Muhammad Ali — foto icônica vai a leilão

muhammad-ali

Sabe a máxima do “momento decisivo”? Você precisa estar atento ao que está acontecendo para fazer a foto no momento certo de maior impacto da cena. Fora isso, você tem que contar com uma pitada de sorte. E quando digo sorte não estou falando de coisas que caem no seu colo de graça. Sorte é quando a oportunidade encontra a pessoa bem preparada. E foi isso o que aconteceu com o fotógrafo de esportes Neil Leifer em 25 de maio de 1965.

Ele estava fazendo a cobertura da luta de boxe entre Sonny Liston vs Cassius Clay (que mudaria seu nome posteriormente para Muhammad Ali). O combate era uma revanche da luta que aconteceu em 1964. Clay derrubou Liston no primeiro assalto com 1 minuto e 44 segundos de luta. O soco que ocasionou o nocaute foi tão rápido que foi apelidado de soco fantasma, pois a maioria dos expectadores nem viu o que aconteceu. Por isso que muito gritavam que a luta foi uma farsa. Depois de cair, Clay ficou sobre o adversário gritando para ele se levantar e lutar. Foi nesse momento que Neil Leifer fez a foto que ficou famosa no mundo inteiro e se tornou um sinônimo de superioridade nos esportes.

Pois bem, depois de muitos anos trabalhando como fotógrafo de esportes, Leifer decidiu vender sua coleção de fotografias. No pacote, fora impressões das fotos de capa da revista Sports Illustrated (ele fez mais de 200 capas da revista em sua carreira), também temos cópias de fotos famosas como o VJ Day kiss de Alfred Eisenstaedt e o hasteamento da andeira em Iwo Jima de Joe Rosenthal.

Porém, a foto de Muhammad Ali é o principal item da coleção. Ela está em uma moldura onde também encontramos o crachá de imprensa e os bilhetes de entrada utilizados pelo fotógrafo no dia da luta. Para deixar tudo ainda mais exclusivo, a foto está autografada pelo próprio Muhammad Ali.

muhammad-ali-2

A finalização do leilão foi ontem, dia 3 de dezembro. Todas as fotos foram a venda pela casa de leilões Guernsey em Nova York. O lance inicial para este único item era de US$ 160 mil. Estima-se que os lances chegaram a US$ 600 mil. Ainda não foi anunciado oficialmente os valores alcançados pelas vendas.

Fotografias alcançam altos valores por conta de vários fatores. Aqui temos a qualidade técnica da imagem, a importância do momento retratado, a relevância das pessoas que se encontram nas fotos, o renome do fotógrafo e o autógrafo de uma das lendas do esporte. Um bom exemplo do valor de um pedaço de papel com significado icônico.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams “Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio”.

Compartilhar
  • Germano

    E que possivelmente foi arrematada por algum bilionário que pode nem entender lá muito de fotografia ou de esportes e que arrematou a foto só para mostrar que pode. Mas enfim, tomara que o fotografo tenha arrematado uma boa grana por esse item, ele mais que merece.

  • Wangles MReis

    Espetacular essa foto em… da um quadro muito foda!

  • andrezosa

    Daqui a pouco aparece no Trato Feito

    • Ivan

      “Essa foto é muito legal, mas não sou muito sobre ela irei chamar um amigo meu especialista para avaliar melhor.”

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis