Ex-Sony diz que PlayStation Vita chegou tarde demais

vita

É praticamente uma unanimidade. Basta perguntar para alguém que possui ou possuiu um PlayStation Vita sobre o que ele acha do portátil e quase todos dirão: “é muito legal, mas tenho a sensação de que poderia ter sido muito mais.”

Talvez a culpa pelas baixas vendas do videogame seja da própria fabricante, que há muito tempo jogou a toalha, talvez seja das desenvolvedoras, que nunca acreditaram muito no sucesso comercial do aparelho, mas para Jack Tretton, ex-CEO da Sony Interactive Entertainment, pode ter sido tudo uma questão de timing.

Agora que não trabalho mais lá, acho que internamente foi: ‘Essa é uma ótima máquina, só que era muito tarde.’ O mundo mudou para dispositivos portáteis que não são máquinas dedicadas a games.

Segundo o executivo, essa mudança de comportamento por parte dos jogadores fez com que o Vita se tornasse uma “máquina de nicho”, algo que agradava apenas aqueles que queriam um dispositivo dedicado. Isso gerou uma situação bem diferente do que a indústria viu na época do PSP, que como bem sabemos vendeu muito mais do que o seu sucessor.

Sem que a Sony revele números oficiais, a estimativa é de que pouco mais de 14 milhões de PS Vitas tenham sido vendidos em todo o mundo, mas mesmo com números tão baixos, a Sony continua pedindo US$ 200 por ele, valor que certamente ainda é uma baita barreira para muitos interessados.

No entanto, eu ainda acredito que o maior problema do Vita está na sua falta de jogos de peso, o que nos leva ao dilema de Tostines, afinal, ele vendeu pouco porque não tem jogos ou não tem jogos porque vendeu pouco?

É verdade que o portátil recebeu várias das principais franquias da Sony, mas a escassez de títulos é o argumento mais usado por quem reclama do videogame e o fato deles terem parado de surgir há bastante tempo deve ter contribuído para deixar essa impressão. Ainda assim, não acho que a biblioteca do videogame seja fraca, mas talvez eu pense assim por quase não jogar nele.

Fonte: IGN.

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples