Google vai lançar um smartphone próprio? Talvez

nexus-5x-6p

Alguns dias atrás começou a circular na internet um novo rumor envolvendo o Android, desta vez mirando no Google: além da linha Nexus e do Ara (que foi prometido para 2017), a gigante das buscas estaria trabalhando em um hardware próprio, seguindo o que ela já faz com a (cara) linha de Chromebooks Pixel.

Mas será mesmo que o Google pretende seguir nessa direção? Os acontecimentos recentes indicam o contrário, mas pode ser que uma mudança na direção dos ventos tenha acontecido nas internas.

O Telegraph apurou junto a suas fontes que o Google estaria negociando com operadoras de telefonia o lançamento de um novo dispositivo Android móvel, fabricado por eles mesmos e que seria uma extensão da estratégia de promover seus próprios aparelhos: do Chromebook Pixel ao Chromecast e passando pelo Google Home, o tal “Pixelphone” (copyright meu, tira o olho) chegaria ao mercado com uma pegada bem mais Apple, com o Google controlando todo o processo de design do aparelho (ela não tem a palavra final no processo de criação dos Nexus), desenvolvimento de software (YAY otimização!) e manufatura.

O Android embarcado seria escrito para aquele hardware específico e distribuído totalmente puro, contaria com a janela de atualizações oficiais como a linha Nexus e consequentemente, seria o smartphone com o robozinho de melhor performance no mercado. Segundo os informes o Google pretende colocá-lo à venda até o fim do ano.

O grande problema com essa história é que o Google já tentou isso antes.

moto-x-2014

Moto X 2014: mesmo hoje um Android excelente

A aquisição da Motorola em 2011, ainda que tenha sido feita para absorver patentes e a divisão ATAP (o bagaço foi vendido à Lenovo) resultou em três anos de aparelhos muito bons. As linhas Moto X e Moto G foram entre 2013 e 2014 campeões de preferência, com o último sendo o herói da categoria intermediária: preço atraente e performance excepcional.

Mesmo assim a Motorola gozava de certa autonomia. O Nexus 6, que foi projeto da então divisão do Google não teve nenhum tipo de orientação quanto ao design, tanto que na China ele foi relançado como Moto X Pro. De qualquer forma, o fato de ter se livrado da empresa indica que talvez Mountain View não esteja tão propensa a ter uma linha própria de smartphones, ao menos não num primeiro momento.

Podem ter mudado de ideia? Claro que sim, é direito do Google fazer isso. Durante a Code Conference o CEO Sundar Pichai disse que a empresa colocará um maior esforço nos smartphones Android e para isso repatriou o ex-presidente da Motorola Rick Osterloh, colocando-o no comando de uma nova divisão de hardware. O bom histórico dele durante os anos da “Googlerola” dão a dica de que poderemos sim ver coisas interessantes num futuro próximo.

Quem viver, verá.

Fonte: Ars Technica.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis