No Dark Souls III, um dia é da caça…

dark-souls-3

Aos poucos estou progredindo no Dark Souls III e embora esteja adorando muitos dos aspectos do jogo, como os gráficos muito melhores que os vistos nos anteriores, o alto nível de dificuldade e a possibilidade de exploração que os cenários nos oferece, é o seu brilhante modo multiplayer que mais tem me encantado.

Antes de contar um caso que aconteceu comigo enquanto jogava, tentarei explicar resumidamente como funciona a mecânica do jogo da From Software, para que assim a história fique mais compreensível. Então vamos lá.

Os títulos da série Dark Souls podem ser encarados de duas maneiras: os jogadores estando vivos ou mortos. A vantagem de estar vivo é que poderemos invocar a ajuda de outras pessoas para avançarmos pelos perigosíssimos cenários e acredite, certos desafios serão muito difíceis de serem vencidos se estivermos sozinhos.

Porém, ao estar incorporados correremos o risco de ver nossa partida ser invadida por um fantasma cuja única missão será nos matar, podendo ser tanto um NPC quanto outro jogador e sempre que surge o aviso de que um Black Phantom está na área, sabemos que um belo problema está por vir.

dark-souls-3-3Isso posto, após sofrer um bocado explorando a região de Undead Settlement consegui chegar ao Curse-rotted Greatwood e como já imaginava que aconteceria, não tive muita sorte ao tentar matar o enorme chefe. “Renascido” na fogueira, mais próxima, decidi restaurar minha vida usando um braseiro (ember) e por ali mesmo pedi a ajuda de dois jogadores.

Seguimos então por um caminho alternativo em direção ao chefe e como eles já imaginaram que meu foco era derrotar o poderoso inimigo, a dupla seguiu na frente limpando um grande lance de escadas que terminava numa imensa construção onde o perigo residia.

Porém, quando eu estava perto de chegar ao local vi pipocar na tela o aviso de que meu jogo havia sido invadido e logo me preocupei. Encarar um invasor ali seria péssimo, pois eu estava longe dos ajudantes e na melhor das hipóteses eu conseguiria derrotá-lo, mas chegaria bem enfraquecido ao meu real objetivo.

Como sentar e chorar estava fora de cogitação, desci as escadas e comecei a me preparar para o combate, até que vi a silhueta avermelhada do invasor surgir ao longe. Com toda a confiança de quem não tinha muito a perder, o jogador veio correndo na minha direção como se fosse o ser mais poderoso do Reino de Lothric, até que de repente ele para e começa a recuar. Sem entender muito bem o motivo, girei a câmera e pude ver que os dois jogadores que havia invocado estavam atrás de mim e naquele momento eu quase pude ver a expressão de desespero no rosto daquele que achou que me derrotaria.

A partir daquele momento, o que vi foi uma caçada desenfreada, onde três pessoas perseguiam outra nitidamente assustada e em clara desvantagem. Em outro contexto, aquilo poderia até ser considerado uma tremenda covardia, mas estamos falando de um Dark Souls e nele não podemos ter vergonha de fazer qualquer coisa para sobreviver, nem mesmo participar de um linchamento.

O resultado? Matamos o sujeito sem muita dificuldade, seguimos em direção ao monstro que ameaçava a região e ao derrotá-lo, acho que nunca me esquecerei daquelas pessoas que nem conheço seus nomes, mas que me proporcionaram um momento sensacional.

dark-souls-3-2

Ao jogar o Dark Souls III é provável que você também passe por situações como a que descrevi, algo que quase sempre acontece por acaso e que mostram o quão fantástico o multiplayer do jogo pode ser. Além disso, há também aqueles que usam as mais variadas estratégias para derrotar os invasores e um jogador conhecido como PanicGiraffe sentiu isso na pele.

Ao invadir a partida de outra pessoa, o sujeito começou a procurar pela vítima e não demorou muito até que ele a visse sentada numa igreja em posição de meditação. Após uma rápida verificação nos arredores, ele imaginou que aquela seria uma vitória fácil, onde o adversário não mostraria resistência.

O que o invasor não podia imaginar era que dois fantasmas brancos estavam escondidos no cenário e percebendo que a luta seria muito difícil, ele inocentemente tentou fugir, até dar de cara com um terceiro jogador que bloqueava a saída e então o que aconteceu foi um verdadeiro massacre. Confira no vídeo abaixo.


PanicGiraffe — Flawless Gank – Dark Souls 3

Acho que alguém aprendeu uma bela lição.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Monstro Medieval

    Se dar bem deve ser legal mas como só me dou mal continuo com raiva desse jogo.

  • Othermind

    Eu estou jogando (morrendo) no PC… É o primeiro da série que jogo… Achei o visual espetacular.. fico dando print direto na tela pra salvar as paisagens que encontro pelo caminho.. rs

  • Alexandre Cassemiro

    E pensar que foi o Sr, Dori que me fez entrar nesse mundo de Dark Souls ao se desfazer da sua versão de xbox 360. Na época achei que você não tinha gostado do jogo.
    Depois daquilo me tornei um apaixonado pelo primeiro jogo e tenho incontáveis horas dele no 360 e tbm no one. Hoje dedico varias das minhas horas para me divertir nesse mundo escuro do 3 e ajudar amigos que não saberão meu nome, mas lembraram da minha ajuda.
    Obrigado por me possibilitar ter e trazer essas experiencias de jogo!

  • Jaffy

    E aqui é justamente o oposto.
    O cara cai na ”armadilha”.. mas deixa um rastro de corpos pelo caminho.
    https://www.youtube.com/watch?v=qE7i71m-Q3g

    • Thiago

      Ainda assim é bizarra a quantidade de gente que entra para ajudar. Deveria ser travado logo na invasão. A não ser que vários invasores possam entrar num mesmo mapa.

  • Zaaboo

    Chô ver se eu entendo… Vc tem seu personagem, então no multiplayer vc opta por entrar no jogo de outra pessoa para ajudar ou atrapalhar. Correto?

    Para o Host, o cara que está recebendo os fantasmas, isso acontece no multiplayer também ou no jogo solo?

    • Se você estiver morto, pode deixar uma marca no chão para ser invocado e ela só aparecerá para quem estiver vivo e passar por aquele lugar. Outra opção seria invadir o jogo de alguém vivo para caçá-lo.
      Porém, quando estiver vivo você só poderá invocar fantasmas para te ajudar, porém corre o risco de ver outros jogadores invadirem sua partida para te caçar.
      O ponto é justamente que o jogo não tem um modo solo, você está sempre conectado e com esses recursos constantemente à disposição. Contudo, poderá jogar caso a conexão caia, por exemplo, mas aí perderá boa parte da graça do game, que é essa interação entre jogadores.
      PS: outra coisa legal é que podemos deixar mensagens no chão avisando quem passar por ali de perigos que esteja adiante, algo que também ajuda muito.

      • Rafael Vasconcelos

        Tem um modo solo, é só ir nas opções de botar pra jogar offline. Mas ai perde a graça.

  • Eu ainda tou tentando terminar o Dark Souls: prepare to die edition. O pior é que não entendo nada da história e do nada surgem um bixo preto gigante que parece o Lich King de Senhor dos Anéis e me persegue até acabar com minha raça. pra piorar uma vez consegui matar um subindo em uma escada e atirando umas granadas neles, mas não tenho status suficiente pra usar a espada que ele dropou. Ah, e ainda tem os dragões que me matam com uma baforada de fogo.

  • Rafael Vasconcelos

    Deixe você chegar chegar no vale boreal….

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis