Russos usando Windows XP no simulador da Soyuz

qr31W0Q

Toda vez que a NASA transmite ao vivo alguma missão de sua sala de controle em Houston, algum espertão (tipo esse brasileiro aqui que se acha melhor que o Tim Cook) chilica apontando que — o horror! — a NASA está usando Windows XP, que absurdo, huehuehue.

Como o moleque que faz isso em geral tem um parque de hardware que se resume a um Positivo comprado nas Casas Bahia ele acha que a NASA só tem um computador pra tudo, e não é esperta como ele, que sabe piratear o Windows 7. 

Só que não há problema nenhum em a NASA usar Windows XP. A regra é clara: se não está quebrado, não conserte. O Departamento de Defesa dos EUA tem programas escritos em COBOL rodando em emuladores dentro de emuladores, o hardware original há muito (ou a?) enferrujando em ferros-velhos. É uma questão de custo. Reescrever softwares para plataformas novas, ganhando de brinde milhares de bugs novos ou manter o software antigo rodando emulado?

No caso do XP da NASA ele sequer é usado em algo prioritário, é apenas um front-end de visualização, visto que se hoje gráficos em Unix já não são amigáveis imagine na época em que o software foi feito.

A surpresa é que os russos também usam XP, e em algo bem mais crítico do que uma tela de visualização. Quem descobriu foi Thomas Pesquet, astronauta francês em treinamento para uma futura missão à ISS. Ele postou o seguinte vídeo no Twitter, com um erro… estranho no simulador da Soyuz.

 

Enquanto o pessoal da manutenção fuçava para descobrir o problema, ele por curiosidade voltou para perto do simulador, viu um console e postou um tweet dizendo “Agora eu entendi”.

CaT3xuLW0AEnPJq

Zoeiras à parte, é interessante que qualquer que seja o hardware que os russos estão usando para rodar esse XP, é milhares de vezes mais poderoso que o computador Argon 16 que até pouco tempo controlada as Soyuz. Com seus 70 kg de peso, 2 kB de RAM de 16 kB de ROM, assim como o usado no projeto Apollo é um tributo à programação eficiente, sem gordura. Apenas expertise e elegância, nada resolvido na força bruta, como virou moda hoje em dia.

O grande mistério é quando esse simulador foi criado. Depois de 2001 com certeza. A outra dúvida é: será que os russos também pagam aquela grana extra pra continuar recebendo updates do XP?

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples