EA, Ubisoft e Take-Two defendem “novos” consoles

scorpio

Passado o frisson da E3 e a confirmação de que Sony e Microsoft lançarão versões mais poderosas dos seus atuais consoles, os jogadores e até mesmo parte da indústria tentam compreender o que acontecerá na sequência. Como o mercado se comportará com a chegada dos novos aparelhos? Como ficarão aqueles que já adquiriram um PlayStation 4 ou um Xbox One? As perguntas são muitas.

Pensando nisso, o pessoal do site GamesIndustry resolveu conversar com executivos de três gigantes e de acordo com as respostas que deram, todos parecem bastante empolgados com a atualização que tais consoles receberão.

No caso de Laura Miele, chefe global de publicações da EA, o upgrade será responsável por fazer com que a atual geração ganhe uma sobrevida. Para ela essa adoção de um modelo parecido com o que temos nos dispositivos mobile é algo que a indústria deverá enxergar com bons olhos, pois deverá fazer com que a transição entre ciclos seja mais tranquila e na sua opinião, isso não significa que as fabricantes estejam impondo um upgrade.

Já para Alain Corre, chefe da Ubisoft EMEA, o ponto principal dessas atualizações é que que elas não dividirão a comunidade, o que permitirá que as desenvolvedoras explorem os novos hardwares, mas sem abandonarem os já existentes.

Por sua vez, o CEO da Take-Two, Strauss Zelnick, comparou a novidade a o que temos na TV, dizendo que quando um estúdio lança uma série ele não fica pensando em que tipo de tela a veremos, podendo ser tanto numa televisão a cores de 1964 quanto numa mais moderna, com resolução 4K.

Na minha opinião, o positivo nessa história é ver todos os executivos garantindo que a base instalada de consoles não será deixada de lado e se isso de fato acontecer, penso que a chegada do Scorpio e do Neo poderá mesmo ser uma boa, pois oferecerá a opção para quem quiser experimentar jogos com maiores resoluções, mas sem que os não interessados sejam esquecidos.

Vejamos então como a indústria seguirá daqui em diante, mas acho que formas já podemos dizer que de certa forma os consoles como conhecíamos parecem com os dias contados.


Xbox – Project Scorpio

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • ElGloriosoRangerRojo™

    Basicamente não vale a pena pra indústria fazer consoles modulares, que dê pra trocar as peças igual um PC. Logo, fazem várias caixinhas diferentes…

    É interessante pra indústria que vai poder lucrar mais com a caixa mais parruda.
    É interessante pro usuário gamer casual, que não precisa gastar tanto com um videogame parrudão, optando pela versão mais capada.

    Mas não é interessante pelo fato de que já temos jogos muito mal portados pra PC ou console, e agora aparece mais 2 ou 3 tipos de console pra cada marca. A chance de fazer um port mal feito aumenta…

    • Se console fosse similar a placa de um notebook/laptop, podendo trocar a VGA e trocar ou acrescentar memória, até seria uma boa. Mas bem suportado pelo sistema do console com peças certificadas.

      • Salles Magalhaes

        Se nao me engano o Nintendo 64 aceitava upgrade de memoria (existia um cartucho de memoria com 4MB)

        • Julio Verner

          Sega Saturn também.

    • Nilton Pedrett Neto

      não sei se vai ser uma questão de portar, mas de ajustar a qualidade gráfica, como num pc.

      • Juaum

        Aqui mesmo no meiobit, tem um post a respeito do game Nioh. Onde é possível escolher entre qualidade ou fluidez e ficou muito interessante.

        • Julio Verner

          Que agora já da pra se deduzir entre Nioh e Nioh PS4K.

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      Com os consoles usando a arquitetura de PCs os ports devem melhorar, acredito que o tamanho dos jogos vai aumentar pois trarão texturas medianas pra geração atual e texturas 4k para nova geração e PC, isso pode beneficiar os ports também, que terão mais qualidade sem um esforço “a mais” de desenvolvimento “só por causa do PC”. Talvez nivele a qualidade dos jogos por cima.

    • Theuer

      Mais ou menos, as fabricantes se esgoelam para conseguir ter algum lucro no aparelho individual.
      As vezes, valeria mais a pena lançar algum “add-on” de GPU para um console a cada três anos (que é o período que o pessoal começa sentir o limite do aparelho) do que ter que refazer todo o projeto, port de jogos, etc…

  • “…os consoles como conhecíamos parecem com os dias contados.”

    The Glorious PC Console Gaming Master Race a caminho…

    • Julio Verner

      Ainda peasants.

  • Othermind

    Só estou no aguardo da Nintendo vendo isso tudo acontecer com o console dela na boca do forno… Pode ser o unico console nos “moldes antigos”

    • Kirk

      Tenho a impressão que atualmente a Nintendo sobrevive de Mario, Zelda, Pokemon e Japoneses e esta pouco ligando para o resto. Por isto tem perdido relevância dependendo do ponto de vista.

      • idem…

      • Jorge Dondeo

        Concordo.

      • Felipe Braz

        Eu tenho um ponto de vista um pouco diferente. Eu acredito que ela inicialmente queria agradar tanto o oriente quanto o “resto”, mas pisou na bola e se viu obrigada a se ancorar em Mario, Zelda, Japoneses, etc.

    • 640k is enough

      Levando em consideração que tanto o Wiiu quanto o Xbox Onde foram lançados no mesmo ano, podemos dizer que o NX não pode se enquadrar como molde antigo…

      Ou seja, a Nintendo também esta seguindo a linha de raciocínio da MS e Sony em dar um upgrade no seu console.

      • Cristiano Viana Alves

        A Nintendo vai lançar o NX porque o Wii U é um fracasso de vendas e não porque simplesmente quer lançar um hardware novo como MS e Sony estão fazendo, tenho certeza que se o NX for um sucesso jamais receberá upgrade de hardware igual Xone e PS4 irão receber. Se o Wii U tivesse vendido ao menos como o Xone não veríamos o NX tão cedo.

        • 640k is enough

          O fracasso do Wiiu não foi o console em si, e sim a estratégia(?) de títulos pra ele e o subaproveitamento do Gamepad.

          Se continuarem assim, nem o NX irá sobreviver.

  • Germano

    Acho que foi criado um fantasma que virá assombrar a indústria quando a próxima geração chegar. Pois daí vou querer ver quantos não hesitarão em comprar os novos consoles logo no lançamento ou até algum tempo depois temendo ser lançado um modelo mais potente logo a seguir.
    A menos que os consoles daqui para frente adotem o mesmo esquema dos celulares com lançamento continuo, ano a ano, de modelos mais potentes. Mas se isso acontecer ferrou de vez.

    • Assim são os celulares atualmente, mas não creio em um modelo de negócio onde consoles serão atualizados anualmente. Isso implicaria em custo, estudo, certificação, testes e etc… Pior seria com estes consoles capados se o VR/4K consagrar no desejo do consumidor, com estes atuais incapazes de suprir.

  • Cristiano Viana Alves

    Torço para que Nintendo apresente o NX e diga: Garantimos que esse será nosso único hardware pelos próximos 6 anos, talvez com isso essa palhaçada de lançar console novo todo ano nem comece.

    • O fantástico senhor raposo

      Pra jogar mário? vc acha msm que vao lancar tantos outros jogos pra esse console como é pra xbox, ps4? A pior coisa do mundo é ver aquele jogo bom e nao poder jogar pq nao tem pra sua plataforma

      • Cristiano Viana Alves

        Mas o que impede de sair GTA ou CoD para o NX?

        • Guilherme

          As third parties não gostam da Nintendo.

          • Isso é besteira, não tem essa de gostar ou não, em quantos mais consoles um jogo puder estar, melhor para eles.

        • O fantástico senhor raposo

          O problema é a politica da nintendo, é um video game que nunca veremos um jogo de uma compania menor, e um video game nao sobrevive só de gta e cod

          • “é um video game que nunca veremos um jogo de uma compania menor”
            Você está bem enganado, o Wii U está repleto de jogos indie.

  • Julio Verner

    “Most powerfull console ever” é o que veremos.

  • Germano

    E claro que esses executivos disseram que os donos dos antigos não serão esquecidos, não são doidos de dizerem o contrário… agora.

    • Guilherme

      Eles nunca vão dizer. Se o teu raciocínio estiver certo, eles irão só lançar jogos feios para os consoles antigos, praticamente forçando o upgrade.
      Cara, que raiva da Sony em adotar esta estratégia!

  • kenji

    Os games já não eram mais tão otimizados quanto antigamente para consoles, agora vai ficar pior ainda; os devs terão sem dúvida que dividir o tempo para otimizar para duas plataformas a mais. Quem tem os consoles “base” terão bons motivos para ficarem insatisfeitos.

  • Alvaro Carneiro

    – “Por sua vez, o CEO da Take-Two, Strauss Zelnick, comparou a novidade a o que temos na TV, dizendo que quando um estúdio lança uma série ele não fica pensando em que tipo de tela a veremos, podendo ser tanto numa televisão a cores de 1964 quanto numa mais moderna, com resolução 4K.”

    Que comparação cínica e estúpida.

    Uma série vai funcionar sempre, afinal é um video. Vai funcionar em qualquer televisão, valvulada em preto e branco se for o caso.

    Mas um jogo não é assim, pegue BF4 e tente rodar em um PC 486 e talvez nem consiga instalar.

    • ricms

      Você entendeu a comparação.

    • A comparação é de que “isso não é coisa do studio se preocupar” mas na verdade é sim.

      – O consumidor comum comprará o PS4/Xone por ser mais barato.
      – O mais exigente compra o Neo/S se quiser 4k e VR.

      A arquitetura dos consoles ainda é X86, então só teremos o dilema de o quanto o estúdio irá se esforçar para permitir downgrade ingame baseando-se no modelo do console.

  • rbsouto

    Consoles no modelo mobile ficaria tipo isso:

    PS4, PS4 S, PS5, PS5 S, …
    XOne, XBox Millenium, XBox XP, XBox Blue, XBox X, …

  • Não vejo de todo mal quando a geração atual nasceu um pouco estagnada. Com o mundo caminhando (lentamente) ao 4K e ao VR, já era de se esperar um upgrade. E, de certa forma, o gamer exigente vai preferir um console parrudo do que o “básico”, enquanto os jogos (por serem em sistemas semelhantes ao PC) devem sofrer um downgrade via configurações, igual acontece normalmente hoje em dia em jogos para PC. Ao menos em jogos para Windows/Xbox e o amadurecimento do DX12, essa plataforma deve minimizar esses ports porcos.

    Pior seria, um mundo que permitisse ao usuário comprar peças/módulos para melhorar o console. Voltaríamos para a era SegaCD/32x etc? hahaha, ou pior… consoles fragmentando o mercado graças a “n” configurações diferentes.

  • J Alves Cordeiro

    Isso tudo é um baita golpe nos consumidores. Essas empresas estão é mantendo a prática de fingir que fazer um jogo AAA leva anos (na contramão de qualquer engime) e ficam plantando “hype” pra consumidor desinformado e preguiçoso para leitura. A prova está aí: uma geração de remasterizações. Ao abonar “novos” consoles na atual conjuntura eles só tem a lucrar com a mesma velha desculpa de que desenvolvimento para novas máquinas é mais caro pois requer mais recursos e fazem um jogo de U$20 ser vendido por $60 após agressivas propagandas. Vai custar mais em 4k.

    Ninguém comenta o outro lado da moeda: Não dizem que para aproveitar num console os 4k é necessária uma TV de 55 a 70″ compatível com o console em HDR. Não dizem que tecnicamente a real visibilidade em 4k só é perceptível realmente em relação a 1080 linhas em telas dessa faixa de polegadas. Não dizem que o padrão Sony difere do padrão Microsoft para o recurso HDR, ou seja, não basta ter uma TV 4k de 55″ acima COM HDR, sua TV tem que ser pareada com o padrão HDR do console para que o recurso funcione – adivinhe, o Padrão Sony é fechado e cobra royalties e o da Microsoft é aberto e difere do da concorrência. Não dizem que por causa dessa mesma diferença de padrões somente no final deste ano é que UMA só linha de TVs 4k (Visio) vai oferecer os dois padrões de HDR via atualização do aparelho de TV. Não dizem que tal posicionamento dessas softhouses claramente incita as outras a preferir desenvolver para os consoles “realmente” mais novos iniciando o processo de escanteio dos atuais XBO e PS4.

    • J Alves Cordeiro

      Errata: onde se lê “engime” leia-se “Engime”. (Digitar em tela de toque é o fim da picada).

      • J Alves Cordeiro

        Errata 2 (a revanche): o maldito corretor automático insiste, então, repito, onde se lê “engime”, leia-se “Engine” (com “n”).

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis