Fãs restauram versão original de Star Wars: Episódio IV

star-wars

Um pedacinho do pôster original; clique para vê-lo inteiro

Há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante ao ser lançado nos cinemas de todo o mundo Star Wars deixou uma geração inteira maluca e extasiada. O filme de George Lucas, um completo desconhecido conquistou corações e mentes, ditou os rumos de como seriam os filmes de fantasia espacial dali para a frente e claro, se tornou uma franquia de estrondoso sucesso. Mesmo com O Império Contra-Ataca sendo o melhor de todos os filmes e o Episódio VIII ter finalmente colocado um sorriso na cara de todos que queriam ver uma aventura como ela deve ser, quase todo mundo concorda que o Episódio IV: Uma Nova Esperança é mágico, especial. Uma tempestade perfeita, como diz o Cardoso.

O problema é que o original MESMO, aquele que foi exibido nos cinemas na época, o que se chamava apenas Star Wars virtualmente não existe mais. Lucas tanto fez e aconteceu, mexeu até não poder mais em todos os filmes da primeira trilogia que as versões “vanilla”, as nuas e cruas desapareceram. Hoje só residem em velhas fitas cassete e rolos de 35 mm que o tempo está consumindo.

De todos os três o Episódio IV é talvez o mais neglicenciado. Lucas sempre se recusou em relançá-lo remasterizado em toda a sua glória, da forma como ele foi originalmente exibido em 1977. A desculpa para isso é que na cabeça do cineasta, o velho filme “não existe mais”. Lucas sempre considerou as revisões e atualizações como melhorias, ajustes em suas obras para chegar a um ponto que ele gostaria de ter atingido na primeira tacada, mas não pôde por fatores diversos. Ele sempre afirmou que a versão definitiva da Trilogia Original é a presente na Edição Especial, lançada nos anos 1990 e que incluiu CGs, novas cenas e fez Greedo atirar primeiro, algo pelo qual os fãs nunca perdoaram Lucas.

O tempo passou, George Lucas pulou fora, a Disney entrou no jogo e revitalizou a franquia, mas os velhos originais permaneciam esquecidos. E se os donos da marca não estão interessados em atender um velho desejo dos fãs, eles mesmos colocam a mão na massa. Foi o que aconteceu.

Um grupo chamado Team Negative1, embora desconfiem de que ele seja formado por apenas um cara (o tal de Mr. Black) lançou o que muitos fãs estão considerando a versão restaurada mais perfeita do Episódio IV conhecida, chamada de Silver Edition. Segundo Black tudo começou em 2009, quando ele adquiriu cópias relativamente bem conservadas do filme em 35 mm em inglês e espanhol, e começou o longo e árduo trabalho de escanear e escalonar cada frame da película. A empreitada foi épica e o resultado pode ser conferido abaixo, em comparações com Blu-ray oficial:

TheStarWarsTrilogy.com — Team Negative One’s Star Wars vs Vs official Bluray 01

TheStarWarsTrilogy.com — Team Negative One’s Star Wars vs Vs official Bluray 02

Não ficou convencido? Então que tal estas imagens que mostram com mais clareza onde George Lucas mexeu?

SW-Comparison-3-1

SW-Comparison-1

SW-Comparison-2

SW-Comparison-5-1

SW-Comparison-7

E claro, a mudança mais infame:

SW-Comparison-4-1

O filme pode ser facilmente encontrado na Locadora do Paulo Coelho, e por enquanto a Lucasfilm ou a Disney não abriram a boca para comentar. Claro que há algumas imperfeições como falha nas cores e outros danos que as películas sofreram nesses quase 40 anos, mas particularmente acho que os envolvidos no projeto merecem um contato ao menos para discutir suas capacidades de restauração.

Quem não deve mesmo ter gostado dessa história é o George Lucas, mas como ele não pita mais nada…

Fonte: Entertainment Weekly.

P.S.: vale lembrar que existe também a Star Wars Despecialized Edition, a trilogia clássica completa também sem nenhuma das alterações incluídas posteriormente por Lucas. Vale a conferida.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Arthur Santos

    Analisando essa cadeia hereditária, percebi que a versão Blu-ray serviu pra engrandecer tropas.

    • ButtHead

      Bom xibom, xibom, bombom

    • Porque o Lucas cada vez fica mais rico, e a trilogia nova é cada vez mais pobre. E o futuro todo mundo já conhece, é que a Disney sobe, e o Lucas desaparece

  • Maom

    O cara melhorou e atualizou a obra dele para deixar mais perfeita e o público reclama. Por isso que detesto fãs de qualquer coisa. Pra mim o George Lucas fez um bom trabalho melhorando tudo e a famigerada cena que leva meio segundo de quem atira antes só pode ser percebida mesmo em slow motion e não interfere em nada para quem está assistindo sem essa neura de pegar as mudança e “sacrilégios” feitas pelo ex dono e pai da obra.
    Se o Leonardo Da Vinci acordar do mundo dos mortos e resolver deixar as bochechinhas mais coradas da Mona Lisa ele tem todo o direito.

    • Monstro Medieval

      A pior coisa está no filme VI, quando ele trocou o Anakin.

      • Maom

        Outra mudança que achei melhor… Vc tem que pensar que ele fez tudo para as novas gerações que vão ver o filme. O cara ficou horas vendo o Anakin como aquele moleque, e 1 min com um velho todo desfigurado. Aí aparecia um velhinho simpático que ninguém viu… Sei lá.

        • Monstro Medieval

          Se o cara não tem inteligência pra entender que aquele velhinho era o Anakin velho morto então devia estar tentando aprender a não comer sorvete com a testa. Eu devia ter uns 6 anos quando assisti o filme e entendi.
          Será que alguém teve dificuldade pra saber que o Obi Wan também envelheceu?

          • Maom

            Não estou dizendo que alguém não vá entender. Seria ridículo mesmo. Mas, entendo a licença poética para se colocar o moleque, afinal por 2 longos filmes ele foi Anakin Skywalker. O fantasma teoricamente deveria ter a forma de o que ele representa para a pessoa q o vê, eu entendo assim. O Luke teoricamente deveria ver o Darth Vader até, mas nós como espectadores deveríamos ver o moleque, o Yoda e o jovem Kenobi se bobear. E aí que entra a licença, os fantasmas tem que parecer o que a gente vê ou o que o Luke vê?
            Mas enfim, minha opinião. Criticar qq coisa de star wars original aqui num site de tecnologia foi coisa de quem toma sorvete pela testa mesmo. É dar murro em ponta de faca.

        • Rodrigo M

          “Gosto não se discute, se lamenta”

    • Muita computação gráfica desnecessárias em robozinhos retardadinhos fazendo teatrinho no fundo, bichinhos e bichões poluindo cenas, planos de fundo com excesso de elementos…. infantilizou de mais !!!

      • Maom

        Sempre foi meio infantil. Ewoks pelo amor de deus! Espadas de luz, Chewbaca, armaduras samurais de plastico brilhante, Robozinho que brinca de pic esconde no estilo pica pau. Ao meu ver ele só complementou o que sempre foi e deu umas melhoradas como no vídeo aí em cima que ele transforma um ET com máscara de lobisomem em um ET estilo MIB.

    • tuneman

      aee!! finalmente alguem com coragem de falar isso.
      poxa, uma encheção de saco o pessoal reclamando de uma obra de outra pessoa. não gostou? não assista!
      imagina se leonardo da vinci voltasse e dissesse que a Mona lisa é um quadro que ia pro lixo!

  • Nil Obermüller Schaupp

    Sou do tempo onde ninguém falava Star Wars, era Guerra nas Estrelas mesmo e eu acho até mais legal e interessante como Guerra nas Estrelas que Star Wars, o que já ocasionou problemas em fórum porque eu seria muito idiota de chamar o filme pelo nome em português, como originalmente conheci no cinema e na sessão da tarde nos anos 80.

    • somos 2

    • PugOfWar

      se fosse lançado hoje chamariam de Star Was, A Guerra nas Estrelas

      • Nil Obermüller Schaupp

        Bem notado kkkk

        • Renato

          E ainda diriam “Essa turminha do espaço vai vier aventuras incríveis”

    • Yuji N2

      Pois é Nil, idiotas são esses babacas que se rendem aos americanismos! Na verdade eu nem faço tanta questão assim de chamar pelo nome em português ou inglês mas concordo contigo, até porque foi assim que conhecemos a franquia, como Guerra nas Estrelas, que cá entre nós, sonoramente falando é muito mais bonito!!!

      • Nil Obermüller Schaupp

        A língua portuguesa é linda, adoro a sonoridade dela.
        Não sou caxias em querer tudo traduzido mas acho que exageram criando tudo em inglês, tem reuniões aqui na empresa que se uso o nome em português das coisas todo mundo fica boiando.

        Sempre usei folha de ponto desde meus tempos de estagiário no Banco do Brasil, depois dos anos 2000 não existe mais folha de ponto, é timesheet.

        Sim, isto me perturba o juízo sabendo que quando criança brincava de corda-bamba, de caiaque ou remada e gostava de correr e agora tudo mudou de nome, é slackline, standup paddle, jogging … Coisas que sumiram da moda aqui, quando voltam principalmente porque virou moda lá fora, volta como se fosse novo e com um nome em inglês.

        • Yskar

          Isso se explica com uma outra palavra bem conhecida em inglês: MARKETING.

      • Yskar

        Fique feliz que existe “americanismo”, pior seria se a língua franca continuasse sendo francês, ou fosse esperanto, ou pior, fosse indiano, árabe ou mandarim.
        Sinceramente nossa língua é boa apenas para música, mas até isso está se perdendo com funk, axé, sertanejo universitário, forró eletrônico, arrocha… (poesia meio que morreu, praticamente ninguém liga mais para isso nos tempos de hoje) Tire isso e seria melhor para nós falar inglês do que essa língua latina complexa demais.

  • Tiago Ferrari

    O problema das remasterizações é o mesmo da triologia nova, o CGI fez ficar muito evidente o que é efeito especial e o que é real. Na minha humilde opinião o George Lucas peca muito na questão de contraste. Nessa cena onde o solo é encontrado pelos Stormtroopers, por exemplo, é muito nítido no bluray que é tudo digital, exceto o Harrison Ford, que parece que foi recortado e colado ali porque o tom “preto” ficou muito “lavado”. Até quem nunca trabalhou com edição de imagem percebe isso nítidamente assistindo o filme. Esse problema não existia na edição original, era tudo real, estava tudo ali, naturalmente. O contraste obtido na remasterização deixa tudo feio, as coisas que não são digitais ficam com um aspecto lavado e esbranquiçado, e sempre achei isso, sempre percebo quando assisto o Episódio 1. O único filme em que esse problema é menos gritante é o Episódio 3 que de longe é o melhor da prequela.

    • Aquele campo verdejante de Naboo pareceu cenário dos Teletubbies

    • Diego Marco Trindade

      E a parte em que o solo conversa com o Jabba perto da Millenium e passa por trás dele? Borrado e muito estranho, aprece pisar na cauda do bicho.

  • Nunca assisti nenhum dos 7 filmes, mas tenho a maior vontade, são tantos filmes, versões e ordem que eu não sei por onde começar, alguém poderia me dizer a ordem correta e qual versão assistir?

    Obrigado!

    • Comece pelo 4, depois vá para o 5, Então o 6… Aí pule o 1, 2 e 3. Finalmente vá para o 7. Se achar o 8, posta para a galera.

      • Acabei de descobrir que há no Netflix o episódio 4 🙂

        • Diego Marco Trindade

          E no Now da NET os 6 filmes, para assinantes Telecine está de graça.

      • Tiago Ferrari

        Recomendo a mesma ordem do @Hollander, mas eu assitiria novamente o 4, 5 e 6 depois de assitir o 3, para então assistir o 7.

    • OverlordBR

      Laguna, é você?

      • Te contar hein, esses fakes do Laguna … tsc tsc tsc …

      • Não mas acho que temos idades próximas e gostos semelhantes kkkkkkkkkkk

        • Vocês têm gostos peculiares, eu não compreendo.

    • 👽 Gliesiano

      Assista o episódio 4, daí o 5, aí volte para o 1, 2, e 3, e então finalmente o 6.
      Assim garanto que não estraga nenhuma surpresa.

      • E por que não 1, 2, 3, 4, 5, 6?

        • 👽 Gliesiano

          Pq as prequels são spoilers de muita coisa
          Supondo que vc não saiba quase nada né, admito que é dificil, mas tem quem não saiba mesmo
          Vendo as prequels depois do 5 e antes do 6, elas funcionam como um flashback gigantão no momento certo

          • Bacana, eu conheço o nome dos personagens, e a história de forma extremamente macro, sou realmente um leigo em Start Wars, daqueles que se colocarem o Star Trek no meio acredita kkkkkkkkkkkkkkkk Tá exagerei um pouco mas deu pra entender a idéia

          • 👽 Gliesiano

            kkkkk saquei sim, mas legal então, assistir uma história pela primeira vez é sempre diferente de quando vai rever outras vezes. Segue essa ordem aí que vc vai se divertir, e até terminar de ver tudo fica longe dos spoilers 🙂

          • Diego Marco Trindade

            Mas no final, como os episódios IV, V e VI são muito melhores que os I, II e III, talvez a pessoa se decepcione menos começando pelo I.

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            boa!

      • Theo Queiroz

        Acho besteira isso de pular ou alterar a ordem. Pra mim a melhor forma é assistir na ordem que foram lançados. IV, V, VI, I, II, III e VII. Se quiser mudar algo, mudaria só para a ordem cronológica: I, II, III, IV, V, VI, VII…

        • 👽 Gliesiano

          Eu acho a ordem cronológica a pior possível, pq estraga um dos maiores momentos da história do cinema.
          Claro, para quem já sabe a história, no final das contas tanto faz

          • Theo Queiroz

            O problema é achar alguém, hoje em dia, que não sabe que aquele lá é pai do outro lá…

          • 👽 Gliesiano

            Cara, o mais incrível é que tem, a maioria crianças, claro, mas além do nosso colega aí de cima, no youtube mesmo tem alguns vídeos da reação de adultos, filmados por amigos, que não faziam a menor ideia.
            Mas o mais legal é ver crianças descobrindo a verdade, quando chegar o momento de passar o legado para os filhos, nem a pau que eu vou mostrar na ordem cronológica.

          • Theo Queiroz

            Também não curto muito a ordem cronológica, foi por isso que disse ali em cima que acho a ordem de lançamento a melhor pra assistir.

  • Victor Assis

    Finalmente! O grupo já tinha lançado O Império Contra Ataca em uma versão chamada Grindhouse. Concordo que o Lucas pode alterar quantas vezes quiser, porém é um sacrilégio não oferecer o filme em seu estado original, como foi exibido em seu lançamento, principalmente para que tenhamos a percepção de sua importância na história do Cinema. Ainda por cima, há alterações que alteram características importantes de personagens, como o fato de apenas Han atirar na cena em questão. Sei lá, prefiro sempre o original, caso contrário estou perdendo algo…

  • OverlordBR

    Só eu achei todas as imagens do original bem mais interessante e menos poluídas?

  • Thiago Bachi Rehbein

    Episódio VIII (8) ou VII (7)???

    “Mesmo com O Império Contra-Ataca sendo o melhor de todos os filmes e o Episódio VIII ter finalmente colocado um sorriso na cara de todos que queriam ver uma aventura como ela deve ser, quase todo mundo concorda que o Episódio IV: Uma Nova Esperança é mágico, especial.”

    Não sendo chato claro…

  • Gilson Lorenti Fotografia

    A primeira vez que Star Wars foi lançado oficialmente em DVD no Brasil foi antes do lançamento dos episódios I, II e III. Os três filmes clássicos foram vendidos em uma caixa em alto relevo e junto veio um DVD de extras com cenas deletadas, documentários sobre efeitos especiais e mais uma baciada de coisas que me fizeram chorar 🙂 Não era possível nessa época comprar os filmes separados. Porém, um ano depois foram lançados os filmes em separado em uma versão dupla. No disco 01 temos o filme remasterizado com as mudanças de Lucas. E no disco 2 temos o filme original que foi aos cinemas. Essa versão ficou a venda poucos meses no Brasil e depois sumiu. Então existe também os filmes originais em DVD. No Mercado Livre você acha essas versões.

    • Theo Queiroz

      Mas eu acho que esses “originais” do disco 2 já eram modificados, fazendo com que a versão dos discos 1, desse box, fossem uma versão modificada pela segunda vez. Se não estou enganado é isso mesmo, vou dar uma pesquisada e ver se acho links com referências.

  • Gabriel Camacho de Souza

    As duas ultimas, o Silver ficou melhor mesmo, devido a iluminação, já nas outra preferia a versão em Blu-ray, o tal Silver Screen ai parece versão de XVID.

  • Adriano Garcez

    Li por aí alguns rumores de que a disney iria lançar a trilogia original em blue ray tal como veio ao mundo ( ͡° ͜ʖ ͡°). Alguém mais leu isso por aí?

    Se GL tivesse se segurado e colocado apenas alguns efeitos na trilogia clássica, ninguém iria reclamar. Mas não, tinha de colocar aquele monte de parafernalia na tela.

  • PugOfWar

    num gostei do 7 pq não apareceu o Mickey nem o Pateta e pato Donald, oops spoiler

  • Gesonel o Mestre dos Disfarces

    o Luquinhas fez isso em um outro filme dele, chamado THX1138 (aliás, em alguns dvds de Guerra nas Estrelas tem um easter egg, digitem esse número quando aparecer a logo da THX Sound!), e sinceramente prefiro ainda a versão original.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis