anos de cadeia e pode até ser que o game fosse a melhor maneira de sumir com a grana, mas convenhamos: mesmo assim é demais.

Fonte: Ars Technica.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • “Fremium isn’t free”

    NÃO! Sério , mesmo? Puxa! Eu pensei que essas empresas eram ONGs querendo trazer a paz mundial!

    Dica: os serviços gratuitos do Google também não são grátis ok? Ah, e Papai Noel não existe

    • Umu bu gai fei di tal

    • Dreadful

      Cara, pelo menos o Google presta um serviço, ele controla os dados da sua vida e vende, mas ele te da um buscador, te da um e-mail, espaço pra você guardar suas porcarias e por aí vai.
      Esses jogos tomam seu dinheiro e você simplesmente não tem nada em troca a não ser um halt cerebral momentâneo.
      Melhor gastar em bebidas, ou em antidepressivos de uma vez.

      • Você não acha arrogância demais dizer como os outros gastam o seu dinheiro?

        Also, DC Universe não fica nada atrás disso. Sem gastar, o jogo estaciona e você não prossegue, mas diferente de você, eu acho que cada um gasta como quiser enquanto não violar leis.

  • juliano7s

    Fiquei com muita vontade de jogar agora. Vocês ganharam por esse post? Belo marketing desses caras.

    • Dreadful

      Se depois de ler isso você ficou com vontade de jogar, acho que não é pela ausência de um post desses que você vai ter salvação.

  • Carlos Marin

    E ainda acredita que apenas a loteria é imposto pra idiota, vai vendo, tem muito imposto por aí!

  • Se os caras investissem metade do que foi feito nesse clipe no jogo, ele não seria apenas mais um caça-níquel nojento e tosco. Isso me faz divagar o quanto para baixo a indústria de games já foi, e o futuro não me parece nada promissor…

    • gfg

      Cara nem adianta querer colocar a culpa na industria. Como diria o velho ditado: todo dia saem de casa um malandro e um otário, e quando os 2 se encontram é fechado um ótimo negocio.
      Se vende é porque tem mercado, se não vende a empresa faz outro que possa vender.

      • Não adianta pôr a culpa no usuário também. Se não tivesse no mercado, ninguém consumiria. Ou vai dizer que a galinha veio antes do ovo?

        • gfg

          Sensacional sua lógica: “Jogos só são produzidos porque estão no mercado, se não estivessem ninguém produziria”.

          Faz o seguinte, bane todos, assim nenhum usuário que foi obrigado a instalar, jogar e gastar irá perder seu precioso dinheiro.

          • Sensacional a SUA lógica, que certamente é capaz de comprovar que nada, nunca, é feito pela primeira vez.

          • gfg

            Perdão, esqueci de usar aspas.

          • Não adiantou nada, visto que o que você escreveu como sendo a minha lógica é, obviamente, a sua…

  • Davi Leichsenring

    Quem quer jogar de graça que faça o próprio jogo. Porquê fazer o jogo de graça? Nunca vi ONG de games.

    • doorspaulo

      Não sei se é zoeira ou estupidez…

  • gfg

    Me lembrou dos meus tempos de tribal wars, eu era um excelente estrategista, mas depois de 200 aldeias tive que parar, porque não tinha dinheiro e era impossível continuar sem ser premium.

    • Gaulke

      Exatamente. E ás vezes eles liberavam um “mesinho premium” de graça só pra dar o gostinho novamente…

    • E. Bicalho

      Caramba, já fiz o mesmo sendo premium, após às duzentas aldeias se tornou insustentável jogar e viver.
      Mas eles já inventaram uma solução para esse problema: Um tipo de gerenciador automático de aldeias. Pago. E pago além da premium, é claro.

      Eu é que não caio mais nessa armadilha chamada tribalwars.

  • SacoCheio

    Tendo em vista a quantidade de relatos de pessoas descontroladas, que gastaram demais com esse tipo de jogo, já passou da hora de haver alguma regulação.
    Eu sei que há pessoas totalmente contrárias a isso, problema de quem é descontrolado, bla bla bla, mas às vezes sai mais barato regular do que lidar com as consequências.

  • Murilo Cardoso

    Que título mais click bait, hein? Cheguei a achar que tava no Gizmodo.

    • Diogo

      Você é novo por aqui, né?

      • Murilo Cardoso

        HAHAHAHHAHA não não.

    • Gogoni…

      • Diogo

        Até o Laguna e (especialmente) o Cardoso são adeptos dessa prática… Só pra zuar, é claro… XD

  • Tom

    Minha opinião:
    Quer ganhar dinheiro do usuário: Item cosmético pago, sempre vai tem alguem pra comprar, e quem não comprar também vai sair feliz (cs, lol)
    Quer arrancar todo o dinheiro do troxa que joga: freemium louco das ideias ou jogo pago com drop pago (que você pode ganhar – mas no free nunca vem nada) que faz diferença no jogo (franquia CoD estou de olho sua safada)

    • Diogo

      Tem níveis e níveis de freemium. Item cosmético, como você falou, seria o que menos interfere no gameplay, portanto o mais “benéfico” pros jogadores.
      Particularmente, eu acho justo quando o jogo é 100% liberado para o jogador, mas pra acelerar alguns upgrades (que possuem um timer bem alto, às vezes) é preciso gastar gemas pagas. Ah, e as gemas podem ser acumuladas aos pouquinhos gratuitamente também.

  • Luiz Antonio

    UP!ton, MAMAmia!

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis