Operadoras europeias teriam forçado Apple a desenvolver app de migração para o Android

move-to-ios

Por pressão externa, Apple pode lançar versão reversa do Move to iOS

A Apple nunca foi de correr atrás dos consumidores da plataforma Android, mas com o tempo veio a reconhecer que embora detenha boa parte do lucro do segmento mobile em suas mãos, o iOS está muito longe de ser o principal SO nos bolsos dos usuários. A ideia de alguns fabricantes como Motorola Lenovo e Sony para cooptar usuários descontentes de iPhones com ferramentas de migração não incomodou no início, mas depois perceberam que poderiam retribuir na mesma moeda oferecendo um software semelhante.

O resultado foi o Move to iOS, um dos dois únicos apps da maçã compatível com o robozinho (o outro é a Apple Music) que faz a transferência de contatos, mensagens, informações da conta do Google, anotações, fotos e vídeo, histórico de navegação e etc. de forma simples e prática. Só que ao menos na Europa (tinha que ser) isso não agradou muito.

Boa parte das operadoras europeias (que obviamente operam segundo as normas rígidas antitruste da UE) teriam demonstrado preocupação com o fato da Apple oferecer uma ferramenta simples de migração do Android para o iOS, que privilegiaria seus próprios dispositivos e não daria à concorrência chances iguais. Por conta de suas próprias políticas o Google até hoje não tem como oferecer uma ferramenta semelhante universal, e as opções desenvolvidas pelos fabricantes parceiros só funcionam parcialmente, coletando apenas dados como eventos de calendário e contatos. E como não são todos que dispõem de apps do tipo, nem sempre é possível sair de um iPhone e ir para um Android levando seus dados de maneira fácil.

Assim sendo, segundo fontes a Apple teria cedido à pressão das operadoras e estaria desenvolvendo uma ferramenta própria para iOS que permitirá fazer o caminho inverso, migrar todos os dados de um iGadget para um dispositivo Android de forma simples. Se isso se concretizar será uma mudança de filosofia significativa comparando ao que Steve Jobs sempre defendeu, que era trancar os usuários em seu ecossistema sem dar chance de escolha. Mas como a Europa é um caso à parte e tem aversão a tudo que levemente lembre monopólio, era de se esperar que algo do tipo não passaria despercebido.

Como de praxe a Apple se recusou a comentar a respeito.

Fonte: The Telegraph.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia