Hands-on — Moto Z

DSC04172

Hoje em um evento em São Paulo a Lenovo mostrou aos jornalistas o Moto Z, sua aposta no conceito de telefones modulares.

Se trata do mesmo telefone anunciado no mês passado, com Snapdragon 820, 4 GB de RAM e tela Quad HD de 5,5 polegadas. Enquanto no exterior existirá a opção entre 32 e 64 GB, apenas a versão com armazenamento maior será vendida por aqui.

O Moto Z tem apenas 5,2 mm de espessura, mas isso é até compreensível considerando que a intenção é que o aparelho continue com um tamanho razoável mesmo com um módulo conectado — até mesmo o calombo da câmera acaba tendo alguma funcionalidade, já que ajuda a posicionar os Moto Snaps na posição correta. E mesmo com as capas mais finas, o enorme calombo da câmera acaba sumindo.

A Lenovo não confirmou o clock do processador, mas tudo indica que o Snapdragon 820 será de 1,8 GHz — aparentemente apenas a versão americana terá 2,2 GHz; com o “resto do mundo” recebendo um clock menor.

DSC04167

A câmera traseira de 13 megapixels tem abertura ƒ/1,8; estabilização óptica de imagem e auto-foco laser, enquanto a câmera frontal tem 5 megapixels com abertura ƒ/2,2.

O grande diferencial do Moto Z são os Moto Snaps (no exterior chamado de Moto Mods), módulos que se conectam ao aparelho por meio de quatro imãs e um conector na traseira. Três módulos foram demonstrados no evento: um de alto-faltantes feito em parceria com a JBL, um de bateria e outro de projetor.

Style Shells, um Moto Snap que é apenas decorativo

Style Shells, um Moto Snap que é apenas decorativo

Existem alguns Moto Snaps “burros”, apenas para complementar o design do aparelho, como as Moto Style Shells. É uma forma prática de mudar o estilo do telefone sem ficar preso naquela opção — eu por exemplo acho o Moto X Bambu bonito, mas não o bastante pra comprar um aparelho que sempre terá esse visual.

Também estará disponível no país o kit de desenvolvimento dos Moto Snaps, que conta com um Snap “vazio” onde se encaixam outros módulos, entre eles adaptadores dos HATs do Raspberry Pi e quatro módulos prontos de exemplo: bateria, sensor de temperatura, audio e display.

DSC04146

A Lenovo ainda não anunciou preços e apenas adiantou que o Moto Z será vendido no Brasil a partir de setembro, junto com os Moto Snaps demonstrados (JBL SoundBoost, Moto Insta-ShareProjector, Incipio Power Pack e Moto Style Shells).

Relacionados: , , , , , , ,
  • Rodrigo Figueiredo Bertelli

    Sobre a frase “.. com o “resto do mundo” recebendo um clock menor…”, e mesmo tendo sido alardeado que na Alemanha o processador era igual o brasileiro, no site da Motorola alemã diz que o processador é de 2,2 Ghz. Portanto, não é o resto do mundo.

    • Alexandre Salau

      Gol da Alemanha

  • Quer dizer que o telefone terá um GPIO compatível com o RPi? Parece que esse bus de 40 pinos tá virando um padrão defacto já.

    • felipecn

      O “Moto Snap” de desenvolvedores sim 😛 Os plugs na traseira do telefone são proprietários.

    • Zaaboo

      Pense numa ideia interessante. O RPi já é bacaníssimo de se trabalhar. Misturando com um plataforma parruda como um celular desses vai ficar melhor ainda.

  • jairo

    Bateria com capacidade pífia, não me agrada pagar caro em um gadget e ter que gastar mais com “snap” de bateria , não compro.tal gadget

  • Rafael Wagner

    Alguém mais se ligou pq não será Moto Mods por aqui??

    Meu palpite = mods era a palavra pra absorvente antigamente, nem sei se falam mais assim….kkkk

    • Também achei ridículo… pois seriam moto ou motorola mods, não apenas mods…

      • Daniel Belini

        Parece que a pickup Pajero teve que mudar de nome em algum país da América Latina, pois lá esse nome era um palavrão.
        EDIT:
        Achei
        “Mitsubishi Pajero – O SUV da Mitsubishi virou Montero em países de língua espanhola. Isso porque em castelhano Pajero é a palavra usada para se referir aos que praticam masturbação.”

        • Ainda bem que não ligamos para isso, picasso, corsa, chana, pinto, besta,…

          • Daniel Belini

            Que carro é esse, Pinto?
            Chana é aquele parecido com a Towner, né?

          • Ford Pinto.
            Eu só conhecí na lista do disqus com um vídeo ilario onde o carro toca no outro e explodia. parece que esse carro era motivo de gozação, mais do que ‘kombi não tem folga no volante, tem férias prolongadas.’

          • Arnoud Arnoud Rodrigues

            O Ford Pinto foi vendido aqui como Corcel.

          • Ford Pinto, apelidado pelos americanos de “Churrasqueira com Quatro Lugares”, o mais infame caso de falta de ética na história do capitalismo.
            Um erro de projeto, o tanque de combustível ficava logo abaixo dos passageiros do banco de trás e explodia em caso de acidente, queimando todo mundo.
            A Ford percebeu logo o problema, mas alguém, provavelmente adepto do Utilitarismo Prático, fez as contas e concluiu que o valor a ser pago em indenizações seria menor que o custo de refazer todo o projeto e retirar os veículos de circulação. (vi essa história numa aula de ética de um renomado professor Singer, agora de cabeça não lembro o nome completo)

          • Helcio Matos Candido

            Parece até clube da luta.

    • Diego

      verdade kkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Pausa para lembrar do vilão das histórias do Hulk, o Homem-Absorvente e a clássica provocação do Hulk (numa fase em que ele estava esperto): “Homem-Absorvente? Que tipo de nome é esse? Já pensou em trocar para Capitão Mods?”

  • Thiago

    Nada do Moto Z Force? Aquele sim, além da bateria parruda (3600) e câmera superior, colocar o snap de bateria extra vai durar uns 3 dias!

    • Daniel Belini

      Vai da pra jogar bastante Pokémon Go

  • Silvio Santos também não gostou do skin de bambu.

    • Huahuahuahuahuahau!

    • Zé das Covi

      principalmente em um smartphone de 5.5″ , deve doer pakarai .

  • Fico pensando na dinheirama que o pessoal vai gastar num hardware que aparentemente cambiável entre as partes e na sua relação com as atualizações.Se já era dificil a Lenovo soltar atualizações (um passo atrás quando a Motorola era do Google) então imagina atualizações num hardware desses. A menos que venha desbloqueado para uso de ROMs alternativos, eu não arriscaria.

  • Lucas Timm

    [OFF] – Discreto pra caramba. Sou eu ou isso tá demais pra vocês tb? 😛

    • Denisson Santos

      Então, aquele retângulo azul escrito “Close X” serve para fechar a propaganda.

      • Reinaldo Matos

        Sério?

    • Reinaldo Matos

      Não… agora tá vindo essas propagandas sem vergonhas mesmo…

      Já comentei sobre isso em um post anterior.

      Geralmente não uso adblock por saber da necessidade de ganhar dinheiro, mas pra esse tipo de propaganda eu bloqueio sem medo.

  • Vou chutar: mais de R$ 3.000 e olhe lá. E mais uns 1.000 reais em cada “mod”
    Agora vem a pergunta, será que vale a pena mesmo? Eu gostei muito da câmera mas, o resto do conjunto pelo suposto preço que sugeri não creio..

    • Julio

      Também não tem muitas opções, o mais próximo é o Galaxy S7 e custa R$ 3500,00 (nem dá para considerar LG e Sony).

  • Como a Huawei continua se negando a vender o Nexus 6P por aqui, e os flagships desse ano ou são uma bela bosta, como esse Moto Z ou custam duas almas, acho que o jeito vai ser torcer por uma promoção boa na blackfraude pra levar um flagship do ano passo: Ou o Moto X Force, ou o G4 ou o S6.

    • Nyrium Elenilson Farias

      Eu concordo com vc, mas não leve os tops do ano passado como ultrapassados, afinal, um ano é pouco pra isso, em se tratando de snapdragon 810 e a rápida evolução dos dispositivos. Ainda vale a pena pegar um Zenfone2 com 2,2 de GHz ou um G Flex 2 com hexa de 1,8. Rodam tudo, até ÇATHANNAZ instalado nele.

  • Anônimo, seu amigo no XXX

    A já mataram a entrada do fone de ouvido :/

    • Nyrium Elenilson Farias

      Sim, cara isso é um carma que teremos que levar. Vai ser padrão nos tops a partir deste ano, levando em consideração as grandes mascas que já pensam nisso, aí vira modinha.

  • Bruno

    Quero ver é o preço disso ae. Provalvelmente algo entre “muito caro” e “impossivel”.

    • Nyrium Elenilson Farias

      Rsrsrsrsrs vdd

  • Rafael

    Passo número 1: fazer um celular extremamente fino, com apenas 5,2mm de espessura
    Passo número 2: adicionar uma capa com bateria extra
    Passo número 3: contratar um cara muito bom no marketing pra tentar convencer alguém a comprar os dois

    • Nyrium Elenilson Farias

      Realmente seria melhor que a capacidade da bateria extra fosse investida na interior, com uma nova tecnologia que continuasse a espessura atual do dispositivo.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis