China vai obrigar games a informar drop rates de itens aos jogadores

overwatch-loot-box

Sabe aquela skin lendária de Overwatch ou o chapéu maneiro de Team Fortress 2 que você quer tanto conseguir, mas ele se recusa a aparecer? Isso é determinado por um sistema de loot particular a cada game, mas que possuem algo em comum: itens considerados mais raros possuem uma probabilidade de drop menor que os demais, o que obriga o jogador a investir mais tempo de jogo para consegui-los. Alguns games ainda ganham uma graninha e vendem os itens em pacotes, ainda atrelados ao sistema de drop (muitos jogos mobile fazem isso).

Em geral os números que determinam as chances de cada item aparecer em uma caixa de loot não são revelados, mas o governo da China agora decidiu que tal prática não mais será tolerada.

Nesta semana Pequim aprovou novas leis que passarão a obrigar qualquer game em operação no país a revelar publicamente quais são as chances reais de se conseguir qualquer item virtual distribuído via sistema de loot, seja em drop regular ou através de caixas, disponível gratuitamente ou não. Em suma, se um game libera um item a cada 50 minutos ou uma caixa de loot a cada nível ganho, ou qualquer outro sistema similar não mais poderá deixar os jogadores chineses no escuro, e terá que detalhar nome, propriedades, conteúdos, quantidades e mais importante, as probabilidades de drop de cada um deles.

Os estúdios serão obrigados a veicular essas informações às claras, seja no site oficial ou na loja virtual (em caso de caixas de itens que também podem ser compradas), e embora você pense que o alvo principal seja Overwatch ou outros games grandes, a verdade é que o governo chinês está mirando principalmente em jogos mobile. Há uma infinidade deles que se baseiam exclusivamente em sistemas de loot para viciar os jogadores (principalmente games com a ideia de itens colecionáveis; um bom exemplo é o RPG mobile Final Fantasy: Brave Exvius, que possui uma infinidade de personagens que não podem ser comprados diretamente, apenas conseguidos via loot; no entanto é possível compra-los às cegas e tentar a sorte de tirar um aliado raro) e consequentemente, obriga-los a gastar rios de dinheiro até conseguir tirar o item que desejam.

Ao serem obrigados a divulgar as probabilidades oficiais de se retirar qualquer item que seja pelo sistema de loot, os estúdios espertinhos que mantém os mais raros ligados a chances ridiculamente baixas serão expostos, o que em última análise fará com que os jogadores desistam de gastar dinheiro. Isso pode ser benéfico em alguns casos, pois pode obrigar os desenvolvedores a reverem os números para índices mais civilizados.

Claro que isso ainda é uma medida bastante controversa, mas é fato que muitos jogadores mundo afora gostariam de saber quais as chances reais eles têm de conseguir aquela skin legal em seu game favorito. As leis entram em vigor a partir do dia 1º de maio.

Fonte: Ministério da Cultura da República Popular da China (em chinês).

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis