ad

Review — tablet Chuwi Hi10 Plus

chuwi-hi10-plus

Durante alguns anos eu tive um iPad 2 e o período que passei com ele serviu para me deixar com uma ideia: eu não precisava de um tablet. Embora aquele aparelho tenha me quebrado o galho em algumas ocasiões, a limitação imposta pelo o seu sistema operacional sempre me incomodou, fazendo com que ele parecesse mais um brinquedo de luxo do que algo que realmente me fosse útil.

Após meu filho destruir sua tela com um tombo, cheguei a conclusão de que dificilmente me interessaria por outro eletrônico desses, mas desde a semana passada isso mudou. O motivo? A oportunidade de testar o Chuwi Hi10 Plus, um tablet com Windows 10 que me fez entender que o problema talvez não estivesse nesse de tipo de aparelho, mas na maneira de usá-lo.

Especificações técnicas

Com uma tela Full HD (1920 × 1280 pixels) de 10,8 polegadas, o Chuwi Hi10 Plus já de cara chamou minha atenção pelo tamanho (27,64 × 18,48 × 0,85 cm), consideravelmente maior que um iPad de 9,7 polegadas (24 × 16,9 × 0,61 cm), mas ainda assim relativamente bem fino. Porém, a maior dimensão da tela e as 686,5 g poderão não agradar muito aqueles que procuram mais mobilidade, afinal não se trata de um tablet muito leve.

chuwi-hi10-plus-configQuanto ao seu interior, temos um processador Intel Cherry Trail Z8300 quad-core 1,44 GHz, com 4 GB de RAM DDR3L e 64 GB de armazenamento. Tal configuração pode não parecer muito intimidadora, principalmente se pensarmos em utilizar um Windows nela, mas se você encarar o produto como um tablet e não como um desktop/notebook de ponta, é possível fazer muita coisa com ele.

O Hi10 Plus ainda vem equipado com uma bateria de 8.400 mAh, que se mostrou bastante duradoura na utilização do dia-a-dia. Já nas conexões temos uma porta USB 3.1 Type-C, que também é utilizada para recarregar a bateria, uma saída micro HDMI + WIDI HD e entrada para cartões micro SD de até 128 GB, podendo assim expandir bastante sua capacidade de armazenamento.

Os sistemas operacionais

Na minha opinião, aqui está a principal qualidade do Hi10 Plus. Poder utilizar em um tablet um sistema operacional com o qual estou tão acostumado é uma maravilha. Além de ter à minha disposição todos os programas que utilizo no Windows, a própria usabilidade é um ponto que me agradou muito, afinal mudar uma configuração ou realizar qualquer ação é algo bastante natural.

Vale mencionar também a maneira como o Windows 10 funciona em uma tela sensível ao toque. Como eu nunca havia utilizado o SO dessa dessa forma, tinha um certo receio sobre como ele funcionaria, mas felizmente a impressão foi a melhor possível, com os programas (principalmente os disponibilizado pela Windows Store) rodando satisfatoriamente.

Contudo, eu não havia prestado atenção no fato de que o tablet não vem apenas com o sistema da Microsoft, mas também com o Remix OS. Baseado no Android 5.1, seu objetivo é tentar reproduzir a sensação de estarmos usando um Windows e com ele temos acesso a uma infinidade de aplicativos para o SO do robozinho. Portanto, se o usuário precisa de algo disponível nessa plataforma, não será impedido de usar.

Ou seja, tanto os usuários de Android quanto do Windows serão atendidos e além de podermos optar por qual sistema usar ao ligar o Hi10 Plus, dentro de cada sistema temos a opção de alternar para o outro, bastando apenas clicarmos em um botão.

remix-os

Um tablet para jogos?

Particularmente não sou um aficionado por jogos para tablets ou smartphones, mas ao saber que teria nas mãos um que roda Windows, a primeira coisa que me passou pela cabeça foi: Civilization V! Um jogo como esse sempre me pareceu ideal para ser jogado numa tela sensível ao toque e assim que peguei o Hi10 Plus, corri para instalar o Steam e a criação da Firaxis Games.

Num primeiro momento a minha sensação foi uma mistura de incredulidade com decepção. Por um lado é impressionante ver como tal jogo pode ser muito divertido nesse tipo de aparelho, mas por outro, jogar tocando na tela é uma bela quebra de paradigma. Além disso, a capacidade da máquina não me permitiu experimentar o título com tudo no máximo, mas mesmo assim o Civ V rodou relativamente bem e embora não tenha o game funcionando a 60 frames por segundo com todas as opções no limite, ao menos posso jogá-lo em qualquer lugar.

Outro que testei foi o Skulls of the Shogun. Esse sim rodou de forma bem mais suave, sendo outra ótima opção para quem  gosta de estratégia e quer aproveitar um bom título mesmo quando estiver longe do desktop.

hi10-plus-civilization

Mezzo tablet, mezzo notebook

Apesar de não ser um acessório padrão, precisando ser adquirido separadamente, o Chuwi Hi10 Plus conta com a possibilidade de o utilizarmos com um teclado e ao o conectarmos ao aparelho, ele automaticamente se transforma em um notebook. Isso pode fazer com que a sua utilidade se torne ainda maior, afinal estamos falando de algo funcionando com um Windows e que devido ao seu tamanho, é uma ótima opção para quem não quer carregar na mochila um “enorme” computador.

O que achei mais legal é na maneira simples como o aparelho transita entre um tablet e um computador portátil, inclusive com o Windows perguntando se queremos mudar para o modo tablet ao removermos o teclado e vice-versa. Aliás, com o teclado fica até mais fácil encararmos alguns jogos, mais aí seria recomendável utilizarmos também um mouse.

chuwi-hi10-plus-2

Conclusões

Assim como acontece com qualquer produto eletrônico, o preço é um aspecto importante na hora de decidirmos ou não comprar algo e por como o Chuwi Hi10 Plus está sendo vendido por pouco mais de US$ 200, acho que se trata de uma ótimo negócio.

É claro que com ele não conseguiremos realizar trabalhos que só seriam possíveis em máquinas mais poderosas, mas a ideia de ter um Windows 10 à nossa disposição a qualquer momento e com toda a praticidade que o sistema operacional possui é uma qualidade importante, ainda mais para quem quer fugir do iOS ou do Android.

No fim das contas, preferir esse ou aquele sistema operacional é uma questão bastante pessoal, mas com uma configuração decente e um nível de liberdade que o iPad não oferecia, a verdade é que o Hi10 Plus tem todos os méritos por ter conseguido me fazer voltar a gostar de tablets.

Prós:

  • preço acessível;
  • tela com bom tamanho e Full HD;
  • bateria duradoura;
  • ter acesso aos  programas para Windows em qualquer lugar;
  • poder optar entre o Windows 10 e o Remix OS (Android 5.1).

Contras:

  • podia ter mais memória RAM;
  • pesado e um pouco grande;
  • câmeras com baixa resolução.

Nota do Editor:

O produto nos foi gentilmente cedido pela loja Gearbest, que vende o Chuwi Hi10 Plus por US$ 189,99 através deste link. Já o teclado pode ser visto aqui, por US$ 24,68.

Além disso, eles estão com promoção de Balck Friday onde diversos produtos estão com descontos excelente, como por exemplo o Xiaomi Redmi Note 3 Pro 32 GB, que com o cupom NoteGBR sai por US$ 163,99 ou o Lenovo ZUK Z2, por US$ 199,99.

 

— Outros tablets e smartphones com descontos:

 

Relacionados: , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Parece ser uma boa opção, faz tempo que procuro um “netbook” barato pra usar na sala de aula e até o presente momento a opção menos ruim foi o Chromebook 3 da Samsung, mas por ter apenas 2gb de RAM ainda não me parece ser o ideal.

  • ditom

    Dori, estou com um Lenovo Helix (Windows 8.1) e achei o conceito confuso. Pesado para um tablet, limitado para um note.
    Mas eu aprecio tablets. Estou aguardando oportunidade de adquirir um novo…

    • Omena

      Comprei um helix e um tp8, devolvi os 2, principalmente pela duração da bateria de ambos, o primeiro menos de 5 horas e o segundo umas 4,porem tk8 demora 4hr para carregar. Tenho um LG slide pad 2 e achei a bateria melhor que ambos, mas queria algo mais potente e melhor bateria e esses 2 não são.

      • ditom

        Uso o Helix sempre com o teclado, por força de facilidade para trabalhar. Nunca medi a duração da bateria mas deve ser por volta de 5 horas mesmo…

  • Omena

    Qual a duração da bateria? No review só fala o tamanho.

    • No site deles diz que assistindo vídeos, ouvindo músicas ou jogando dura entre 4 e 6 horas. Pelo mostrador no Windows, sem estar fazendo nada muito pesado, diz a carga completa duraria quase 9 horas.

      • Marcos Balzano

        Tem como fazer um teste, por exemplo, um vídeo em loop com brilho no meio? Um jogo aberto? WebBrownsing?

        • Não sei se conseguirei, mas só para ter uma ideia, esse review do Surface Book diz que a bateria dele durou quase 8 horas e assim como a do Hi10 Plus, ela também tem 8.400 mAh.

          • Marcos Balzano

            Só que o Surfacebook promete 12 horas de bateria, na versão do review, entregando 2/3 do prometido.

    • Gaius Baltar

      No Hi8 (versão de 8 polegadas desse) dura um dia inteiro de uso moderado (agenda, receitas, Dropbox, Rx, etc.).

  • Windows 10 num tablet é, apenas, no no…
    Pra um laptop, ok, mas aquele Modo Tablet escroto dele é uma tristeza só.

    • Discordo, mesmo porque você pode usar sem o modo tablet habilitado.

      • Só o modo tablet salva enquanto usa por touch. A interface desktop ainda é uma merda.

        • Como eu disse…
          “No fim das contas, preferir esse ou aquele sistema operacional é uma questão bastante pessoal, “

    • Gaius Baltar

      Por experiência própria eu digo que funciona bem.

      • E, por experiência própria, eu digo que só funciona.

        • Gaius Baltar

          Bom, temos a minha experiência de uso num Chuwi, temos a experiência de uso do Dori em um outro Chuwi, talvez falte você experimentar um também. 😄

          • O mais interessante é que não será diferente, não importa o quão poderoso o aparelho seja, como um Surface. O problema é o Windows. Tenho um Thinkpad 8 e não tenho o que reclamar em questão de desempenho (ele é MUITO honesto pra algo tão simples). O que me incomoda é a interface do Windows, para tablets, que simplesmente não anima. Nem consigo dividir a tela em dois como fazia no Windows 8.1, a menos que utilize a escala em 175% e ver tudo beeeeeem pequenininho. O sistema é muito mal feito.

          • Gaius Baltar

            Entendo. Bom, na minha utilização funciona bem. Pode ser por causa das apps que uso, que maioritariamente são da Windows Store, embora utilize programas específicos da área médica que rodam perfeitamente no tablet.

  • Rijanio

    Já tive um Tablet Samsung que usei por pouco tempo (pelos mesmos motivos do Dori e por este ter sido subtraído da minha casa por ladrões). Também pensei não precisar/querer nunca mais um tablet. Mas a cerca de um ano comprei no impulso um ICC e vou dizer, acho que o ponto nevrálgico do tablet é o S.O. Usar um tablet com Windows é outra experiência (positiva). Recentemente atualizei o meu pra Anniversary Update e estou usando a Cortana nele, e em termos de conforto, diversão (steam), usabilidade e mesmo produtividade é outro mundo. Acho que a Microsoft esta perdendo dinheiro em não focar nesse segmento (digo, fora a linha Surface)

    • O pior é que se outra pessoa me dissesse isso, acho que não acreditaria. Poder testar esse aí me fez mudar completamente de opinião.

  • Não sei… marca diabo… uma confusão de opções… não é uma coisa nem outra !! Passo longe de uma gambiarra dessas…

    Prefiro um notebook para trabalhar, eficaz e útil no que faz e um tablet fino e leve pra consumir conteúdo na cama, no sofá, na piscina, no clube e numa casinha de sapê… livros, vídeos, MeioBit, JovemNerd e todo tipo de futilidade, até jogar. Cada um no seu quadrado…

    • Acho que a ideia de um tablet assim não é substituir um notebook, mas quebrar um galho em certas situações. Se você pode ter um aparelho que faça as duas coisas, por exemplo, numa viagem, porque levar um tablet e um notebook?
      E como assim uma confusão de opções? Se você quiser usar só como tablet, sem problema. Sinceramente não consigo ver “ter opções” como um ponto negativo.

      • Os “sistemas operacionais”, que necessidade disso!?
        Não sei, já pensei diferente, mas hoje, quanto mais simples e funcional, melhor. Não vejo necessidade de tanta coisa. É opinião pessoal, não estou dizendo que o mercado está errado e eu certo 🙂

        • Não existe necessidade, existe opção. Se você só se interesse por um sistema operacional, basta usar apenas ele. Como disse antes, não vejo nenhum dos pontos citados por você como negativos.

          • Vinicius Santos

            “problemas, problemas, problemas, eu gosto de criar problemas!” rsrs
            tem gente que reclama da falta de opção, e tem gente que reclama de ter opção, eu hein!

    • Gaius Baltar

      Tenho um Chuwi Hi8 há mais de um ano, com uso intenso como aparelho de apoio e funciona perfeitamente, 8 horas por dia. Custou €73, portes incluídos. Trabalho com todos os programas que uso no desktop (agenda, receitas, Rx, etc.). Para ambiente de trabalho a vantagem de ter Windows é incomparável.

      • Vc provavelmente usa o Office 365, mas há alguma maneira de instalar o Office normal nesse tipo de tablet? Sabe dizer?

        • Gaius Baltar

          Por acaso uso o Libre Office. 🙂 Mas há como instalar qualquer programa para Windows que suporte as definições do tablet. Os programas que tenho no desktop (prescritor de receitas, software de aquisição de radiografias, gerenciamento da clínica, etc.) rodam da mesma forma no tablet, com rede e tudo que um desktop normal tem direito.

          • Essa era a minha dúvida, ou seja, se dá pra usar um instalador normal, via pendrive, ou se aceitaria instalações via loja somente.
            Quando ao LibreOffice, acho-o horrível, e a minha opção gratuita é o WPS Office. Talvez vc não conheça, então fica a dica.

          • Gaius Baltar

            Dá para você fazer o que você quer sim. Ele traz um adaptador Mini-USB/USB para isso (aprende Apple!) e roda de boas qualquer pendrive.
            Obrigado pela dica, vou testar sim. Meu uso de Office é básico, assim uma licença 365 não se justificava, então optei pelo Open e depos pelo Libre Office. Vou testar o WPS. Abraço.

  • Parece ótimo. Na minha humilde opinião, acho que ultraportáteis de bom desempenho são o futuro. Assim que os fabricantes pararem de se preocupar com câmeras, por exemplo. Sim, câmeras: pra uma pessoa que quer comodidade sem “sofrência”, certas coisas são irrelevantes e só servem pra encarecer o produto. Eu não quero ficar registrando minha própria cara por aí, dispenso as funções de smarts avançados. Quero um bom substituto para um desktop/notebook razoável que eu possa levar por aí. Aparelhos assim pra mim são perfeitos. E são justamente esses que não chegam no Brasil. Maldição.

  • Tem uma penca de opções decentes de tablets Windows nos sites da China, tenho vontade de comprar um, mas quando penso no imposto e ausência de garantia, fico desanimado.

    • Gaius Baltar

      Posso atestar que essa marca é acima da média. Tenho a versão de 8 polegadas desse que o Dori testou e nunca tive problemas. Funciona 8 horas/dia, 6 dias/semana.

  • Thiago Lopes

    Android em x86 e tem gente que elogia. E o pior, ainda em sites de tecnologia.

  • Vinicius Santos

    belo review, to procurando um tablet barato com windows há tempos, quem sabe dessa vez vai.

    • Gaius Baltar

      Não ganho nada fazendo propaganda, mas tenho um há mais de um ano e funciona maravilhosamente bem.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis