Passaralho, reestruturação… a Microsoft abandona mercado de smartphones para o consumidor

Laguna_Windows_Phone_broken_2

O Windows Mobile (e seus Windows Phones) era o Opera dos smartphones: muita coisa boa estreou nele e foi parar nos concorrentes, mais populares. E bota popular nisso: os smartphones da Microsoft tinham, no primeiro trimestre de 2016, apenas 0,7% de participação do mercado. Contra 14,8% do iOS e 84,1% do Android.

O tio Laguna dizia que o Windows Phone era erro estatístico, mas o Ronaldo me lembrou que tal título pertence à ex-RIM: no mesmo período, de janeiro a março do presente ano, o BlackBerry respondeu por 0,2% do market share mobile.

A BlackBerry está condenada a virar mais uma fabricante Android qualquer, mas o que a Microsoft poderia fazer para melhorar esse quadro?

Ela poderia simplesmente distribuir aparelhos de graça, mas a empresa não faz caridade: precisa lucrar para continuar a investir nesse mercado. E Redmond já investiu até demais.

O melhor é simplesmente abandonar de vez o mercado.

Laguna_Windows_Phone_the_iPhone_killer

Arrogância: fãs do Windows celebram funeral do iPhone… cedo demais (crédito: The Verge)

Qual mercado?

O varejista, de smartphones para consumidores: tal mercado passa por um período de estagnação, quem queria um smartphone já tem um. Não adiantaria a Microsoft continuar a insistir num mercado global onde os aparelhos competem com margens de lucros cada vez mais baixas. Smartphone virou commodity.

A primeira coisa que a Microsoft fez foi se livrar dos ativos da Nokia que não mais lhe interessavam: semana passada, vendeu parte da divisão Nokia que fabricava os feature phones, celulares mais simples. Para que manter fábricas de celulares se a empresa pode encomendar a fabricação dos aparelhos em uma Foxconn da vida, como faz a Apple e tantas outras?

O chato foi a MSFT ter pago US$ 7,2 bilhões na Nokia; só que Redmond detém a maior parte das melhores patentes da Nokia e são essas patentes que fazem a Microsoft lucrar até com concorrentes como o Android. Cada vez que você compra um smartphone Android, você também financia o Windows Phone.

Em vez de desperdiçar o dinheiro obtido com os robozinhos verdes em aparelhos de baixo custo próprios com Windows 10 Mobile, a Microsoft vai preferir buscar foco em algo mais lucrativo: o mercado corporativo. Soluções Windows 10 Mobile para empresas. Por mais que seja dolorido não ver mais novos Windows Phones nas prateleiras das lojas num primeiro momento, um Surface Phone no médio prazo (2017, 2018) não seria algo impossível.

Laguna_Surface_Phone_concept

Um conceito do que poderia ser um Surface Phone feito pela Microsoft (crédito: Phone Designer)

Poderia funcionar assim: o Surface Phone seria um hardware de referência, vendido a preço premium para clientes corporativos e entusiastas enquanto fabricantes parceiras (Dell, HP, VAIO, Huawei, etc) cuidariam de popularizar tal hardware Windows 10 Mobile em versões mais simples.

É assim que o tio Laguna interpreta o anúncio de hoje (25/05), onde a empresa de Redmond diz que fará uma senhora reestruturação na Microsoft Mobile Oy, a divisão finlandesa responsável pelos smartphones Lumia. Tal reestruturação infelizmente poderá culminar na demissão de 1.350 funcionários naquele país, além de mais outros 500 espalhados pelo mundo. Quase duas mil pessoas levarão o passaralho (uy). Com isso a companhia vai cortar custos com smartphones próprios, um ajuste contábil total de US$ 950 milhões.

Felizmente a Big M não vai cortar ainda outro custo: a Microsoft promete dar suporte aos atuais aparelhos Windows Phone 8.1 e Windows 10 Mobile, sejam os próprios Lumia (hardware + software) ou os das outras fabricantes parceiras (software). Em teoria os atuais aparelhos continuarão a receber updates de segurança, embora o foco de novos apps da própria MSFT seja o iOS e Android.

Por enquanto, a Microsoft pretende oferecer novas experiências Windows em outras plataformas e, depois de completar o processo de reestruturação em julho de 2017, poderemos ver o resultado na forma de um novo hardware próprio. Talvez seja smartphone, talvez não. Mas rodará Windows 10 e provavelmente logo o completo. Espero que a Intel não mate a divisão mobile por completo até lá.

Fonte: re/code.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar
  • Shhhhh ta tudo bem, cabou cabou

    • nayara

      O próximo passo é o Windows Phone perguntar se no céu tem pão

      • Cássio Amaral

        “Mamãe, no céu tem app?” E migrou pro Android.

  • Enterra logo que ninguém vai sentir falta. 😛

    (…) apenas 0,7% de participação do mercado (…)

    • nayara

      E caindo…Quando eu dizia que não acreditava no WP o pessoal me malhava hiihihihi

  • Quantos pregos falta para fechar o caixão do WP?

    A cova já está aberta faz tempo ao lado da BlackBerry. É melhor focar logo nos serviços para o iOS e Android de uma vez.

    Mercado mobile sem freio essa semana, e eu achando Hugo Barra pulando fora do mercado BR com a Xiaomi já era o cumulo depois de tanto hype…

    • Luiz

      Depois do linux no desktop.

      • kravmaga

        Linux no desktop é perfeitamente utilizável por QUEM QUER de verdade usá-lo. Eu uso há mais de 10 anos e me atende perfeitamente. Sou admin de servidores e redes e também professor de área técnica.

        E sou um dos poucos que ainda têm desktops PC de mesa, montados por mim mesmo, e rodando linux, é claro. A maioria das pessoas hoje em dia já se satisfaz com smartphones e tablets, rodando na sua maioria o Android, que não deixa de ser uma distribuição de linux também.

        • HAHAHAHAHAHAHAHAHA

        • Saulo Benigno

          Como é aquela piada +1 do ano do linux mesmo? Hehehehe

          • Mirai Densetsu

            // Em Java

            anoDoLinuxNoDesktop = Date.getYear()++;

            // De nada

          • Saulo Benigno

            Hahaha boa!

        • Bruno Costa

          Posso fazer a piada do ano do Linux ou vocês preferem?

          • Leonam Ramos Folí

            Já fizeram, mas repete kkkkk

        • Eu também faço parte dos 0,0? % que ainda tem e precisa de um PC desktop montado na mão para trabalho pesado, coisa que nenhum tablet barato de 1GB de RAM sonha em fazer em lidar com aplicações pesadas, ou até mesmo com games AAA. Linux e Windows, tenho os dois instalados.
          E de fato, a maioria já faz de tudo no smartphones (zapzap principalmente né), pena que essa maioria nem sabe e não se importa com quanto de memória o aparelho tem, até ele pedir arrego.

        • rbsouto

          PC Frank, montado peça a peça. Roda Ubuntu e Windows 10.

        • Mirai Densetsu

          Pior que tem de querer muito, de verdade mesmo.

          Inclusive vi uma comparação que ache pertinente: Se os sistemas operacionais fossem carros, o Windows seria um Gol, o Linux a Fiorino baú e o osx um Camaro.

          O Windows seria o gol porque é aquele carro do dia-a-dia que todo mundo conhece, todo mundo reclama, mas é a primeira opção quando vão comprar carro zero. E (quase) todo mundo já dirigiu um alguma vez n vida.

          O Linux seria a Fiorino baú porque é um carro com muito espaço para ser customizado. Até ambulância fizeram com essas fiorinos. Mas o câmbio é duro, o espelho do meio serve basicamente pra nada, de fábrica você só leva mais um passageiro com conforto e ele é usado geralmente pra trabalhar.

          O OSX é um Camaro porque muita gente o vê como carro top aqui no Brasil, mas lá fora qualquer zé ruela pode comprar. Além disso, quem compra um Camaro o faz basicamente para ostentar, já que tudo o que ele faz no dia-a-dia pode ser feito perfeitamente no gol ou na fiorino.

  • Fabricio CR

    qual o mercado de hardware q a microsoft entra e da certo? tirando o x-box (q não eh la essas coisas de lucro), só fracasso

    • Carlos Cabral

      Mouses e teclados. /hue

      • nayara

        e mesmo assim não é aquele sucesso todo

        • felipelsp

          Só são a referência d mercado!

          Aqui tb uso mouse+ tecladl MS sem fio

          • nayara

            Será que são mesmo?

      • Fabricio CR

        isso eh acessório, um “gimmick device”.

    • Felipe Teodoro

      Surface

      • Natan Facchin

        Parece legal mas não é competitivo [$$ fora os problemas práticos] e não é tão relevante no mercado.

        • DiMais

          Microsoft já disse várias vezes que não quer competir com seus parceiros OEM, o Surface é referência, caro e disponível em pouquíssimos mercados.. Mas os híbridos que vieram após a chegada dele tem sido recebidos muito bem pelo público sendo ainda um dos poucos segmentos com crescimento em vendas já que PC’s e tablets não param de cair…

    • 640k is enough

      Fora Webcams, teclados e mouses, nada. Aliás, prefiro Logitech, é padrão aqui em casa.

      Se eles focassem em um Personal Server com alguns terabytes, ligado a TV e com integração ao Windows e WP, seria fantástico. Não teria Chromecast ou Apple TV pela frente, eu o chamaria de Xbox… Não, pera…

    • Michael Martins

      “tirando o x-box (q não eh la essas coisas de lucro),”

      HAHAHHA, que piada

    • Fellipe Alcantara

      Surface? Surface Pro? Surface Book?

      • Fabricio CR

        Além de ser um produto recente, ela nem ta perto de ser líder no segmento, mas ja eh alguma coisa (por enquanto). A longo prazo nao sei se resiste.

        • Fellipe Alcantara

          Surface Pro tem vendido mais que o iPad Pro.

          • Saulo Benigno

            Por favor mostre fontes, números. Onde tem dizendo isso?

    • Cássio Amaral

      Mouse, teclado, joystick, headphone, webcam, controles do Xbox, Surface…

      • Fabricio CR

        tirando o xbox, o resto eh acessórios. Surface eh muito recente e nem ta perto de ser lider do mercado.

  • Saulo Benigno

    Quem aqui já esperava isso?

    • Ed. Blake

      ‘Quem não esperava’ seria mais apropriado.

      • tuneman

        ou “quem nao queria aceitar”.

  • 640k is enough

    Microsoft devia ter puxado as rédeas dos aplicativos no início, desenvolvendo internamente, bem mais que os aplicativos encontrados no lançamento.

    Depender dos Developers, Developers, Developers, foi cavar a própria cova.

    • Leonam Ramos Folí

      Ela fez com o YouTube! E tomou pau com isso e feio!

  • nayara

    “dizia que o Windows Phone era erro estatístico, mas o Ronaldo me lembrou que tal título pertence à ex-RIM:”
    Na verdade as duas merecem

    • Lucas Timm

      Sim, e vão morrer abraçadinhas as duas.
      Deu tão certo quanto a idéia estapafurdia dos tablets coorporativos, que vários fabricantes investiram e ninguém comprou.

      Na boa, é um saco ter que levar dois celulares (eu levo, um é de trabalho). E se um deles ainda não tem nenhum aplicativo que tu normalmente usaria no TEU smartphone, o que vai acontecer é a irrelevância do segundo, vai ficar um aparelho focado em “telefonar” e enviar emails, e só.

  • Hellraiser.

    Pelo visto depois te tantos anos de amor e esperança no WP tenho que aceitar a morte prematura desse sistema.

  • jairo

    Que pena , não vai dar mais para zoar os 16 usuários …..retomando ….sem apps …..6genericos-)
    Lamento apenas pelo,passaralho, isto não é bom.

    • felipelsp

      Vow continuar usando o meu 532d boa

  • Natan Facchin

    Depois desse anúncio não tem volta. Mesmo se tentar um Surface Phone no ano = ano + 1 [agora vai], certamente o consumidor perdeu a confiança na empresa nesse mercado. E não foi pra menos. W7 -> 8 não atualiza.
    8 -> 10 atualiza não atualiza atualiza alguns e cheio de bugs. IE e Edge ruins. Quebrou vários apps. Third party quase inexistente.
    Eu, pessoalmente gosto do W10M, tanto que tenho um Lumia 830 como aparelho reserva e que uso pra aprender dev na plataforma [duma promo do Submarino], mas é dificílimo justificar o sistema pra maioria das pessoas.
    Triste fim mas a MS meio que pediu.
    BTW: eu avisei que isso ia acontecer na época do WP7.
    PS2: momento ruim pra indústria de telefones, já que os telefones com melhores softwares agora se resumem a Apple, HTC [que também tá mal das pernas], Nexus. A Samsung consegue fazer um hardware bom mas software nem tanto, a LG muito menos. A Sony não fede nem cheira e a Motorola parece ter mudado o foco pra querer ganhar em diversidade, como a Samsung :/

    • Pretendia trocar meu L930 no fim do ano. Não vou mais. Enquanto tiver funcionando, vou usar. Só espero encontrar um bom hardware, com preço decente e com o mínimo de bloatwares.

      Quem sabe a Apple não abaixa o preço do Iphone SE? (Não precisa rir, sei que isso só vai acontecer quando porcos voarem).

    • Lucas Timm

      BTW: eu avisei que isso ia acontecer na época do WP7.

      Todo mundo avisou, exceto a Globo mentirosa o MeioBit. Qualquer um com dois neurônios achou absurdo a não-atualização dos WP 7, e a promessa de “no Windows Phone 7.5 vai funcionar”. E foi o mesmo com o WP 8, WP 8.1 e WP 10, e na boa, eu não fico com pena.

      Os fanboys diziam que a Microsoft tinha todo o tempo e o dinheiro do mundo pra investir e fazer o WP ser pelo menos o player 3 do mercado, ultrapassando o iOS em market share e em aparelhos vendidos. Well, acho que não. 😛

      • Saulo Benigno

        Todo mundo, menos o Cardoso, todos nós sabemos que apenas o Cardoso fala bem do Windows Phone 🙂

        E meu amigo Rafael eheheh

      • Eu avisei: me tira fora dessa, por favor. 😉

  • Luiz

    Quer dizer que o Windows Mobile vai voltar? fazia falta, algo comercial de verdade e não um brinquedo.

  • Renato Oliveira

    Quem foi responsável pela desvalorização da Nokia,a Microsoft ou os consumidores ?

    • mr_rune

      A própria Nokia não soube evoluir com o mercado, mesmo caso da Kodak.

      • A Nokia tinha a faca e o queijo na mão com o Nokia N95, mas não soube aproveitar com bom software aquele maravilhoso hardware. E logo depois cagou o N97.

        • Saulo Benigno

          Bom software?

          • Bom software é aquele que aproveita bem a máquina: o N95 tinha até acelerômetro, mas software para usá-lo veio só bem depois do lançamento do iPhone.

          • Lucas Timm

            Ninguém jamais reclamava do teclado físico do N95. Era um ótimo celular. Mas aí rodava Symbian, que não tinha apps interessantes, a Nokia tinha know how pra ser o melhor fabricante de Android já no início mas decidiu ir de Meego/Maemo, o iOS chegou com a piroca na mesa mudando as regras do jogo, o Android popularizou o smartphone e… A Nokia ainda tava tentando emplacar o WP 7, com a eterna promessa de “na próxima versão fica bom”.

            Foram muitos erros em sequência, não tinha como sair dessa.

          • DiMais

            o Symbian surgiu bem antes de iOS e era excelente para a época que existiu, mas a arrogância de certos executivos impediu que a Nokia acompanhasse a evolução do mercado.
            nessa época eles já tinham sua linha para consumidor N-Series e a linha ‘PRO’ com os E-Series (meu finado primeiro smartphone foi um E65 em 2006).

          • Lucas Timm

            Era a síndrome do “Not invented here”, da qual a Microsoft também sofre.
            Se não fomos nós que fizemos, não é bom. E da-lhe Symbian. Ah, não deu? Da-lhe Meego/Maemo. Ah, nao deu? Ok, vamos ser comprados pela Microsoft, vamos de Windows Phone/Mobile/whatever. Ok, não deu de novo.

            Agora vai continuar pra sempre fazendo companhia pra BlackBerry nos erros estatísticos. Próximo passo? Daqui 3 ou 4 anos haverá uma notinha de rodapé em algum portal dizendo que a Microsoft não está mais interessada em fazer smartphones para o mercado coorporativo e que os aplicativos até então serão portados pra Android e iOS.

          • tuneman

            mas se forem ver…, isso é quase normal em empresas mais tradicionais. os processos de desenvolvimento e inovação ficam engessados.
            Nokia, MS, Sony, Kodak, RIM, Yahoo,…,
            daqui uns anos Google e Facebook podem acabar suplantados por alguma outra empresa.

          • Lucas Timm

            Não acho que é o caso do Google. Ele se re-inventa, muitas vezes da maneira errada (estou olhando pra você, Hangouts) mas não fica no marasmo.

          • DiMais

            a Nokia demorou para atualizar o Symbian porque continuou investindo nos celulares lanterninhas sem acreditar no tamanho do sucesso dos smartphones.
            a Microsoft viu ali uma oportunidade de colocar o Windows junto com seu cavalo de tróia Eflop, não deu certo e tiveram que arcar com o prejuízo da reestruturação da Nokia.
            eles não poderiam seguir fazendo software e competindo com seus parceiros no hardware, a política do Surface é de fato mais plausível para a linha de dispositivos da Microsoft.

          • Lucas Timm

            Eflop huahuahuaHUAHAAHUAhuahuaha

          • Lucas Timm

            Levei tanta pedrada de fanboy por OUSAR chamar o Elop de cavalo de tróia… mas parece que o jogo virou, não é mesmo? 😛

          • DiMais

            sempre fui fã da Nokia mas nunca defendi o Elop..
            de verdade, quem afundou a empresa foi o Sr. Olli-Pekka Kallasvuo quando matou todos os projetos da Nokia relacionados aos dispositivos e serviços conectados lá na virada dos anos 90/00, deu de ombros na ideia do iPhone (um celular sem botões!!) e investiu tudo nos celulares lanterninha..

  • Marcelo Eiras

    Historicamente a Microsoft sempre fracassou miseravelmente no mercado mobile. A zica é tão grande que a série que todo mundo usava WP tb foi para o saco (Under the Dome).

    • Cocainum

      Em compensação, Missão Impossível foi muito bem nas bilheterias…

  • arnoanderson

    E eu aqui olhando para o meu Lumia 520, com dezenas de quedas e seu vidro intacto, com seus pífios aplicativos mas uma excelente interface e pensando que vai ser foda voltar para o Android quando ele morrer…

    • DanielBastos

      Sinto falta do meu 630. Inclusive estava cogitando comprar um wp novo… 🙁

    • Meu 930 é de longe o melhor smartphone que já tive.

    • Paulo Ricardo Schwind

      Idem

    • Cocainum

      Pois é… Eu já vim do Android e não gostaria de voltar pra ele. Meu Lumia me atende bem, é rápido, não trava e foi um excelente custo/benefício quando comprei.

      • italoandre

        Digo o mesmo. Pode faltar alguns aplicativos, mas não trocaria meu Lumia 930 por nenhum outro Android que já tive.

      • Uriel Dos Santos Souza

        Quando o hardware e software é da mesma empresa.

        Claro que tem que ser bom.

        Se não for algo ta errado.

        • Lucas Timm

          Nexus?

          • K9s10

            Psit, ele vai te ouvir.

          • A LG não lançou ainda o Nexus 5X no Brasil, talvez nem lance… :/

          • Lucas Timm

            Sim… Eu era satisfeitíssimo com meu Nexus 4, exceto pela bateria pífia. Troquei num Moto X Play, e continuo satisfeitíssimo, porque o Android dele é puro e o hardware é decente.

            Mas confesso que não sei qual vai ser meu próximo celular, depois da Lenovo…

          • Cristiano Santos

            +1 nessa mesma lista. Meu Moto Maxx foi o último dessa Lenovo de meLda…

            Não vai ter jeito, ou pago olho da cara no Samsung top da vida, ou dou o braço a torcer e compro um iFruta e viro task user de vez…

        • Fellipe Alcantara

          Ah, tá! Não sabia que o hardware do 520 e do 930 eram da MS.

    • Matheus Vieira

      Mesma coisa eu com o meu L920 =/

    • Tbrz

      Mesmo sentimento aqui: Meu lumia 730 tem a melhor implementação de flat design do mercado, limpa e minimalista, mas a retardatária (sempre) Microsoft nunca soube o que fazer como sistema.

      Uma pena.

  • Bruno Pinho

    prevejo esses 14,8% de participação do iOS virando
    2017 – 12%
    2018 – 8,5%
    e por aí vai…..

    • Tinha esperança do iPhone SE ser vendido por volta de 2K. Isso com certeza aumentaria e muito o market share da Apple. Seria o primeiro iPhone de muitos.

      • Saulo Benigno

        Ia ser a diferença. Ia vender muito, muito mesmo.

        Hoje em dia tem muita, mais muita gente com um iPhone 4/4S, hoje! 5 anos depois.

        O preço, sempre o preço 🙁

  • Que pena, esse não me dá trabalho nenhum… (estou olhando para você, iOS)

  • blacktea

    Microsoft Mobile Oy
    Oy
    OY VEY
    /pol/ was right again.

  • Felipe Passos

    Tentar manter as esperanças, kkkkk, quem sabe o Surface Phone venha realmente, pq voltar a usar o Android é lamentável!

    Enquanto isso, juntar uma grana para, se necessário, ir para o iOS!

  • Rodrigo Neves

    Tentei voltar ao WP depois de dois anos longe. Consegui achar 8 dos 10 aplicativos que preciso para trabalhar, mais uns 2 particulares. O problema é que são capados demais: quando todas as funções que preciso estão lá, peca na qualidade. Mas a maioria peca por ser muito capado.

    Fora isso: o hardware era excelente. Era um celular barato, com uma configuração aparente modesta, mas tudo era fluído e sem engasgos.

  • ate eu que sou cabeça dura já desistir do windows phone e do linux em pc/notebook (para servidor ainda eh o melhor).

  • Rodrigo de Melo

    Poxa, podia ter pelo menos lançado o 950 aqui antes pra gente ter uma opção de upgrade…
    Bem, a linha Lumia se vai, mas esperemos que o sistema ainda continue vivo e outras fabricantes aproveitem a lacuna que a Microsoft deixou.

    • Tenho vontade de comprar o Lumia 950 nem que seja só para colecionar.

  • rbsouto

    A Microsoft perdeu o bonde lá em 2007 quando o Ballmer disse que as pessoas querem teclado físico.

    Agora, focar em corporações pode dar certo, mas isso assume que iOS e Android já não estejam muito bem instalados.

  • Eu sinceramente gostaria de dizer que a perda de um competidor para o mercado de Smartphones prejudica o consumidor, mas seria mentira, o WP nunca foi um competidor. Eu honestamente gostaria muito de ver um Nexus da Nokia, mas também não vai acontecer.

    • Mirai Densetsu

      Talvez até aconteça.

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Provavelmente a nova Nokia vai virar uma BLU: hardware projetado na China e remarcado para mercados periféricos

        • Mirai Densetsu

          E o iPhone (o original) está aí para provar que esse modelo de negócio não necessariamente produz aparelhos ruins.

  • Vin Diesel

    Eu cai fora desse barco antes… Fiz uma propaganda, atraí muita gente e como a coisa não andava, vendi os que tinha (sem perder um real sequer) e parti para os motorolas. Hoje estou no Nexus 5X. A gente segue a maré. Então, se o futuro Nexus 7p, iPhone 7 ou mesmo a vinda de um Surface Phone for interessante, a gente avalia o que for melhor no momento. Não me apego à marcas. No Windows Phone, foi eu precisar de dois apps que cai fora. No Android, foi eu curtir a interface quase pura do Android no Moto que me levou ao Nexus, já que a Google vendeu para Motorola que vendeu para Lenovo (mais um barco que pulei fora)… Sobre iPhones? Ótimos, mas ainda não curti o barco deles.

  • Unfear

    Que dorga, vou ter que migrar para as penteadeiras.

  • Smartfox

    E eu aqui com uma droga de um Lumia que não tem nem 1 ano de uso ainda.

  • Então… Por enquanto, ainda não tenho motivo nenhum para aposentar meu Lumia 1520, se bem que as últimas atualizações do W10-Preview (o preview eterno!) parece que baixaram o espírito de Stannis Barateon e encurtaram os dedos da bateria do 1520.

    Não vou falar sobre os apps, até porque, enquanto usuário de WP, nem sei o que é isso. Contudo, a experiência de navegação com o W-10, em si, sempre me foi excelente, fluída, intuitiva, fácil de achar tudo o que eu precisava e mais fácil ainda de colocar tudo o que me é necessário ao alcance de um toque de tela ou de uma notificação esperta.

    Certamente, vou sentir muita falta dessas comodidades e a migração vai ser complicada. Alias, nesse quesito, conversando com amigos e até mesmo lendo os comentários aqui no Meio Bit quando esse é o assunto, parece haver um consenso: usuário de WP não se adapta ao Android. Então, é melhor em começar imediatamente a guardar meus caraminguás para alcançar um iPhone.

    Foi uma triste notícia. Se não é bom que o Desktop tenha praticamente um monopólio com Windows, certamente também não é bom que o mundo mobile venha a ter outro monopólio com Android. Mas, ao mesmo tempo, é do jogo: ás vezes, para o Mercado evoluir, é necessário que seus agentes ou se adaptem ou morram. Sim, sim, essa é basicamente a premissa de Sandman, mas é também a verdade neste caso do fim do Windows Phone tal qual o conhecemos.

    • Quem que conhece sabe que eu tentei ir para o lado Windows Mobile da força, mas realmente não deu. Preferi iOS mesmo.

  • Saulo Benigno

    E mais uma empresa anunciou que está pulando fora do Windows Phone. A Paypal.. depois de 30 de junho não será mais possível acessar pelo aplicativo do Windows Phone

    Já era…

  • Felipe Braz

    Ainda esperando os comentários do “Cortana” por aqui UhaUAHuah

  • Tartaruga Mutante

    A esperança dos fãs do WP é a última q morre. Quando a MS anunciar claramente que abandonou eles ainda vão dizer que não é bem assim…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis