Quer saber como enfurecer seus aliados? Pergunte ao Google [UPDATE]

dr-evil

UPDATE: essa foi rápida. O Google percebeu a hagada que estava fazendo ao prejudicar sua imagem e voltou atrás na decisão. Tanto melhor.

Segue a notícia original.

———

Já mencionamos aqui o causo dos primórdios da internet envolvendo a Paramount, quando ela num ataque de superioridade decidiu que os inúmeros sites de Star Trek divulgando a franquia e mantendo ela viva e relevante na rede era não só prejudicial como infração de copyright, e mandou toneladas de notificações para todos os domínios que compartilhavam imagens e trechos de áudios; No fim das contas o estúdio acordou, percebeu que estava atirando no próprio pé e largou de mão.

Corta para 2016: o Google resolve fazer o mesmo ao acusar um de seus principais aliados de violação de direitos autorais: o site especializado 9to5Google.

O portal 9to5 está no ar há pelo menos cinco anos, dividido em três assuntos distintos: brinquedos, Apple e Google. Os dois últimos são obviamente os mais populares e diferente de alguns sites são administrados por profissionais que sabem separar trabalho de fanboyismo, embora uma ou outra provocação entre eles exista, o que é bom até para manter a brincadeira.

Quem não está muito a fim de brincar entretanto é o próprio Google. Nesta semana a empresa cortou o Adsense do site, o que a princípio foi interpretado como um erro. Ao entrarem em contato entretanto os administradores do site descobriram estarrecidos que a equipe responsável pela publicidade do Google decidiu, por pressão do departamento legal (sempre eles) que o dinheiro dos ads fosse cortado porque o nome 9to5Google constitui ato de violação de copyright, e por causa disso eles serão obrigados a mudá-lo se quiserem continuar fazendo dinheiro com propaganda; isso ou procurar soluções de terceiros. A decisão é final e irrevogável.

john-milton

A cereja do bolo é que o setor de publicidade reconhece os serviços prestados pelo 9to5Google nos últimos cinco anos, incluindo a presença de jornalistas no campus de Mountain View e em outros eventos oficiais, mas a ação tomada agora foi um “it’s not personal, it’s strictly business” atrasado porque o jurídico só percebeu a infração agora.

Nosso departamento legal deve tomar medidas quando descobre violações de direitos autorais, sejam elas encontradas logo ou muito tempo depois.

A equipe do site já decidiu que vai insistir pela manutenção do nome e dos ads, mas sinceramente é uma causa perdida. O Google é dono de seu nome e se ele decide que ninguém alem dele próprio pode usá-lo sem lhe pagar os direitos, não há nada que ninguém pode fazer. Por outro lado esse é um belo exemplo de como uma companhia não deve atuar, pois bater naquele que lhe gera buzz e boa publicidade em troca de míseros caraminguás gerados pela propaganda automática é de uma mesquinhez enorme.

O Google não teceu maiores comentários sobre o ocorrido.

Fonte: 9to5Google.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis