AT&T reduzirá qualidade de vídeos online PARA SUA CONVENIÊNCIA

hankhill

Operadoras de telefonia são uma desgraça, são nefastas por natureza, abomináveis, exceto a que por acaso estiver anunciando no MeioBit neste momento, claro. Mas no geral elas ignoram o indivíduo, o cliente vira uma entidade abstrata coletiva e você é só um zangão na colméia.

Agora a AT&T mostrou mais uma vez esse lado maligno, com um recurso chamado “Stream Saver”. O objetivo é economizar banda de planos ilimitados. Isso mesmo. Você tem um plano ilimitado mas vão economizar seus dados.

Como isso acontece? Simples: a rede da AT&T vai identificar streamings em alta definição, 1080p, 720p e limitar a banda disponível para 1,5 Mb/s, o que se traduz em um vídeo com qualidade “DVD” segundo a AT&T. Ou seja: lixão. Seu lindo celular com tela UltraFuckMegaPowerHD 4K? Esqueça.

Vai ver filmes com 480 linhas, igual a um neandertal. Aqui a proporção entre uma imagem em Full HD e a mesma imagem em 480p:

vader

Esse tipo de sacanagem geralmente é contido por agências reguladoras, mas internet ainda é algo novo e muitos serviços vivem em um limbo regulatório. Para piorar republicanos, que agora estão no poder nos EUA, têm aversão patológica à intervenção governamental na economia.

No final a AT&T está tentando manter seus lucros vendendo “planos ilimitados” sem manter uma infraestrutura que suporte esses serviços. Pior de tudo: isso vai chegar aqui, cedo ou tarde.

Fonte: Tech Crunch.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Wallacy

    Aqui é mais moderno! Já limitam por padrão, sem precisar de avisar que é um novo recurso.

    Pior foi eu, contratei um plano de 50 mega, e tinha degustação para 100. Eu aceitei é claro, até pensei em ficar com o plano se fosse bom…

    Daí o modem que eles me trazem pra instalação só consegue trafegar 25 Mb/s! Lindo.

    • Ivan

      Pior é quando não tem nem porta disponivel pra instalar internet.

      • Felipe Silva

        Nem me fale sobre não ter porta disponível, to tentando mudar da NET Virtua para a Vivo (aqui ainda é rede da falecida GVT, ainda sobrou um pouco de qualidade), e só me informam que não tem porta disponível no armário, e nada de expandirem o armário ou passagem GPON na minha rua (já tem em algumas partes da cidade).

      • Doomed

        Bom, quando eles não avisam que não tem porta disponível, né. Na minha região, com Live Tim em idos tempos, os caras não avisavam e ficavam alternando no armário, ora deixando um ora deixando outro sem internet, conforme os clientes iam reclamando.

        • Ivan

          Caramba ai é sacanagem, tive problema com a vivo liguei pra net, vieram 2 vezes aqui falaram que não tinha porta no poste que iriam vir arrumar, 2 semanas e nada.

        • Felipe Silva

          Já tive problema parecido, mas era com o TAR ruim que não queriam trocar, mais culpa da terceirizada que não reclamava do TAR do que da operadora diretamente.

      • Smartfox

        Outra sacanagem é venderem internet via fibra ótica, só que a fibra só chega até o armário e segue um cabo de cobre até a sua casa. 😑

        • Felipe Silva

          já xinguei munto vendedor no facebook por propaganda enganosa de fazerem isso, quem adora fazer isso é a NET, a Vivo tá fazendo o mesmo de forma mais sutil, anuncia fibra, até tem fibra em alguns lugares (a NET tem fibra até o cliente em algum lugar?), mas diz que por limitações de cobertura no teu endereço só tem par metálico.

        • Daniel Belini

          Eu ACHO que a Vivo fibra não faz isso, não na minha casa.
          Chega um fio/cabo redondo bem fino, que disseram ser fibra ótica, entra numa caixinha e depois vai para o modem.

          • Smartfox

            Até agora em todos os lugares que tinha Vivo Fibra que eu visitei, era de fato fibra ótica. O problema ta na TIM, NET e GVT. Essas muito raramente entregam a fibra até a sua casa, a conexão vem por um fio de cobre e é muito irregular.

            Meu irmão tem Live TIM de 50MB no escritório dele, mas não chega o cabo de fibra, só o de cobre, e a velocidade é muito instável. Varia muito, você pega um download pra fazer no Torrent, ou até mesmo no Steam que sempre pega toda a banda e é bem estável, você vê, em um minuto ta em 5MB, no outro cai pra 2MB, daqui a pouco cai pra 1MB, ai sobe pra 5MB, cai de novo pra 2MB… E assim vai.

            Pelo menos a fibra da TIM é barata, mas é foda pagar por uma velocidade que não é bem o que é. 😒😔

          • Felipe Silva

            Isso não é problema do par metálico, o problema do par metálico é a conexão ficar caindo por cabo fora do padrão necessário para a velocidade vendida, oscilação de velocidade é indicativo de backbone saturado, poderia ser via radio, coaxial, fibra óptica, sistema magico da apple, backbone saturado vai ficar oscilando a velocidade.

          • Wallacy

            Aqui é fibra, o problema é meu roteador mesmo. Tenho que ligar lá pra pedir outro modelo. Eles até possuem modelos que suporta 100mbps (já vi em lugares com internet de 10 megas), mas o pessoal do suporte trabalha mal pra caramba.

          • Daniel Belini

            Qual o seu roteador?
            O meu é um branco com 3 antenas chatas, acho que é D-Link ou TPLINK

          • Wallacy

            Um da Sagemcom sem antena nenhuma. É um modelo antigo que só funciona 25mbps… Eles trocaram o antigo da TPLink que só trafegava 50mbps por esse, pois eu liguei lá, avisando que os 100mbps prometidos não chegava…

            Nem ligo para os 100mbps, contratei 50 mesmo e é o que vou ficar, mas tenho que pedir os 50 de volta.

          • Felipe Silva

            desliga da tomada, liga pra operadora e diz que o modem queimou, que não acende nenhuma luz, vão ter de ir ai verificar pra trocar, quando chegarem ai faz o cara testar a velocidade e como não vai bater, faz ele trocar o modem.

  • Andre Kittler

    O problema não é que “vai” chegar, mas como “como vai” chegar. Comcast (ou outra parecida, não lembro certo…) está com cap mensal de 1 TERA. E obviamente, e justo, clientes reclamam.
    Isso chega aqui os videos se chegarem a 280p de resolução é muito. E menos de 1% reclamará.

  • E agora? Será que vão jogar a culpa no Trump?
    Olha, eu acho que o Bananal nem precisa disso, as franquias miseráveis no 4G (com gosto de 3G) já fazem sua parte. Temos uma Agência Reguladora a favor dessas fuleiragens.

  • Atrollando Natuacara

    Promoção Black Friday das operadoras: aproveite pela metade da banda o dobro de black pixels…

    https://uploads.disquscdn.com/images/3d8fc01dbddb0c16cef3af8e04a5bb1805df1b5e8790d91e64ab811b3cefe1b3.gif

    • Se (digo, quando)essa moda chegar no BR, o jeito vai ser voltar aos torrents.
      E vai chegar, já que as Teles são donas das TVs por assinatura, e o streaming está sangrando seus lucros.

  • Rafael Rodrigues

    Ah, o maravilhoso mundo cor-de-rosa do livre mercado, onde o empresariado (sempre preocupado com o cliente) se esforçará para concorrer pela sua preferência, causando uma melhora natural nos serviços e redução dos preços.

    Hahahahahahaha

    • Adriano Martins

      Isso não é livre mercado, isso é cartel.

      • Rafael Rodrigues

        Esse é o ponto. Livre mercado no mundo real (feito de pessoas reais, cujos coraçõeszinhos não são exatamente moles) costuma resultar em cartelização.

        Tem que ser muito ingênuo para crer que em uma economia realmente livre, “Mises-friendly”, as empresas escolheriam se matar ao invés de se unir.

        • Adriano Martins

          Qual a solução então, amigo? Regressar ao tempo do mercantilismo medieval? Porque aqui no Brasil nós praticamente já regredimos ao Keynesianismo e nada dessa situação mudar. Por favor nos ilumine com a sua sabedoria.

          • Ivan

            Menos regulamentação e mais defesa do consimidor, vc vende 10mb que envie os 10mb, pronto não precisa regular tudo na vida.

          • Mirai Densetsu

            E como vai ter defesa do consumidor sem regular o mercado?

          • Ivan

            Eu disse SEM?

            Mas vou te mostrar, vc contrata um serviço de banda larga, está lá que é de 25 mb e te mandam 10mb, sem regulamentação ainda vai ter direito do consumidor(não sei da onde vc tirou que iria acabar), vc pode ir no procon reclamar, é quebra de contrato, funciona com qualquer coisa não precisa de uma agencia reguladora em tudo, não tem agencia reguladora de mercados(onde vc compra comida, produto de limpeza), não tem agencia reguladora de restaurantes, agencia reguladora de balada e funcionam incrivel isso né?

          • Mirai Densetsu

            Da parte onde você – e todos os liberais – querem tirar o Estado do mercado. Intervenção do PROCON e do Poder Judiciário ainda é intervenção do Estado na economia.

            não tem agencia reguladora de restaurantes, agencia reguladora de balada e funcionam incrivel isso né?

            O mais incrível é que existe SIM uma agência reguladora para tais coisas. E ainda mais incrível é que essa agência funciona como devia.

            O nome dela é Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Vulgo ANVISA. É ela quem é responsável por você não comer comida estragada em um restaurante.

          • Ivan

            Vigilancia sanitaria e não como um mercado deve mostrar seus produtos, ou o que um restaurante deve vender, qual o cardapio, só se pode ou não deixar sal na mesa…

            È apenas higiene e condições dos alimentos.

            Cara não invente coisas cara, PROCON e poder judiciario é bem diferente do Estado ditar regras de como as empresas devem agir, o que produzir, como produzir, de que cor tem que ser o produto.

            Liberais são a favor do judiciario, claro que pra eles seria melhor um privado mas não vem ao caso, libertarios melhor dizendo são a favor de contratos se vc não compriu contrato processa.

            Então sem falacias de falar que mercados, baladas e restaurante são regulados que nem setor de telecomunicação ou aviação, pq não passa de falacias descaradas.

          • Mirai Densetsu

            No site da ANVISA diz:

            [A ANVISA] Tem por finalidade institucional promover a proteção da saúde da população, por intermédio do controle sanitário da produção e consumo de produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária, inclusive dos ambientes, dos processos, dos insumos e das tecnologias a eles relacionados, bem como o controle de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados.

            Só que a ANVISA é uma autarquia de regime especial (leia-se agência reguladora) que é membro integrante do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. Sistema esse que pode, de acordo com a Lei nº 9.782 de 26/01/1999 em seu artigo 2º inciso III “normatizar, controlar e fiscalizar produtos, substâncias e serviços de interesse para a saúde”.

            E existe regulação sobre vigilância sanitária? É claro que sim. Por exemplo, a ANVISA soltou a Resolução RDC n° 216, que dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação (restaurantes, lanchonetes, bares, etc). E bares e restaurantes são obrigados a seguirem essa resolução? Óbvio que sim. E pode apostar que a resolução não fala só sobre condição dos alimentos.

            Todo esse textão é só para dizer que mercados, restaurantes e baladas são regulados sim. Assim como é o setor de planos de saúde, o setor de telecomunicações, o de aviação, o de petróleo…

            A diferença é que a intervenção da ANVISA no mercado é a que eu considero ideal. Ela consegue fazer valer o direito do consumidor, sem prejudicar a competitividade no setor. Se você ir a um restaurante que tenha a cozinha porca ou que sirva comida estragada, você pode recorrer à ANVISA que aquele estabelecimento será interditado. E esse é o tipo de coisa que a ANATEL, por exemplo, nem tenta.

            Cara não invente coisas cara, PROCON e poder judiciario é bem diferente do Estado ditar regras de como as empresas devem agir, o que produzir, como produzir, de que cor tem que ser o produto.

            Liberais são a favor do judiciario, claro que pra eles seria melhor um privado mas não vem ao caso, libertarios melhor dizendo são a favor de contratos se vc não compriu contrato processa.

            Sem regulamentação, o Poder Judiciário julgaria com base em quê mesmo? No contrato, que não é fonte do direito civil?

            Por exemplo, no caso que você expôs, da operadora vender 30 mega e só entregar 300 kbps você disse que poderia processar a operadora por quebra de contrato. Mas a operadora tem um setor jurídico (que faz jus à fama da classe dos advogados) e pode ter incluso uma cláusula onde ela:

            – se compromete a operar a, no mínimo 0,01% da velocidade contratada;
            – só garante a velocidade contratada dentro da franquia, que em outra cláusula é definida em 1KB;
            – se exime de quaisquer responsabilidades sobre a qualidade do serviço;
            – se dá o direito de decidir unilateralmente e sem comunicação prévia ao consumidor a velocidade E o valor do plano dele.

            Em um ambiente de negócios liberal, sem regulamentação, você perderia o processo. Até porque, se a operadora fez uma das quatro opções acima (e provavelmente terá feito), o processo é improcedente porque não houve quebra de contrato para começar. Os abusos das operadoras podem vir previstos no contrato de adesão. E consumidor nenhum tem o poder de negociar as cláusulas de um contrato de adesão.

            No Brasil de hoje você venceria o processo porque o Estado malvado opressor de pobres, inocentes e indefesos multibilionários disse que existem cláusulas de contrato que podem ser consideradas abusivas.

            Além disso, Poder Judiciário ainda é parte do Estado. E ele ainda tem o poder de intervir em uma empresa. Aliás, o Poder Judiciário tem mais poder do que uma agência reguladora, sendo que uma súmula vinculante do STF é quase uma lei. Cartórios são obrigados a registrar casamentos homossexuais graças a uma súmula vinculante do STF.

          • O fantástico senhor raposo

            O Brasil não é a escolha certa pra provar seu ponto. Aqui a coisa não funciona por n motivos, que não tem nada a ver com regulamentação. Vc confunde impostos e taxas altas com regulamentação. Aqui o problema é o contrário, um dos problemas é que as empresas não respeitam as regras, e não há nenhima punição. O problema não é o excesso dela

          • Ivan

            Ou é tbm.

            http://exame.abril.com.br/tecnologia/tempo-para-instalar-antena-celular-no-brasil-e-de-18-meses/

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Rapaz, isso não quer dizer que tem que liberar loucamente a construção de antenas em qualquer lugar. Depois a galerinha começa a ter câncer – e ainda me apareceu um idiota liberal me dizendo que “Coisas que causam câncer não vendem”. Sim, isso aconteceu bem aqui!

          • Ivan

            Tem alguma evidencia que isso causa cancer?

            Vamos ser sinceros 18 meses? não acha que é tipo tempo demais?

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Temos alguns estudos que observam uma correlação entre casos de doença e residência próxima a torres de transmissão. até se comprovar a completa segurança da proximidade destas torres (não só na saúde humana, já vi alguns estudos ligando a presença de torres e problemas com comportamento de colméias), melhor criarmos regras para a implantação delas.

            E sim, 18 meses é muito. Ainda assim não é justificativa pra deixar instalar em qualquer lugar. Nem 8, nem 80.

          • Mirai Densetsu

            Pois é… Acho que esse liberal não conhece uma coisa chamada “cigarro”.

          • Tem uma coisa que a reportagem não comentou mas eu, que já trabalhei do lado que liberava as autorizações para instalações de obras, via muito: projeto porcamente projetados.

            É sério. A legislação existe desde 2000 ( as algumas coisas bem mais velhas que isso), mas os “responsáveis” pela obra, quando vão pedir a autorização para implantar a obra mandam um projeto genérico, incompleto e superficial, ai quando a fiscalização vai fazer a visita de vistoria encontra um monte de coisa que não existe no projeto mas está lá ou que existe no projeto mas nunca vai ser implantada no local.
            Ou alguma coisa que a lei exige desde o tempo que He-Man era novidade mas o responsável parece que fez a última reciclagem profissional no tempo do lançamento do Ultraman simplesmente ignora e não coloca no projeto.

            Fica difícil pedir agilidade para um órgão quando a própria empresa não faz a parte dela.

          • Adriano Martins

            O Brasil é o local perfeito pra eu provar o meu ponto. O cartel de telefonia brasileiro é protegido pela regulamentação estatal, e nao o contrário, como o Rafael tá querendo dizer.

          • Aldo

            Os animais vivem a realidade de uma pais com ANATEL e tem a a cara de pau de falar que nosso problema não é regulação! QUATRO OPERADORAS e os filhos de uma puta fedida mais Karl Marx estão conversando pelo cu ainda! Lá os cliente TROCAM de operadora, por aqui nos simplesmente temos que aceitar! São tão protegidos que tentaram regular a nossa internet mais ainda! Quer saber perda de tempo! Isso deve ser “prefeçor di çiençias ulmanas di iscola púbrica” perda de tempo!

          • Jean

            Não me leve a mal, mas:

            1 – Argumentando assim você mais atrapalha do que ajuda

            2 – Muitas vezes também não to com paciência e acho perda de tempo, outras não. Quando to sem paciência, não posto nada.

            3 – Praticando a futurologia, “capitalismo”, da forma que é hoje ( que não é o livre mercado ) está com os dias contados quando estourar a próxima crise – causada pela criação desenfreada de dinheiro dos BCs – e esta será inadiável e a pior crise até hoje. Quando isso acontecer, provavelmente vão culpar o livre mercado ( que repito, não existe hoje ) e não ao verdadeiro culpado, as ações do estados através dos bancos centrais. Teremos novas ações dos estados, que dificilmente serão de encontro ao liberalismo, mas provavelmente do socialismo ( como foi até agora ) ou alguma aberração tirada da bunda de algum economista mainstream( Pikkety, estou olhando para você ). Se acredito nisso ( como muitos liberais acreditam ), realmente é perca de tempo ficar discutindo algo que não é posto em prática atualmente, que sempre é culpado de tudo e que provavelmente não será posto em prática. Que burocrata colocará em prática ideias que reduzem seu poder? Nenhum.
            Se acha que é importante discutir ( como eu acho ), que ações pequenas fazem parte de uma maior, então discuta, mas é preciso pelo menos de educação. E infelizmente, hoje em dia tudo ofende, e ofendendo só afasta.

          • Aldo

            Ok respeito! Mas n penso assim! Quando um bosta desse posta , aí que provoco mesmo! O objetivo não é convencer o mentecapto, é mostrar pra quem tá em dúvidas as idiotices do discurso keynesiano! Já deixei de tentar convencer justiceiro esquerdóide social a anos, invariavelmente são canalhas ou burros! Não me lembro de lidar um que não estivesse em uma dessas categorias! E pra mim acabou essa de “não vou postar nada” e deixar o rato vomitar besteiras que destruíram riqueza de bilhões! Ideia importam, ñ deixo mais esquerdopata falar a vontade sem uma boa dose de humilhação! Ideias importam, estamos vivendo na pele o resultado delas!

          • Coronel Campbell

            G1 comennts detect.

          • Mirai Densetsu

            Aqui tem também os animais que defendem que as operadoras, na verdade, são as pobrezinhas da história, que são forçadas a fazer toda a sorte de abusos, tadinhas. Elas são obrigadas, inclusive, a comprar a ANATEL e tentar enfiar goela abaixo franquias ridículas para a telefonia fixa porque pagam muitos impostos.

            Tadinhas, né?

          • Na verdade é um circulo vicioso, as empresas pagam propina para funcionários ligados a anatel e pagam o caixa 2 dos políticos para criarem leis em beneficio propio. Então acontece do governo proteger o cartel. O cartel sendo protegido continua retribuindo aos corruptos. Não existe corrupção sem o corruptor e sem o corruptor, precisa haver sempre os dois elementos para que o esquema se realize.

          • Mirai Densetsu

            E o cartel do pão? É protegido pelo Estado também?

          • Adriano Martins

            1- até agora não houve nenhuma punição significativa às empresas envolvidas no cartel do pão. Provavelmente elas deram uns trocos de pinga pra Cade e saíram dessa achando graça.

            2- Mesmo que o cartel do pão seja algo totalmente desvinculado do Estado, isso não apaga o que a Anatel faz pelas empresas de telefonia aqui. Um erro não apaga o outro. Seria muito mais inteligente da sua parte justificar o por quê do serviço porco que as telefônicas fazem aqui do que falar “olha ali, tão fazendo besteira ali também, então tá tudo bem aqui”. Caso você tenha uma solução pra consertar isso, somos todos ouvidos.

          • Não precisa regredir, é só ter leis que realmente sejam necessárias e sejam aplicadas, como leis contra monopólios e carteis. E leis de direito do consumidor que sejam feitas para evitar que os empresários desonestos façam oque querem, mas sem penalizar quem for honesto.

          • Mirai Densetsu

            Isso. Não precisa colocar tudo ou tirar tudo. Basta manter o foco aonde é realmente importante que não vai ter erro.

        • Lucas Timm

          Ainda bem que existem as agências reguladoras tipo a ANATEL pra proteger os clientes dessas companhias malvadas. Né?

          • Carlos Vega

            É assim que devia ser. A Anatel deveria servir para defender o consumidor e manter a livre concorrência, sem ela tudo tende a virar cartel. O erro foi os políticos terem distorcido o funcionamento da Anatel. Mas os “jênios” do livre mercado distorcem mais ainda, achando que o problema é a existência da Anatel.

          • Ivan

            Problema da regulamentação é quando ela cria tantas regras que dificulta novas empresas atuarem.

          • Lucas Timm

            Mas o problema é a Anatel. Ela não existe para defender o consumidor das práticas abusivas das companhias. Ela existe para proteger as companhias da concorrência externa. Ela faz comanda o monopólio.

            É a mesma coisa com a ANAC, ANA, ANEEL e outras reguladoras.

            Se esse é o tipo de proteção, prefiro o livre mercado mesmo.

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Vai ser a mesma coisa, só que você vai ter que aceitar.

          • Mirai Densetsu

            Pode dizer onde, no regimento da ANATEL ou na lei que a fundou, está dizendo que ela existe para proteger as companhias da concorrência externa?

            Vou facilitar as coisas para você: a lei que criou a ANATEL é a Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997. E o regimento interno da agência está disponível em seu site.

          • Michel Galle

            O ignorante… Sabe a diferença entre brasil e EUA? lá tem outras trocentas empresas de telefonia… tá insatisfeito com AT&T? troca… tenta fazer isso no Brasil aonde todas são uma merda… e mais, apesar de estarem fazendo isso lá… ainda assim o serviço deles e infinitamente melhor e mais barato que aqui. Vamos pensar então em um exemplo de onde o governo colocando a mão deu certo? talvez no petróleo? ahh não pera… no petróleo não né… pois o governo monopolizou e apesar de o preço do barril ter caído no mundo todo, no brasil aumentou… continua com essa tua visão de que o governo vai te salvar que tu vai longe…

          • Narciso

            la tem é trezentos nomes fantasia propriedades dos mesmos acionistas

          • Michel Galle

            hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah, mesmo que tenha 300 “nomes fantasia”…. o servico ainda é infinitamente melhor e mais barato…. isso fazendo a conversão burra… se for considerar que o salario medio de um americano é muito maior que de um brasileiro entao…. aliás, de acordo com o que é considerado um pobre nos EUA, 87% da população brasileira é considerada pobre… mas né… ainda bem que temos a anatel para proteger a gente…

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Mas é curioso… se lá tem concorrência e pá, por que as empresas insistem numas sacanagens assim? – e olha que não tou falando da operadora da esquina, mas de uma das mais famosas daquela país! A realidade meio que tá desmanchando esse argumento aí de “várias empresas e tal”…

          • Michel Galle

            cara, sacagem? claro, baita sacanagem, mas assim, tá ruim? troca de operadora, lá tem escolhas… aqui no brasil já é tudo do mesmo e mesmo fazendo uma baita sacanagem dessas, o servico ainda é infinitamente melhor e mais barato…

          • Hugo Vinícius

            Lá nos EUA não tem escolhas assim como vc está sugerindo.

            O que se tem em muitas cidades (inclusive de grande porte) é uma setorização tremenda. Até tem, sei lá, quatro operadoras numa cidade, mas tendo por referência uma região específica, apenas uma operadora atua e uma pessoa literalmente não tem escolha nenhuma outra escolha.

            Se não me engano, a maior operadora lá é a Comcast — a Oi dos EUA. E se vc for olhar outra grande operadora, a TimeWarnerCable, é outra porcaria. Não é a toa que o pessoal tava louco com a chegada do Google como provedora de serviços de internet em Kansas City.

            O ArsTechnica volta e meia põe uma notícia sobre a situação da telecom nos EUA. O que eu vejo muito o pessoal discutir como possível solução é a separação dos serviços: 1) fornecimento de infraestutura; 2) provimento de telefonia, internet, TV etc. Nisso, empresas seriam responsáveis por passar a infraestrutura nas cidades e as operadoras operadoras a ligariam às suas redes.

          • Franklin Tinoco

            O que distorceu a Anatel foi a gorda propina das teles. Se não fosse por ela, a Oi já tinha declarado falência e teríamos outras operadoras no lugar.

        • Theuer

          E por isso temos muito mais Internet, operadoras, velocidade e menores preços que lá! Certo?
          Olha, a telefonia que usei nos EUA tem que piorar muito para ficar como a que uso aqui.
          Simples assim.

        • André K

          Tem que ser muito mais ingênuo para crer que algumas pocas pessoas monopolizando o poder “em nome do povo” fariam melhor do que isso.
          Mas, vai lá champs, siga firme com essa convicção! O livre mercado permite até mesmo esse tipo de ingenuidade, ao contrário da outra opção (a sua).

        • bruno torrente

          Cartel / monopolio e impossível sem ajuda estatal.

    • Ivan

      O certo é o mercado regulado de todos os lados onde é dificil abrir empresas e prestar serviço mesmo quando quer, tenta colocar uma antena de celular e ve quanto tempo demora.

      • Mirai Densetsu

        O certo, na verdade, é um mercado regulado onde é fácil abrir uma empresa e onde abusos das empresas são punidos.

        • Ivan

          Claro, até pq vc tem milhares de condições pra abrir pq é muito regulado.

          É mais facil abrir um empreendimento onde:

          A)Tem muita burocracia e regulação complexa onde tem varias condições e regras para se abrir.

          B)Pouca burocracia e pouca regulação, onde precisa de apenas poucos documentos.

          • Mirai Densetsu

            De novo: O Brasil tem regulado errado o mercado. Não devia ser tão complicado abrir uma empresa. E a regulamentação que existe não protege o consumidor.

            E o que tem de ser feito? Mudar a regulamentação para permitir que mais empresas sejam abertas e impedir que espertinhos enganem seus clientes.

            É difícil de entender?

    • Aldo

      Alguém explica pra esse imbecil que cartel só existe por causa do
      estado! Como é que pode um jumento que vive num pais com QUATRO
      OPERADORAS ficar falando de mercado! Nossa, to sentindo o fedor de
      vagabundo estatal, essa porra só pode trabalhar no estado!

      • Felipe Silva

        quantas frequências de celular temos disponíveis? (já que é um espectro finita, licenciado e padronizado)

        • Wallacy

          Com o desligamento da TV analógica, mesma quantidade dos outros países.

          Agora vamos falar das regras do leilão? Foi super justo….

      • Alberto Prado

        Na boa, acho que esse cara merece um kick só pelas ofensas gratuitas.
        Não sabe dialoga como pessoa civilizada.

      • Gesonel o Mestre dos Disfarces

        Só por causa do estado? existiria sem ele muito mais tranquilamente, acredite.

        • Aldo

          Tem tudo pra ser um “economista keynesiano”, não tem case, não cita exemplos e sempre com frases chulas como: “Seria pior sem ele, acredite!”
          Essa garotada que sequer arruma um guarda roupa insiste falar de economia sem ao menos saber o que é inflação! Eu que passo o inferno por causa do estado pra manter um negócio funcionando morro de rir disso! Mas o pior mesmo são os estatísticos: “Sem 90% da repimboca da parafuseta econômica, a pobreza ia aumentar 500% na África e caos ia imperar nas bolsas de NY!” kkkkk São Keynesianos natos, nada sabem, nada estudam mas “sabem” as soluções: “Tem que ter mais governo e pronto!” Já podem ir pra equipe econômica!

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Acho engraçado tu falar de arrumar armário – filho, lavo minha roupa, varro minha casa, lavo minha louça… Enfim, vai querer seguir por essa seara, mesmo? 🙂

            Mas fica reclamando do estado – um dia liberam tudo, uma empresa maior dumpeia o mercado, tu fale e se fode. Mas vai lá, continua crendo no Mimimises.

          • Aldo

            Hahaha! Ele arruma o guarda roupa gente! Tá quase um hominho! E tem tudo pra ser um “estatístico” estatal! “Aí o homim brancu du mal dumpeia u mercadu e todo mundo morre porque dumpar e du mau!”
            Tenta explicar pra essa molecada que no dumping, o principal beneficiado é o consumidor é como tentar explicar para um “istudanti du cçiências ulmanas keynesianas” o que o curso deles não tem utilidade!
            Mas to impressionado, ele arruma a cama! É quase um hominho!

          • Felipe Silva

            Aldo ainda to esperando a minha resposta sobre quantas frequências de celulares temos disponíveis e consequentemente quantas operadoras podemos ter?

            Ou tu só sabe culpar o estado sem se aprofundar nas questões e limitações técnicas de como o mundo real funciona?

          • Aldo

            “Disçõeims ténicas sobri o açuntu sobri queim podi o qe ” é irrelevante caro estudante! Deixa eu simplificar pra vc uma coisa que o “hominho” viado de cima não tem capacidade de entender, já que é um futuro “çoçiologo!” Vamos supor que no Brasil só existisse UMA! Vou repetir, UMA faixa de frequência para operar, faça um exercício mental e pense que amanha todos os engenheiros matemáticos e cientistas de verdade que descobrem todos os dias forma de compactar, multiplexar e enviar múltiplas informações numa frequência MORRESSEM! O mundo volta a idade média é só fica o pessoa que sai das faculdades esquerdopatas dominando! Mesmo nesse cenário não justifica um parasitinha fedorento para regular quem pode ou usar o quê! Cada cidade pode usar essa mesma faixa pra se comunicar, não precisa de autorização ou processo burocrático de um regulador pra isso! Cada cidade poderia implanta sua ÚNICA faixa de comunicação sem problemas! Cara eu pego pesado com socialista porque é burro ou vagabundo! Pra mim não tem de outro tipo, mas vou partir do princípio que não é um pústula de humanas desses e vou responder diretamente! Tenho cliente nessa merda de setor “regulado”, dou um doce pra adivinhar qual o MAIOR PROBLEMA deles! Uma “agência” que leva em média DOIS FUCKING ANOS para autorizar uma simples antena de celular num quintal PRIVADO! Vou dar uma pista! Começa com ANA e termina com TEL!

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            “Ain e se todos os entendidos morressem?” claro, qual a chance disso acontecer? tá meio engraçado tu tendo que recorrer a possibilidades absurdas, rs! e se todos os que entendessem de agricultura morressem? e se todos os que entendem de saúde e sanitarismo morressem? e se, e se…
            E se tu desse uma trepadinha com alguma guria (ou cara, não sei qual a tua), será que ficava menos chato? hahaha!

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Claro que o principal beneficíario com uma queda agressiva nos preços é o consumidor – mas a curto prazo.Aí fica uma empresa (ou um truste) apenas no mercado, e o que vem depois? é, rapaz, não adianta querer atacar o interlocutor quando não é ele que tá agindo como um moleque 🙂
            Mas já tou acostumado a xilique liberal , geralmente de quem sempre dependeu de empregada/diarista pra ter a casa arrumada.
            Fala aí, tá revoltadinho com a galera de humanas porque eles transam e tu só fica na bronha? 😀

          • Jean

            Qual o problema do Dumping? Você acha que ele é sustentável ao longo do tempo?
            Gesonel, na prática o dumping é uma empresa transferindo recursos de um local para o outro. Isso é fácil entender. No final, os consumidores tem acesso a um produto pagando menos do que vale, aonde isso é ruim? Sim, só para a concorrência ( e por isso o argumento de “liberal defende empresário” é inválido ).
            E desconheço exemplo de dumping que deu certo, tem algum para citar? No geral, quem praticou se fodeu e não conseguiu eliminar a concorrência.

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Sim, cara, teu pensamento não tá errado. Mas pense comigo: uma empresa com grandes recursos pode se dar ao luxo de sofrer prejuízo com o preço abaixo do valor de produção por um tempo. E pode inclusive compensar as perdas após a conquista do monopólio – ou próximo disso.

            Exemplo pequeno, local, mas válido: VIPLAN , em brasília. em algumas ocasiões ela obteve o direito de prestar serviço em determinada linha de transporte, concorrente à uma recém chegada, uma cooperativa. triplicou a quantidade de ônibus disponíveis (sofrento prejuízo, pois várias vezes a quantidade de passageiros transportada não compensava o gasto em gasolina), até fazer a cooperativa encerrar suas atividades. logo em seguida voltou a alocar um mínimo de sua frota para esta linha.

            “Ooh, mas olha aí, serviço público com o estado malvadão no meio!” Calma. O única papel do governo no momento foi permitir concorrência entre empresas numa mesma linha. não haviam regras quanto ao efetivo. Se numa situação destas aconteceu o que aconteceu, imagine se não houvesse regras.

          • Mirai Densetsu

            A curto prazo pode até ser bom pro consumidor. Mas a médio prazo é uma bosta porque ele perde opções de mercado, já que o alvo do dumping vai acabar falindo. E a longo prazo é uma merda porque a empresa que praticou dumping constrói um monopólio desse jeito.

            Exemplo de dumping que está acontecendo? Que tal o Uber? E ele está dando certo.

          • Jean

            Bom, pelo menos você não deu um exemplo de serviço publico que o estado se mete inteiro hehe
            Uber é aquele que ta tomando prejuízo atrás de prejuízo? Está vendo aonde quero chegar? É muito difícil, para não dizer impossível, de se fazer dumping durante muito tempo.
            E até agora, a concorrência do Uber é um serviço de péssima qualidade que é “meio publico”, o taxi. E dumping por parte do Uber é discutível, já que é em média 20% mais barato que um taxi, com um serviço muito superior ( chegou aqui em Campo Grande, todo mundo elogiando ).
            Ouvi falar de outros apps, mas nenhum ganhou relevância até agora.
            Mas voltando, só no primeiro semestre o Uber tomou uma cachopada de mais de bilhão. Se continuar assim, quebra, simples assim.

          • Mirai Densetsu

            Falo em outros países. Aqui eles esbarraram nos sindicatos de taxistas e nas prefeituras.

          • Jean

            Continuam tomando uma trolha de prejuízo e ainda não encerraram a concorrência, inclusive o taxi, que existe no mundo inteiro.

          • Mirai Densetsu

            E adivinha para quem o Uber está passando o prejuízo?

      • João A.

        Se você começa um argumento ofendendo alguém, então não tem moral nenhuma para defender suas ideias.

        PS: E sim, necessita da intervenção do estado, até para conter o poder total dos cartéis. Ou você acha que o liberalismo vai salvar o mundo desses grupos? Pffffffffffffffffff

    • Michel Galle

      Teu cu deve ter inveja da quantidade de merda que sai pela tua boca

    • Macedo

      por incrível que pareça, por mais óbvio que seja, parece que fez falta para alguns a tag de ironia no seu comentário…

    • Jean

      Mas a internet lá também é regulada, só que menos que aqui. Isso para mim é um exemplo de que não existe “regulação boa”, mas em qualquer nível é prejudicial ao mercado, pelo simples motivo de restringir um mercado ou burocratizar a operação e funcionamento de empresas.

    • bruno torrente

      Nossa rendeu assunto, mas esqueceram do mais simples argumento, se vc diz que a conexão é ilimitada e deposi coloca limites vai propaganda enganosa e sem um anatel para te projeter vc sera processado por milhoes de consumidores.
      Empresas não são boazinhas, pois são feitas de pessoas, mas as mais malvadas são punidas onde mais doi, no bolso.

      Antes de questionar o livre mercado, se pergunte em todos os caso :
      Primeiro : No caso sera que realmente impera livre mercado ? ou oligopólios ?
      Segundo: o sistema esta passível de punição para infratores ou esta protegido pelo estado/ reguladoras ?

      • Mirai Densetsu

        Empresas não são boazinhas, pois são feitas de pessoas, mas as mais malvadas são punidas onde mais doi, no bolso.

        E se todas as empresas que atuam no mercado fizerem isso? E se você estiver em um país onde uma sentença leva vários anos para sair (Brasil, por exemplo)?

        Supondo que não exista ANATEL, é claro. E supondo também, para a euforia dos liberais, que o Código de Defesa do Consumidor tenha sido revogado e que os PROCONS tenham sido extintos.

        • bruno torrente

          Se todas as empresas fazem o mesmo será ótimo, qualquer um que quiser ganhar dinheiro abre uma concorrente que não faz isso ( olha o caso da Tesla vs mercado Americano de carros, chegaram a tentar obrigar eles abrirem concessionária em cada estado ), cartel se destrói quando qualquer vai contra a maré, e por debandada acaba levando os demais …

          Procons virariam pequenas causas privado.

          Sim judiciário privado, já existe e funciona muito bem obrigado.
          Ex Juizado desportivo, imagina como seria se os times de futebol esperacem a justiça normal para decidir alguma coisa kkk Corinthians, Palmeiras e Flamengo tavam ferrados kkkk, sistema de justiça entre países a mesma coisa, olha o caso do acre …

          • Mirai Densetsu

            Se todas as empresas fazem o mesmo será ótimo, qualquer um que quiser ganhar dinheiro abre uma concorrente que não faz isso ( olha o caso da Tesla vs mercado Americano de carros, chegaram a tentar obrigar eles abrirem concessionária em cada estado ), cartel se destrói quando qualquer vai contra a maré, e por debandada acaba levando os demais …

            O caso da Tesla é justamente a exceção que confirma a regra.

            Ex Juizado desportivo, imagina como seria se os times de futebol esperacem a justiça normal para decidir alguma coisa kkk Corinthians, Palmeiras e Flamengo tavam ferrados kkkk, sistema de justiça entre países a mesma coisa, olha o caso do acre …

            Se o seu modelo de resolução de conflitos via iniciativa privada é o STJD, então é mais um motivo para eu preferir que o Estado continue com essa função, tendo em vista as constantes viradas de mesa por parte do framingu e do florminenC. Até o SPFW escapou de um rebaixamento humilhante – que foi merecido dentro das quatro linhas – via tribunal esportivo, que torceu o regulamento para que eles não fossem rebaixados.

            Aquele tribunal tem moral para decidir absolutamente nada. Tanto que o caso do brasileirão de 1987 foi parar no STF (e lá foi decidido que o título pertence ao Sport e, portanto, o framingu é penta), assim como o caso da Portuguesa e vários outros.

            E, com certeza, um tribunal privado como o do STJD vai favorecer quem tiver mais recursos financeiros. Afinal, ela será também uma empresa e não estará exatamente preocupada com justiça.

          • bruno torrente

            Não STJD não eh meu modelo ideal é sim um exemplo de resolução de conflitos de forma privada, e como a estatal precisa de melhorias, mas num mercado com concorrência nunca. Se aceitaria um local que distorce leis.

            Mas paro por aqui,

          • Mirai Densetsu

            Mau exemplo, eu diria.

          • bruno torrente

            Num pais tão estatizado e burocrático como aqui eh difícil bons exemplos rsrsrs..
            Alguns dos principais problemas do STJD eh não ter concorrência e seu viés centralizador.

            E decisões erradas pode acontecer em qualquer lugar seja privado ou estatal, a diferença que no privado vc evita os tribunais tendenciosos. 😉

            Mas não deixa de ser valido, pois a eficiência é inúmeras grandezas de diferença,
            e destaco o STJD não chega nem perto do que Milton Friedman sugere.

            Alguns Minarquistas por exemplo podem sugerir somente o supremo tribunal seria estatal sendo o resto estatal.

            A questão eh do jeito que esta não pode ficar.

          • Mirai Densetsu

            Mas não deixa de ser valido, pois a eficiência é inúmeras grandezas de diferença, e destaco o STJD não chega nem perto do que Milton Friedman sugere.

            Só esqueceu de citar que o número de processos que passam pelo STJD é infinitamente menor do que em um TSE, TST, STJ ou mesmo o STM. Em todo o ano de 2014 foram julgados 1,2 mil processos. E ainda restaram pendências, como mostra no link a seguir:

            http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2015/01/stjd-deixa-de-julgar-62-processos-em-2014-lista-inclui-suspensao-de-atletas.html

            Já no STJ, por exemplo, foram julgados 218,2 mil processos só no primeiro semestre de 2015. Sendo que um ministro do STJ julgou em apenas dois meses quase o dobro do número de processos do STJD. Isso porque eu estou falando de um Tribunal Superior, que só tem uma instância (que fica em Brasília).

            E aí? Quem é mais eficiente mesmo? O Poder Judiciário ou o STJD?

          • bruno torrente

            Vc mesmo respondeu, a quantidade de processos são muito diferentes, mas para o que ele foi criado está bom …

          • Mirai Densetsu

            Não é eficiente, mói as próprias regras em favor dos clubes cariocas e sequer consegue punir coisas como manipulação de resultados. Para o que foi criado, o STJD precisa melhorar bastante para ser ruim.

          • bruno torrente

            Como falei antes não eh o melhor, e por nao ter concorrência também complica, mas desqualificar mulheres de processos por causa de uma parte deles e sacanagem, mas no final a primeira instância estatal e justiça do trabalho são bem piores …

          • Mirai Densetsu

            Ah, mas como é privado né, então tá tudo bem.

            Depois liberais não são puxa-saco de empresa.

          • bruno torrente

            Eu mesmo apontei problemas, e qualidades, não eh puxa saco e mostrar que existem alternativas …

            Acha ruim abre uma concorrente que não cometa os mesmos erros que apontou …já no caso do estado isso seria crime e pronto não gostou problema seu …. Faz melhor ? Problema seu ninguém pode concorrer e pronto …

          • Mirai Densetsu

            O problema de abrir um tribunal privado é a questão da legitimidade. Um tribunal normal tem o Estado legitimando as suas decisões. O STJD é legitimado pela CBF, que é o representante oficial da FIFA no Brasil.

            E no caso de judiciário, é bom que tenha só um órgão que tenha legitimidade para isso. Afinal, seria tenso uma pessoa processando a outra em 46947 tribunais diferentes.

          • bruno torrente

            Por princípio ambas as partes devem concordar com o tribunal escolhido, como já é feito em disputas entre países.
            ex que eu comentei aqui mesmo foi o acre, Brasil queria Argentina para arbitragem, mas Bolívia tinha rixa e sugeriu EUA, Brasil disse não porque havia conflito de interesses ( extração de látex empresas americanas ) acabou que ambos aceitaram a Inglaterra.

            legitimidade quem define são os próprios envolvidos, mas não confundir legitimidade com imposição pela força que é o princípio do estado…

          • bruno torrente

            Mas gostei da conversa é bom argumentar com quem esclarece bem seus pontos e críticas, claro temos ideia diferentes, mas é bom ver críticas ajuda melhorar os argumentos.

  • Oli

    Eu li esse texto em um notebook em que a imagem em full hd não caberia na tela. Celular 4k é uma coisa que o marketing vendeu e os deslumbrados compraram.

    • 4k não significa apenas um tamanho de imagem maior. Um filme ou vídeo, quando filmado em 4k, tem muito mais qualidade, deixando o vídeo com uma imagem muito mais real.

      Pode ser um celular, tablet ou uma televisão, não importa. Se o aparelho for capaz de reproduzir 4k, a imagem terá uma qualidade muito melhor do que a de um televisor de 42″ que só reproduz vídeos em 720p, por exemplo.

      • Smartfox

        Então, se eu pegar um smartphone agora e colocar um vídeo em 4k pra rodar em um, e um vídeo em 1080p pra rodar no outro, você vai saber me dizer qual é qual?

        Eu entendo se for em uma TV de 50 polegadas, você vê a diferença, mas numa tela de 5 isso não passa de market.

        • A diferença é facilmente perceptível. Mesmo em uma tela pequena, o 4k terá uma maior profundidade e precisão de detalhes.

          Quem diz que não tem diferença, é porque nunca assistiu a um vídeo filmado em 4k.

          • Wallacy

            Tá, mas 4K em tela de 5″ é marketing…

            A maioria das pessoas não enxergam mais de 300dpi, você pode até falar que vê diferença quando assiste um vídeo de 400dpi (1080p em varios smarts), mas se disse que vê diferença em uma tela de 500dpi estaria mentindo. 1600dpi de um smartphone 4k? preciso nem falar….

        • K9s10

          Está aumentando o numero de raposas!!!#$%¨&?

          • Smartfox

            Em minha defesa eu sou usuario do Disqus a mais de 3 anos! Rsrs

            Não sei a quanto tempo esse serviço existe, mas quando eu comecei não tinha nada (que eu me lembre) de raposa. Todos esses perfis de raposa são imitações minha, até que se prove o contrario! Kkkk

            No começo eu era Thiago Fox, depois renomeei o perfil para Smartfox, porquê achei mais bonitinho. 🤣

        • felipelsp

          Se sabe sim.. 4k q vai da mais lag.. dependendo do aparelho rsss

      • ochateador

        Problema é que para aproveitar o 4 ou 8k de fato a tela precisa ter mais que 50″…
        Adianta porra nenhuma ter uma tela de 5~15″ e resolução 4~8k, vai apenas gastar bateria a toa.

    • Ivan

      só ver no youtube coloca o video em 240p e depois full hd e ve se é o tamanho que aumentou ou foi a qualidade de imagem.

  • A verdade é que a maioria dos usuário não nota o traffic shaping. As operadoras evoluíram muito nessa modalidade e podem fazer isso por tipo de arquivo, por aplicativo e até por cliente. A modalidade por cliente ainda está no começo, mas em breve os sistemas terão “inteligência” suficiente para conseguir ajustar isso de forma automática com base nas regras de negócio sem intervenção humana. E não existe nada que o consumidor faça que consiga reverter essa situação.

    • felipelsp

      Depois das 18h fica impossível assistir qualquer serviço d streming d video

  • Gradash

    Sim realmente dependemos de o governo metendo o bedelho em tudo… Seria muito melhor simplesmente remover o governo da parada com suas burrocracias absurdas e deixar a livre concorrência cuidar disto… EUA sofre do mesmo problema do Brasil, regiões dominadas por apenas uma empresa pois regulamentações tornam difícil de você abrir a sua empresa de comunicação lá, afinal a empresa anterior já fez o seu trabalho de casa em comprar alguns políticos para passar leis que os beneficiem e fodam os novatos.

    • Marcos Balzano

      O grande problema é deixar o livre mercado tomar conta de si, uma ComCast ou TimeWarner acabam matando as pequenas empresas por jogar os preços lá baixo, tomando prejuízo, assim acabando com a concorrência, em muitos lugares só exitem as grandes empresas que estão se lixando para o consumidor.

      • Ivan

        vai fazer o que? criar uma lei que empresas mantenham preços altos?

        • Marcos Balzano

          O que acontece eles jogam os preços no chão para matar as empresas locais, e isso acaba fazendo com que estas mesmas empresas fechem, assim acabando com a concorrência e instaurando um monopólio.

          • Ivan

            Sim mas fazer o que?

            Onde moro a Oi não tem porta pra todo mundo, a GVT não chega no meu bairro a solução é a radio que é mais que o dobro das outras e maioria tem radio por falta de opção.

          • Marcos Balzano

            Então, você possui opções, pode escolher o rádio, a Oi está presente, ainda que não esteja disponível. O problema é quando não se tem esta opção. Imagine que só exista a Oi aonde você mora, ai vem a XYZ oferencendo novos planos, com preços similares, ai a Oi joga os preços no chão fazendo com que ninguém vá para a XYZ, assim detendo o monopólio. E pior, lá AT&T TWC, são as que oferecem a infra para outras prestadoras de serviço, então acabam tendo o controle total da rede, e se quiserem jogar os preços pro céu podem. Isso acaba prejudicando o mercado e o consumidor.

          • Ivan

            vc apontou problema mas e a solução?

          • Marcos Balzano

            Tentar coibir medidas anti-competitivas, acabar com a palhaçada de planos ilimitados pero no mucho. E cobrar de fato as multas devidas, ainda que revertidas em melhorias na infra.

          • Ivan

            Mais regulamentação, claro vai da certo sim.

          • Marcos Balzano

            Sem a regulamentação está piorando, possui outra solução?

          • Ivan

            Só regular direito, agora tirar plano ilimitado, criar regras que irão piorar o serviço, da onde isso é melhor pro consumidor?

          • Felipe Silva

            Plano ilimitado em rede de celular é uma ilusão, existe um limite de espectro e da tecnologia atual, mesmo em condições técnicas ideais o custo financeiro disso é muito alto.

            Como falei em outro comentário, sou a favor de planos com limite de velocidade ou franquia, tu escolhe o melhor pra ti, mas tem o direito de escolha, não o modelo atual que te empurra franquias.

          • Ivan

            Nem falo de celular estava falando de banda larga, mas em celular se vc quiser comprar um ilimitado de 10mb e a operadora te oferece isso que cumpram o contrato, se não conseguem cumprir que não vendam.

          • Felipe Silva

            Concordo, devem cumprir o que vendem, ou não venderem o que não podem cumprir.
            Só estava sendo pratico, não tem como a operadora vender ilimitado de 10 mbps e cumprir sem isso custar uma fortuna, então vamos as opções economicamente e tecnicamente viáveis.

          • Ivan

            Então não vendam e melhorem a infraestrutura tbm, querem crescer vender planos magicos com infraestrutura defasada, a Tim teve uma epoca que foi proibida de vender pq não tinha infraestrutura pra atender todos os clientes.

            Governo tem que tirar um pouco da regulamentação para apliação das operadoras, é tão burocratico que fica dificil delas melhorarem, até ano passado ou 2014 levava 18 meses pra uma operadora instalar uma antena nova.

          • Felipe Silva

            Por incrível que pareça, o problema das antenas é falta de regulamentação do governo federal, deixaram cada cidade decidir o que fazer, ai virou um caos, com cada cidade tendo leis próprias para as antenas complica muito se enquadrar em todas as leis.

            Claro, as operadoras também nunca se ajudaram, já que varias poderiam utilizar a mesma torre, assim diminuindo a quantidade de torres espalhadas pela cidade.

            E pra completar a palhaçada, a Anatel só regulamentou as femtocell no final de 2013, atrasando o seu uso, que melhora muito a questão de qualidade e velocidade da internet em locais públicos internos.

          • Ivan

            Vamos fazer as operadoras a fazer um serviço ruim e caro pra não matar as pequenas operadoras que só conseguem dar um serviço porco e caro?

          • Marcos Balzano

            ai você está confundindo sua realidade, no Brasil, com a realidade lá., que é a que está sendo discutida.

          • Ivan

            Estavamos falando daqui, até dei o exemplo e vc comentou o meu exemplo.

          • Marcos Balzano

            No Brasil, há anos não vejo uma ISP pequena, a menor que conhecia era a GVT. No interior de São Paulo, existem diversas cidades que ainda só possuem uma ISP, a Vivo que herdou todo o cabeamento da antiga Telesp, e alguma prestadora de rádio que usa o backbone da Vivo. Simplesmente não existe concorrência.

          • Ivan

            Na minha cidade de 200 mil habitantes, tem 3 internet a radio.

          • Wallacy

            Aí quando a operadora voltar com preços altos a concorrência volta. Sempre foi assim, sempre será assim. O caso já apontado do Rockfeller aqui no post é um classico. Mas existem outros, aqui mesmo onde moro, temos todas as operadoras grandes disponíveis, e o preço não é de todo assustador, mas ainda assim temos operadoras a radio tentando comer pelas beiras com alguns diferenciais.

            Você ficaria surpreso com a criatividade das pessoas em ganhar dinheiro. É igual dia de chuva, do nada brota um monte de gente com guarda-chuvas pra vender. Mesmo nos EUA, onde o classico caso do dumping dos mercados grandes é famoso, encontro pra tudo que é lado mercado pequeno, em NY fui uma vez em um Target e só… Orlado só visitei WallMart uma também, todo o resto em mercados locais, em LA nem sei onde fica os mercados grandes, só fui nos menores…

            “Olha, a operadora X baixou os preços a um nivel que não podemos aguentar. Beleza, fecha as operações, vamos mudar de negocio”

            “Olha, a operadora X aumentou os preços a um nivel que podemos superar. Beleza, abre as operações novamente, vamos mudar de negocio”

            Agora, com tanta regulamentação… Já viu o preço de abrir uma operadora? Equipamentos, beleza… Custos legais? Impossíveis, só quem já é grande continua.

            Usando como exemplo de um mercado que conheço melhor um pouco (TV), uma nova emissora pode custar facil facil 20 milhões só com “tarifas” iniciais. Daí não tem como gerar concorrência né. É impossível ganhar leilão de espectro para quem já não está no meio.

            Aí você vai nos EUA e lá a unica regra é, OK, use o espectro a vontade, desde que não interfira propositalmente na usada por outra OK?

            Não acho que devemos tirar o estado da equação, só acho que ele tem que atuar pontualmente nos casos onde o abuso é claro. Não com toda essa maquina regulatoria com regras que basicamente só as grandes que já estão no topo são capazes de cumprir.

        • Felipe Silva

          Não, mas pode criar uma lei que caso a empresa faça isso de jogar os preços no cão para falir a concorrência, ela seja obrigada a manter estes preços, mesmo para clientes novos, assim coibindo esse tipo de estratégia, a concorrência vai a falência, mas a empresa não vai poder prejudicar o cliente a longo prazo, só ela sai no prejuízo.

      • Gradash

        Empresas grandes comprando tudo ou reduzindo os preços não é sustentável. Vide o Rockfeller, ele fez de tudo para monopolizar e só se fudeu no processo, primeiro baixou os preços e ferrou todo mundo (os consumidores se deram muito bem obrigado), quando ele finalmente reergueu os preços os competidores voltaram e ele se ferrou e perdeu muito dinheiro, ai ele foi para a tática de comprar todo mundo, no final das contas tinha gente abrindo refinaria que não refinava nada só para vender para o Rockfeller e ele perdeu muito dinheiro e desistiu. O próprio Uber tentou e não conseguiu, monopólio só é possível em livre mercado em duas formas, você oferecer um serviço melhor que todo mundo, ou você ser ajudado pelo governo. O mais comum é a segunda opção, vide o MMA que virou um monopólio pela qualidade, começou a fazer merda e já apareceu uma porrada de novos e ele está perdendo os lutadores e com chances de acabar indo para o saco.

        Quanto maior você fica, mais difícil de fugir da burocracia e de problemas internos como corrupção e o resultado é sempre desastroso. Empresas pequenas sempre vão acabar te fudendo pois são muito mais eficientes e não tem como evitar isto sem a ajudinha do nosso “queridinho” governo, por isto que empresas investem tanto em políticos.

        • Ivan

          Igual quando estava discutindo com outro cara sobre esse mesmo assunto, montadoras pressionam o governo contra carros importados para continuar vendendo as porcarias aqui, dai o cara falou que sem governo ainda sim teria cartel pq iriam subornar toda a linha produtiva, só não explicou como fariam isso e ainda teriam lucro.

          Por isso que importar carro é tão caro e dificil, pra não prejudicar as montadoras.

          • mr_rune

            Não seria pra não prejudicar as concessionárias ? Já vi gente defendendo que as vendas sejam diretas, sem atravessadores. (convenhamos, concessionárias ssão um homem do meio totalmente desnecessário)

          • Ivan

            Não só concessionarias mas as montadoras principalmente que nos vendem carroças por altos preços, poderiamos ter carros bem melhores e mais barato se fossem importados, nem precisaria diminuir impostos só facilitar a importação já seria fantastico.

  • Ivan

    Agora querem regular e-sports regular apps….

  • Felipe Torrezini

    Sejam bem vindos ao maravilhoso mundo do capitalismo (e não adianta por a culpa no partido X), onde o lucro é tudo, o lucro é vida.

    • Ivan

      Ninguem ta culpando partido X só o governo em si, claro que tem governos com mais ou menos intenção de controlar tudo, tipo aquele que não pode ser nomeado.

  • AfterBurner

    Isso vai chegar aqui e a ANATEL vai cagar e andar porque, segundo eles, vai ser uma “tendência mundial”.

    • Ivan

      Não, vai cagar pq receberam um enorme montante das operadoras.

  • Tartaruga Mutante

    A choradeira tá brava eim…

  • Smartfox

    Estamos precisando de um Elon Musk das empresas de telecomunicação. Esses caras são muito filhos da puta (sem censura, eles não merecem), se a banda não é suficiente, então não oferece mais planos de alta velocidade caceta!!!

    • Wallacy

      Sabe o que é curioso… O próprio Elon Musk tem interesse em explorar o mercado de satélites de comunicação.

      O plano é por 400 satélites em órbita baixa para prover internet global. Como de costume, um plano maluco. Mas vai que…

  • ochateador

    Única coisa boa nos USA é que a hora que a AT&T começar a levar processos para a casa ela para com essa putaria.
    No brasil? é capaz de ser reduzido para 240p.

  • Crisley

    Acho ótima essa medida é gostaria de tê-la disponível nas operadoras nacionais. Quando estou assistindo vídeos pela rede celular, a primeira coisa que faço é me certificar q a opção de economia de dados está ativada em apps como Netflix e Youtube. Se quero assistir em resolução cheia, vejo no wifi de casa….

    • Felipe Silva

      Eles tão vendendo planos ilimitados, ou seja, tu não deveria ter de se preocupar com a franquia de dados e por isso reduzir a qualidade do streaming, sem falar que isso me parece uma medida compulsória, não uma opção do cliente.

      PS, não sei se existe algo assim para android, mas um limitador de velocidade atuaria da mesma maneira, forçaria os videos a rodarem numa qualidade inferior.

      • Crisley

        Verdade, por ser ilimitado não deveríamos nos preocupar. Acabei pensando com base na minha realidade de 3Gb por mês. Mas por outro lado, do jeito que o consumo de midia anda, imagino que o investimento por parte das operadoras deva ser altíssimo para manter a velocidade de acesso para todos em boas condições. Os eles repensam a disponibilidade de planos ilimitados ou terão que adotar medidas impopulares como essa…

        • Marcos Balzano

          Simples, não venda um plano ilimitado se não tem a capacidade e a infraestrutura de mantê-lo ilimitado. A Tesla, por exemplo, percebeu que não dá para manter um posto de recarda ilimitado com uma frota grande, o que fez? Vai limitar para a futura frota.

        • Ivan

          Vende a capacidade que tem pra oferecer, simples assim, não faz igual as operadoras que vendem 50 mb depois só tem condições de entregar 15.

        • Felipe Silva

          Fora que temos 2 tipos de limites diferentes, sendo o mais comum nas redes por celular o de franquia, mas também pode-se limitar a velocidade, poderiam oferecer planos com franquia ilimitada mas com velocidade limitada, sem deixar de vender os planos com velocidade “ilimitada” mas com franquia limitada, assim poderiam manter um equilíbrio na rede e agradar a todos os clientes.

          Eu sou um que compraria um plano de celular com franquia ilimitada e uma velocidade baixa, mesmo que seja 200 kb/s, se for por um preço aceitável, assim teria uma internet de backup sem me preocupar em estourar a franquia dela quando usasse, e 200 kb/s da pra sobreviver, só não da pra ver streaming de video.

        • The xD

          Se houvesse um aumento de consumo de internet inesperado, as operadoras até poderiam dar a desculpa de terem sido pegas de surpresa. Mas não, há 10 anos atrás já era possível prever todo esse crescimento, o youtube e similiares estavam começando a ganhar força, as operadoras já sabiam disso.

          Como foram elas que venderam planos ilimitados sabendo que a infraestrutura não ia aguentar, a culpa é puramente delas, o que elas estão fazendo é lucrar em cima do usuário e depois não entregar o que venderam. Seria equivalente a você ir em um restaurante buffet, você ainda se servindo e chega o garçom te avisando que apesar de ser livre, você só pode consumir 200g porque eles fizeram pouca comida.

          Mesmo nos planos com franquia, se o acordo foi 3GB mensais, eles não deveriam em hipótese alguma limitar teu serviço enquanto teu consumo estivesse dentro do contratado, a pessoa tem o direito de gastar essa franquia como bem entender, se a pessoa quer gastar todo o limite mensal para ver um filme full HD na netflix, é direito da pessoa poder fazer isso, a operadora não deveria em hipótese alguma interferir nisso.

          • Ivan

            otima analogia com o buffet, é isso que as operdoras fazem, mas agora aparecer gente defendendo operadora é novidade pra mim.

  • Claro que a ANATEL vai liberar essa sacanagem aqui também.

  • K9s10

    “Para piorar republicanos, que agora estão no poder nos EUA, têm aversão patológica à intervenção governamental na economia.” Pensei que isso era bom…¬¬ aff

  • Jose X.

    essas coisas só acontecem mesmo na república da banânia….ops, não, pera!!!

  • “Pior de tudo: isso vai chegar aqui, cedo ou tarde.”

    Odeio essas previsões retóricas.

    • mr_rune

      Não é previsão, isso já existe aqui desde sempre.

  • Manoel

    Star Wars Rebels!!!!111

  • evefavretto

    Quando a T-Mobile lançou a mesma coisa, não chiaram tanto.
    Talvez por que fizeram zero-rating dos dados desses vídeos, ou por não ter conflito de interesse com operações próprias de vídeo, mas também fazem.
    (fizeram pra reduzir o tráfego na rede deles, mas pelo menos deram um benefício em troca)

    Pior que num plano com franquia, que é o grosso do mercado, até que pode ser uma idéia…interessante. Otimização network ou server-side pra poupar a franquia.(apesar que Netflix/YouTube/etc talvez poderiam fazer sozinhos, sabendo IP e tipo de conexão)

    • Felipe Silva

      A t-mobile não só isentou da franquia videos até 480p? ou ela tava ativamente reduzindo a qualidade do video e não dando a opção do cliente assistir em qualidade mais alta gastando da franquia?

      • evefavretto

        Mesma coisa, limitam em 1,5Mbps os vídeos pra ficar em 480p.
        Mas tem como desativar, mas aí desconta da franquia, mas também deixa ver em HD, 4K, etc.

        E a AT&T também disse que vai colocar opt-out.

        • Felipe Silva

          Sim mas vão economizar muita banda das pessoas que tem plano ilimitado e não souberem que tem de achar uma opção escondida para voltarem a assistir os videos em qualidade alta.

          Se fossem planos com franquia até poderia pensar em defender eles, mas em plano ilimitado? isso não traz vantagem nenhuma pro consumidor, vão ser FDP no quinto dos infernos.

          • evefavretto

            Pelo menos na T-Mobile tá na página de atendimento, tem uma opção USSD, tem um monte de jeitos de ligar e desligar. E vale pra planos com franquia. A T-Mobile até dá um filme no Vudu por mês pros clientes dos planos ilimitados pra quem não desligar o BingeOn HAHAHAHAHAHAHHAHA

            (nos novos planos é pior, tem que ficar desligando todo dia, aparentemente, sacanagem mesmo)

            Btw, os planos ilimitados de lá não são tão ilimitados assim, costumam “se reservar ao direito” de reduzir a velocidade depois de 22GB ou algo assim.

  • Samuel

    A melhor intervenção de mercado é a competição. Se a AT&T está fazendo isso é uma questão de não ter um produto melhor, por um preço competitivo, de uma outra operadora. Sem falar que nem sempre a regulamentação vem para proteger o consumidor, mas as vezes para proteger o mercado que o governo considere bom pagador de imposto (ou caixa dois).

  • rbsouto

    Vai chegar aqui?

    Caro Cardoso, essa merda já existe no Brasil. O nosso 3G é uma piada.

  • rbsouto

    Banda larga ilimitada que entrega 10% da velocidade because fuck you, prove!

    • Felipe Silva

      mais um idiota que não sabe a diferença entre bits e bytes.

      • rbsouto

        mais um imbecil que não sabe do que estou falando pois não tem todos os fatos. me erra, babaca.

  • Manoel Jorge Ribeiro Neto

    Acredito que para escapar desse “stream saver” da AT&T basta criptografar o vídeo. Afinal, não será possível modificar um fluxo de bits praticamente aleatório sem quebrar a criptografia.

    Essas operadoras de telefonia nunca engoliram ser meras fornecedoras de conexão, morrendo de saudade do tempo em que cobravam caríssimo por poucos minutos de ligações telefônicas. O preço de uma ligação DDI já foi uma fortuna (e ainda hoje é caro), mas hoje temos Skype, Hangouts, WhatsApp etc que cumprem a tarefa com louvor. Mas, para uma AT&T da vida, isso é o mesmo que um pesadelo. Por isso, essa sanha em querer ferrar a vida do povo para depois querer vender alguma “facilidade”.

  • 1.5 Mb/s!!!!!!! Isso é sacanagem DAS GROSSAS!!!! E pior é saber que as operadoras estavam quase fazendo o mesmo aqui, mas aquele tão “nefasto” e “terrível” Marco Civil IMPEDE essa prática (pelo menos a explícita: as operadoras ainda podem capar tudo “na maciota” e alegar que é o congestionamento de rede e que eles não estão bloqueando nada)

  • Marcio Rubens

    Lembrete: em posts desse tipo, sempre iniciar os comentários com um “Ô imbecil….” nem que seja implícito.

  • Gesonel o Mestre dos Disfarces

    “(…) Esse tipo de sacanagem geralmente é contido por agências reguladoras (…)””
    Chora Mises!

  • Franklin Tinoco

    A questão não é limitar, mas sim, querer “agregar valor” (vendendo velocidades maiores através de pacotes mais caros) nisso, pois internet é um SVA (serviço de valor agregado, que foge do escopo da rede das teles, que é telefonia). O problema é que isso pode chegar no Brasil mais cedo do que se imagina, pois isso pode ser uma saída para a proibição da venda de pacotes limitados aqui no Brasil.

  • DiMais

    vai chegar? já não existe?

  • João A.

    E ainda existem os liberais que defendem a diminuição total do estado, permitindo que empresas agem ao bel prazer. Afinal lucro é mais importante que o bem estar do cliente.

    • Total, eu não acho, mas que tinha que diminuir, pelo menos, 50%, tinha.

  • Leandro

    VIVO anunciando essa “novidade” em 3, 2, 1….

  • Não sei se alguém já mencionou (não li a discussão politica toda nem o que vem depois dela) mas essa implementação da AT&T na verdade é uma boa ideia. As pessoas podem opt in ou out a qualquer momento. Então se você tem internet ilimitada e quer ver tudo em 4K, fique a vontade. Se tem 2GB de limite e prefere ver mais conteúdo com menos qualidade, ative o stream saver.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis