Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Esportes radicais no Zeebo

Por em 28 de fevereiro de 2009
emVídeos
Mais textos de:

Site | Twitter
  • konakona

    Engraçado ver aquele avião fazendo vários “barrel rolls”.
    Mas, realmente, os gráficos são bonitos, mas não é nada fantástico.

  • kotter

    a água, na parte do avião, achei muito feia.
    mas o resto tá bem bonito. só resta saber se a jogabilidade é boa, se não enjoa fácil, se tem bastante níveis/fases e etc.
    achei a jogabilidade meio rápida demais.

  • ovtbqr

    599 é muito caro. Se fosse uns 400 e tivesse conversões de jogos do Master System ou Mega Drive eu pegava um.

    Sim, os gráficos são respeitáveis, se você fizer vista grossa pra textura de água ruim do Quake e de milhares de outros jogos.

  • Dreadful

    O gráfico não é dos piores, então, se fosse a metade do preço, talvez… Não, eu não compraria mesmo assim.
    Mas como eu não sou o público alvo, tudo bem… Acho…
    Vão vender algumas unidades para aquelas crianças que gritam pelo brinquedo no hipermercado
    ————–
    nosce te ipsum

  • http://keaton.wordpress.com/ Keaton

    SEISCENTOS REAIS?! Mas nem f-palavra-endo…

    Acho que o Mamutti queria um.
    ___
    Blog do Keaton

  • cvalves

    Não esqueçam que ele vem com um modem 3G embutido.

  • tcerealk

    O jogo de carrinho de rolimã foi feito na engine de Blender???

  • garoa

    Gráficos caixote como no N64/PSX. Mas a CPU parece mais moderna, pois o Pilotwings aí tava numa velocidade mais aceitável…

    —————–
    entende inglês? Balances
    na dúvida, consultar

  • Compostela

    Aproveitando o espaço para falar o que saiu na Veja desta semana, numa reportagem sobre o mercado brasileiro de desenvolvimento de games:

    “[O Zeebo] deve chegar às lojas no segundo semestre e custará 600 reais – no Brasil, um Playstation 3 sai, em média, por 2200 reais (ou 1600 no mercado negro). O Zeebo não usará CDs. Os jogos serão baixados na internet por uma rede sem fio também usada por telefones celulares. O Zeebo embute uma boa idéia, tem um preço competitivo e uma tecnologia de downloads que até o momento se mostrou bastante segura. Mas ainda terá que passar por dois testes de fogo: os hackers fanáticos por games e a concorrência, que pode imitá-lo.

    VEJA ed 2102 ano 42, nº9 – semana de 4 de março de 2009

    Bem… em primeiro lugar, acho que não preciso falar nada da tradicional falta de profissionalismo da Veja – poxa, eles sequer consultaram alguém que entende um minimo de videogame para fazer a materia? Como assim eles vão comparar o preço do Zeebo com o do PS3?!

    Mas concordo com eles que o Zeebo traz uma boa idéia, que tem atraido grandes parceiros e que sim, pode dar certo – e espero por isso.

    Mas a reportagem mostra, por outro lado, como há uma visão miope em camadas empresariais no país – não pela iniciativa do Zeebo, e sim por acharem que 600 reais é algo competitivo.

  • Jason Manchest

    Quer baratear o videogme é fácil tira dele o modem 3G, que com toda certeza o preço cai de 600 para 200, contudo ele perde seu maior diferencial e se torna um produto irrelevante.

    Agora falando sério com que videogame este videogame deve ser comparado em preço para validar a realidade brasileira?

    Um PSONE, pelo que entendo a Sony (assim como Nintendo) não tem nem PSONE e nem PS2 legalizado aqui no Brasil, portanto os dois aparelhos que aqui são vendidos não são legais pelo comercio (sendo assim produtos comprados no submundo ou no outro mundo), contudo a compra deles é geralmente de maneira ilícita, neste caso o preço de ambos é inexistente, já caso fosse oficializada a venda do aparelho (PS2 e PSONE) assim como é a venda do XBOX 360 creio que ele custaria em torno de 1360 reais de acordo com todos os critérios de nossa alfândega, de nossa legislação de impostos e da margem de lucro externa.

    Devemos considerar que o preço do Zeebo infelizmente está de acordo com o comercio de tais aparelhos, se caso ele fosse um computador ou mesmo notebook seu preço estaria salvo pela leis empregadas que reduzem a margem de impostos para produtos relacionados a informática, contudo ele está relacionado ao entretenimento e por isso toda carga de impostos cai em cima do preço bruto do produto (se fosse o preço líquido até que seria mais barato, mas é no bruto) o que aumenta significamente o preço final do mesmo.

    Neste caso é um sinto muito, mas em minha opnião é impossível eles baixarem o preço do aparelho agora, se fizerem isso a empresa quebra e quebra bonito, pois o investimento é muito alto e sinceramente o nível de inovação do aparelho também resulta em um grande fator de investimento.

    Não sou o Jonny Walker, mas walk mais que ele…

  • http://infodrama.blogspot.com infodrama

    Eu gostei, até compraria. Ma\s aí tem uma coisa a conexão 3g vai ser gratuita? Ou além do download terei que pagar um serviço 3g também?
    certamente terei que pagar…
    Mine blog
    Só pra eu reclamar e não ser lido

    • http://www.vidadegamer.com.br Dori Prata

      Segundo a Tectoy, será gratuita.

      ____________________
      Vida de Gamer | A vida como ela é (ou deveria ser)!

      • Rodz

        Ele tem Browser? Porque se tiver, com 3G gratuito, é uma combinação de sucesso e vai valer muito a pena.

        ———————————
        I have come here to chew bubblegum and kick ass–and I’m all out of bubblegum…

        GAMERTAG: ROD SKYWALKER
        PSN ID: ROD_Z

        • http://www.vidadegamer.com.br Dori Prata

          Não ouvi nada a respeito, e mesmo achando difícil que venha a ter, sem dúvida seria um ótimo diferencial. Imagine, internet grátis para todos os donos do console.

          ____________________
          Vida de Gamer | A vida como ela é (ou deveria ser)!

          • ovtbqr

            Se tiver algum jeito de tocar pornografia pela web ele seria sucesso absoluto de vendas.

  • kayohf

    Eu nunca vi com olhos ruins o Zeebo, desde que fiquei sabendo do mesmo a pouco tempo. Acreditem, é um mercado, acreditem, tem como dar certo, é só você não pensar em milhões e milhões de consumidores. Eu entrei em contato com o pessoal da Zeebo por e-mail para saber se já existe algum KIT de desenvolvimento para o aparelho, a resposta foi negativa.

    Eu vou apostar na plataforma, só depois de ser oficialmente lançada que vamos saber se vingou ou não.