Microsoft vai aposentar um velho amigo: o Prompt de Comando

command-prompt

A Microsoft está enfim jogando para escanteio um dos últimos resquícios do MS-DOS presente em seu sistema operacional para desktops: a última build Preview do Windows 10 (10471), liberada na última semana para membros do programa Insider substitui o bom e velho Prompt de Comando, presente no sistema desde os primórdios pelo mais poderoso PowerShell como aplicativo padrão.

Mas calma: apesar dos pesares o Prompt não foi aposentado, ele só não terá mais nenhum destaque de agora em diante.

A mais recente atualização do Windows 10 traz uma série de novidades para os usuários em diversos níveis de experiência: o preview do Paint 3D, por exemplo foi finalmente liberado para quem quiser brincar de fazer bruxaria com o programa que sempre foi renegado por Deus e o mundo desde sempre; em outras notícias o Edge, o navegador padrão agora é em competente leitor de e-books, desde que não estejam protegidos e estejam no formato .EPUB é possível modificar o tema, as fontes, editar o texto e fazer suas próprias marcações facilmente.

No entanto usuários de alto nível que já usavam o PowerShell, uma shell muito mais poderosa do que o CMD.EXE (ela está completando 10 anos em 2016) poderão agora utilizar o programa muito mais facilmente: o Prompt de Comando deixou de ser a ferramenta padrão e foi deixado de lado, a partir de agora tanto o comando tecla Win +X, como os menus de contexto e o ícone de destaque no Explorador de Arquivos passam a ser o PowerShell.

O movimento faz sentido: embora seja um programa legado o Prompt não tem tanto poder de fogo quanto seu sucessor, que por ser desenvolvido no framework .NET e hoje ser multiplataforma e Open Source permite criação de scripts, entre outras ações mais de alto nível.

windows-powershell

Para quem prefere o Prompt de Comando ainda é possível configura-lo novamente como a shell padrão, basta ir em Configurações, Definições, Barra de Tarefas e desligar a opção “Substituir o Prompt de Comando pelo Windows PowerShell”. No entanto a grande maioria dos usuários comuns não notarão grandes diferenças, essa modificação visa mais privilegiar desenvolvedores e administradores de sistema, que precisam de ferramentas parrudas.

Claro, não é certeza de que a mudança vá se refletir na versão final ou que o Prompt de Comando será um dia removido de vez, mas é bom ver a Microsoft enfim abrindo mão de certos aplicativos legados que só continuam presentes por nostalgia, quando ela possui uma shell muito mais poderosa nas mãos há uma década.

Fonte: Neowin.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis