Apple lança iPhone 6s no Brasil: confira nossas primeiras impressões

apple_iphone_6s_6s-plus

A Apple convidou o Meio Bit e outros veículos para conhecer o iPhone 6s nesta semana em SP, antes do seu lançamento oficial, que acontece hoje. Este texto é sobre as minhas primeiras impressões do aparelho depois de poucos dias de uso, mas como sempre vou testar com calma o 6s e para fazer nosso já tradicional review completo acompanhado de um vídeo no YouTube (quando possível, confira os outros vídeos da coluna MB Review). Se o iPhone 6s é visualmente idêntico direto ao 6, vamos falar de algumas diferenças entre eles, antes de chegar no que interessa, o 3D Touch herdado do Apple Watch.

Segundo a Apple, o alumínio do case é muito mais resistente, e é o mesmo usado na indústria aeroespacial, muito mais forte que as ligas usadas nas versões anteriores do iPhone. Outra novidade é a cor rosa dourado, que é até mais discreta do que eu imaginava, como a dourada que foi apresentada no iPhone 6 ano passado.

Em termos de desempenho, o novo processador A9 deixa o smartphone ágil e sem alguns problemas de travamento que aconteciam no iPhone 6. Os 2 GB de RAM (contra 1 GB do modelo anterior) podem parecer pouco, mas pelos menos nestes primeiros dias de uso, o iPhone 6s tem funcionado sem nenhum problema ou demora para abrir um app ou realizar alguma ação.

apple_iphone_6s_3d-touch_1

Além do novo processador A9, a maior diferença mesmo é presença da tecnologia force touch, que a Apple prefere chamar de 3D Touch, e seu “peek” e “pop”. Em determinados apps, você pode apertar a tela com mais força para abrir a função “peek”, e assim ter uma visualização do e-mail, da foto ou do tweet que você está lendo ou vendo, enquanto a tela te dá um retorno com uma pequena tremida no local exato onde você clicou. Ao manter o dedo na tela e pressionar de novo, você abre conteúdo na tela toda, o que a Apple chama de “pop”.

apple_iphone_6s_3d-touch_2

Enquanto o usuário está na visualização peek, ele pode deslizar o dedo para a direita ou para a esquerda para acessar diferentes funções, dependendo do aplicativo. Alguns apps contam com os “quick actions”, ao pressionar com mais força o ícone na tela, abrem algumas funções para cada app, o da câmera por exemplo tem tirar selfie. No papel pode parecer besteira, mas na prática tem sido bem útil.

apple_iphone_6s_3d-touch_quick_actions

O 3D Touch tem uma sensibilidade que pode ser modificada nos ajustes, eu preferi mudar para não ter que pressionar tanto a tela. Por enquanto a função está disponível em alguns apps da Apple como o Mail e o Photos, mas outros apps já estão funcionando com ele, como o Twitter e o Tweetbot. Como você pode ver na imagem acima, vários apps de terceiros já oferecem estes atalhos para ações rápidas, enquanto alguns já tem a funcionalidade completa, como o meu cliente favorito do Twitter, o Tweetbot 4. O 3D Touch é o tipo de recurso que você se acostuma rápido, e depois sente a falta. E sim, mesmo depois de apenas alguns dias de convivência, eu obviamente já pressionei sem querer a tela em outro iPhone, no iPad e em outros smartphones Android que estou testando no momento.

Só tenho elogios ao 3D Touch, mas é preciso fazer uma ressalva. Com a inclusão dos sensores capacitivos e principalmente do engine do 3D Touch, o iPhone também ficou mais pesado, passando de 129 para 143 gramas. A bateria é um pouco menor do que a do iPhone 6, com 1.715 mAh contra 1.810 mAh mas segundo a Apple, o 6s e o 6 têm a mesma autonomia, mesmo com os sensores e o taptic engine do 3D Touch.

A câmera do iPhone 6s tem 12 megapixels, grava vídeos em 4K e faz time-lapses com estabilização de vídeo via software e vídeos em câmera lenta com até 120 frames por segundo em 1080p. Falarei mais sobre ela no meu review, depois de testar com fotos e vídeos. Outra novidade no iOS é a função Live Photos, que grava pequenos clipes com áudio, que acompanham as fotos. Sim, isto já estava disponível em alguns aparelhos da concorrência, mas é algo que eu acho interessante para registrar alguns momentos. Infelizmente o compartilhamento dos vídeos nas redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter ainda não está funcionando, as imagens vão como imagens, mas isto será corrigido, segundo informações da Apple.

A câmera frontal tem mais resolução (5 megapixels), o que é ótimo não apenas para selfies mas também para chamadas em vídeo e programas como o Snapchat. Para dar maior brilho as imagens da câmera frontal, a Apple incluiu um recurso curioso, o disparo de um “flash” na tela, que surpreendentemente tem bons resultados (para quem gosta de fotos com flash).

Como a gente já sabia, e sempre acontece, o maior defeito do iPhone continua a ser o seu preço, e com o dólar nas alturas, o iPhone 6s custa mesmo muito caro, mais precisamente a partir de R$ 3.999 pela versão com 16 GB de capacidade, R$ 4.299 pelo de 64 GB e R$ 4.599 pelo de 128 GB. Quem preferir o irmão maior, o iPhone 6s Plus, o preço começa em R$ 4.299. Para tornar os novos iPhones menos inacessíveis para mortais, a Apple divide o valor em 12 vezes sem juros, e uma operadora criou um plano que divide o pagamento em 24 meses, e no qual você pode fazer o upgrade pelo modelo novo a cada ano. Algumas operadoras também aceitam smartphones antigos (iOS ou Android) como parte do pagamento.

apple_iphone_6s

Ele não vem com um carregador rápido, mas é compatível com a tecnologia, então é recomendável usar o carregador do iPad ou de algum aparelho da concorrência. Os novos iPhones também contam com acessórios como docks com a cor correspondente do aparelho e capas de silicone e de couro, muito recomendáveis para proteger um aparelho tão caro.

apple_iphone_6s_capas

Confira todas as especificações do iPhone 6s na Apple, e aguarde meu review completo.

Relacionados: , , , ,

Autor: Nick Ellis

Nick Ellis é autor do Meio Bit, Digital Drops e Blog de Brinquedo.

Compartilhar
  • Geraldo Lopes

    .

    Tem que ser otário para comprar qualquer produto da Apple no Brasil…

    .

    • Nick Ellis

      Está cada dia mais complicado.

      • Com certeza, se o dolar aumenta 2% a Apple Brazil aumenta 10% …
        Tá muito complicado…

        • Ivan

          mas se for pensar não é apenas o custo do dolar que aumenta, impostos tbm irão aumentar.

          • Techimundo 14/10/2015
            A Apple aumentou o preço do iMac e MacBook pela terceira vez em 2015 nas suas lojas brasileiras. As primeiras nos meses de março e maio, e a última nesta terça-feira (13), que elevou os valores em quase 50%. Em alguns produtos, o aumento foi ainda maior.

            é muito mais complicado que somente imposto …

            É o roubo Lucro Brazil sendo afetado pela mágica …

          • Ivan

            sim ela aumenta muito sem proporção, o que quero dizer que se custa 100 dolares e o dolar aumenta 2% vai ser imposto sobre 102 dolares e não sobre 100 dolares, mas claro pra apple logica nunca foi o forte dela, pra que aumentar 10 reais se podem aumentar 150?

          • Salles Magalhaes

            Suponha que um produto custe 100 dolares, o dolar esteja a 2 reais e o imposto seja 50%. O custo em reais seria: 100*2*1.50 = 300 reais

            Suponha que o dolar dobre para 4 reais: o custo sera 100*4*1.50 = 600 reais.

            Ou seja, o preo dobra da mesma forma. Apesar do imposto aumentar, a PROPORCAO do imposto na composicao do preco final eh a mesma. Ou seja, se o dolar sobre X% o custo final do produto (incluindo impostos!) subiria X% da mesma forma!

          • Jaffy

            Empresas não pagam os mesmos impostos que pessoa física. O mundo fiscal é loco.

          • Daniel

            E… no entanto ela gira vende….

    • Storvs

      Tem que ser otário para comprar qualquer produto da Apple.

    • Alexandre Souza

      Tem que ser otario pra comprar qualquer produto da Apple…

  • Pingback: Blumenópolis – Blumenau » Blog Archive » ______ www.google.com ____ Notícias - Blumenau()

  • Atrollando Natuacara

    Vai precisar de muita mágica para convencer esse preço, mas vão ter muitos que cairão no ilusionismo e acabar pagando o pat.. Digo maçã…

    • adrielmenezes

      não esqueça que a maioria dos aplicativos novos somente rodam no 6s…..quem tem 6 e inferior deve se contentar apenas com whatsapp

      • Daniel Tiecher

        Da onde você tirou essa informação!? Que desenvolvedor é idiota o suficiente pra bloquear seu app de acordo com modelo do aparelho? O que importa é a versão do SO, que no caso da Apple e o recente iOS9 suporta até iPhones que foram lançados quatro anos atrás (modelo 4S).

        • Alexandre Souza

          Suporta. Mas na pratica, nao funciona 🙁

        • adrielmenezes

          Estava sendo irônico. Apenas usei um dos argumentos que já ouvi de pessoas justificando a troca do 6 pelo 6s

  • luisbrudna

    Gouguen

  • Jaffy

    Nunca tive iPhone, mas reconheço que são excelentes telefones e trazem atrelado junto diversos serviços e produtos de boa qualidade. Se eu morasse nos EUA, com certeza compraria um. Já com o preço daqui, é mais interessante tu comprar um dos EUA via amigo, revender aqui, voltar pra lá e pegar outro. xD

    • Ednei Monteiro

      Mais ou menos. Lá um 6s de 64Gb custa 750 obamas. Ou seja, sai por umas 3600 Dilmas (dólar, imposto que pode ser até de 10% e IOF). Unlocked na Amazon custa 847 obamas. O que já dá uns 3900/4000. Aqui no Brasil ele está saindo a 3800 e alguma coisa. Ou seja, caro lá, caro aqui. 🙁

      • Jaffy

        Lá se ganha em dólares. O salário de 1 mês de um garçom lá dá e sobra para comprar um iPhone. Não dá para comparar 1:1 .
        Aqui o mesmo garçom teria de juntar 4 meses de salário.

        • Ednei Monteiro

          Sim, morando lá e ganhando em dólar é outro nível. Mas comento sobre ir comprar lá ou pedir para alguém trazer. Isso não muda. Para nós que ganhamos em Dilmas é tão caro quanto.

          • Jaffy

            Como eu disse no primeiro comentário. Se eu MORASSE lá compraria.

          • Ednei Monteiro

            Como você disse no primeiro comentário: “Já com o preço daqui, é mais interessante tu comprar um dos EUA via amigo, revender aqui, voltar pra lá e pegar outro.”. E o que eu digo é que não é mais interessante com a atual cotação do dólar.

          • Jaffy

            É vero.

          • Ednei Monteiro

            Agora o tal do Apple Watch está além da imaginação. Custa com todos os encargos uns 1600 reais e a Apple Brasil está pedindo 2600! 60% mais caro. Dá até vontade de pedir transferência pra os EUA hoje. Mas tenho que esperar a filha está na idade do “ensino médio”.

  • A Apple pode ter uma mágica poderosa pra Bergamota dos
    Desejos™
    se tornar tão desejada, mas mágica pra aparecer
    dindin no meu bolso pra adquirir uma que é bom necas …

  • Papel Alumínio

    Me diz uma coisa. Eles ficaram mais pesados [não é um problema pra mim, que usa um Lumia de 185kgs], mas e o tamanho? Alterou algo nas dimensões do aparelho?

    • Daniel Tiecher

      Praticamente a mesma dimensão do modelo anterior. Ele é 1mm mais largo e 2mm mais comprido e alto.

  • jairo

    Belo gadget a ser comprado nos States.

    • Ednei Monteiro

      Mais ou menos. Lá um 6s de 64Gb custa 750 obamas. O sai por uma 3600 Dilmas (dólar, imposto que pode ser até de 10% e IOF). Unlocked na Amazon custa 847 obamas. O que já dá uns 3900/4000. Aqui no Brasil ele está saindo a 3800 e alguma coisa. Ou seja, caro lá, caro aqui. 🙁

  • ochateador

    Ei @NickEllis:disqus pergunte para a Apple se tem alguma chance de dar um desconto de 50% na black friday 😀

    • Alexandre Souza

      Black Fraude?

  • Paulo de Tarso

    Uma curiosidade minha: – Qual a diferença entre o 3D touch e o clicar e segurar que já existe em aparelhos Androids atuais?

    Tipo, quando eu quero abrir opções de editar, renomear, excluir um arquivo no android eu clico e seguro e em seguida essas opções aparecem. É a mesma coisa?

    • Daniel Tiecher

      No iOS existe também a ação de clicar e segurar, isso não é nenhuma novidade. A diferença do 3D Touch está em modificar a ação de segurar de acordo com a pressão que você utiliza. Exemplo: na tela inicial do iOS, ao segurar o dedo em cima de um ícone de aplicativo, é possível reordenar a grade, colocar ele em outra tela ou mandar pra dentro de uma pasta, etc. Mas caso você pressione ele com força suficiente para ativar o 3D Touch, em vez da ação padrão, o smartphone executa uma ação secundária, que no caso da tela inicial ele mostra ações rápidas para o app. Eu testei a funcionalidade no iPhone de um amigo e é algo bem simples mas que senti falta logo depois que voltei a usar meu 6.

      Sem falar que caso os desenvolvedores queiram, é possível implementar diferentes ações de acordo com a pressão que o usuário coloca na tela. Existe até app que usa o leitor de pressão pra transformar a tela do iPhone numa balança digital, por mais idiota e perigosa que seja essa ação, da pra ter uma ideia das coisas que é possível fazer com ele.

    • Thiago

      Que nada! Você compra um iPhone e ganha uma balança digital! rsrs

    • Jaffy

      Equivale à um segundo “botão direito” .

  • Ronaldo Klais

    Primeira impressão: caro.

  • Lucas Timm

    Caro, mesmo em dólar.
    E caramba, bateria de 1715mAh? A bateria do meu antigo Nexus 4 era de 2100mAh e já não dava pra nada :/

    • Daniel Tiecher

      Eu migrei de um Nexus 4 para um iPhone 6 e mesmo com uma bateria menor, eu consigo ter de boa um dia e meio de carga com bluetooth e wifi sempre ligados. Meu Nexus 4 eu tirava do carregador de manhã e no final do dia precisava plugar ele de novo pois o coitado precisava de mais todynho. A Apple por controlar tanto o software quanto o hardware consegue fazer mais com o mesmo hardware.

      • Lucas Timm

        Meu Nexus 4 era um ótimo smartphone, mas sempre foi gastão de bateria. Nos últimos dias eu saía de casa as 9 com 100% de carga, chegava no trabalho as 9:30 com 70%. Passava o dia todo matando na USB.

        Eu também cogitei trocar num iPhone, mas a bateria menor e o preço atual me fizeram voltar atrás. Comprei um Moto X Play 32GB num preço excelente (menos de 1300 dilmas), bateria de 3650mAh e estou muito, muito satisfeito.
        Nunca achei o Nexus 4 lento, nem em jogos (muitos reclamavam da performance 3D dele, juro que nunca tive qualquer problema). Mas o Moto X Play consegue ser bem mais rápido que ele mesmo no uso “padrão”, de launcher e aplicativos.


        Sent by Moto X Play

  • Jr. Malafaia

    “Em termos de desempenho, o novo processador A9 deixa o smartphone ágil e sem alguns problemas de travamento que aconteciam no iPhone 6.”…

    Eu sempre achei que aparelhos dessa marca não travavam nunca, jamais, de jeito nenhum, de forma alguma, nem amarrado pelo ovo, nem sob ameaça, nem sob tortura, nem sob decreto…

  • Thomaz Barros

    Estive na loja do Rio de Janeiro no último dia 13, durante a noite, e ela estava vazia (a fim de reparar um produto). Acho que finalmente o brasileiro se deu conta dos abusos dos preços praticados por aqui.

  • Danilo José

    Ué, ainda não tem carregamento sem fio? Acho prático pacas

  • OverlordBR

    Eu esperaria pelo iPhone de 2016… acredito que o iPhone 7 sim trará novidades realmente interessantes.
    E até lá, TALVEZ, tenhamos uma situação econômica um pouco melhor no país (sim, às vezes, sou otimista).
    🙂

  • “e sem alguns problemas de travamento que aconteciam no iPhone 6”

    Ahá! Ele não é infalível!

  • Sent1nela

    Não existe nenhuma função “nova” que já não exista a mais de 1 ano em outros aparelhos.

  • Baby Commando

    Sinceramente não tem como entender essa frescura por produtos da Apple. O que eles tem de tão a mais que os Android que custam 1/4 do preço com a mesma capacidade de processamento? Só pra dizer que tem um device da Apple? Nem no Chromecast essa desgraça espelha a tela… No Android eu gerencio meus downloads de maneira bem mais fácil, meus arquivos, uso como pendrive, rodo mil coisas. Pro mestrado eu leio centenas de PDFs na minha TV da sala, uso o Spotify… Não consigo entender o porque do pessoal aficionado por tecnologia, e por conseguinte seres mais lógicos, gostarem tanto dessa maçã especialista em lavagem cerebral.

    • Daniel Tiecher

      Eu tinha um pensamento similar. Sou usuário Android desde o Galaxy S rodando Android 2.1 e meu último celular Android foi um Nexus 4. Como sou desenvolvedor, precisei comprar um iPhone para suportar o iOS e desde que adquiri meu 6 e dei uma chance à maça, entendi o porque existe tantos usuários satisfeitos. O SO é muito mais estável (pra mim nunca travou), a bateria dura tranquilo mais de um dia mesmo com uso intensivo, a qualidade dos apps é normalmente melhor do que no Android, sem falar no excelente hardware. Da maneira que estou usando ele, não sinto falta de nada que o Android me oferecia antes. Da mesma forma que o Android tem suporte excelente ao Chromecast, o mesmo eu posso dizer do iOS e Apple TVs. Posso fazer as mesmas coisas que fazia com o meu Chromecast usando o AirPlay numa AppleTV. Obviamente a Google e a Apple irão otimizar a experiência usando seus produtos, nada de estranho aqui. A única coisa que eu concordo contigo é com relação ao gerenciamento de arquivos que no caso do iOS é uma piada para quem entende de computação. Mas eu nunca precisei acessar ele pois faço streaming de música no Spotify e meus documentos sempre utilizo acessando o Google Drive ou iCloud.

      • Thiago

        Já usou o Tasker no Android? A partir do momento que você usar, não conseguirá migrar para nenhuma outra plataforma 😉

        • Daniel Tiecher

          Era usuário do Tasker, sim, e é um excelente app. Mas não sinto falta pois no iOS eu uso o Workflow que embora não tenha todos os recursos do Tasker, ele tem todos os que eu preciso. Sou fissurado por automação e uso em todas as plataformas que possuo. 🙂

          • Thiago

            Bastante interessante, não sabia que havia possibilidades de automação no iOS… vou sugerir para minha irmã. Nele você consegue controlar funcionalidades do sistema, ativar BT ou wifi por localidade, mexer com volume, executar música e tal?

          • Daniel Tiecher

            O iOS ainda não possui APIs públicas para controle da maioria das preferências do sistema. Ou seja, sem jailbreak, não é possível controlar wifi, bluetooth ou conexão móvel. Mas é sim possível controlar o volume e executar músicas, além de compartilhar dados e executar tarefas entre uma grande quantidade de apps suportados pelo Workflow. Existem rumores circulando que agora com o lançamento do iPad Pro, a Apple irá disponiblizar na próxima versão do iOS uma quantidade maior de APIs públicas para tal função, mas eu só acredito vendo. 🙂

          • Thiago

            É… para mim não tem jeito:

            Desconectar Wifi => Ligar BT => Conectou no carro? => Ligar música, RadarDroid e desligar Wifi => desconectou BT? => Desligar RadarDroid e Ligar Wifi

            E por assim vai mais um monte de coisas rs

          • Daniel Tiecher

            Pro seu caso só Android mesmo. 😉

      • Baby Commando

        Mas você é desenvolvedor e provavelmente usa no seu trabalho, o que justifica e eu não tenho o que argumentar. Mas nunca vi meu Nexus 4 ficar travando por bobeira e nem outros aparelhos mais potentes, óbvio se enfiar um Android num celular com 512Mb de ram e 600Mhz e tentar fazer o que um Quad com 2Gb de ram faz, creio eu, vai travar sim. Tem opções de topo do Android que dão de lavada na Apple em termos de Brasil, esse papo de travamento e vírus não cola comigo, uso desde 2012 um Nexus 4, nunca tive problemas e nunca precisei fazer nada de bizarro nele. Eu acho uma porcaria os serviços de nuvem da Apple e o sistema de editores (comprei um iPad Mini na Black de 2014) mas não tenho saco de usar os Apps exclusivos, só uso o GDrive e seus editores. A Apple TV não me apeteceu em nada e achei muito mais prático o pequeno pendrive da Google, e como mais pessoas possuem Android mais pessoas podem usufruir disso quando visitam lá em casa ou querem mostrar algo (olha, vi muita coisa do balde de pipoca nele, no iOS não teria como, certo?). De fato são lindos, estáveis, rodando tudo de forma poética, mas sinceramente não consigo entender a lógica de um cara preferir usar camiseta rasgada embaixo do braço, jantar pipoca dentre outras coisas pra ficar comprando coisa da Apple, não faz sentido isso, não faz sentido financeiro!!! Brasil não justifica isso!!! O louco não é o louco em si, mas sim quem segue o louco. Essa insistente militância da social mídia brasileira em tentar empurrar que ser cool é ter um Apple que me fez, justamente, não querer ter mais. E mesmo assim estou só esperando os smarts que rodem W10 puro e limpo, aí acabou pra todo mundo.

        • Daniel Tiecher

          Sim, de fato adquiri para uso profissional mas hoje compraria outro iPhone em vez de um Android top caso perdesse o meu (embora um Nexus 6P seja tb uma ótima opção). Com certeza feature phones nem devem entrar na discussão pois com o hardware péssimo só prestam mesmo como peso de papel. Eu também nunca sofri com vírus mas travamento tive sim e sempre utilizei a ROM oficial da Google e mantive ele atualizado. Até a 4.4 ele era bem estável mas depois que foi atualizado pra 5.0 os travamentos começaram e a performance não era mais a mesma. iCloud é mesmo uma porcaria, por isso uso o GDrive no iOS. A Apple TV adquiri minha primeira agora (geração 4) antes também não tinha interesse e vivia muito bem com meu Chromecast (que continua plugado tb na TV). Mas a geração 4 é a melhor experiência que tive até agora (nunca usei Android TV mas já usei a FireTV e um Roku tb). Apple TV e balde de pipoca sem jailbreak realmente é impossível mas no meu caso eu uso o Plex na ATV pois sempre preferi baixar antes com qualidade 1080p e o balde às vezes engasga no streaming, principalmente com releases mais antigos ou não tão populares, por ser P2P. Concordo que comprar um iPhone por causa da marca e comer pipoca no jantar é burrice. Mas eu não tenho nada contra quem compra por acreditar que o celular e a plataforma atendem seu uso melhor e tem dinheiro para comprar. Estou de olho também no que a MS está fazendo e pra mim quanto mais concorrência melhor, pois quem sai ganhando somos nós consumidores.

          • Baby Commando

            Acho que o que me deixa mais chateado é a militância mesmo.

          • Magnosama

            Daniel,
            Não consegui colocar o PLEX pra funcionar na minha ATV4, nem no meu iPad
            Ele reconhece o servidor mas fica sempre off-line,
            Certamente um problema na configuração da rede,
            Alguma dica pra me ajudar?

  • rbsouto

    Menos de i$ 1,00 (Apple dólar)? Barato!

    Lembrando:
    i$ 1,00 = R$ 5.000,00

  • Cacio Frigerio

    Por esse preço voce ainda tem que comprar um carregador turbo! huahuaahuhuahua auhahuahuahuahu auhahuahuahuahu auhhauahuahuau uhahuahuahauahu uhahuahuauhahau uahhuahauahuauha uhahuahauhuahua uahuahuahauhau

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples