Novidades Apple — MacBook Pro com Touch Bar e Apple TV com Guia da TV reinventado

apple-001

Em evento realizado hoje, a Apple enfim introduziu novidades que todo mundo já sabia há semanas: uma Touch Bar em seus novos MacBooks Pro e um TV-Guide reimaginado na Apple TV.

Falemos pelo mais básico, a Apple TV. O último microconsole da Terra com o qual alguém ainda se importa já possui uma lista de mais de 2 mil títulos (de um total de 8 mil apps), e acaba de ganhar mais um para a alegria de muita gente: Minecraft, já presente no Mac e iGadgets logo será lançado também para o set-top box, basicamente a última plataforma que faltava. Ele chega à Apple TV até o fim do ano.

O Twitter também recebeu um gás no dispositivo. O app terá uma maior integração com o que você estiver assistindo, exibindo a timeline em tempo real com tweets relacionados. O tipo de ação que já fazemos com nossos smartphones ou tablets em mãos, mas agora a Apple quer que a segunda tela se resuma a uma só. Eu vejo como uma opção a mais que pode vir a ser interessante, e além disso o Twitter precisa mesmo chamar atenção para longe da situação que enfrenta no momento (mais em breve).

Mas a novidade do dia em relação à Apple TV foi mesmo a confirmação dos rumores acerca da interface integrada, um guarda-chuva comum para conteúdos de diversas fontes. E ela fez isso introduzindo um novo app, chamado apenas de… TV.

apple-tv

O TV se comporta como a opção padrão para assistir conteúdos de vídeo na Apple TV, sendo a primeira opção já selecionada no tvOS. Ele exibirá os programas principais, sugerirá o que assistir a seguir baseado no que você já executou e terá a opção de sugerir conteúdos ao vivo, com a Siri sendo aprimorada para facilitar a busca. Claro que essa função específica é voltada ao mercado norte-americano, mas nada impede que a opção apareça em outras regiões com o tempo.

O funcionamento do TV é simples. Se você selecionar um programa que pertence a um app que não está instalado, ele se encarregará disso e você só terá que autenticar uma vez; os demais sequer serão executados, você verá apenas o que quer assistir e não terá que migrar de um serviço para outro. O TV, segundo a ideia da Apple é o único que você utilizará. E isso vale tanto para a Apple TV quanto para iPhone e iPad (mas esqueça, como era de se esperar os apps mobile não conversam com o Chromecast).

Na prévia vimos várias plataformas integradas ao TV, mas uma em especial não foi vista: a apresentação da Apple não exibiu nenhum conteúdo original da Netflix e segundo informes, o serviço está fora da proposta.

A previsão é que o TV seja liberado num futuro update de graça para Apple TV, iPhone e iPad até o fim do ano nos Estados Unidos.

macbook-pro-002

Dito isso vamos ao prato principal, o MacBook Pro. A linha de notebooks de ponta da Apple foi renovada e estão menores, mais finos, mais leves (o modelo de 13 polegadas consegue ser menor que o Air e pesar a mesma coisa) e igualmente potentes. Porém a novidade mesmo (que todo mundo já conhecia) é a Touch Bar.

The new MacBook Pro featuring Touch Bar – So much to touch – Apple

A ideia da Touch Bar, uma tela touch de LCD logo acima do teclado é prover uma experiência de uso mais orgânica, de modo que as teclas legadas Funcion não podem. Segundo o VP de marketing da Apple Phil Schiller, as teclas de F1 a F12 desempenharam um papel importante no início da computação pessoal, mas hoje elas são basicamente inúteis. Você pode mapeá-las para realizar diferentes funções mas elas são basicamente um espaço morto, que é melhor aproveitado com a Touch Bar.

E de certa forma a Apple está certa. Como a Touch Bar é contextual ela irá exibir diferentes tipos de controles de acordo com o programa em execução: desde um teclado de Emojis com o Telegram aberto à timeline de um programa de edição de vídeo, como o Final Cut Pro (que será atualizado). Photoshop? Também recebe controles mais intuitivos, que podem ser botões a slides. O ESC ainda vive, mas também foi transformado em botão digital. E a Touch Bar permitiu que o MacBook Pro se tornasse compatível per se com o Apple Pay, sem depender de um iGadget.

Embora a Microsoft tenha pensado no Surface Dial como um incremento da experiência touch para profissionais, a Touch Bar é uma ferramenta que muda completamente a interação com o computador para todo mundo. E não duvido que em breve periféricos de diversas empresas aposentem as teclas Function em prol de soluções semelhantes.

Na parte do hardware, a linha Macbook Pro conta com processadores Intel Core i5 ou i7 de sexta geração, a partir de 8 GB de RAM, GPU Radeon Pro 450 ou 455 no modelo de 15″, SSD mais rápido (taxa de transferência de até 3,1 GB/s), bateria de até 10 horas de duração e… quatro portas Thunderbolt 3, compatíveis com USB 3.1 ao utilizar o conector Type-C.

macbook-pro-003

Cada uma das portas pode ser utilizada tanto para dados como para alimentar o MacBook Pro, e as especificações lhes permitem encadear até dois monitores 4K ao mesmo tempo, seja HDMI ou DisplayPort. Claro que isso teve um custo: a Apple abandonou o leitor de cartões de memória, quem precisar que arranje um adaptador externo.

The new MacBook Pro — Design, Performance and Features — Apple

Precinhos: o modelo mais básico, com 13″ e sem Touch Bar (sério?) custa US$ 1.499 ou R$ 11.499; já o de 13″ com Touch Bar sai por US$ 1.799 (R$ 13.899) e o de 15″, US$ 2.399 (R$ 18.499). E claro, todos são customizáveis. A pré-venda nos Estados Unidos já está disponível, aqui ainda vai demorar um pouco.

Apple – Accessibility – Sady (with Audio Descriptions)

A Apple não esqueceu da acessibilidade, na verdade ela abriu o evento falando dela. Tim Cook acredita que permitir o acesso a todos é essencial para promover a evolução tecnológica e da humanidade como um todo, e para isso apresentou uma nova página totalmente acessível para lembrar das iniciativas da maçã em inclusão social. Vale a conferida.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Tartaruga Mutante

    Microsoft ia colocar a touch bar no surface tb mas só teria três teclas: Ctrl – Alt – Del

    • Cássio Amaral

      Na verdade, seria Ctrl – Alt – Esc

  • A Touch Bar é interessante, mas uma tela touch proporciona mais possibilidades, no fim caberá ao consumidor ver o que se enquadra melhor ao usar no seu dia-a-dia.

    PS: por que o site não fez nenhuma matéria a respeito do evento da Microsoft?

    • Boa pergunta, também quero saber… 😱

      • brunodmjr

        Porque a apresentação da Microsoft chutou os bagos da Apple, o que é bom. Concorrência é sempre saudável, né? 😀

    • Pergunta pro Cardoso…

  • Fabio Esteves

    Nada de Netflix?? Que maluquice. Apple e Face sempre agindo como o dono da bola.

    • Daniel Tiecher

      Eu tenho quase certeza que a culpa aqui é da Netflix e não da Apple. O que eu acredito que aconteceu foi que a Netflix vê essa funcionalidade diminuindo o uso do seu app nativo e isso eles não querem, pois acaba decrescendo seus números, faz com que eles não possam oferecer seu acervo para os usuários e também diminui as maneiras com que eles podem controlar as métricas de utilização do app e consumo do conteúdo.

  • Hellraiser.

    Esse ultimo video sobre acessibilidade me lembro de uma professora de Inclusão Digital que eu tenho na faculdade. Ela mostrou um iPhone de 2014 em um slide e fez o favor de dizer que era um Pager. Fora a critica a companhias capitalistas.

  • Microsoft lança um produto fantástico com proposta pioneira para o público profissional e o que vejo é uma matéria sobre o lançamento de um MacBook com tech obsoleta, especificações tardias e… Bom, vcs entenderam.

    • João Soares

      Bem vindo a mais um site parcial.

      • Jaffy

        MeioBit se vende como sendo imparcial.
        No mais, o Cardoso está fazendo a matéria xD

      • Bond das Paradas ♏️

        Concordo plenamente.

        Internet não perdoa! A grande revelação da Apple, a TouchBar, vira “zoeira”-A TouchBar nada mais é que a preguiça da Apple de colocar touch no display todo
        -The TouchBar on the new Pro looks awesome. Though not 100% original. Lenovo did something similar (with eInk) a few years ago.
        -Aí daqui a 5 anos, quando resolverem que vão colocar Display toutch na tela vão quere dizer que é uma “Grande Inovação”

    • Paul

      Tbm fiquei procurando… o meiobit foi o único que ñ postou nada sobre.

    • brunodmjr

      Colega Budista (toca ai o/), acredito eu que o Microsoft Surface Book se tornou um bucado mais interessante, ein?

      • Pois é, o interessante é ver que a Apple lança algo que a Raizor faz desde 2011, com hardware melhor, pela metade do preço, e ganha primeira página. Já Bill gates não tem a menor chance contra page views.

    • O Cardoso está preparando o texto, até lá guarde os mantras para você.

      • Mantras são para os fracos, mas timming é tudo.

      • Indisposed

        Ai já vai ser um exagero de babação de ovo: “Microsoft reinventou os pcs”

        Daí pra pior.

    • Indisposed

      Uma inovação dessas kkkk

  • Samuel

    Um teclado e-ink seria infinitamente mais útil. Quanto ao Touch Bar, ele perde ainda mais o interesse se pensarmos que a tela poderá ser touch em um futuro não mto distante.

    • Daniel Tiecher

      Não acredito que perca, pois não são mutualmente exclusivos. Eu usei um Surface por mais de um mês e embora a tela touchscreen seja realmente algo interessante, no dia-a-dia acabava cansando de tirar a mão do teclado caso quisesse interagir com a tela, e eu “perdia” alguns segundos nesse movimento, que pra mim é algo importante. Sou desenvolvedor e pra mim teclado é a melhor maneira de se navegar uma interface, portanto tudo o que me faz tirar as mãos do teclado, é desperdício. Atalhos, macros, paletas de comando, faço chover usando um teclado.

      E essa proposta da Apple pra mim é bem mais atrativa, pois ter um painel touchscreen no teclado, que se adapta ao contexto do que estou fazendo e que posso customizar caso eu queira, com certeza é uma funcionalidade que usarei mais do que uma tela touchscreen.

      No final, eu acho que o melhor seria ter os dois, porém se eu pudesse escolher apenas um, pra mim a Touch Bar é mais atraente. O jeito é esperar sair aqui na banânia pra eu ir numa loja testar e se eu realmente gostar, compro um no Paraguay (porque nunca pagarei os preços da Apple Brasil…)

      • Samuel

        Verdade. Depois que escrevi pensei nisso mesmo. Levar a mão toda hora na tela deve dar uma LER fodida. Mas eu ainda preferia um teclado e-ink que esta barra

        • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

          Vou te dizer, ainda não vou emitir opinião sobre a TouchBar porque não testei, mas tenho um notebook Dell com touchscreen e é a coisa mais inútil do planeta.

          Tá, eventualmente é útil, uma coisinha aqui e outra ali, mas o uso ainda é muito raro, a combinação teclado + mouse ainda é imbatível no PC.

          É legal pra mostrar pros amigos e tal, mas uso prático e frequente pro dia-a-dia mesmo, não tem.

          • Pois é, me arrependi de ter pago mais caro pra ter o Dell com touchscreen, pra mim é totalmente inútil. Essa touch bar é bem mais interessante, principalmente pra usar com um editor de textos e/ou em jogos.

        • Cortana ✔

          Me deu LER só em ver a posição da Touch Bar e o enorme esforço que faziam para alcançá-la.
          A Microsoft já sabia previamente sobre a Touch Bar, conforme informado pela Apple que ela já estava otimizando o Office e Skype, então teve a oportunidade de pensar em algo melhor.
          O Surface Dial é infinitamente mais confortável do que aquela barra da Apple.

          • Daniel Tiecher

            A posição da Touch Bar é a mesma das teclas de função anteriores, que inclusive tem muito mais atalhos padrão no Windows usando elas, então esse argumento de ser um enorme esforço para alcança-las soa pra mim como fanboyismo.

            E o seu argumento da Microsoft saber de antemão e poder ter pensado em algo melhor não significa que eles não achem a Touch Bar interessante, pois mesmo que achassem, entre conceito e execução demora bastante tempo. No Twitter ontem eu li um dos responsáveis pelo departamento de pesquisa da Apple falando que essa Touch Bar estava em desenvolvimento há oito anos (obviamente sofrendo várias iterações ao longo do tempo).

            Pra finalizar, o Surface Dial é bem interessante e funciona MUITO bem com o Studio em “modo escrivaninha”, porém é um acessório que não faz tanto sentido em SurfaceBooks devido ao tamanho menor da tela, sem falar que pra usar confortavelmente a tela precisa estar numa posição que dificulta o uso do teclado, o que mostra que ele foi pensado mesmo para quando vc está interagindo com a tela e não digitando, limitando assim os cenários em que ele pode ser usado. Pra mim ele é um acessório muito bem pensado e que se encaixa perfeitamente em alguns fluxos, porém a Touch Bar é mais genérica e por estar sempre acessível, mais fácil de encaixar na maioria das tarefas do dia-a-dia.

        • Daniel Tiecher

          Os rumores é que o teclado e-ink so irá aparecer em meados de 2018, pois a tecnologia atualmente ainda sofre com um tempo de atualização ferrado, o que com certeza não é algo que a Apple quer ter. Eles até poderiam usar uma tela OLED em cada tecla, como o antigo Optimus Keyboard, porém o custo e o consumo maior de energia ainda deve ser superior ao que eles gostariam. Empresas grandes como a Apple com certeza tem em seus laboratórios todo tipo de conceito, porém entre ser possível e ser viável comercialmente, há uma grande diferença.

          • Samuel

            Verdade, vou esperar então hehe

      • Cortana ✔

        Não sei se percebeu, mas o usuário faz um enorme esforço para alcançar a Touch Bar lá em cima.
        Para o que foi apresentado pela Apple, que são controles de aplicativos, se for otimizado para uma tela Touch Screen, será muito mais produtivo.
        Aquele aplicativo que o DJ usou (por exemplo), em uma tela Touch é infinitamente mais prático do que com a Touch Bar, desde que a tela esteja deitada, assim como a linha Surface permite.

      • Concordo q uma tela touch num notebook não é lá essas coisas, mas se ele for conversível a parada muda. Contudo, o q a Apple apresentou nada mais é q macrokeys “alá Apple”, nada de novo, conceito e tech q Raizor já usa desde 2011 em books gamer. Acredito q a Apple está tentando resolver o problema da tela puramente touch, sem ceder ao q já existe. Isso é até bom, mas cheira malandragem quando é vendido como inovação. A TouchBar não vale uma keynote, quando maiz uma nota de rodapé avisando q foi implementado.

  • Samuel

    Não tinha percebido, a voz do John Ive é ducaralho para fazer locução. O problema é quando ele aparece no vídeo, aí dá sono. Parece demais com a do narrador dos videos (MUITO BONS) do canal Ahoy no Youtube. Quem não conhece, vale a pena ver as séries sobre games e armas.

    • Ive fala com tom reflexivo, para q o produto reflita aquilo q ele acha q criou. Infelizmente, não basta um tom de voz e cadências de Guru para distorção de realidade.

  • Cortana ✔

    A Touch Bar é a mais pura expressão de orgulho da Apple em não ceder à Touch Screen. Quanto malabarismo com essa barrinha, quando tudo poderia ser melhor na própria tela.
    Surface Rulez!

  • brunodmjr

    Mano, vou te falar que é meio complicado viver sem a tecla ESC. O resto não importa, mas a ESC…

    • Daniel Belini

      Vão vender um acessório que você conecta na ÚNICA porta USB do notebook que tem a tecla ESC.

  • Christian Oliveira

    Minha impressão é que no iPad sempre falta botões físicos, ai a solução que ela encontra para melhorar o teclado é colocando uma tela touch.
    Só testando para saber, mas tenho a impressão de ser algo incomodo para quem tem dedo gordo como eu.

    Fora isso mais fino, mais leve, mais potente em partes.

    E tudo isso parece não empolgar os 20 mil necessários, temos que tirar o chapéu mas a MS que mandou um abraço com Surface Book e Studio, estes são a bola da vez.

  • Well Dias

    Eu nem me empolgo mais ver as coisas da Apple.
    São coisas tão distantes da minha realidade que perdi o interesse.
    É como ficar sonhando com o dia que vou ficar com a Eva Green, ou ter uma Lamborghini.

    • Fora da sua realidade só se for em preço, caro Well, pois em quesito máquina até a Lenovo tá deixando a Apple pra trás.

  • Indisposed

    Meu cérebro não consegue lidar com muita inovação ao mesmo tempo, calma apple.

  • Lucas Cruz

    N vale o preço cobrado

  • Thiago Cururu

    Alguém pode explicar aqueles 3,1GB/s do SSD dessa máquina? Parece muita coisa para o resto do hardware que é, no máximo, mediano.

  • OverlordBR

    Só digo uma coisa: a Microsoft roubou o slogan “THINK DIFFERENT!” da Apple!

    Barrinha touch?
    PQP!

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis