Resenha: Colony — é V e Falling Skies, sem os aliens

untitled269

A premissa não é original mas bem-feita rende boas histórias: a Terra invadida e dominada por aliens, pessoas tentando viver suas vidas lidando com forças de ocupação, ao mesmo tempo em que grupos rebeldes formam uma Resistência para combater os invasores.

Colony, do USA Network tem tudo isso. Exceto aliens. Deles só vemos alguns drones, são só mencionados. Todo o trabalho sujo é feito por colaboracionistas, tropas humanas que obedecem a uma elite que tem acesso a comida, remédios, luxo e festas, enquanto a população tem que comer grama pra sobreviver — ops, não, isso é na Melhor Coréia, em Colony não é tão ruim assim.

As cidades são isoladas por enormes muralhas, tráfego entre elas é proibido, até caminhões levando cargas precisam trocar de motoristas. Há toque de recolher, pessoas são mortas sumariamente nas ruas pelas tropas malvadas, não há tratamento médico para doenças tipo diabetes.

Will Bowman, personagem de Josh Holloway é um ex-Ranger do Exército dos EUA trabalhando como motorista de caminhão, ele é capturado quando tenta se contrabandear de Los Angeles para Santa Monica, atrás do filho desaparecido. Ele é convidado a se juntar aos colaboracionistas, em troca de benefícios para sua família.

Você já viu esse filme. Milhares de vezes. As tropas de ocupação são imensamente malvadas, desnecessariamente, aliás. Os líderes corruptos vivendo no luxo se justificam dizendo que não tinham opção, e adoram apreciar sadicamente o sofrimento alheio. Parece algo digno de um textão de Facebook, é um discurso primário, maniqueísta digno daquela bobagem chamada “Elysium”.

Nos dois primeiros episódios nada realmente acontece diferente de 1653 outros filmes distópicos sobre governos malvados autoritários. Você sabe quem vai ser preso, quem vai morrer, sabe que os ricos são malvados, eles sempre são.

O grande plot twist, e eu aposto quantos iPads imaginários você quiser, será a revelação de que a invasão alien foi um complô de uma elite illuminati malvada de empresários malignos.

Colony lembra muito V, ou algumas fases de Falling Skies, mas sem os aliens. Perde-se a motivação principal, humanos colaboracionistas? Beleza, mas mostre os alienígenas, cacete. Do jeito que foi feito eles são uma complicação desnecessária, mais honesto colocar a história na Polônia invadida pelos nazistas.

Colony é uma alegoria de uma alegoria, um discurso anti-totalitarismo (nossa que ousado) com mão-pesada, não tem o exagero hiperbólico de um Starship Troopers nem o brilhantismo d’O Homem do Castelo Alto.


Colony | Official Trailer – New Series on USA (Coming January 2016)

Dizem os produtores que a série foi inspirada na ocupação nazista da França. Jura? Que legal, eu jamais imaginaria alguma associação com nazismo, só pela cena dos prisioneiros, homens e mulheres sendo obrigados a tirar as roupas, trancados em um “chuveiro” e depois exterminados.

Cotação:

1 de 5 símbolos dos invasores em V, mas de que forma alguma fazem referência a uma suástica.

v

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Rolando

    Eu vi os dois episódios que passaram até agora e a serie realmente é uma salada de clichês. É até covardia comparar com o O Homem do Castelo Alto que está simplesmente imperdível.

    • Adriano Garcez

      Estou no oitavo episódio de Homem do Castelo Alto e achando um porre. Começou muito bem, mas depois ficou focado nos personagens mais chatos do mundo. Vou terminar a série só porque acho que vai rolar um momento WTF no fim da temporada, e só acho isso porque o conto original é do Dick. Espero estar certo…

  • m4rcos

    Boa mesmo tá The Expanse

    • Magno

      Está sim e a qualidade do CG é de primeira!

  • E no final descobre-se que é na verdade um governo tão clichê que lembra até Jogos Vorazes. E que baita spoiler esse, curti!

    • HomeroGamer-BanidodoMB

      Cardoso ama o público dele, quis nos salvar de assistir uma latinha de merda por horas seguidas só pra descobrir que iriam tirar a latinha.

  • simplesmente outra tosqueira, segunda série que estes ator estrela e pelo visto, segunda merda

  • O fantástico senhor raposo

    A maioria das series atuais sao cliches, sejam as de alien, super herois, apocalipse, Eu nem perco tempo asssitindo “pra ver se é boa”, pq eu sei que vou perder tempo, a ultima do genero que eu simpatizei foi the100.

  • Felipe A.G. de Souza

    Só faltava descobrir que é do Syfy…

    Não, peraê, Syfy faz bobagem, mas ao menos diverte…

    • SyFy fez Battlestar Galactica, seu raciocínio é inválido.

      • OverlordBR

        Dane-se os cylons; o canal SyFy nos apresentou um TORNADO DE TUBARÕES!

      • Até mesmo um relógio quebrado está certo duas vezes ao dia

        • Fausto Biazzi de Sousa

          se for analógico. digital é só uma mesmo e olhe lá (vai que o display tá pifado)! =P

      • Kenny smash

        E está fazendo The Expanse. Melhor série de ficção científica em tempos.

      • So Say We All

      • cquintela

        Não vou nem mencionar todas as séries Stargate pra não ficar mais chato…

    • HomeroGamer-BanidodoMB

      SyFy fez Stargate, seu raciocínio é…. ahh esquece…

    • Adriano Garcez

      SyFy só faz bobagens em filmes, mas, nas séries, geralmente manda muito bem. Olha o que está passando agora: The Expanse, Dark Matter, 12 Monkeys, teve a minissérie Childhood’s End. Enfim, muita coisa boa.

      • OverlordBR

        E tem Killjoys, que é bem interessante (me lembrou um pouco de Firefly).

        E vai passar Dr Who… 🙂

  • Adriano Garcez

    Está sendo um excelente momento pro scifi na TV, mas, para cada The Expanse que aparece, um The 100 aparece pra contra balancear a equação. Colony é mais uma prova disso.

    • Manoel

      Já estou baixando os eps. desse The Expanse, obrigado.

      Qual o problema com The 100?

      • Xultz

        Eu estou curtindo The 100. O último episódio teve até sexo lésbico!

        • Manoel

          [2] aqui, não vi grandes problemas com a série.

          Essa “The Expanse” é boa também, gostei, já vi todos os eps. disponíveis até então… recomendada.

        • Adriano Garcez

          Eu não consegui terminar o primeiro episódio. Achei muito adolescente. Mas, pelo visto, depois melhora… heheheh

          • O fantástico senhor raposo

            Apesar dos adolescentes, a história é boa, a primeira temporada é a melhor.

      • Adriano Garcez

        Terrivelmente adolescente.

  • Vagner Da Silva

    Revista Caras edição Brasília?

  • OverlordBR

    Achei chato pra cacete.
    Se a série toda for como o primeiro episódio, putz!

  • Obrigado, não vou perde meu tempo com essa série.

  • Lighthouse Family

    Nesse esquema de invasão alienígena, prefiro Gintama

    • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

      Prefiro Gantz.

  • HomeroGamer-BanidodoMB

    Uma coisa que acho gozado… Se o cara foi faxineiro do estúdio ao lado de onde estavam gravando Lost os caras colocam com orgulho o nome do cara… Na boa, a única coisa que Lost realmente foi marcante foi o fato de que eles ensinaram hollywood como encher linguiça e ainda assim deixar o público preso numa história.

    • Vulgo dar audiência e conseguir atrair publicidade e com isto dinheiro?

      Meritíssimo, nada mais a questionar, a testemunha está dispensada.

      • HomeroGamer-BanidodoMB

        Muda o fato de que Lost é uma série enche linguiça? Não.
        Muda o fato de que Lost tá promovendo muito bundão que quando muito trocava o papel higiênico nos banheiros? Não
        Então não me venha com churumelas.

        • Cê sabe que tudo isto que você disse é secundário né? O que importa são as verdinhas entrando na conta. E por as verdinhas entrando na conta, abre-se caminho para dirigir outras séries e filmes.

          PS: Não acompanhei LOST. Achei uma m*rda desde o primeiro capítulo. Consegui o feito de pular a série inteira para os 20 minutos finais do último episódio.

          PS2: Também não gosto de JJ. Ele assassinou ST (como era conhecida) mas a Paramount está kgndo para isto desde que os filmes continuem arrecadando rios de dinheiro.

  • Davi

    Ih rapaz, Cardoso caiu no meu conceito: se achou que Elysium é uma bobagem, então não entendeu o filme… Aliás, acho que quase ninguém entendeu aquele filme. Eu achei brilhante.
    Outro que pouca gente entendeu, que estava revendo esses dias, foi “Corpo Fechado”.

    • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

      Eu entendi Elysium, mesmo assim achei o filme meio porcaria.

      • Neill Blomkamp so acertou em distrito 9 ate agora. to com medo do projeto alien.

        • Davi

          Para mim “Distrito 9” e “Elysium” são quase o mesmo filme, pois tanto a temática (a violência intrínseca à segregação racial/social) quanto a alegoria usada para ilustrar esse tema (uma aventura futurista meio desajustada, tosca) são as mesmas. Ele apenas usou uma alegoria diferente, usando recursos cinematográficos diferentes.
          Gosto de ambos os filmes, mas espero mesmo é que ele comece a mostrar temáticas/formas diferentes de contar suas histórias, senão fica me parecendo artista de um show só.

    • Flavio Simões

      Serio, precisam parar com esse lance de “nao gostou = nao entendeu = va estudar historia etc.

      • Davi

        Opa Flavio, “não gostou” é BEM diferente de “(…)é um discurso primário, maniqueísta digno daquela bobagem chamada “Elysium”. ” Se achou que é um discurso primário e maniqueísta, definitivamente não entendeu a mensagem do filme, pois nesse caso, a sociedade distópica-totalitária-cheia-de-clichês que o filme mostra é tão somente uma alegoria. A sacada é perceber que a alegoria ilustra o NOSSO tempo, a nossa própria sociedade.
        Importante notar que de forma alguma minha opinião desqualifica as do Cardoso, as quais aliás via de regra eu gosto muito e acompanho com deleite. Apenas não concordei com essa! 😉

  • Sem querer essa resenha me lembrou o primeiro episódio da volta de Arquivo X. Aliás, vai ter resenha?

  • Para quem já viu Logan’s Run e V a série (se bem que V de Vendetta tb lembra). Nenhuma novidade.

    Parece ser difícil superar a marca de 15 episódios de Logan’s Run. V (reimaginado) que tinha uma premissa melhor morreu com 22.

  • Deathgasm

    Attack on Titan com alienígenas

  • Então é a mesma coisa que Equilibrium, onde a população segue as ordens de um ditador que nem existe mais…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis