Facebook desenvolve ferramenta de censura para o governo chinês

mark-zuckerberg

Mark Zuckerberg está se aproximando cada vez mais da China: várias foram as vezes em que o CEO do Facebook discutiu planos para o futuro junto ao governo de Pequim. Ele está se esforçando para aprender mandarim, tem se reunido com os principais responsáveis pela internet e se aproximou inclusive do premiê Xi Jinping, que é notoriamente antipático a companhias externas.

Zuck só não recebeu um Green Card, a nota era um 1º de abril.

Por que tudo isso? O Facebook foi banido do País do Meio em 2009, por não se adequar às normas onde é proibido comercializar e/ou fornecer acesso a material subversivo/controverso, de acordo com as normas do Partido Comunista. O Google driblou o corte por cinco anos até 2014, isso porque baixou a cabeça e passou a filtrar resultados. Quando Mountain View se tocou de que não fazia sentido pregar liberdade e promover censura ela parou com a prática, e foi chutada.

O problema é que a China, embora comunista no papel é uma nação capitalista como qualquer outra, uma das economias mais fortes do mundo e um mercado consumidor gigantesco, com mais de 700 milhões de pessoas conectadas (cerca de 51% da população do país, dados de agosto). Logo a empresa percebeu que ignorar o país não é inteligente do ponto de vista financeiro, e pouco tempo depois aceitou as condições para voltar: filtrando resultados e capando a Play Store. Para o Google é preferível trair todo o seu discurso e se sujeitar aos desmandos de governos autoritários, se isso se refletir em muito dinheiro no bolso.

E ao que tudo indica Zuck  chegou à mesma conclusão.

De acordo com fontes ligadas ao Facebook (até onde se sabe, tratam-se de três pessoas que são ou foram funcionários da rede social) a mesma teria desenvolvido uma ferramenta para lá de controversa que permite a censura de conteúdo subversivo compartilhado no Feed de Notícias. O sistema, que teria características geográficas filtraria postagens que o politburo considerar inapropriadas (elas não seriam deletadas, mas ocultadas) em regiões da China em que seu conteúdo pode ser considerado inaquedado, diferente de outras. E claro, assuntos mais espinhosos seriam barrados em todo o país.

A polêmica gira em torno não apenas da existência de tal ferramenta mas principalmente pelo fato de que ela não teria sido desenvolvida para uso dos próprios funcionários do Facebook, e sim pelo próprio governo chinês; a rede social não teria interesse em ela própria realizar o bloqueio. Não se sabe no entanto se o software seria repassado para técnicos estatais (como o “Partido dos 50 Centavos” por exemplo) ou para uma empresa privada, ligada à Pequim.

A criação da ferramenta seria um assunto tão espinhoso dentro do Facebook, que diversos funcionários próximos ao projeto pediram demissão por não compactuarem com os rumos que a rede social está tomando. O assunto teria escalado tanto que virou pauta de uma das reuniões semanais dos dirigentes da empresa com a equipe, realizada toda sexta-feira. E nela Mark Zuckerberg teria sido claro como cristal sobre seu ponto de vista:

“É melhor que o Facebook participe de uma conversa enriquecedora, mesmo que seu teor seja restrito.”

Tradução: “se o Facebook vai ganhar dinheiro com isso, pouco me importa trair nossos princípios”.

Não há informações de que a ferramenta já foi repassada ao governo chinês ou se ela sequer funciona como proposto, mas ela existe. Um porta-voz do Facebook disse apenas que a empresa está “aprendendo mais sobre o país” e que o interesse na China não é imediato. Mas francamente, como ignorar um mercado de 1,4 bilhão de habitantes por coisas bestas como moralidade e coerência? E deixar de encher os bolsos?

Fonte: The New York Times.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • A tradução ali tá errada, onde que o Facebook tem “princípios”? =P

    • Luiz

      não teve, não tem, nem nunca tera

      • K9s10

        kkkkk

    • Julio Verner

      Princípio de enriquecer oras!

    • Princípio de ganhar o máximo de dinheiro do gado que usa aquela merda e se acha fodalhão por ter conta naquela pocilga.

  • Artepan Panfleteria

    ” “É melhor que o Facebook participe de uma conversa enriquecedora, mesmo que seu teor seja restrito.”
    Tradução: “se o Facebook vai ganhar dinheiro com isso, pouco me importa trair nossos princípios”. ”

    Mesma moral de traficantes, assaltantes e políticos…. Tudo criminosos…

    • Diego Marco Trindade

      “Mark Zuckeberg – Breaking Bad”

      • Alvaro Carneiro

        nao ofende o seriado não, por favor.

        • Diego Marco Trindade

          Longe de mim querer ofender, quis apenas comparar a “queda” dos princípios. Apesar de que “princípios” nunca foi o forte do Zuckenberg.

    • Luiz

      “principios” hahaha, boa piada

    • Exato… xD

  • Vinicius Zucareli

    Interessante que o GOVERNO CHINÊS impõe censura e, de alguma forma, os moralmente responsáveis são os funcionários do Facebook…

    • Vinicius Zucareli

      Exemplo didático:

      Na Ditatura no Brasil seria muito melhor que as gravadoras simplesmente saíssem do país e parassem de trabalhar aqui do que passar seu conteúdo pelos revisores.

      O Facebook vai passar pelos revisores (digitais) mas nem por isso vai deixar de ajudar as pessoas a vencerem a censura. Seria muito melhor que ele simplesmente fosse embora e as pessoas nem tivessem acesso a ferramenta, certo?

  • mr_rune

    Eu tenho uma tradução melhor: “se o Facebook vai ganhar dinheiro com isso, foda-se todo o resto”.

  • Alvaro Carneiro

    A única parte que não acredito é:

    – “A criação da ferramenta seria um assunto tão espinhoso dentro do Facebook, que diversos funcionários próximos ao projeto pediram demissão por não compactuarem com os rumos que a rede social está tomando.”

    Para mim isso é fantasia (nome bonito para mentira).

    Podem pedir para sair do projeto, transferencia, ferias, mas pedir demissao duvido. Até parece que azul está preocupado com isso.

    • Mirai Densetsu

      Até acredito, porque a galera do software livre costuma ser meio… Idealista, por assim dizer. E eles prefeririam pedir demissão a colaborar com uma ditadura. E como eles tem Facebook no currículo, então não será tão difícil arrumar outro emprego.

    • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

      Não duvido. Já vi gente se demitir e ser demitida por menos que isso. Empresas como o Facebook e Google tem um peso gigantesco no currículo de qualquer um.

      O analista iniciante zé ruela com certeza não faz isso porque se sair perde a chance da vida, mas um líder de projeto dentro do FB sai de lá e chove proposta de emprego na cabeça dele.

  • Mirai Densetsu

    O primeiro princípio de qualquer empresa que seja é gerar lucro. Todo o resto é acessório e serve para satisfazer o primeiro princípio.

    Portanto o Facebook não traiu os seus princípios.

    • Tradução: “se o Facebook vai ganhar dinheiro com isso, pouco me importa trair nossos princípios”.

      Contraditório no caso do Facebook… não vão ganhar dinheiro pra deixar de ganhar dinheiro… xD

      • Mirai Densetsu

        O que eu estou dizendo é que o Facebook não está traindo o primeiro princípio. Talvez ele esteja traindo algum outro princípio acessório, mas ele não é importante.

  • Vinicius Zucareli

    Se você aceitar a censura e lançar a ferramenta, você TEM UMA CHANCE de burlá-la.

    Se você simplesmente não lança a ferramenta, então a censura teve 100% de eficiência.

    Do ponto de vista humanitário de dar voz e um canal para pessoas censuradas, qual dos dois lhe parece melhor?

    Não que seja esse o ponto do Facebook, mas pelo amor de Deus, o vilão é o governo Chinês, kct

    • Luiz

      pressupondo que não existem mais ferramentas que façam a mesma coisa, seria ironico se os chineses usassem aquela rede russa

      • giovani eumesmo

        VK?

  • Luiz

    If you are not my friend, then you’re my enemy.

  • DSA

    Bom, já serve de aprendizado pro governo temer, que quer um jeito de proibir o emoji de vômito nos posts do presidente, tendo inclusive já se reunido com o Facebook para tanto.

    • Cássio Amaral

      kkkkkk é verdade, é o emoji mais usado pelos comunistas de iPhone no FB.

  • Isso vai dar pano pra manga porque outros países vão querer tal ferramenta tmb, seja de forma legal ou ilegal, e o pior, como apenas oculta o conteúdo, não tem nem como saber facilmente se foi censurado

    • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

      Em se tratando de China, te garanto que assim que a polícia arrombar a porta do apartamento e arrastar a pessoa aos berros pra o que quer que seja a versão chinesa de uma gulag, ela vai descobrir que foi censurada.

  • Julio Verner

    “embora comunista no papel” – Tão no papel quanto a matéria :V

    “é uma nação capitalista como qualquer outra” – Como a Coréia do Norte?

  • Zé Carioca

    Mais fácil tocar uma bomba no governo e fundar no lugar um país chamado Facebook

  • Como que é? Se não fosse o facebosta a primavera árabe jamais teria acontecido? É isso?

    Interessante…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis