Nissan dá talvez o maior tiro no pé na História dos carros elétricos

shot foot

Ano passado 248 consumidores no Colorado se reuniram em uma entidade (ehê) e conseguiram negociar uma compra coletiva: 248 Nissans LEAFs, o carro elétrico da empresa. Com os subsídios governamentais mais o generoso desconto de US$ 8.349,00 cada carro saiu por US$ 12.130,00. Um preço BEM atraente, o preço normal do carro é de US$ 29.010,00. Caro mas bem longe de um Tesla, que é um modelo de luxo e custa bem próximo de US$ 100 mil.

Foi uma negociação que foi boa para ambas as partes, e seguindo o exemplo um grupo de canadenses resolveu fazer o mesmo. Nada menos que 2.500 pessoas se comprometeram, mas no final do projeto o número chegou a 3.700. Fazia sentido conseguirem o preço desejado de CAD$ 20 mil. Lá na terra do pessoal que quer ser lenhadores durante o dia um LEAF custa normalmente CAD$ 32.698,00.

Estariam salvando o planeta, o governo lucraria, e a Nissan venderia 3.700 carros de uma tacada só. Excelente, certo?

Nissan-LEAF-4

Errado. Joni Paiva, presidente da Nissan Canadá disse que o desconto de CAD$ 8 mil que cada carro recebe já é de bom tamanho (ele ignorou que esse desconto é um subsídio do governo, não da Nissan).

Monsieur Paivá falou, diante de uma comissão do Parlamento discutindo veículos de emissão zero que a empresa não tem interesse no acordo, e que o preço do Nissan LEAF está bom, obrigado. Não iriam seguir o exemplo da Nissan USA.

Os consumidores ficaram irados, afinal se a Nissan fechasse o acordo DOBRARIA a quantidade de LEAFs nas ruas desde a introdução do modelo no Canadá. Agora ao invés de 3.700 não vão vender nenhum, pois os compradores estão bufando e correndo para fazer reserva do Tesla 3, que já tem 400 mil na lista de espera.

Como sempre tudo começa com teoria da conspiração, mas tem uma explicação simples: no Canadá, quem matou o carro elétrico? Ganância e estupidez.

Fonte: Electrek.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples