Logitech compra Saitek

106353

A Saitek é a Rolls Royce dos joysticks. Quando eu tinha mais dinheiro do que juízo (hoje o dinheiro diminuiu e ambos se nivelaram) comprei um Saitek X45 que custou uma quantia obscena mas valeu cada centavo. Anos depois foi aposentado durante mudanças, não funcionou mais mas UM DIA hei de consertá-lo. 

Por fazer controles tão bons quanto caros a Saitek sempre foi uma empresa de nicho, então não venderam dezenas de milhares destes:

technology_181a_016

Motivo? Digamos assim, está vendo este relojinho?

22866

Custa US$ 160,00.

A Logitech pagou US$ 13 milhões pela Saitek, o que é troco de pinga nesse mercado, e não é como se eles estivessem com falta de produtos de qualidade: a Logitech tem uns controles e joysticks porretas, além de teclados e mouses, que coloco pau-a-pau com os da Microsoft.

Será que planejam uma linha premium? Teremos uma série Logitech Gold? Seja qual for a resposta, já deixo claro que o MeioBit (leia-se eu) está mais que disposto a resenhar todos os produtos da linha.

Fonte: Engadget.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Marcelo Eiras

    Ué, mas a saitek não era da mad Catz?

    Bem, de qualquer forma a Logitech tem que repensar sua linha, os volantes dela pararam no tempo.

    O preco deste reloginho é obsceno, além de reclamações de problemas de delay. Mas os outros produtos tem preços dentro da realidade.

    Veja o precinho do hotas warthog da thrustmaster. =O

    • Rafael Valeira

      Sim, a Mad Catz tinha comprado a Saitek. Muitas pessoas inclusive, reclamaram, afirmando que a qualidade dos componentes de seus produtos caiu muito após a aquisição.
      O único produto que tenho deles é um X52 Pro, já da era da Mad Catz, mas até agora sem problemas (já tem mais de 2 anos de uso).
      Mas parece ser uma decisão inteligente da Logitech, que deixou a sua linha de periféricos voltados a simuladores de vôo parada por anos. E parece ser uma boa pros consumidores também, pois a Logitech deve dar uma melhorada na qualidade dos produtos da Saitek.

  • É sempre bom ver o mercado evoluir. Quem sabe agora os (futuros) Saitek ganham um software oficial para fazer eles se comunicarem com os simuladores do mercado. No caso do X-Plane, ainda é preciso utilizar plugins de terceiros para fazer a ponte entre o simulador e hardware.

  • Cristiano Borges Milhomem

    Meu sonho quando tava fazendo o PP na década passada era montar um saitek painel full desses com yoke, three-lever throttle (não nesse estilo das manetes do cessna de empurrar), rudder e a bagaceira toda que vem junto , mas tinha que escolher entre pagar as aulas práticas ou montá-lo, daí não teve jeito! Anyway, acho muito legal, como instrutor de voo já observei que os alunos que treinam em um simulador bem equipado antes de pegar aulas práticas tem um desenvolvimento bem mais rápido na instrução.

  • Othermind

    Um desse e uma versao do flight simulator por favor….

  • Esse troços são muito caros, faz tempo que paquero com um mísero volante G27 da logitech, mas fico só na paquera mesmo.

    • Carlos Ferreira

      Que nem eu. Sempre quis um volante nas nunca tive coragem(dinheiro no caso) de pagar o preço de um g27. Até hoje jogando no joystick mesmo.

    • Vou te dar uma dica muito boa. Procura um G25 usado. É praticamente a mesma coisa.

  • Reinaldo Matos

    Meu Turbo Video Driver botava esses brinquedinhos no chinelo…

    • Luiz Magroni

      Rapaz, tinha esquecido… Eu tive um! Era foda! Bons tempos…

  • Matheus Vieira

    Estava de olho em um X-52 pro pra jogar Elite: Dangerous, mas depois dessa vou esperar pra ver o que aparece.

  • IcaroBrendel

    Do jeito que a MadCatz ta, foi ate bom vender a marca.

  • Theuer

    Hummm, parece o negócio certo, na hora certa, hein!
    A Logitech faturou(ainda fatura) horrores com seus volantes. O G25 pôs a empresa no nicho e o G27 a consolidou, mas aí ela parou no tempo ficando anos sem atualizar os volantes e agora que o fez, praticamente andou para trás.
    Os Simuladores estão muito em alta agora com a chegada de VR.
    VR está levando os simuladores para outro nível. Eu piorei TODOS os meus tempos usando VR(diy mesmo, nada fodão) nos simuladores de corrida, mas quem disse que consigo voltar a correr com monitor?!
    Monitor é tão anos 2000! 🙂 Hehehe

  • Junior Capitanio

    aceito doação do “cujuntinho” alí, junto ocm o curso pra configurar sapoha.

  • Rafael Rodrigues

    Comprei há alguns anos um Saitek sidewinder em umas dessas promoções malucas da internet, paguei míseros 150 reais em um manche de primeira linha.

    Realmente vale cada centavo e não duvido que a marca seja repaginada para concorrer com a razer…

  • Sergio Rainor

    Esse manches da Saitek parecem que foram tirados de um avião de verdade.

  • Fernando

    Não quero nem mais ouvir falar na Logitech! Tive uma péssima experiência de pós venda com eles… A marca não tem nenhuma assistência técnica e nenhum tipo de suporte no Brasil. Todo o atendimento é feito por pessoas no exterior que falam (muito mal) português.

    A política deles é simplesmente ridícula, se o produto está na garantia eles pedem pra você quebrar (sério!) o produto, mas quebrar todo, cortar os fios, quebrar as placas, destruir totalmente. Depois você precisa bater 3 fotos do produto quebrado ao lado de um papel com o numero do protocolo escrito a mão. Feito isto as fotos serão avaliadas e o produto novo é enviado dos Estados Unidos, ou seja, demoooooora pra chegar…

    Se o produto não está na garantia, bom, se ferrou… Como eles não tem nenhuma assistência técnica aqui, é por sua conta e risco arranjar alguém disposto a fazer o reparo.

    • Fernando

      Ah propósito, a experiência que eu tive foi a seguinte, eu havia comprado um teclado Logitech G710E, após 2 meses de uso os leds (aqueles de num lock, caps lock, etc…) pararam de ligar, fora isso tudo funcionava, o caps lock funcionava mas não ligava o led.

      Entrei em contato com o suporte para pedir o endereço da assistência mais próxima, me informaram que não possuíam assistência no Brasil e me passaram este procedimento para quebrar o produto. Expliquei que o defeito era simples, que deveria ser só um fio solto, e que não era necessário destruir o produto. Eles simplesmente me disseram que este era o procedimento e que ou eu fazia isso ou não seria possível acionar a garantia.

      No fim, quebrei o teclado conforme eles mandaram, bati as 3 fotos e enviei. Depois de 1 semana com o teclado quebrado lá no canto e ainda sem resposta da assistência decidi jogar fora os pedaços dele, afinal, aquilo era só lixo. Passou-se mais 1 semana e eles me enviaram uma nova mensagem pedindo para quebrar mais o teclado (não sei como, se a placa já estava esmigalhada) e enviar 5 fotos do teclado quebrado. Expliquei que já havia jogando fora os pedaços do teclado, eles então me disseram que, se eu não conseguisse enfiar as fotos conforme pedido, não seria possível dar andamento na solicitação.

      Quebrei meu teclado e não recebi um novo! Na época, acionei inclusive o PROCON mas no fim ficou por assim!

    • baggio begithotru

      Cara, entendo sua situação! Tenho um fone da Logitech que também deu problema e o procedimento foi esse mesmo, quebrar tudo e enviar várias fotos do fone quebrado. Depois que enviaram o fone novo, levou uns 3 meses pra chegar. Colocaram a culpa da demora da alfândega, vinha de Miami, falaram que a alfândega estava atrasando e não tinham o que fazer, só que se eles tivesse assistência no Brasil o produto não ia precisar vir de fora

    • Samuel Silva Marques

      Engraçado, para min eles não pediram para quebrar,. Meu teclado K800 parou de funcionar a retro iluminação, eu reclamei e so me pediram para enviar as fotos do serial dele e depois me enviaram um novo.
      Agora eu tenho 2 um ABNT sem led e outro padrão americano funcionando de boas já faz uns 3 anos.

  • Convidado

    Agora com o VR os simuladores de voo devem voltar a ter demanda, talvex ate para lancar um controle para ps4/pro atingindo o grande mercado

  • Jorge Veiga Junior

    Será que da pra jogar Kerbal num treco desses? Hahahahahahahaa

  • Marcelo Eiras

    Para esquipamentos de simuladores de voo eu recomendo fabricantes nacionais como a gs produtos, macbare, etc.. São de melhor qualidade e praticamente idênticos aos reais, além de ter garantia e manutenção mais fácil, já que ficam no Brasil.

  • Zeb Uceta

    Impressão minha ou tá escrito “grow up” num display verde bem no alto do painel de Cessna ali? 😀

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis