Lei que autoriza FBI a invadir qualquer computador anônimo entra em vigor hoje

fbi-agent-binoculars

E não teve jeito: o Congresso e o Senado dos Estados Unidos não conseguiram impedir as alterações propostas para a antes inócua Regra 41 para Procedimentos Criminais, que acabou por dar plenos poderes ao FBI para invadir, hackear e monitorar qualquer computador conectado se o IP for desconhecido. A nova lei entra em vigor hoje.

E é importante frisar, tais medidas não se restringem ao território norte-americano.

Todo o rolo em volta da Regra 41 começou em maio, quando a Suprema Corte aprovou uma série de emendas à regulação com o intuito de dar mais poderes de atuação ao FBI. Até então o órgão era obrigado a demonstrar que um computador anônimo suspeito de atos ilícitos estivesse dentro da área de jurisdição de determinado juiz para que o caso fosse julgado. As alterações introduzidas acabaram com essa necessidade, e agora os agentes só precisam fazer um esforço mínimo para entregar os mandados aos investigados.

Isso deu poderes bem abrangentes ao FBI: agora, sob as novas regras ele possui poderes para interceptar qualquer computador anônimo que considere suspeito, sem ter que se reportar ao judiciário e pode aplicar quaisquer métodos para coleta de provas, incluindo o uso de programas espiões e malwares. Da mesma forma, o Bureau também pode invadir sem maiores complicações sistemas críticos que possam ter sido hackeados.

james-comey

James Comey, diretor do FBI: Bureau terá autoridade para invadir qualquer computador conectado na internet cujo IP for desconhecido.

Não é preciso ser um gênio para saber quais são os principais alvos do FBI e da Suprema Corte (e por extensão, CIA e NSA): VPNs em geral e principalmente o Tor (e todo mundo que se esconde atrás deles, sem exceções); a ferramenta desenvolvida originalmente pelos técnicos cabeçudos da Marinha dos EUA (os nobres discípulos da honorável Grace Hopper, a primeira e maior de todos os geeks e uma dentre os pioneiros da computação moderna) e mantida com orçamento do Pentágono sempre irritou as agências de inteligência do país porque embora seja usada em ocasiões nobre pelo próprio governo, por ser de código aberto o fato do usuário comum ter acesso a ele sempre foi algo fortemente reprovado internamente.

De 2015 para cá diversos esforços foram feitos para barrar seu uso ou dificulta-lo. Em 2014 uma força-tarefa teria invadido o Tor, e depois se descobriu que o Departamento de Defesa pagou pesquisadores da Carnegie Mellon Universitiy para fazê-lo. Mais recentemente o FBI estaria explorando uma falha crítica no Tor Browser para desbaratar uma rede de pornografia infantil, mas divulgou aos quatros ventos que o bug era original do Firefox; as autoridades se recusaram a ensinar à Mozilla o caminho das pedras e levou um bom tempo até que a empresa consertasse a brecha.

Agora, como se não bastasse uma nova falha foi descoberta em ambos os navegadores, e dadas as similaridades (ele é praticamente idêntico ao bug anterior) é bem possível que o FBI também o esteja explorando. Tudo isso faz parte de uma campanha para muito provavelmente forçar a Mozilla a retirar o suporte ao Tor, e em nome da segurança nacional o Bureau não tem o menor melindre em azucrinar com a empresa.

O grande problema é que a Regra 41 dá poderes de jurisdição praticamente ilimitados ao FBI: como a maioria das conexões da internet se originam nos EUA a Suprema Corte entende que os limites geográficos são limitantes, portanto o Bureau tem autoridade para invadir qualquer computador conectado no planeta. As únicas exigências são que o IP seja desconhecido e que o mandado seja despachado, embora um juiz do estado da Virgínia entenda que nem isso é necessário: sob seu entendimento nenhum computador na internet é privado, portanto TODOS são passíveis de serem invadidos e devassados sem a necessidade de um mandado, tendo IP anônimo ou não.

Tais regras e interpretações abrem precedentes muito perigosos: com o presidente eleito Donald Trump se colocando contra a neutralidade da rede e com leis do tipo entrando em vigor, todos os esforços recentes para garantir uma internet mais segura e democrática podem ir por água abaixo. O senador democrata Ron Wyden, forte opositor às mudanças da Regra 41 lamentou a derrota, sendo que o Senado demonstrou total inércia para barrar as alterações:

“Ao não fazer nada, o Senado consentiu com a expansão dos poderes de hacking e vigilância do governo.”

Parabéns a todos os envolvidos.

Fonte: Ars Technica.

Relacionados: , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Samuel

    Talvez isso explique pq meu HD acordou como se estivesse fazendo um defrag……… Existe capacidade computacional para fazerem isso com quantos computadores quiserem, ao mesmo tempo, e de forma “preventiva”.

    • Instalam um trojam, que fica monitorando sua maquina, e na hora que você digitar as palavras chaves, manda um alerta para o computador do FBI , dessa forma evita precisar de um computador central tão parrudo, ou pra que você acha que os aplicativos de banco ficam rodando na sua maquina, mesmo quando você não esta acessando o banco?

      • Diego Marco Trindade

        Ou talvez o malware já faça a busca de palavras chaves dentro do próprio computador, em silêncio, com baixa requisição de recursos. Afinal, tempo não é o problema. Deixa o malware lá rodando umas 2 semanas garimpando no HD e depois só vigiando palavras chaves.

        • Nesse caso o malware deve estar no firmware da placa mãe, assim ele roda até quando você esta usando software livre e ninguém percebe.

          • Thiago Cururu

            Calma gente

          • Luiz

            Isso me dá calafrios, MALDITOS BLOBS.

          • Inquisidor

            para o governo/fbi/cia não seria muito difícil de enfiar algo já na programação da placa mãe, eles podem forçar as fabricantes.

          • Por isso eles evitam fabricantes chineses, por que sabem que os concorrentes comerciais vão fazer o mesmo que eles.

  • Fernando Silva

    Nao vejo problema algum ter um mundo real mais seguro em detrimento de um mundo virtual vigiado. Se eu nao tenho nada ilegal no meu HD os caras nao vao se interessar nem um pouco pelo que eu faco ou deixo de fazer na internet. Por outro lado, podem encontrar terroristas e pessoas que usam da internet para fazer mal aos outros na vida real, por exemplo pedófilos.

    • Cocainum

      E se for o PC de um jornalista investigando o governo?

      • worldchanger

        Não tem jeito. Esse pessoal nunca entende as implicações da falta da privacidade. E sempre temos que aturar o estúpido discurso “se você não está fazendo nada de errado, não tem o que temer”. Para os idiotas que falam isso: aceitarei esse argumento se você postar a senha do seu e-mail. Abs.

        • Fernando Silva

          Se você tiver uma ordem judicial e for de um orgao governamental que investiga casos do tipo, com prazer. Se você for um zé ninguém comentando num blog de tecnologia o qual nao faco ideia da sua índole, nao obrigado.

          • worldchanger

            Mas você não tem nada a temer, “amigo”. Enfim, é como Bruce Schneier disse: “Trading privacy for security is stupid enough; not getting any actual security in the bargain is even stupider.” O grande problema é que existem “gênios” (como você) que acham que essas medidas trazem segurança. Mas não fique triste: você não é o primeiro, e nem será o último, a acreditar em contos de fada.

          • Fernando Silva

            Você tem medo de controle de massas ou algo do tipo? Já temos toda nossa informacao nos servidores do google pra isso. Nao precisam de uma lei que abre as portas eletrônicas legalmente. Achar que é anônimo nos dias de hoje é que é acreditar em contos de fadas.

          • Kropotkin

            O que você parece não compreender, não sendo irônico, apenas didático, é que governos, em determinados “momentos históricos”, são assumidos por lideres com intenções completamente amorais, baseados apenas nos seus interesses, que podem não ser os seus e, para deixar bem claro, não digo que seja o caso do governo americano atual, afinal não tenho provas, só quero que você saiba que ter tamanho “controle”, sobre o que pensa e diz uma parcela significativa de grande parte da humanidade, deve ter sido o ‘sonho molhado” de muitos dos maiores ditadores e lunáticos que já tiveram poder no mundo.
            Ps: Só para complementar. ninguém gosta de pedófilos e terroristas, agora, se esse é o único argumento, sou obrigado a esclarecer que o tom dele é falacioso, trata-se de um argumento de apelo à emoção, do tipo; “pense nas criancinhas”, é claramente produzido para não permitir que o senso crítico da pessoa entre em cena, afinal de contas, quem, sendo de boa índole, vai defender criminosos desse tipo.

          • Fernando Silva

            Particularmente estou mais preocupado com alguém se explodindo do meu lado numa estacao de trem do que com as criancinhas. E se o preco para que eu continue vivo para viver minha vida é ser “vigiado”, que assim seja. A grande massa majoritária que vota nos mesmos políticos corruptos tem outros meios de partilhar o que pensam (facebook, google, etc) sem precisar de FBI ou lei para isso e nao vai fazer diferenca nenhuma o que eu faco na internet na conta do que a maioria faz. Nao sou igual nem diferente, exatamente por isso nao faz nenhuma diferenca o meu comportamente na rede ou a informacao que teoricamente o governo angariar sobre mim.

      • Diego Marco Trindade

        Esse é o problema. Não podemos confiar em governos e estados para ditar a moral, somente na nossa própria consciência.

        • worldchanger

          Então estamos ferrados. 90% do país acha certo matar alguém se o seu amigo imaginário mandar.

          • mr_rune

            Peraí você ta falando do brasil ? Porque dependendo do seu contexto eu acho que me encaixo no que você disse.

          • Fernando Silva

            nao, nao falo do Brasil.

      • Lucas Ambrosio

        Deu tela azul no amigo ali, não apareceu mais kkkk

        • Fernando Silva

          Qual amigo? rs

      • Fernando Silva

        Se os poderes forem separados (nao estou dizendo que já sao) nao há problema, pois o departamento que busca pessoas suspeitas na rede também nao terá interesse no jornalista.

        • Daniel

          Já tenho dúvidas se é inocência, idiotisse ou sarcasmo puro…. “nao há problema, pois o departamento que busca pessoas suspeitas na rede também nao terá interesse no jornalista.”

          • Lucas Ambrosio

            Eu acho que é inocência.

          • Eu já acho que é mau caratismo mesmo.

  • jairo

    As falecidas Gestapo e NKVD ficaram com inveja.

    • Daniel

      Pensei o mesmo…

  • Gaius Baltar

    Pelo o que eu entendi isso apenas legitima algo que eles já devem fazer debaixo dos panos. É uma questão melindrosa, pois se por um lado permite abusos por outro permite que os abusos sejam descobertos.

    • Diego Marco Trindade

      A única forma seria responsabilizar de alguma os responsáveis pelo abuso dessa ferramenta. Mas seria leviano acreditar nisso.

      De qualquer forma, diversos outros países já fazem isso de forma intensiva. Pelo menos espero que várias redes como o Silk Road sejam pegas.

      • Gaius Baltar

        Pois é, acho que é questão de legalizar algo que já é feito descaradamente. Essa e outras decisões tomadas à nossa revelia só confirmam que somos meros peões arrastados de um lado para outro, acreditando que temos livre-arbítrio, como Dolores e seus semelhantes. Há sempre um Ford lá em cima dizendo o que devemos fazer ou pensar. Cada vez mais me convenço que os Vogons, os Daleks e os Borgs estavam com a razão…

        • Diego Marco Trindade

          Essa frase do Ford me fez gelar:

          “There is no threshold that makes us greater than the sum of
          our parts, no inflection point at which we become fully alive. We cant define
          consciousness because consciousness does not exist. Humans fancy that theres
          something special about the way we perceive the world, and yet we live in loops
          as tight and as closed as the hosts do, seldom questioning our choices,
          content, for the most part, to be told what to do next.”

          • Luiz

            No only humans do that, they ask for it, they pay for it. Religions long knew it.

          • Diego Marco Trindade

            “I’ve told you,” Spoiler:” Bernard. Never place your trust in us. We’re only human. Inevitably, we will disappoint you.”

          • Daniel

            Me deu um mal estar quando ele terminou essa sequência, pois pra mim a questão do loop é fato…

          • Luís Eduardo

            Como diz o velho e bom King Csom, “o conhecimento é um amigo mortal”. Essas séries, True Detectives e WW sabem destruir o pouco de ignorância e inocência sobre sermos, pelo menos, um pouco especiais e, no caso de Black Mirror, que a tecnologia vai trazer um futuro melhor. Tudo que sobra é um gosto ruim de saber que não somos nada, não significamos nada e o futuro é um lugar hostil e sem sentido.

          • Diego Marco Trindade

            Mas todo mundo gosta de se sentir “O” floquinho de neve especial, e experimenta questionar o que as pessoas acreditam ou tira-las de seu estado de conforto.

          • Daqui a pouco, esse debate desbanda para coisas como “Pra que valorizar a vida e tentar lutar pra melhorar ela”.
            Eu vejo tais verdades claras como água, mas isso não me evita de sentir meu estomago revirado com tamanha desolação.

          • Luiz

            Tem algum problema com Nihilismo? se tiver diga logo, nos poupe
            A vida tem o mesmo valor que a agua e qualquer outra coisa no universo. Life is overrated.

          • Problema com essa filosofia eu não tenho. É que pessoalmente não tenho esse nível de desapego com o ato de viver. :/

    • Legislar pra legalizar e permitir abusos, isso parece uma história recente desta semana numa certa República da Banânia…. =|

    • Luiz

      Que eles (as agencias de inteligencia dos governos) eram os inimigos da segurança de informação de qualque rede, todo mundo já sabia.
      A questão agora é de que lado as multinacionais vão ficar, do usuario, ou do governo? seram elas aliados ou inimigos na cyberwar (para usar um termo do departamento de defesa).

      • Gaius Baltar

        Elas vão ficar do lado delas, usando o governo e os usuários conforme seus interesses e disfarçando essas intenções como “proteção da privacidade” ou como “apoio às autoridades”. Não há mocinhos nesse filme.

    • Inquisidor

      eles vão fazer isso com a permissão ou não, agora pelo menos vc sabe que está rolando pra valer

  • SacoCheio

    Essa lei não muda nada para nós, não-cidadãos americanos. O ato de invadir um computador pelos governos, seja em qual país for, é uma coisa corriqueira e difícil de rastrear a origem. [cof China invadindo geral cof]
    Se os ianques não tem cerimônia em invadir computadores dos presidentes aliados, que dirá o nossozinho humilde…

    É como eu sempre digo: a única coisa que nos protege é a nossa irrelevância.

    • Isso é fato… Mas a necessidade de falar mal do Trump é tão grande, que até uma não-tícia vira notícia.

    • Luiz

      Deixa eu te contar algo, a muralha da china é uma cortina, ela esconde a origem, não necessariamente é o governo chines. Já parou para pensar? tu simplesmente coloca um proxy teu dentro da china. o governo chines vai felizmente aceitar teu dinheiro, ninguem recusa dinheiro.
      Pronto, na verdade, é até uma forma boa de se proteger contra estas agencias, triangula o trafego pela china.

    • Felipe Souza

      “A única coisa que nos protege é a nossa relevância”. Muito verdade!

  • Diego Tietz

    Depois de 8 anos de governo Obama nos EUA e todo o caso Snowden, agora os democratas estão preocupados com as prováveis medidas do Trump quanto à privacidade dos cidadãos? Tá bom…

    • Como os políticos daqui só devem estar preocupados que peguem suas falcatruas.

      • Aqui no Brasil estão preocupados em aprovar leis que legalizem a corrupção.

        • Verdade isso era preocupação apenas até o ano passado, agora que o congresso descobriu que pode colocar quem ele quiser na presidência sem precisar passar pelo povo, estão com planos mais audaciosos.

  • Basicamente não muda nada, vão continuar espionando todo mundo, mas agora com respaldo legal.

  • Maom

    Cuidado, AGORA eles podem invadir qualquer computador. Antes eles não faziam isso. Juro! A CIA e o FBI ainda ficavam esperando atrás do telefone por denúncias anônimas. Juro!

    • Eu mandaria a Cia, NSA, FBI e o resto pra putaqueospar… Mas sou bonzinho e não faço essas coisas….

      Ainda quero conhecer a Disney (e Miami), viu tio Trump?

      • Maom

        Com essa cara de mexicano Mario? Esquece. Vai pro Beto Carrero pq vc não passa do muro™.

    • Kropotkin

      É uma mera formalidade apenas para regularizar o que ja vinha sendo feito há anos.

  • O uso de sistemas operacionais mais fechados, firewalls e criptografia forte vai ser uma necessidade cada vez maior nos próximos anos. Com os governos avançando em cima da liberdade individual das pessoas, cada um terá que se preocupar cada vez mais em como proteger suas informações.

    • tuneman

      Sim. Até por que o Windows não possui Backdoors

      • Luiz

        Que não adiantam de nada se tu tem outbond firewall.
        Tu pode usar outro O/S tambem.

        • tuneman

          Sim. Podemos usar Linux, que nao roda vários programas Windows ou OSX que “só funciona” em iMac

          • Ed. Blake

            “Que não adiantam de nada se tu tem outbond firewall.” – Luiz

            Acho que você não leu essa linha.

          • Eu também penso assim (esse papo de “Linux que não roda nada”). Mas se você parar pra pensar… o Linux roda Chrome, e Chrome é 90% do que um computador precisa ter para 90% das pessoas comuns.

            Desktop e Notebook, cada vez mais, estão virando produtos de nicho… (nosso nicho). Muita gente se vira muito bem com um Smartphone. Um computador com Chrome é quase um “luxo” pra maioria das pessoas.

      • O Windows tem vários backdoors… Uns implementados propositalmente, outros oriundos de bugs. É exatamente por isso que eu disse “O uso de sistemas operacionais mais fechados (…) vai ser uma necessidade cada vez maior”.

        Acredito que as pessoas vão passar a usar sistemas especificamente criados para serem mais seguros. Talvez usando sistemas até mais simples do que um sistema operacional completo como Windows ou Mac OS, como algum Mini-linux com propósito específico (imagine o computador como uma máquina de escrever, ou uma máquina de editar fotos, ou uma máquina de acessar internet).

        Os Firewalls também terão parte neste cenário… Cada vez mais roteadores domésticos com funções de VPN e de firewall… Imagino usuários comuns preocupando-se em criar regras de firewall específicas para contornar os backdoors dos sistemas operacionais… Ou mesmo criando túneis de VPN para acessar a internet de forma não-monitorada.

  • Vejo que nada vai mudar na prática, isso já vem acontecendo a muito tempo por debaixo do tapete. A diferença, é que agora só será de conhecimento público e com garantias. E não adianta usar firewall, porque ele também será derrubado pelo governo dos EUA (a empresa será obrigada a deixar uma portinha aberta)

  • ‘Murica garantindo a SUA segurança. Nego tá aproveitando que o Trump foi eleito pra já dar início aos trabalhos!

  • tuneman

    Mas isso não faz parte do “sonho americano”? Rsrsr

  • Homero

    Eu fico imaginando como as coisas funcionavam antes dessa lei:

    – Senhor, identificamos o IP que o terrorista infiltrado se comunicava.
    – Ótimo, invadam o computador dele e descubram os planos de ataque.
    – Não podemos, senhor. O IP é de Ossétia do Sul.
    – Droga, vamos lá pedir autorização pro governo deles. Quem sabe em 17 meses conseguimos os dados…

    • Inquisidor

      vai ver eles recebiam um email anonimo com todos os dados necessarios que só existiam em um computador no planeta. kkkkkk

    • Daniel

      acho que está imaginando errado, ou é inocente de acreditar que era dessa forma… Publicamente podia ser assim, por baixo dos panos eles sempre fizeram o que bem entendiam…

      • Homero

        Sarcasmo, algumas pessoas não entendem…

    • Raposão do Ártico 🦊

      Realidade:

      – Senhor, a Petrobrás vai realizar um leilão
      – Blz, vai lá, invade os caras e vê se vale a pena comprar alguma coisa

  • Atilagr

    Nada além do correto a ser feito. Que o devido seja seguido.

    • Urso Azul

      Como eu queria que a opção de negativar não fosse apenas visual.

      • Daniel

        dois…

    • Só porque é uma lei, não significa que seja do bem.
      Se você acha, neste caso, tenho que admitir que não te considero boa pessoa.

      • Atilagr

        Não é pelo fato de ser uma lei, que é boa. Aonde esta implícito isto no meu comentário? Leis não são necessariamente boas ou úteis. Mas sim pelo fato de que se tu não deve nada, não tem com o que se preocupar. Invadir teu computador e bisbilhotar, se quiserem realmente, vão fazer, com ou sem lei “Mas dai podem armar uma cilada para mim”, não era a inexistência da lei que tornava impossível isso, se quiserem criar uma falsa informação para prejudicar alguém, fariam de qualquer modo. Só que antes, como não havia legislação, provavelmente fariam tudo sem papel algum, agora como há previsão para a invasão, provavelmente ela ficará de algum modo registrada no FBI, logo, até o invadido poderá se beneficiar da existência da lei. E quanto ao fato do “não te considero boa pessoa” ????

  • Inquisidor

    por mim pode espionar a vontade, o que eu tenho de “sensivel” está em um pc que nem acesso a internet tem(nem pendrives , só entra dvd com gravação finalizada nele), sem webcam, removi o microfone, placa wifi removida tmb.
    uso ele para armazenar senhas, documentos importantes( recibos, escrituras,comprovante disso e daquilo, etc),chave dos bitcoin, sabe, coisas que vc não pode perder, claro, meus planos de dominação mundial estão ali tmb HAHAUHAUHAAHUHIHHIAHAHAHAIHAIAH.
    pornografia eu vejo mesmo, sou adulto, nem sei ativar o modo anonimo, não desenvolvo bombas, nem ataques,, nem nada, pode olhar meu historico porno fbi.

    • Inquisidor

      alias, só de eu ter postado que tenho um pc “invisivel” pra eles já devo ter caído em algum filtro deles kkkkkkk

      • Leonardo

        Tu disse bomba e ataque na mesma frase. Da um oi pra NSA/CIA/FBI..

    • Daniel

      Que descrição legal, ainda bem que utiliza nick anônimo né… senão ia ser fácil demais procurar por qualquer pc velho ou não que esteja totalmente desconectado de tudo… as vezes penso em fazer uns posts assim também, depois penso melhor e apago antes de publicar…

  • Othermind

    Resumindo…. Vão continuar fazendo tudo que sempre faziam.. Só que agora sob a tutela da lei…

  • #rule34

  • OverlordBR

    Dizem que se você colocar uma garrafa PET de 2 litros, cheia de água, em cima do seu computador, ninguém conseguirá invadir e você ainda economizará energia elétrica!

  • jack_snowstalker

    pior que eu curtia navegar pela rede Tor em nome da zueira…adeus Tor, foi um prazer zoar contigo velho amigo. Não que eles nao fizessem antes, mas agora tem lei e tudo, TA LEGALIZADA ÇAPORRA. O que fazer agora pra se manter anonimo e seguro? Arrancar o cabo de internet e jogar o celular no lixo? usar lan houses e torcer pra que não usem marcas d’agua nos pendrives que nem uma certa coréia?

  • Eric da Silva

    já ouviram falar na iniciativa Baidu?
    China já faz isso há anos!!

  • D. Pedro II

    Mas você é livre!
    Não, pera…

  • Jorge Dondeo

    Não basta o Obama vetar? Ou vai tentar colocar a culpa disso no galego também?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis