Framerate do The Last Guardian no PS4 é inferior ao do Pro. Por quê?

laguna_the_last_guardian_peq

Hoje foi lançado o jogo mais adiado dos consoles Sony: enfim está disponível no mercado o The Last Guardian. O jogo dirigido por Fumito Ueda esteve em desenvolvimento desde 2007, foi anunciado na E3 2009 e é um sucessor espiritual de ICO e Shadow of the Colossus.

The Last Guardian foi desenvolvido primariamente para o PS3, mas sua produção teve que ser migrada para o PS4 Pro. Sim, PS4 Pro.

O pessoal do DigitalFoundry testou o desempenho do jogo de três formas: no PlayStation 4 original, no PS4 Pro em Full HD e no PS4 Pro naquele “4K” maroto. Confiram abaixo o vídeo.


DigitalFoundry — [4K] The Last Guardian PS4 vs PS4 Pro Graphics Comparison + Frame-Rate Test

A conclusão do vídeo é a de que The Last Guardian atinge um framerate variável no PS4 original, algo entre 20 a 30 fps dependendo da cena. Isso enquanto consegue estáveis 30 fps no PS4 em Full HD e não tão estáveis 30 fps na resolução sub-4K nativa deste título específico (3360 × 1890 pixels).

Traduzindo: quer jogar The Last Guardian em toda a sua glória? Compre um PS4 Pro.

A Sony está tentando empurrar o PS4 Pro goela abaixo nos fãs do Team ICO? Talvez, mas o tio Laguna precisa dar uma de advogado do diabo aqui. Acompanhem meu raciocínio.

The Last Guardian foi desenvolvido primariamente para o PS3 e, à exemplo do Shadow of the Colossus no PS2, utilizaria todo o desempenho bruto que seria possível no PlayStation 3. Só que temos um problema ao migrar o desenvolvimento de um jogo do PS3 para o PS4: a CPU deste é mais fraca que o Cell do PS3, possuindo menor desempenho bruto que a do console anterior.

É por causa disso que tecnicamente jamais veremos jogos do PS3 rodando via retrocompatibilidade no PS4 ou mesmo no PS4 Pro. Do ponto de vista de mercado, a Sony prefere empurrar oferecer a opção de jogar títulos velhos no PlayStation Now, via streaming.

Se The Last Guardian necessita de uma CPU com desempenho de PS3, só vai encontrá-lo no PS4 Pro. E olhe lá.

A genDESIGN e a SIE Japan Studio já perderam quase uma década desenvolvendo o jogo. Seria perda de tempo otimizar o The Last Guardian para o PS4 normal. E a Sony não parece preocupada em otimizar um jogo de nicho, mesmo quando há mais de 40 milhões de consumidores em potencial.

De qualquer forma, enquanto o The Last Guardian tem um bom motivo para ter desempenho menor no PS4 original outros jogos não o teriam. Exceto talvez se a Sony quiser mesmo forçar os jogadores a comprar o PS4 Pro, uma versão mais nova do console, para jogar os novos títulos.

O tio Laguna espera que The Last Guardian seja um caso isolado, afinal isso seria péssimo para quem acaba de comprar um PS4. Mesmo considerando que o PS4 Pro vá demorar a chegar aqui no Brasil.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis